Car.blog.br

Pesquisar este blog

Volkswagen T-ROC: SUV referencial em design e dinâmica

Categorias: , 47 Comentários

A Volkswagen lança oficialmente no mercado europeu o seu novo SUV compacto T-ROC, modelo baseado na plataforma MQB, conhecido como SUV do Golf, e que chega às concessionárias do Velho Continente em dezembro. Neste artigo relacionamos as principais impressões a respeito do carro que é apontado como o novo referencial entre crossovers compactos em design e dinâmica.

Volkswagen T-ROC

Produzido em Portugal, para abastecer o mercado europeu, o modelo já foi descartado para produção no Brasil, mas isso não significa que não venha a ser vendido por aqui. Segundo informações da imprensa mexicana, o T-ROC será fabricado em Puebla, no México, para abastecer o mercado dos EUA. E como o Brasil tem um acordo bi-lateral de comércio com o México, o T-ROC poderia chegar ao Brasil sem imposto de importação, da mesma forma que vem hoje o Jetta, Fusca e o Golf Variant – todos importados do México.

Volkswagen T-ROC

Caso venha para o Brasil, ficaria posicionado acima do VW T-CROSS, que é o SUV do Polo, que será fabricado e lançado no Brasil no segundo semestre de 2018. O T-ROC mede 4,25 metros de comprimento, 10 cm a mais que o T-Cross,  e 4 cm a menos que o Honda HR-V, Hyundai Creta e Nissan Kicks - que seriam seus concorrentes.

Volkswagen T-ROC

O VW T-Roc, porém, já está sendo avaliado pela imprensa europeia, onde ele tem posicionamento de mercado abaixo do Tiguan, estabelecendo-se como SUV de entrada da marca. Esse segmento de SUV cresce no mundo inteiro, e na Europa não é diferente. 27% dos carros novos vendidos na Europa são agora SUV e, em cinco anos, esse número está projetado para subir para 34%.

Volkswagen T-ROC

Duas características vitais de um novo VW são encontradas no T-Roc: uma grade dianteira muito ampla, e a plataforma MQB modular do Grupo VW. Mas, apesar dessa padronização, e das naturais restrições em torno da engenharia de um automóvel atual, o T-Roc é uma peça de design altamente diferenciada na gama Volkswagen.

Volkswagen T-ROC

Ele tem uma linha de teto inclinada significativamente para baixo na parte traseira, frisos superiores em alumínio polido para enfatizar essa linha e um teto pintado com cores diferenciadas - tudo para sugerir um visual de coupé. O resultado é um aspecto de SUV, sem realmente parecer alto, o que reforça a esportividade.

Volkswagen T-ROC

Depois, há as linhas fortes e retas que saem da dianteira e da traseira pelas laterais e unem os arcos das rodas abaulados. A nitidez dessas linhas, incluindo a que atravessa a frente do capô nos sulcos que se dirigem para a coluna "A", do pára-brisas, é extraordinária.

Volkswagen T-ROC

A precisão está em toda parte. Todas as linhas tem um motivo para existir. Não há elementos gratuitos aqui, e tampouco excesso de recortes e ângulos malucos que se vê em muitos carros recém-lançados. Na Europa o T-ROC é oferecido com quatro cores contrastantes do teto na versão Sport, resultando em 24 combinações de cores no total. Esse tipo de diferenciação é obrigatória no T-ROC Style, o qual também possui o interior com detalhes no painel e nos revestimentos das portas na cor do carro. O modelo das imagens, Sport, é mais sóbrio, com interior preto com detalhes em cinza.

Volkswagen T-ROC

Tudo isso é importante porque o T-ROC é um veículo que vai "balançar" o segmento de compactos. E além de estético, ele pode, até certo ponto, enfrentar pisos ruins e subir em vias de barro e depedras com competência, pois é um SUV.

Interior

Volkswagen T-ROC - interior

O interior oferece como destaque o Active Info Display, o painel digital configurável que está se estendendo a toda gama de modelos VW. O painel do T-ROC é configurável e pode mostrar mostradores analógicos, uma tela navegação e vários estágios intermediários, trabalhando em conjunto com a tela de informações e de entretimento de 8 polegadas no centro do painel.

Volkswagen T-ROC - painel digital

Essa tela abriga os menus habituais do grupo VW, as opções de configuração, a tela alternativa de navegação e a capacidade de aceitar comandos antes de o dedo ter tocado no vidro. Apple CarPlay, Android Auto e MirrorLink estão todos lá, é claro.

Volkswagen T-ROC - sistema de informação e entretenimento

Uma novidade tecnológica está nas chaves fornecidas com um novo T-Roc, que podem ser personalizadas para definir as preferências de cada motorista, como o repertório das estações de rádio, e as configurações de dinâmica de condução.

Mecânica

Todos os motores oferecidos são turboalimentados, como seria de esperar das suas designações TSI e TDI. Três são alimentados por gasolina: um tri-cilindro 1.0 TSI com 115 cv, o novo 1.5 de quatro cilindros com 150 cv e o 2.0 litros com 190 cv. Este último é aproximadamente um motor de Golf GTI, o que torna o T-ROC com tal motor um “GTI dos SUV´s”, mas está configurado para oferecer um pouco menos de potência.

Volkswagen T-ROC

Os diesels são um 1.6 litros de 115 cv e um par de unidades de 2.0 litros com 150 cv e 190 cv. Você notará que as quantidades e gradações de potência são idênticas para gasolina e diesel. Os dois motores de 190 cv vêm com tração 4Motion e transmissão DSG-7 de série.

Volkswagen T-ROC - tração 4Motion

Naturalmente, o conjunto completo de sistemas de segurança é de série. Os sensores de estacionamento - sejam eles apenas como um aviso ou como parte de um sistema de estacionamento automático - estão escondidos inteligentemente nas fendas de ventilação, como os usados na dianteira com as luzes diurnas iluminadas por LED.

Volkswagen T-ROC

No interior, há uma desconectada e estranha sensação entre o que você vê e o que sente. Quase todas as superfícies - exceto assentos, tapetes e teto são rígidas - apesar de sofisticadamente texturizadas, de forma impecável e bem equipadas com alinhamento perfeito e lacunas mínimas. A sensação é de acabamento premium.

Interior - soft touch é coisa do passado (old school)

Superfícies soft-touch são ultrapassadas, “old-school”, então eles não estão presentes no T-ROC. E os jovens compradores não estão preocupados com isso, afinal um iPhone 8 não tem superfícies em soft touch.

Volkswagen T-ROC - painel

O T-ROC adota laterais elevadas e janelas relativamente pequenas. Para melhorar a visibilidade é possível subir o banco e o volante, mas aí perde-se um pouco da sensação de esportividade.
E o T-ROC é um SUV que tem muito disso (esportividade).

Volkswagen T-ROC

O T-ROC tem preços começando em cerca de 18 mil euros no mercado europeu, mas as versões topo, com motor 2.0, superam facilmente os 30 mil euros.

Volkswagen T-ROC

O novo SUV, seguindo uma tendência, mesmo na Europa, deve priorizar versões com motor a gasolina. E os modelos 2.0 são, segundo a imprensa europeia, ótimos de dirigir. Sua direção de desmultiplicação variável (ela se torna mais rápida à media que se aproxima dos batentes) torna-se envolvente em estradas apertadas e tortuosas. Tem aderência notável, em parte atribuída aos pneus 225/40 R19, e oferta potência de forma brilhante enquanto você acelera.

Volkswagen T-ROC

A estrutura é extremamente rígida, permitindo que a suspensão seja aceitavelmente flexível sem que isso implique em trepidações.

Volkswagen T-ROC - interior - espaço traseiro

Existem três modos de ajuste dos amortecedores, mas você raramente vai usar o modo Sport, ou o Comfort (indicado para baixas velocidades em superfícies rugosas para absorver as pancadas). O ajuste Normal é o melhor, contribuindo para uma união de boa dinâmica e competência para enfrentar torções e solavancos - que é o esperado no que é essencialmente um SUV.  No modo Sport, você tem um "GTI de SUVs", de fato.

Volkswagen T-ROC - interior - espaço interno

O motor é familiar, sem o turbo lag, e o modo automático da caixa de câmbio do DSG é suave  nas mudanças e psíquico em sua capacidade de estar na marcha certa. Há também um modo Sport, mas faz com que o motor seja hiperativo sem ganhos reais.

Volkswagen T-ROC

Pequenos seletores por trás do volante disparam mudanças manuais, mas, novamente, desnecessário. Com uma tração 4Motion nas quatro rodas vem modos selecionáveis para diferentes superfícies e pisos e um sistema de controle de descida em morros. O que não é tão bem vindo é o freio elétrico de estacionamento, que faz com que as manobras de estacionamento em locais rochosos e desnivelados mais difíceis do que precisariam ser.

Volkswagen T-ROC - porta-malas

Quanto ao espaço, há o suficiente para uma família jovem ou um segundo casal e uma porta-malas de decente que pode ser acessado por um porta-traseira elétrica.

Conclusão

Em um mar de SUVs arredondados, de aspecto grosseiro e superdimensionados, preocupantemente parecidos uns com os outros, o T-Roc, com seu design de linhas retas e confiantes, se destaca instantaneamente, e é reconhecível como um VW.

Volkswagen T-ROC

O T-Roc é um SUV inovador, com preços competitivos e que tem o potencial de agradar até mesmo os odiadores de SUV´s.

Ficha Técnica – T-Roc Sport 2.0 TSI DSG-7

Motor 2.0, 190 cv a 4180-6000rpm; Torque de 35,7 Kgfm a 1500-4180rpm; Transmissão DSG-7; Peso 1420kg; Velocidade máxima: 214 Km/h, 0-100 Km/h em 7,2 segundos. Consumo médio: 15 Km/l . Rivais: Audi Q2 2.0 TFSI quattro S-tronic, Mini Countryman Cooper S All4 Auto.

47 comentários:

  1. Mercado europeu , eu Moro na America do sul. E nem um sinal do suv para nos , so noticias e mais noticias .. vw muito lenta

    ResponderExcluir
  2. Suv do Golf é o Tiguan, que é médio.
    Esse Troc é um Suv compacto e concorre com Hrv e companhia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Tiguan é o SUV do Passat. Mede 4,67 metros, mais de 40 cm maior que o Golf.

      O T-ROC é o SUV do Golf.

      E o T-CROSS é o SUV do Polo.

      O T-ROC define uma nova categoria. Não adianta comparar HR-V com ele.

      O T-ROC agora é quem nada. O HR-V que se adapte às novas tendências ditadas pelo T-ROC, e não o contrário.

      Excluir
    2. Concordo com você Carlos,HRV é uma bosta perto do T-roc...eita carro lindo,igual você.

      Excluir
    3. Tiguan é Suv do Golf.

      Esse Troc de plástico aí é Suv do Polo.

      Excluir
    4. Detalhe: o Golf usa emborrachados e materiais metálicos (assim como todos os Audi do Mundo, Tiguan e Passat).
      Agora esse Troc aí usa plástico vagabundo e virou New school: vai entender.

      Excluir
    5. A Carlota escrevendo mais uma vez shiiit. O HR-V é concorrente do Seat Arosa e futuro T-Cross. O T-Roc é como se fosse um Tiguan Coupé, é para quem quer SUV, mas não com um tão grande, não precisa do espaço do Tiguan.

      Excluir
    6. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

      Excluir
  3. VW por favor, traz esse carro pro BR...sério é lindo demais,as vezes não entendo a lentidão da vw...já era pra ser líder no br se trouxesse os carros tops dela da europa..uma pena,mais ainda tenho esperança de ver esse lindão aqui no país.

    ResponderExcluir
  4. Quem ve o Audi Q2 e esse Troc VW ... saõ Quase iguais no design...como fazer économias Num Mesmo grupo : é como O Renault Kadjar e o Nissan Qashqai...

    ResponderExcluir
  5. "Superfícies soft-touch são ultrapassadas, 'old-school', então eles não estão presentes no T-ROC. E os jovens compradores não estão preocupados com isso, afinal um iPhone 8 não tem superfícies em soft touch." Ou "como justificar que o carro tem plástico aparente por tudo que é lado"... Se for assim a tendência é A8, RS6, RS5, A5, A4 etc. adotarem o "plasticão", já que são carros de vanguarda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkk concordo...nada a ver.soft-touch é vida!

      Excluir
    2. O nome disso é corte de custo kkkkkk
      A pessoa que escreveu isso deve andar de uninho botinha ortopédica com um monte de lataria no interior, ai quando vem um carro com plastico acha mil maravilha. Tão de sacanagem escreve ruma barbaridade dessa.

      Excluir
    3. Todos os Audi vendidos no mundo tem painel em soft touch, assim como o Golf e seu Suv, o Tiguan.

      Agora, esse Troc compacto de plástico vagabundo virou New School e deixou todos os Audi ultrapassados.

      Excluir
    4. T-Roc não tem superfícies macias. BMW, Audi, Porsche, Mercedes, Rolls-Royce, Bentley, Range Rover têm...A Variant 1974 do meu pai tinha painel soft touch. Isso sim é old school!!!

      Excluir
  6. Tenho Golf e a esposa Tiguan, seria uma compra certa aqui em casa!
    Vem T-ROC! Vem!
    VW faz o seguinte, troca a fabricaçao nacional do Golf pelo T-ROC!!! Vai sair de 200 unidades/mes para 2000 no mínimo, se tiver preço.
    Agora se trouxer SUV de baixo custo para países pobres, que matam o acabamento do carro (vide polo br x europeu, e jetta MK6 x mk5), eu to fora!

    ResponderExcluir
  7. Fiquei muito impressionado baseado apenas nas fotos, esse T-ROC é incomparavelmente superior às traquitanas SUV que me atrapalham nas avenidas desse Brasil. Só levo medo do preço que chegaria um T-ROC mexicano aqui. Eu não compraria um SUV jamais, mas o TROC ficou bem bacana.

    ResponderExcluir
  8. Que carro lindo,sobrio e elegante,to começando a admirar a vw,sem duvidas sera o melhor carro da categoria,quem é hrv,kicks,creta na fila do pão? Kkk

    ResponderExcluir
  9. Muito interessante esse peso de 1420kg da versão 2.0 a gasolina, cerca de 100kg a mais que o golf GTi, ou seja, é relativamente leve. Apesar de menos potente que o GTi, o torque de 37,5mkf foi mantido, o que deve dar uma ótima dirigibilidade. Muito bonito. Aprovadissimo. Que seja importado para cá

    ResponderExcluir
  10. Aqui pru brasilsilsil eles mandam apenas o golf msm..hehehe

    ResponderExcluir
  11. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  12. "o T-Roc é uma peça de design altamente diferenciada na gama Volkswagen."
    "Todas as linhas tem um motivo para existir. Não há elementos gratuitos aqui, e tampouco excesso de recortes e ângulos malucos que se vê em muitos carros novos"
    "Tudo isso é importante porque o T-ROC é um veículo que vai "balançar" o segmento de compactos. "
    "Quase todas as superfícies exceto assentos, tapetes e teto são rígidas, apesar de sofisticadamente texturizadas"
    "oferta potência de forma brilhante enquanto você acelera."

    CARlota vc escreveu isso? cheio de palavrinhas de efeito e impactantes para parecer algo bom. to achando que esse caro é melhor que uma ferrari. quanta piada.

    ResponderExcluir
  13. Ta aí um vw bonito, será que vem pro Brasil?

    ResponderExcluir
  14. Muita firula em torno desses "T", apenas mais carros para depenar o bolso dos brasileiros.

    ResponderExcluir
  15. Não sei por que não colocaram lanternas traseiras semelhantes no Polo.

    ResponderExcluir
  16. Esse carro ficou melhor que os seus concorrentes, bmw x1 e gla.

    Vai causar uma hecatombe no mercado europeu.

    ResponderExcluir
  17. TROC e Tiguan são SUVs do Golf. O Tiguan é um SUV do Segmento C como o CR-V na linha Honda. Não têm SUV do Passat, embora exista a Touareg que é um segmento ainda acima. tanto que o tiguan mk1 divide mtas peças com o Golf MK5, além da plataforma que não é a mesma do passat b6. Deixa de orelhada Carlos4Orelhadas.

    ResponderExcluir
  18. Esse carro ficou melhor que os seus concorrentes, bmw x1 e gla.

    Vai causar uma hecatombe no mercado europeu.

    ResponderExcluir
  19. Superfícies soft-touch são ultrapassadas, “old-school”, então eles não estão presentes no T-ROC. E os jovens compradores não estão preocupados com isso, afinal um iPhone 8 não tem superfícies em soft touch.
    Kkkkkkkkkkkkkkk que viagem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Renault Kwid é o exemplo Máximo de acabamento refinado: 100% plástico duro.

      Excluir
  20. Eu não sou muito de SUV não mas esse T-ROC me faz ter uns orgasmos toda vez que olho! Essa VW é brincadeira! Parabéns também ao carlos4carros!

    ResponderExcluir
  21. Coluna C e kinha de cintuta reta do Golf. Podia ter soft touch pelo menos na versões mais caras.

    ResponderExcluir
  22. Ainda bem que meu carro não tem acabamento soft touch porque é old school , hummmm !!!

    ResponderExcluir
  23. Estive hoje verificando o Honda HR-V e Jipe Compas ( na Concessionária ) mas não chegam nem perto da beleza do design do T-Roc, uma linha limpa e com um interior espetacular ! Esse carro aqui no Brasil venderia o dobro de qualquer um dos concorrentes com certeza ! Vou aguardar a chegada via México !

    ResponderExcluir
  24. O design é tão Vw qto qqer outro da marca, mas o carro é lindão, tomara q venha pra cá. Pode colocar ele no lugar do Golf se for o caso, já q o hatch não está vendendo nada.

    ResponderExcluir
  25. Lixo...

    Peugeot 3008 e Volvo Xc40 manda lembrança...

    ResponderExcluir
  26. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  27. Bonita mas muito pequena esse SUB só para solteiro mesmo. Deveria ter a medida da Tiguan antiga

    ResponderExcluir
  28. Acredito que em até 2 anos o Golf de adeus ao mercado Brasileiro se o T-ROC chegar aqui e foi sucesso. O Golf pelo baixo volume de vendas não creio que terá vida longa sendo fabricado aqui.

    ResponderExcluir
  29. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  30. Acabamento Soft touch coisa do passado. Sendo assim o Cruze é muito superior ao Audi A3. Ou seja GM melhor que Audi.

    ResponderExcluir
  31. Tenho um Golf que gosto muito, vou precisar sair pra um SUV pois a familia estar aumentando, se a volks não trouxer o T Roc, vou ter que procurar outra marca.

    ResponderExcluir
  32. não sou fã de SUV mas esse T-ROC me dá aquela sensação, eu quero um!

    mas eu não po$$o tenho que me contentar com o novo polo tsi mesmo!

    ResponderExcluir
  33. Pelas fotos o tabelier parece ser soft touché, já o painel não parece ter nada desta textura e se aproxima à do polo

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.