O SUV compacto da Renault, o Duster, obteve classificação quatro estrelas para passageiros dianteiros no teste de impacto do Latin NCAP.


Já para passageiros traseiros a nota foi de duas estrelas, como pode ser observado no vídeo abaixo.



Segundo o Latin NCAP, a nota de quatro estrelas foi "raspando", pois o modelo conseguiu o mínimo de pontos possíveis para essa classificação. No impacto frontal a cabeça do motorista obteve boa proteção e a cabeça do acompanhante quase impactou contra o painel. A estrutura do veículo foi considerada instável, não podendo suportar cargas maiores. Além disso, houve problemas para abrir a porta do passageiro após o impacto.


Já na parte de proteção para crianças, a cadeirinhanão conseguiu evitar um excessivo deslocamento para frente no impacto, oferecendo um nível de proteção baixo ao pescoço e ao peito. O

20 Comentários

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.

  1. Que tal ressaltar que o Duster testado, fabricado na Colômbia, estava equipado apenas com airbag para o motorista, diferentemente do brasileiro, que traz airbag duplo de série? Nessa condição, a tentativa de desqualificar o resultado (4 estrelas "raspando") é bisonha. Foi um ótimo resultado. O Duster brasileiro certamente chegaria a 5 estrelas, matando a ladainha sobre falta de segurança nesses modelos da Renault.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fan boy da Renault detected!

      Excluir
    2. Concordo.
      Esse modelo testado de Renault Duster é diferente do fabricado no Brasil.

      O teste da versão europeia, segundo o EuroNCap dá o seguinte resultado:
      Adult Occupant 74%
      Child Occupant 78%
      Pedestrian 28%
      Safety Assist 29%
      Uma média de 3 estrelas nas normas europeias.

      Em todo caso. Quem procura segurança em um veículo de fabricação nacional.
      Jeep Renegade 5 x 5 estrelas

      Antes dos comentários, VW Up! é 5 x 4 estrelas.

      Excluir
    3. Ponto de vista diferente. Se fosse da VW a reportagem seria: Com apenas 1 Airbag o Gol consegue 4 estrelas. rsrsr

      Excluir
    4. Pena o blog não ter ressaltado isso. Se tivesse acontecido o mesmo com o UP! seria a primeira coisa que ressaltariam.

      Excluir
    5. Comentário sensato!! Lembrei da Fiat divulgando o Palio com 4 estrelas, sendo que ele tinha 3 e o que faltava para 4 estrelas era apenas o aviso para colocar o cinto de segurança.. grande avanço!!!

      Excluir
    6. Bem o Duster colombiano têm um processo de montagem diferente do brasileiro. No colombiano, as soldas e a montagem do veículo é quase totalmente manual e o nacional tem a maioria do processo robótico e tem mais pontos de soldas que o colombiano ou seja tem mais"tecnologia" que o colombiano mas tudo isso não ajuda o carro ter nota máxima até porque seu projeto não focou nisso, focou em ser barato e versátil para o consumidor embora o primeiro não se aplique ao Brasil. O Renegade tem processo de fabricação de "1° Mundo" e seu projeto é pra ser um carro seguro, e moderno. Não da pra comparar por completo com o Duster

      Excluir
    7. Fanboy aqui só tem da VW. Se eu fosse fanboy da Renault, meu carro teria obrigatoriamente que ser um Renault. Mas é um Up. Que coisa, não? Pedir que se passe a informação completa, fazendo justiça a um modelo que tem seus atributos, é ser fanboy apenas de uma coisa: dos fatos. Fanboys de marcas, figurinhas absolutamente exóticas, são incapazes de reconhecer uma coisa BÁSICA como essa.

      Excluir
  2. Renault, assim como GM e (principalmente) FIAT, adoram colocar em seus carros o mínimo de itens de segurança passiva, no limite da legalidade. Dai, um resultado como esse acaba não sendo surpreendente, infelizmente. Soma-se os projetos e powetrains defasados, o que me fazem evitar esses fabricantes quando busco um veículo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seguros são a kombi e o gol g IV que estariam sendo produzidos até hoje se não fosse a nova legislação.

      Excluir
    2. Quase todas as marcas fazem isso, a única que está saindo um pouco do normal é a ford, que oferece esp no quando não é obrigatório, além de oferecer sete airbags em um compacto, somente o 208 oferece seis mas o fiesta foi o primeiro.

      Excluir
    3. Correção: o Punto foi o primeiro a oferecer 6 Air Bags. Assim como o Marea foi o primeiro nacional com 4, o Palio foi o unico popular com opção por 4, o Bravo foi o primeiro nacional com 7 e por aí vai.

      Excluir
    4. Ah, o Stilo tinha até 8 Air Bags, além dos 6 comuns, os abdominais para os passageiros de tras.

      Excluir
    5. E o Tipo foi o primeiro com Airbag, Palio o primeiro popular com barra de proteção nas portas (Tempra também tinha), carroceria com deformação programada e corte de combustível em caso de acidentes, há 20 anos atrás.

      Excluir
  3. 4 estrelas (3,5 na verdade) na frente e apenas 2 estrelas atrás...
    Resumindo, é um DACIA, produto inseguro e de baixa qualidade feito para o terceiro mundo, assim como o DACIA Pandero.

    ResponderExcluir
  4. Construção de baixa qualidade. Uma bela porcaria! Mesmo com airbag duplo não é confiável. Pontos para o Renegade.

    ResponderExcluir
  5. Bobagem. 4 estrelas, e com um airbag e não foi como no Brasil é excelente.Esta melhor que muitas montadoras e carros de nível superior.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não bem assim Jorge. Segundo a descrição dos engenheiros do teste a deformação da cabine foi alem do ideal. E destacaram que o segundo airbag não mudaria o resultado. A tal deformação você pode ver na tomada do alto, quando o parabrisas quebra e o teto dobra. Segundo os mesmo engenheiros após o teste a porta só pôde ser aberta com uso de ferramentas. Traduzindo se é com a gente teríamos que esperar os bombeiros. E não podemos supor que o chassis aqui no Brasil tem o padrão europeu. O logan/sandero tupiniquim e o europeu tiveram diferenças muito grandes nos testes, a favor do europeu claro. Portanto, o padrão construtivo da renault para o Brasil é o mesmo padrão Colômbia. Bem filho da mãe o presidente do grupo que é Brasileiro de Rondônia e mesmo assim trata o Brasil como mercado marginal, o lucro em primeiro lugar, tira uma chapa dali, outra daqui, um reforço daqui, economiza uns tostões e aleija ou mata um monte de gente. Os renaults brasileiros só são melhores que os xinglings. Pena o brasileiro não ficar atento com a sua segurança como europeus e americanos.

      Excluir
  6. Esse carro é um Lixo !!! Carro de baixo custo, apelidado de SUV, plástico rígido para todos os lados, beberrão, além do fato de ter a plataforma de um Sandero, dispenso essa porcaria.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.

Postagem Anterior Próxima Postagem