Car.blog.br

Pesquisar este blog

VW Brasil confirma produção de dois SUV´s e uma picape

Categorias: , , , 38 Comentários

A Volkswagen do Brasil confirmou hoje que até o fim de 2018 iniciará a produção de dois novos SUV´s no Brasil, além do Tiguan AllSpace que será importado do México.

VW T-Roc - SUV do Golf

O CEO da marca não especificou os nomes, mas já se sabe que os dois novos SUV-s serão produzidos em São José dos Pinhais. Um deles é o VW T-CROSS, baseado na plataforma MBQ-A0 do Polo, com 4,15 metros de comprimento, sendo a versão VW do Seat Arona (vídeo abaixo).




A surpresa ficou por conta do anúncio de um outro SUV, baseado na plataforma MBQ, do Golf, que também será produzido no Paraná. Provavelmente será o VW T-ROC, o SUV do Golf, que até então tinha produção confirmada em Portugal, e ainda é dúvida no México.

VW T-CROSS

Enquanto o VW T-Cross terá como missão enfrentar o Honda HR-V, Nissan Kicks e Hyundai Creta, o VW T-ROC será o produto da VW para estabelecer competição com o Jeep Compass.



Já o Tiguan AllSpace, com mais de 4,7 metros de comprimento e 7 lugares, se insere na gama mais elevada dos SUV´s, competindo com Chevrolet Equinox e Hyundai Santa Fé, além de Jeep Cherokke.

VW T-CROSS

Outra confirmação hoje é da picape intermediária entre Saveiro e Amarok, que ainda não tem nome, mas é conhecida internamente como "Bala de Prata". O termo tem menos relação com aspectos técnicos do modelo e mais com seus objetivos estratégicos de mercado.

VW T-CROSS

Esse projeto seria a "Bala de Prata" que daria à Volkswagen a liderança incontestável do mercado brasileiro. Ela será baseada na plataforma do Polo/T-Cross, e mira especificamente a Fiat Toro - que sozinha hoje vende cerca de 5.000 unidades por mês.

Conclusão

A Volkswagen do Brasil terá uma renovação dramática de seu line-up ao longo dos próximos dois anos, com a chegada do Novo Polo e sua respectiva versão sedã Virtus ainda este ano. E, em 2018, dois SUV´s, um na faixa do HR-V e outro mirando o Compass, e uma picape para competir com a Toro.

38 comentários:

  1. Agora segura a VW que o bicho vai pegar, SUV de verdade vindo por aí e essa picape que vem pra destruir a Toro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, tô pasmo. Mas ficou toda molhadinha, hein?

      Excluir
    2. C.E, bom começar a acreditar que esses Jeeps e Toro, beberrões e mancos, não serão páreo pros SUV da VW.

      Temos um Toro na família, 1.8 l AISIN, a proprietária outro dia animada falando que o Toro cansado passou a fazer 6,5 km.l de gasolina na cidade. To fora assombração.

      Excluir
  2. SUV de verdade e Jeep e Land rover. Marcas que realmente so fazem utilitarios esportivos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ^^ Orelhada. Jeep e Land Rover são as piores marcas dos EUA, segundo o consumer reports.

      http://www.car.blog.br/2017/02/audi-e-porsche-faem-z-os-melhores.html

      Audi e Porsche as melhores.

      Excluir
    2. O Touareg nocauteia qualquer SUV da Jeep

      Excluir
    3. Olha só! O 4 rodas faz discípulos...

      Excluir
    4. Range rover sport ou vogue humilha qualquer suv do mercado suv de vdd chora fan boys de alemão

      Excluir
    5. Realmente, o range rover acaba humilhando os seus donos, com preços caros, e a pior qualidade segundo o consumer reports.

      http://www.car.blog.br/2017/02/audi-e-porsche-faem-z-os-melhores.html

      Audi e Porsche as melhores.

      Excluir
  3. A VW vai encampar todos os segmentos de mercado com produtos superiores.
    O principal segmento de mercado, que é o hatch compacto: novo polo.
    Sedãs médios: Virtus.
    SUV compacto: T_CROSS
    SYV médio: T-ROC.
    Picape intermediária: Bala de Prata.

    Esse dia de 05 de julho poder ser considerado o Pear Harbor do setor automotivo brasileiro. O dia que os japoneses acordaram o gigante! Quem viver, verá.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pear Harbor? Aprende a escrever, depois volte a comentar algo fundamentado e não platônico.

      Excluir
    2. Meu Deus. Essa tenho q anotar pra ver daqui uns meses qual vai ser a realidade...

      Excluir
    3. "05 de julho poder ser considerado o Pear Harbor do setor automotivo brasileiro"
      kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
      que panaca!!!

      Excluir
    4. Gigante tem o sono pesado. Precisou ter o market share reduzido de 25% para 12% para acordar (levou uns 20 anos).

      Mas antes tarde do que nunca.

      Excluir
  4. Estão dizendo que as versões de entrada da Pick-up terão o motor 1.0 TSI do Golf e as tops o motor 1.4 TSI.

    Se tiver porte de Toro msm esse carro não vai nem arrancar com esse motor 1.0 TSI. Nenhuma versão a diesel é sacanagem!

    Outra coisa e o motor 2.0??? Tá de sacanagem VW

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem está "dizendo", estão dizendo bobagens.
      Primeiro, não tem incentivo tributário para um 1.0 TSI em uma picape. Pois utilitários, ao contrário de carros, pagam 7% de IPI com qualquer motor. Portanto tanto faz 1.0 TSI, 1.4 TSI ou 2.0 TSI.
      Por esse motivo, provável que o motor seja o 1.4 TSI Flex.

      Mas mesmo que a VW queira usar um 1.0 TSI, não terá problema algum, pois esse motor tem 20,4 Kgfm de troque - que é mais do que o torque do motor 2.0 TigerShark do Compass, e 1,5 Kgfm a mais que o 1.8 da Toro.

      E mais. A picape da VW terá também o 2.0 TDI da Amarok, e versões 4Motion.

      Excluir
  5. Cobrando os valores que cobram, dificilmente vao chegar ao topo, a vwb pensa que a premium das populares

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A VW sempre cobrará mais caro. Ela faz isso no mundo inteiro e mesmo assim é a mais vendida.
      Uma empresa jamais será líder fazendo carro barato, produto barato.
      Se uma empresa tem que vender a preço abaixo dos concorrentes, é porque o produto ou é obsoleto tecnologicamente, ou é boqueta.
      E vendendo mais barato, o lucro é bem menor, então investe menos. E inova menos.
      A dinâmica da VW é outra. Vende mais caro um carro superior. Lucra mais, investe mais em inovação e pesquisa e desenvolvimento, e, novamente, faz carros melhores, que são mais caros, e o ciclo continua.

      Excluir
    2. Não sei o que VW tá esperando pra te contratar no novo setor de otimismo dela.

      Excluir
  6. Que bom que teremos o T-ROC por aqui... será meu próximo carro!!!

    O T-CROSS achei pequeno e provavelmente será mais espartano... a Tiguan Allspace ficou grandalhona, pro Brasil o ideal seria a versão normal dela (5 lugares).

    Assim, quem vai acabar fazendo o papel da Tiguan 5 lugares no Brasil será o T-ROC... meu tamanho de carro.

    ResponderExcluir
  7. Se a concorrente da Tiguan é a Jeep Cherokke isso quer dizer que a versão Top da Tiguan vai custar 170mil!!!! Infelizmente nesse valor não vai vender

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois agora...

      Tiguan Allspace não vai chegar por menos de R$ 140mil, preço atual de Honda CR-V e Outlander... e provável do Equinox tb.

      Não vai ser difícil acrescer mais R$ 30mil com pacotes "premium, teto, ACC, FLA" etc, etc...

      Excluir
    2. Eu sei q existem vários predicados tecnologicos na vw. Mas tudo aquilo q passar de passar de 130 em um vw no nosso mercado brasileiro eu considero no mínimo broxante.
      Onde vc pode andar de jeep, bmw e até audi.....vai se ter um carro com a msma logo de um gol 87 a alcool e a ar?
      Vw é carro popoular e vale cada centavo.
      Se essa camionete vier até uns 120 mil na top. Valerá a pena.

      Excluir
    3. Penso igual vw n tem o prestigio de um carro premium por melhor q seja jamais trocaria um Premium audi,bmw,volvo,jaguar e Mercedes-Benz por um vw.pode ter 1001 tecnologias
      E 0 a 100 em 0,5 seg kkk

      Excluir
  8. O suv do Golf não é o Tiguan versão curta?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Tiguan curto é baseado na plataforma MQB, mas ele tem mais de 20 cm a mais que o Golf. e o entre-eixos mais longo.
      Já o T-ROC é menor, com 4,32 metros, 7 cm maior que o Golf. Então ele é o SUV do Golf.

      Excluir
    2. Não tem mais essa de Suv de Golf, de Passat...etc
      A plataforma é MQB em ambos, então serão Suvs de tamanhos diferentes compartilhando a mesma plataforma.

      Excluir
  9. A linha da VW está ficando excelente, embora tenha demorado para mudanças começarem. A VW fala em resgate da liderança do mercado e, pra que isso ocorra, deve pensar tb numa melhor relação de custo pro consumidor e no fim desses pacotes que oneram demais o preço final do carro, além de serem desconsiderados na hora a revenda. 3 a 4 versões do mesmo carro já são suficientes. Com a relação correta, serei um dos consumidores que atualmente não conta com nenhum VW na garagem, mas migrarei, começando pelo Polo ao final desse ano.

    ResponderExcluir
  10. O portfólio da VW até 2020 será: Up! New Gol/Voyage, New Polo/Virtus, T-Cross, Golf, New Pick-up, T-Roc, Tiguan, Amarok.
    Será um portfólio excelente, brigará para ser líder, e não digo com 100% de certeza que será líder pois a GM, atual líder, também irá mexer em seu portfólio, com um New Onix/Prisma todo renovado, se brincar vão fabricar um sub-compacto nos moldes do Spark, uma nova pick-up no lugar da Montana, se o New Polo engrenar nas vendas a GM deverá fazer um "Cobalt Hatch" juntamente com Cobalt sedã, também totalmente renovados, vão continuar com o Cruze em suas 2 versões, Tracker é uma incógnita, e certamente com a VW entrando no ramo da Toro a GM e as outras montadoras também iram entrar, vão por o Equinox com motores 1.5T para competir com Compass e deixar o 2.0 para competir com All New Tucson e demais, e terá a S10.
    Será uma briga muito boa!!!

    ResponderExcluir
  11. Acima de 60, 70 mil, a VW vende muito pouco no brasil... Não tem público pra isso e vai precisar trabalhar mais, divulgar melhor nessa faixa... E essas mudanças vão chegar atrasadas e provavelmente forçando a barra no preço, ou seja, devem começar de modo tímido. Mas enfim, o importante é que estão mudando e trazendo novidades. Isso é bom!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É porque nessa faixa de preços está faltando renovar a frota. Ela tem bons carros, mas com design muito ultrapassado e isso espanta o consumidor que vai pagar caro por um carro. Com essas novidades isso deve melhorar.

      Excluir
    2. A estratégia está correta, pois hoje a faixa de R$ 80 mil a R$ 110 mil reais é a que mais cresce no Brasil, com SUV´s e Picapes. Então, a VW entrando nesse segmento será extreamemtne importante. Vai dar um gás enorme no faturamento.

      Excluir
  12. Alguém tem ideia de quando esse facelift do golf vai começar a ser comercializado? só para dezembro? ou antes

    ResponderExcluir
  13. Segundo foi apurado pelo site G1, fonte dessa matéria, David Powels revelou que a VW teria dois novos SUVs além do novo Tiguan, mas não afirma que ambos seriam produzidos aqui. Segundo apuração do site, a fábrica do Paraná prepara um novo modelo MQB, o que levanta a suspeita da produção do T-Roc, já que o T-Cross usa a MQB A0. Mas não há nada confirmado. Vai que de repente fabricam por lá um novo sedã médio...

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.