Car.blog.br

Pesquisar este blog

Hyundai Elantra 2020 fica 6% mais econômico com novo câmbio automático ITV

Categorias: , , , 17 Comentários

A Hyundai apresenta nos EUA a linha 2020 do Elantra, tendo como novidade a adoção da nova transmissão automática "Intelligent Variable Transmission (IVT)", que propiciou uma melhor no consumo da ordem de 6%.

Hyundai Elantra 2020

O modelo também ganha de série o sistema "Forward Collision-Avoidance Assist (FCA)", um sistema de prevenção de colisão frontal, com frenagem autônoma de emergência, e detecção de pedestres. Com isso, o sedã ficou mais seguro.


Hyundai Elantra 2020

Dados do Insurance Institute for Highway Safety mostram que a Frenagem de Emergência Automática e o Aviso de Colisão Direta, ambos integrados ao Auxílio de Prevenção de Colisão Direta padrão da Elantra, estão associados a uma redução de 50% nas colisões traseiras. Além disso, de acordo com a Administração Nacional de Segurança nas Estradas, 94% dos acidentes com veículos graves envolvem erros humanos, e é por isso que tecnologias avançadas de segurança como a LKA (Lane Keeping Assist) padrão da Elantra têm o potencial de salvar vidas.

Transmissão Variável Inteligente (IVT)

O novo câmbio IVT da Hyundai oferece eficiência superior e simula mudanças de marcha de uma transmissão automática que os clientes gostam. Essa transmissão realiza turnos contínuos modulando a pressão da polia da transmissão, dependendo das condições de condução e das solicitações do motorista. Utiliza um sistema de roldanas de grande porte, que oferece uma relação de operação mais ampla quando comparado com seus concorrentes. Isso permite economia de combustível aprimorada em relações de engrenagem mais altas e melhor desempenho em taxas mais baixas.


Ao contrário de um cinto de pressão mais comum, o IVT tira proveito de um cinto de corrente, o primeiro do mundo no segmento de carros compactos. Uma corrente melhora a eficiência de combustível em mais 1,2% quando comparada aos sistemas de correia convencionais.


Novo Elantra 2020
O Elantra 2.0 IVT 2020 tem consumo médio (EUA) de 14,8 km/l - melhor de 6% sobre os 14 Km/l do modelo 2019.

17 comentários:

  1. A Hyundai está desenhando os carros com régua.
    Fora o Sonata, que parece um bagre.

    ResponderExcluir
  2. Querem fazerem milagre com esse cambio tirando do velho motor aspirado 2.0, colocam logo um motor 1.3 turbo com injeção direta que aí sim terão muito mais economia de combustível e ainda mais desempenho.

    ResponderExcluir
  3. O Jetta 1.4 Tsi com o câmbio automático de 8 velocidade(exclusivo dos Eua e Canadá) consegue ganhar muito mais que esse carro horrível, essa hynday parece que mandou os pedreiros desenhar os carros delas atualmente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vindo de dois carros com câmbio CVT (Fluence e Sentra) e agora com o recém adquirido Jetta Confortline 1.4 T, digo que o câmbio CVT é muito mais aprazível que o de 6 marchas automático do VW. Estou lutando para acostumar com os "delays" nas trocas de marcha... Isso quando ele fica em dúvida em algumas subidas ou acelerações e tiradas de pé repentinas. Mas não só no Jetta: qualquer outro carro com automático "tradicional" sente as trocas quando sai de um CVT, que tem funcionamento linear. Muitos não gostam do motor em rotação constante em acelerações no CVT, mas isso nunca me incomodou.

      Excluir
    2. Particularmente tenho aversão a câmbio CVT porque não aguento motor e câmbio berrando o tempo todo.

      Excluir
    3. FÃ BOY DE VOLKS MESMO. DEVE QUEIMAR O ANEL

      Excluir
    4. GO, questão de costume pois vc veio de um Cvt que não tem troca de marchas. Eu prefiro o cambio automático convencional ou de dupla embreagem por manter o giro do motor mais baixo quando pisa mais fundo.

      Excluir
    5. A questão é o gosto e a forma de dirigir do motorista, quem está acostumado e só andar com o "pé no fundo" tende a se incomodar, agora quem dirige de forma mais "educada" e só tende a exigir acelerações rápidas em ultrapassagens ocasionais e sabe dosar o pé adequadamente acaba preferindo o CVT.

      Excluir
  4. Os designers da Hyundai tem que parar de tomar cachaça durante o trabalho.

    ResponderExcluir
  5. Carro ficou mais feio que levar marmita pra mae na zona, mais feio qe cao chupando manga ,mais feio que a mistura do jean wiliys com o cassio do corintians, feito com regua e sem nexo

    ResponderExcluir
  6. Enquanto isso por aqui, apesar de mostrarem o modelo reestilizado, vários meses atrás, durante o Salão do Automóvel, NADA DE CHEGAR. Como também nada a vista sobre o facelift do New Tucson, já rodando em praticamente todo o mundo, inclusive nos nossos vizinhos.

    ResponderExcluir
  7. Eu tbm venho sentindo a diferença. Saí de um Fit pra um Jetta 1.4. Na estrada com certeza o câmbio automático tradicional é melhor, mas na cidade continuo sentindo falta do CVT, que não tem atraso na resposta das acelerações, não fica em dúvida na hora de fazer as reduções nem deixa de subir marchas pra aproveitar descidas com mais economia. Nesse último caso, muitas vezes tenho que acelerar em pequenos declives desnecessariamente. Utilizando o CVT era só tirar o pé r esperar o carro chegar no próximo cruzamento. São detalhes que só quem teve os dois entende.

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.