Car.blog.br

Pesquisar este blog

Jeep Renegade 1.3 Turbo AT-9 2020: dados de consumo

Categorias: , , , , 58 Comentários

A Fiat Chrysler divulga os dados oficiais de consumo do Renegade 1.3 Turbo 2020 aferidos pela EPA (Agência de Proteção Ambiental dos EUA), indicando melhora marginal no consumo em relação ao modelo 2018.

Jeep Renegade 1.3 Turbo Automático 2020: dados oficiais consumo

Nos EUA o Jeep Renegade já ganhou o motor turbo de 1.3 litros e quatro cilindros. Com 177 cavalos de potência e 280 Nm de torque, que é substancialmente mais potente do que o motor de 1.4 litros turbo de 160 cavalos que substitui, e quase empata com o motor 2.4 litros naturalmente aspirado em termos de potência, enquanto bate seus 237 Nm de torque.

Jeep Renegade 1.3 Turbo Automático 2020: dados oficiais consumo

O que não se sabia eram os dados de consumo, divulgados agora. Os números são um pouco difíceis de analisar, já que tanto o Jeep quanto a Fiat mudaram as transmissões disponíveis, bem como quais combinações de motor e transmissão oferecidas.

Jeep Renegade 1.3 Turbo Automático 2020: dados oficiais consumo

Na tabela abaixo há os dados do Renegade 2020 1.3 Turbo Automático-9 com tração dianteira (FWD), comparados aos dados do modelo 2019 com motor 1.4 Turbo Manual e o 2.4L AT.

ModeloCidadeEstradaMédia
Renegade 1.3 Turbo FWD A/T10,213,611,5
Renedade 1.4 Turbo FWD (2018) M/T10,213,211,1
Renegade 2.4L FWD (2018) A/T9,412,810,6
Δ [1.3 / 1.4]0,0%3,2%3,8%
Δ [1.3 / 2.4]9,1%6,7%8,0%

No geral, o novo motor turbo juntamente com tração dianteira e transmissão automática de 9 marchas proporciona melhor economia de combustível do que o antigo com motor 1.4 Turbo com transmissão manual. Já em relação ao modelo 2.4L Automático FWD a diferença é de cerca de 10% para o novo 1.3 Turbo.

58 comentários:

  1. Respostas
    1. O artigo é do Renagade e só se fala no T-Cross...

      Excluir
    2. Ok, então vai, matador de Tiguan.

      Excluir
    3. Falando em Tiguan,reservei uma na Localiza.

      Excluir
    4. Tiguan é Renegade nem concorrentes são

      Excluir
    5. matar algo que nem vende ainda.. hahaha tcros vai vender 6mil / mes?

      Excluir
    6. Esse lixo não é matador de nada. É uma recall atrás do outro.

      Excluir
  2. Respostas
    1. O EPA não afere nada antecipadamente, os dados de consumo são baseados nas normas do EPA. O EPA pode vir a aferir se desconfiar de dados falsos. A Hyundai foi várias vezes multada nos EUA por esse motivo.

      Excluir
  3. Compre Tiggo ajude o carro nacional a crescer, exportar aumentando o PIB brasileiro para q conforme na Inglaterra o setor exporta 12% do PIB.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hoje em dia compraria o Tiggo sem problemas. Com a Caoa respaldando a atividade empresarial tenho segurança pra pegar um.

      Excluir
    2. Esse é o motor que vai derrubar o 1.4 TSI, menor e mais potente, quero ver o Carlota relinchar agora. Outra coisa, T-Cross é isso, tem aquilo, mas cá pra nós, em acabamento, o Renegade dá um banho no T-CROSS, em segurança os dois obtiveram nota máxima, lembrando que para o T-CROSS atingir nota máxima precisou de vários arbags, enquanto no Renegade semente 2. Parabéns ao grupo FCA.

      Excluir
    3. A VW tem o motor 1.5 tsi com desativação de cilindros e turbina com geometria variável,coisas que o firefly turbo não tem,dá um banho em segurança?o T-Cross básico tem 6 airbags de série enquanto o Renegade a gasolina em quase todas as versões não tem airbags laterais e de cortina nem como opcionais,isso é segurança?O Renegade só passou no Latincap pq tem esp e carroceria reforçada.

      Excluir
    4. Lro83, tem o mesmo número de 🌟 do T-Cross, foi avaliado do mesmo jeito, então quanto a isso sem discussão, quanto ao motor, concordo, a VW possui um ótimo 1.5, que é caro e não é comercializado nos carros vendidos aqui. E nem há promessa dele vir ao Brasil.

      Excluir
    5. A VW quer expandir o uso desse motor.

      Excluir
    6. O 208 foi reprovado com 4 airbags.

      Excluir
  4. QUANDO CHEGAR NO BRASIL, NINGUEM LEMBRARA DOS OUTROS SUVS MÉDIOS!

    ResponderExcluir
  5. 90% das pessoas que já tiveram um turbinado não querem mais o aspirado. Dito isto, sai de um turbinado para um aspirado a contra gosto, mal comparando é igual a sair de uma lancha para pilotar um barco quando trata-se de veículos mais pesados.
    A Fiat/Jeep tá demorando demais pra lançar esses motores aqui. 28 kilos de torque deixariam Renegade e Compass uma delicia de dirigir.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Motores turbo-alimentados não tem boa aceitação em nosso mercado.

      Excluir
    2. Estou nos 10%, já tive um Up Tsi e um Civic Touring, estou preferindo os motores aspirados, bem mais confiáveis e com consumo próximo. Os aspirados só perdem mesmo nas retomadas.

      Excluir
    3. Já estou no meu segundo carro turbo e injeção direta, o primeiro foi um Jetta 2011 que rodei 102.000 km sem problemas e o segundo foi um Golf 1.4 Tsi 2015 que está com 89.000 km também sem nenhum problemas. Sempre deixei originais (sem essa de aumentar a potência com chip) e só uso gasolina aditivada e único coisa que troquei foi bateria e pneus nos 2.

      Excluir
    4. depois dessa resposta do Leo tive que entrar na quimioterapia

      Excluir
    5. "Motores turbo-alimentados não tem boa aceitação em nosso mercado." kkkkkk. A maioria das pessoas estão se lixando se é turbo ou aspirado, o que importa é o status que o carro traz.Nem ligam se o carro teve bilhões de recalls, se é manco vide os carros da jeep. Quando a jeep equipar todos os carros dela com turbo-alimentados não fará diferença. Já começaram a vender o wrangler 2.0 turbo e já venderam todos na pré-vende e o mais barato custa quase 250.000 reais. A FCA espera vender cerca de 20 carros por mês.

      Excluir
  6. A cereja do bolo da FCA é o motor 2.0 turbo deles que já experimentei num Jeep Wrangler alugado deles.
    Moro nos EUA e tenho aqui uma Tiguan 2019 2.0T também, mas a potência e torque deste 2.0T da FCA é absurda. Consegue fazer o Wrangler ser bem ágil e com bom consumo.
    Deveria ser o motor para o Compass aí no Brasil .
    Este negócio de motor de baixa cilindrada turbo é besteira.
    O bom é turbo 2.0, abaixo disso é motor sub-dimensionado para a maioria dos SUVs médios.
    O Wrangler em relação a Tiguan era apenas uns 15% mais gastão, mas em compensação se pisar ele literalmente te cola no banco.
    O 2.0T da Tiguan aqui tem 184 HP. O 2.0T da FCA me parece que tem mais de 260 HP e mais de 40 Kgf de torque.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 260HP é o que se espera de um 2.0T atuais... vide Equinox tb

      Excluir
    2. Nao entendo essa opção de 184ho pra Tiguan 2.0T, pois regrediu ate mesmo em relacao ao primeiro 2.0 TSi do grupo (audi a3 2006 200cv)... na Europa VW tem 2.0T moderno com 280cv

      Excluir
  7. Interessante a fissura pela VW e T-Cross. O artigo fala de Renegade, e o povo só fala em T-Cross, motor de T-Cross, acabamento de T-Cross.. não sei o que de T-Cross!
    Que meninas fissuradas pelo T-Cross..

    ResponderExcluir
  8. O fato é que enquanto o motor 1.3 turbo da Fiat é um sonho de uma noite de verão em 2021, o 1.0 TSI Flex da VW já está entre nós desde 2015. E o 1.4 TSI desde 2012.
    A VW já está na etapa final de motores a combustão. Agora são elétricos e híbridos, e o povo de mimimi de motor 1.3 turbo. Isso é passado. E a fiat vai lançar o ano que vem, como se fosse uma grande novidade. A Fiat é um museu de grandes novidades. A Nova novidade é que será comprada para PEugeot....

    ResponderExcluir
  9. O mercado nessa área vai ficar interessante. A Ford vai lançar Escape e Bronco, e talvez o Territory, todos no Brasil, e todos turbo.
    Poderia vir o Puma híbrido também, com o motor 1.0 turbo mais o elétrico ele tem 155 cv.

    ResponderExcluir
  10. Respostas
    1. "Manja muito", hein?
      Câmbio de 8 marchas com conversor de torque no Escape 1.5 turbo, com 183 cv e 24 NM de torque.

      Excluir
  11. Será a união Ford vw, sairá um SUV dieselgate com powershifit?

    ResponderExcluir
  12. Com esse motor só falta oferecer um pacote com ACC e parking assist

    O parking assist é bem vindo para algumas pessoas kkkk
    e o acc oferece muito conforto para viagens

    ResponderExcluir
  13. Essa de câmbio automático de 9 marchas é furada, pois o tempo para passar a marcha acaba atrapalhando o desempenho do carro, na empresa que trabalho tem um a diesel 2.0 com 9 marchas e digo por causa desse câmbio At9 fica com o mesmo desempenho do 1.8 flex At6 e o a Diesel na estrada dificilmente o câmbio fica na 9° marchas, fica sempre alternando entre 6°,7°, 8° marchas e a 9° se faz somente presente em descidas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desculpe, mas você não sabe dirigir e não entende do que está falando.

      Excluir
    2. A questão não é saber dirigir, pois estamos a falar de carro automático que pode ser usado o controle de cruzeiro(para quem quer fazer mimimi), o problema que o motor a diesel não tem força o suficiente para manter a 9° marcha na estrada no plano ou os jumentos dos engenheiros da Jeep não sabem equilibrar o casamento do torque do motor com o câmbio At9 para fazer andar a 120km/h no plano em 9° marcha. Por isso quem compra o Renegade a Diesel deveria ser internado no hospício de tão Burro sabendo desse problema.

      Excluir
  14. No Brasil o Renegade deve usar esse motor 1.3 turbo com 150 cv e o Compass e Toro que devem usar com a variante 180cv.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lá fora o Renegade 1.3 turbo também tem opção com 180 cv

      Excluir
  15. Verdade. Tanto que o Jetta 1.4 Tsi e o Golf 1.4 Tsi para o mercados Eua e Canadá usam o Cambio automático de 8 marchas( AT8 ) para o motor ficar sempre em faixa de giro baixa por causa das leis de emissões poluentes e baixar o consumo por lá, mas detalhe que o Jetta e Golf tem baixo peso por volta de 1250 kg e o Renegade pesa por volta de 1500 kg o que faz o casamento do cambio de 9 marchas não chegar na última marcha por causa do sobrepeso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com o carro em pista plana e velocidade constante, o peso do carro é irrelevante. O que acontece é que a nona marcha desse câmbio ZF utilizado por por Renegade/Compass/Toro diesel é bem longa. A 100 km/h o motor gira a menos de 1700 rpm.

      Excluir
  16. Ia comprar o t-cros, vou esperar está esta máquina chegar

    ResponderExcluir
  17. FSA vacilando com o consumidor Brasileiro,,, nós somos o melhor mercado dela e sempre recebemos por último os melhores produtos, lamentável a consideração dela com o consumidor brasileiro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Compass foi lançado no Brasil antes de qualquer outro país do mundo. Faltou um pouco de informação aí hein

      Excluir
  18. Errado, o Renegade com motor flex não pesa 1.500 kg, com o motor 1.8 flex ele pesa 1.448 kg na versão automática, contudo deverá perder peso com esse novo motor 1.3 turbo que é mais leve que o 1.8 atual.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Renegade para o tamanho que tem pesar 1450 kg é muito, pode colocar um motor mais forte e eficiente com Turbo que ainda vai continuar a ser Gastão e lento, o T-Cross 1.4 Tsi andando com 4 passageiros consegue ter o mesmo peso que o Renegade flex vazio, imagine andar com 4 passageiros, tanto na Europa o Renegade com motor 1.0 Turbo consegue ser bem Gastão mesmo com cambio manual ou de dupla embreagem.

      Excluir
    2. Realmente o Renegade é muito pesado pelo porte que tem. No entanto, a Tracker pesa 1.410kg e não perde muito em desempenho e consumo quando comparada ao Cruze. Mas vamos lá, vamos fazer uma comparação boba aqui. Um Cronos 1.8 manual pesa 1.248kg, enquanto o mesmo carro 1.3 manual pesa 1.139kg, o que significa 109 kg a menos, basicamente tudo culpa do motor. Se levarmos em consideração que o Renegade 1.8 AT hoje pesa 1.448kg e que ele irá usar esse mesmo motor 1.3 com turbo, que acrescenta muito pouco pro peso do motor, podemos crer que o Renegade turbo seja, pelo menos, 80/90kg mais leve que o 1.8 atual. Com isso, chegamos à conclusão que ele ficará com peso entre 1.350 e 1370 kg, mais leve que Tracker e Creta.

      Excluir
  19. Em 2021 no Brasil.... se não atrasar.... enquanto isso 1.8 Fiat antiquado e beberrão.

    ResponderExcluir
  20. sera´q quando esses motores chegarem o consumo do renegade vai melhorar? pois pelos dados da tabela , não é tão bom, e a gasolina daqui tem muito alcool!

    ResponderExcluir
  21. O loko 28nm de torque em um motor 1.3 nada mal ein

    ResponderExcluir
  22. O motor eu não sei, mas em acabamento o Renegade mostra que o T-Cross é uma B-O-Q-U-E-T-A-G-E-M, como diz um onipresente comentarista...

    ResponderExcluir
  23. Do pior para o melhor motor da categoria. Quem diria... Será o com melhor motorização e melhor acabamento.

    ResponderExcluir
  24. O futuro é Downsizing turbo mesmo...

    ResponderExcluir
  25. Vai consertar ao meu ver, o pior problema do Renegade, desempenho. Agora poderiam acertar o câmbio AT9 como os engenheiros da alemã fizeram no AT6, impecável.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Câmbio At9 é da alemã ZF e o AT6 é da japonesa Aissin. Um não tem nada a ver com o outro

      Excluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.