Car.blog.br

Pesquisar este blog

Volkswagen quer acidentes zero até 2050 com ID3 elétrico

Categorias: , , , 29 Comentários

A Volkswagen anunciou um novo sistema operacional de software este ano que espera tornar os acidentes envolvendo seus carros uma coisa do passado até 2050.

Volkswagen quer acidentes zero até 2020 com ID3
Os carros da próxima geração serão equipados com software, sensores e processadores que permitem aos veículos antecipar e evitar acidentes e continuar aprendendo novos reflexos. Dessa forma, a empresa pretende que não haja mais acidentes até 2050.

Volkswagen quer acidentes zero até 2020 com ID3

O novo sistema operacional de veículo baseado em software, que está sendo lançado com o novo carro elétrico ID3 da VW, será continuamente atualizado à medida que os algoritmos de software melhorarem.

Volkswagen quer acidentes zero até 2020 com ID3

O software do VW ID.3 irá aprender continuamente, a cada semana e todos os dias. A marca inclusive considera que está deixando de ser uma empresa de dispositivos para se tornar uma empresa de software.

Volkswagen quer acidentes zero até 2020 com ID3

O cronograma de lançamento do ID.3 continua inalterado, sendo que os primeiros carros ainda estão sendo sendo aprimorados.

Volkswagen quer acidentes zero até 2020 com ID3

O software ainda não está 100%, mas mas é normal que haja ajustes técnicos a serem realizadas pouco antes do lançamento no mercado.

O ID3 custará 24.000 euros (US $ 27.000), após a inclusão de incentivos e incentivos fiscais para carros verdes, quando for colocado à venda na Alemanha.

Isso o equipara aos veículos de motor a combustão da VW e faz parte de uma grande expansão da empresa em carros elétricos.

A marca VW espera fabricar 1,5 milhão de carros elétricos até 2025.

29 comentários:

  1. A Volvo prometeu e não cumpriu. A VW quando promete, é que tem café no bule. Profetizo até 2030 acidentes zero com carros VW, pelo avanço da tecnologia de condução autônoma. Tenho pena das demais automotivas. E a Tesla corre risco de ser comprada pela VW.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As profetizações do Carlota são fracas, ele profetizou que o UP iria vender horrores, que o Golf brazuca capado bateria recordes de venda, fora as outras q já esqueci.Pois eu acho q essa estória de carro autônomo ainda não está deteeminada, muita coisa ainda pra rolar debaixo da ponte.

      Excluir
    2. Não corre risco não, inclusive a VW já assumiu que Tesla está 10 anos a frente em tecnologia elétrica:

      "https://exame.abril.com.br/negocios/volkswagen-diz-que-tesla-tem-vantagem-de-10-anos-nos-carros-eletricos/amp/"

      Excluir
    3. A VW é especialista em ficar atrás quando o assunto é tecnologia, só ver no passado, quando todas as montadoras usavam motores arrefecidos a água, ela insistia nos air cooled, e isso valeu até para o "espetacular" Gol, em plenos anos 80 usava o "moderníssimo" 1300 do Fusca dos anos 60 ao invés de usar o MD do Passat. Um carro d VW que não se envolverá em acidentes nenhum de nós verá, só depois de 2100.

      Excluir
    4. Pra isso acontecer os carros terão que estar conectados,ou seja, a VW sozinha não irá atingir essa meta, já que os acidentes provocadas por veículos de outras marcas continuarão a matar. Ou você acha que o sistema da VW vai conseguir evitar uma batida de uma carreta desgovernada em sua traseira?

      Excluir
    5. Foi a profeta carlota que previu o Golf vendendo 6 mil unidades por mês. Só pra lembrar os esquecidos.

      Excluir
    6. Cade Plataforma MQB e super Solda do Polo? Onix ganhou Premio CESVI de carro mais seguro na Argentina.

      Excluir
    7. Qu3m concorre com o ID.3 é o Bolt e não o Ônix

      Excluir
  2. Tanta besteira. Quem dera não haja mais acidentes, é já agora, não em 2050. E tanto faz ser automóveis dedta ou de outra marca

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já agora? Lance a tecnologia. Ao menos temos uma luz que em 2050 teremos carros 100% seguro, nos poderemos nao estar mais aqui, mas lembre que seu filho ou neto sim.

      Excluir
  3. Não esqueça lavar mãos ,corona virus

    ResponderExcluir
  4. Para não acontecer acidentes nos novos modelos elétricos da vw, basta não vender. Simples assim

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que besteira heim cara? Vc não queria que a sua família andasse num carro com zero chances de morrer em um acidente? Seu animal.

      Excluir
    2. 0 chances manolo? Vão criar um universo alternativo onde o carro se torna intangível e onde a gravidade não atue sobre ele? Só assim sendo.

      Excluir
    3. Animal, vai morrer como com um carro se nao for em um acidente? Infartar dentro dele? Não é acidente.

      Excluir
  5. Quanta asneira dos haters, independente da marcar, ter carros 100% seguros é bom para todo mundo, vc pode não estar mais aqui em 2050, mas seu filhos e netos sim, parem com essa birra de competição e olhem para o futuro que vcs querem para seus filhos e netos. Brasil só tem ignorante mesmo, por isso estamos nessa situação, povo besta demais, muito ignorante, merecem andar de carroça.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ^
      Falou o cara do Gol CHT.
      Sabia que o seu Gol quadrado, num acidente frontal, o bloco do motor vai parar dentro do habitáculo ?

      Excluir
    2. O Brasil só teria pessoas inteligentes de todos comprassem VW, olha o pensamento do fanboy.

      Excluir
    3. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    4. Ze ninguém, dislexia aí tá grande heim cara? Reveja meu comentário.

      Falei ainda que independente da marca. Burro demais. Pobre é foda

      Excluir
    5. Sim pobretão, igual o seu Chevette quando vc bater. Ou então o Onix Joy do seu pai pedreiro comprado com 5% de entrada e o resto em 60x, aí quando chegou o carro vcs tudo foram lá na ccs não é? Pobre é assim, compra um carro novo leva toda catrefada junto. To mentindo?

      Excluir
    6. Está fazendo auto-crítica? O cara confunde tudo com pobreza, depois chama os outros de disléxicos. Todo mundo conhece seu pensamento aqui seu flanelinha,corre lá que tem alguma madame te esperando para te dar uma moeda.

      Excluir
  6. A assistência eletrônica tira o tesão de dirigir pois a reação as condições naquele momento são controladas por nós e obedecidas pela máquina (ops, também temos alguns erros de cálculo, rs).

    A inteligência artificial vai integrar e reger tudo promovendo um trânsito ágil, seguro e econômico a qualquer um (e monótono). Os sistemas (hard e soft) vão analisar a capacidade do veículo (força, peso, velocidades, pneus, etc), a prioridade (ambulância, bombeiro, polícia, políticos, artistas de tv, milionários, jogadores de futebol, BBBs, etc), o destino inicial e final (está indo pra padaria ou aeroporto com viagem internacional marcada, ou trabalho de parto), o fluxo geral (táxi não vai ficar rodando vazio o dia inteiro, só sai com viagem fechada), e questões ambientais, operacionais (vai para auto reparo), manutenção das vias, coleta de lixo, entregas de pizza (olha a prioridade) e muito mais.

    As apólices de seguro ficarão muito mais baratas (será?) !!!

    ResponderExcluir
  7. O comentário em tornar a VW em empresa de software e porque é possível combinar inteligência artificial a produtos e torná-los mais úteis e aproveiados ao máximo com segurança e eficiência.

    No caso de automóveis parece que a VW chegou a conclusão que investir em novos materiais, metalurgia, tipos de plásticos, cabeamentos, e diversos agregados aos veículos levam mais tempo e custo do que "proteger" a vida.

    São apenas motivos técnicos que demandam muita pesquisa e desenvolvimento técnico para colocar por exemplo fibra ótica ao invés daquela montoeira de fios. Relés ao invés de processamento da ECU, e outras possibilidades que em conjunto possibilitam a redução do consumo e adequação as legislações vigentes e movimentos do mercado consumidor e concorrência.

    O ID3 poderia fazer um uso mais extenso de alumínio, magnésio, leds, fibra ótica, fibra de carbono, etc, porém a dificuldade comercial e técnica é destacada no peso total principalmente pelas baterias.

    A dificuldade profissional, educacional, social, uma escassez de recursos generalizados fazem o brasileiro dar nó em pingo d'água em contraste com laboratórios e pesquisadores estrangeiros. Porém, a união desses dois mundos, na minha opinião, permitiria no caso da VW Brasil, encontrar meios de conciliar avanços tecnológicos a baixo custo assim como no desenvolvimento da mmi do Nivus. Imagine o que aconteceria se dotasse um modelo como o polo em mild hybrid utilizando calibração melhorada para combustíveis, freio regenerativo e start-stop, melhorando o atingimento das metas ambientais.

    ResponderExcluir
  8. Falar, até papagaio fala... Se for estilo Dieselgate funcionará bem. Não, pera...
    Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dieselgate nao foi só a VW, se atualize otário

      Excluir
    2. Única q tá falando aqui em acidente 0 é a VW. Ou vc não sabe ler?

      Excluir
  9. Agora, antes de muitos fabricantes esse era O CARRO (seguro, rápido e tecnológico): https://www.youtube.com/watch?v=HHOTtoNHYO0

    ResponderExcluir
  10. Vivemos em uma época primitiva... nem selvagem nem sábia. Medidas paliativas são a sua maldição, qualquer sociedade racional já teria matado o carro a combustão, ou feito algo de útil com eles.

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.