Car.blog.br

Pesquisar este blog

Mercado automotivo cresce 16,3% no 1º bimestre de 2018

Categorias: , 18 Comentários

De acordo com o relatório divulgado pela Fenabrave – Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores - o mercado automotivo no Brasil registra alta de 16,3% no primeiro bimestre de 2018, com vendas de carros, comerciais leves, caminhões, onibus, motocicletas, implementos rodoviários e outros tipos de veículos. O total de veículos emplacados foi de 499.145 unidades.

Emplacamento de veículos registram alta de 16,3% no 1º bimestre

Em fevereiro, foram emplacados 230.066 mil veículos, o que representa crescimento de 12,26% na comparação o mesmo mês de 2016. Contudo, quando comparado com janeiro, o resultado é 14,50% menor.

Emplacamento de veículos registram alta de 16,3% no 1º bimestre

Para o Presidente da FENABRAVE, Alarico Assumpção Júnior, o resultado confirma a expectativa da entidade para 2018. “O desempenho desses dois primeiros meses do ano está alinhado com as expectativas de retomada das vendas de veículos no País. Em fevereiro, a média de vendas diárias se mostrou 4,5% acima do registro de janeiro, não fosse o feriado, as vendas teriam sido ainda maiores”, ressalta o empresário.

Emplacamento de veículos registram alta de 16,3% no 1º bimestre

Conforme os dados apresentados pela entidade, os segmentos de automóveis e comerciais leves, somados, apresentaram, neste primeiro bimestre, alta de 18,59% sobre os mesmos meses do ano passado, totalizando 327.237 unidades. Em fevereiro, apenas, o segmento ficou 14,58% acima de fevereiro de 2016, mas 13,59% abaixo de janeiro, por conta dos dias a menos de emplacamentos.

Emplacamento de veículos registram alta de 16,3% no 1º bimestre

O segmento de caminhões também mostrou forte retomada. Em janeiro e fevereiro foram licenciadas 8.699 unidades, 56,71% acima do volume do mesmo intervalo de 2016. Apenas em fevereiro este somou 4.106 unidades emplacadas,57,26% acima do resultado de idêntico mês do ano passado, mas 10,6% abaixo do volume de janeiro.

Emplacamento de veículos registram alta de 16,3% no 1º bimestre

As vendas de ônibus seguem no mesmo ritmo, e somaram no acumulado dos dois primeiros meses do ano 2.224 emplacamentos, o que representa 64,25% de ala perante o mesmo bimestre de 2016. Em fevereiro as vendas de ônibus pelo País cresceram 71,41% na comparação com um ano atrás, totalizando 1.109 unidades. Na comparação com janeiro, esse resultado é praticamente estável, apresentado apenas 0,54% de retração.

Emplacamento de veículos registram alta de 16,3% no 1º bimestre

O mercado de motocicletas, assim como esperado pela entidade, já mostra sinais de retomada. Nos dois primeiros meses do ano foram comercializadas 140.040 unidades, 9,32% acima do volume de vendas do primeiro bimestre de 2016. Em fevereiro, as 63.013 motos licenciadas apontaram alta de 4,15% ante fevereiro de 2016, mas retração de 18,19% ante janeiro.

Emplacamento de veículos registram alta de 16,3% no 1º bimestre

Assumpção Júnior, ressaltou a melhora do cenário econômico atual ante 2017 e sua influência no setor. “O crescimento de 1% do PIB nacional, depois de dois anos de queda, reforça nossas expectativas de retomada da economia e, principalmente, do mercado automotivo. Esse crescimento reflete diretamente na confiança do consumidor sobre a decisão de compra de bens”, conclui.

18 comentários:

  1. Só podemos agradecer ao governo Michel Temer, que tirou o país da recessão. O Brasil cresceu 1% em 2017. Os dados mais conservadores apontam um crescimento de 3% neste ano, e há muitos economistas apontando que cresce 4%.

    O ano de 2018 começa também com o país gerando novas vagas formais de trabalho. Criaram-se no mês passado 77,8 mil novas vagas, o melhor resultado para janeiro desde 2012. No acumulado de 12 meses, é o primeiro saldo líquido positivo desde 2012: 83.5 mil vagas entre fevereiro do ano passado e janeiro deste ano.

    Nos anos tenebrosos de Dilma e do PT, o país mandou para o ralo 3,5 milhões vagas.

    E agora o governo Temer começa a resolver outro grande problema do Brasil, que é a segurança pública, com a intervenção no Rio .

    E tudo isso faz o mercado bombar.

    Governo Temer está para o Brasil assim como a VW para as montadoras: o melhor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assim como a VW não está mais na liderança no Brasil a anos.

      Excluir
    2. Peço-lhe por favor, que enfie o Temer, Dilma e PT, em seu orifício anal, pois um afundou o Brasil, e o outro não fez nada para que ele voltasse a crescer, quem está fazendo isso é o setor privado.

      Excluir
    3. Claro, claro, foi o setor privado que baixou os juros de 14,75% para 6,75%. Foi o setor privado que aprovou o teto de gastos constitucional. Foi o setor privado que aprovou a reforma trabalhista.


      Foi o Temer que aprovou as seguintes medidas:

      Cria uma consciência de controle de despesas federais por 25 anos, e provavelmente para sempre.
      Lei das Estatais proibindo dirigentes partidários serem indicados a estatais, e só administradores competentes ou profissionais com 10 anos de experiência no setor. Fim dos Sergios Gabriellis e Lucianos Coutinhos que nunca trabalharam numa empresa na vida.
      Lei da Repatriação regularizando 200 bilhões de dólares que lentamente voltarão para o Brasil.
      Facilitou a contratação de empregados pelas empresas reduzindo multas por demissão.
      Aprovou a Lei sobre o Sistema Nacional de Controle de Medicamentos:
      Economia voltou a crescer 2,8% nesse último trimestre, comparado com 2015.
      Introduziu a prática de custo-benefício, única forma de avaliar novos programas sociais. Novos programas sociais só poderão ser implantados se seu custo benefício for maior do que os planos governos passados com menor efetividade.
      Implantou auditoria no Bolsa Família, jamais feito antes e detectou mais de 1,1 milhão de fraudes. Renda do beneficiado não era verificada por Nelson Barbosa, “a gente tem que confiar nas pessoas”, dita para um amigo meu.

      Excluir
    4. Implantou auditoria no Bolsa Família, jamais feito antes e detectou mais de 1,1 milhão de fraudes. Renda do beneficiado não era verificada por Nelson Barbosa, “a gente tem que confiar nas pessoas”, dita para um amigo meu.
      Cortou 5.000 cargos de comissionados a membros do PT. Todo petista filiado era obrigado a doar 10% de seu salário público ao PT, o que era motivo de escolha preferencial.( Art. 184 do Estatuto do PT. “Filiados e filiadas ocupantes de cargos comissionados, deverão efetuar uma contribuição mensal ao Partido, correspondente a um percentual do total”.)
      Reduziu o risco Brasil de 400 para 325, em 20%.
      Reduziu a inflação de 0,44 para 0,18 ao mês em Novembro.
      O Real se valorizou 17%.
      Voltou a prestigiar o Terceiro Setor, designando Marcela Temer como porta voz, enquanto a Dna. Marisa Letícia não levantou um dedinho em 8 anos para apoiar o Terceiro Setor.
      Valor de nossas empresas valorizou 39%, contra queda de 50% na gestão Dilma.
      Salvou a Petrobras desobrigando-a de vultosos aportes ao Pré-Sal, que ela jamais conseguiria fazer, postergando o projeto.
      Criou condições de Desestatização de tudo que não é estratégico e que o setor privado é capaz de fazer melhor. Lei 13.303.
      Demitiu centenas cargos de confiança do PT, por profissionais leais ao povo brasileiros e não ao PT.
      Colocou em discussão a Previdência no intuito de por fim à exploração escravocrata da população jovem onde os mais velhos e espertos se aposentavam às custas da contribuição das futuras gerações.
      Fez auditoria no Auxílio Doença e detectou 8.884 auxílios fraudulentos.
      Tentou cortar a prática do PT de antecipar o 13o. salário a aposentados em Agosto, passando para Dezembro como todo mundo. Câmara vetou.
      Proibiu a Dilma o uso de Avião Presidencial durante seu afastamento. Farra com dinheiro dos outros.
      Passou a usar esse avião para transplantes e remédios urgentes. (Contribuição posterior de leitor.)
      Ampliou o ensino médio para tempo integral, como no resto mundo.
      Criou a possibilidade de matérias optativas.
      Criou a categoria de Ensino Médio Técnico e Profissional para aqueles que não querem um Diploma Universitário inútil.
      Tentou Revogar a Lei Rouanet que doou 9 bilhões de reais aos artistas, especialmente os que cantavam “de graça” nos comícios do PSDB e PT. Durou 20 anos essa mamata.
      Cortou os 11 milhões por ano a 15 blogs que só defendiam descaradamente o PT e eram usados para atacar a democracia.
      Cortou pela metade as verbas para Reforma Agrária, fonte de sustentação indireta do MST. Agricultura emprega somente 1% da população, o MST deveria lutar por Mais Serviços, que emprega 70% da população.

      Excluir
    5. Cortou a ampliação de 230 aeroportos, que beneficiariam somente os ricos e as empreiteiras, para 50.
      Criou o Ministério de Fiscalização e Controle.
      Obrigou o varejo a diferenciar seus preços em “preço a vista” e “preço a prazo”. Esse é o primeiro passo para finalmente nossos economistas calcularem corretamente a inflação, batalha minha de mais de 40 anos. Por 40 anos nossos Institutos calculavam a inflação usando os preços a prazo 10 x no cartão, e não os preços a vista. Vide a Absurda Superestimação da Inflação.
      Estancou o brutal crescimento da Dívida do Estado pela equipe de gênios da Dilma de 50% para 70% do PIB.
      Estancou o irresponsável aumento dos juros da Dilma, de 11% na sua posse até 14,15 na sua demissão democrática e começou o descenso, hoje 13,90%.
      Com a economia feita detectando 1 milhão de Bolsa Família fraudulentas aumentou em 12% o valor do Bolsa Família.
      Renegociou dívidas do Estado que o governo Dilma quebrou.
      Exigiu Austeridade nos Gastos do Governo.
      Reduziu finalmente o número de Ministérios e Ministros.
      Voltou a financiar o FIES em R$ 1,6 bilhões, suspenso por Nelson Barbosa.
      Eliminou as despesas de 2% de comissão bancária do FIES, doravante a serem pagas pelas Escolas. Economia de 400 milhões.
      Reduziu os juros para financiamento imobiliário.
      Reduziu as alíquotas de importação de 275 tipos de máquinas e equipamentos. A sanha arrecadadora do PT que taxava até tecnologia moderna, que são essas máquinas de última geração.
      Fim dos subsídios do Preço dos Combustíveis, maneira do PT manipular a inflação.
      Nomeação de um gestor competente na Petrobras, Pedro (Turn Around ) e não um Professor de Economia.
      Nomeou um gestor competente, Henrique Meirelles, para a Fazenda em vez de um Professor de Economia.
      Nomeou uma gestora competente para o BNDES, Maria Silvia em vez de um Professor de Economia.
      Tentou expulsar Venezuela do Mercosul, que vetava tudo que não fosse de interesse do PT.
      Aumentou de 60 para 120 meses o pagamento de tributos de empresas com problemas de caixa.
      Reduziu impostos para 270.000 empresas no Super Simples.
      Extinção do Fundo Soberano criado por Guido Mantega, que ao contrário de Angola não tinha Auditoria Externa. O Tribunal de Contas criticou duramente “Ausência de uniformidade dos cálculos realizados pelos servidores do FSB ao longo do tempo, bem como ausência de monitoramento e conferência dos cálculos pela hierarquia superior”, isto é, Mantega.
      Redução em R$ 100 bilhões da carteira do BNDES, aumentado pelo PT para favorecer 20 famílias brasileiras com juros subsidiados.
      Dobrou o número de seguranças para 44.000 na Olimpíadas, e liberou mais R$ 78 milhões para segurança. Lembre-se do temor de terrorismo que havia enquanto Dilma era presidente.
      Sancionou Lei que simplificou o trâmite dos processos judiciais.
      Sancionou Lei que ampliou o poder de investigações das CPIs.
      Sancionou Lei que renegociou dívida de produtor atingido pela seca.
      Sancionou Lei que reduziu impostos de médicos a partir de 2018.

      Excluir
    6. Isso tudo não tem nada a ver com setor privado. Foi o governo Temer que atuou e fez florescer uma nova dinâmica econômica de crescimento de renda, empregos e negócios.

      Excluir
    7. Tenho que concordar com o Carlos.... aqui no Brasil os empresários surfam na melhor onda... se o ambiente não está bom, simples, não vamos investir...
      Pro Temer fechar com chave ouro só faltou a reforma da previdencia, que estava pronta para votar quando o EMPRESARIO, veja, EMPRESARIO Joesley Batista divulgou o audio para ferrar o Brasil e ainda lucrar em cima....
      E por fim, vamos lembrar que NÃO EXISTE CORRUPTO SEM CORRUPTOR... e que ta cheio de empresarios malandros nesse pais, muitos invlusive se tornando deputados e legislando em causa propria.... Então podem falar e xingar, mas eu digo obrigado Temer.

      Excluir
    8. Carlota entende tambem de política... Achei que só sabia de VW e de falar pólo é Hatch médio

      Excluir
    9. Entende nada...copiou da internet (e não citou a fonte).

      Excluir
  2. O governo Temer não fez nada, eles inventaro essa crise e o brasileiro ficou comedo de consumir, na minha cidade mesmo a gasolina cara e não diminuiu o número de carros na rua mesmo na tal falada crise, a mídia e o governo falou em crise e o povo acreditou e com isso deixaram de consumir com medo

    ResponderExcluir
  3. é só tirar os comunistas, que o pais cresce. Lógico, comunismo é contra o capital que investe, cria, desenvolve. Contra Deus, família e emprego. Verdadeiros b.a.n.d.i.d.o.s

    ResponderExcluir
  4. Pode-se não gostar de Michel Temer e, na verdade, o passado o condena, Está fazendo contudo, dentro do possível, as coisas certas. Recorde-se que a partir do fim deste ano o foro privilegiado da função acaba e, tal como Lula, Temer ficará sob a alçada da justiça de 1ª instância que é muito mais célere que a do STF.
    Não será o meu candidato mas só fato de ouvir o presidente se expressar em português em vez de "dilmês" já é um alívio para os meus ouvidos...
    Em 13 anos de governo petista a roubalheira institucionalizada foi de tal monta que levará vários anos para tudo voltar aos eixos. Portugal e Espanha, em franca e badalada recuperação pós crise têm hoje uma renda per capita ainda inferior à de 2008...
    Não confiemos demais na Justiça e seus juízes. Os verdadeiros juízes seremos nós, os eleitores, em Outubro.

    ResponderExcluir
  5. Agora virou política os comentários sobre o mercado automotivo ?

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.