Car.blog.br

Pesquisar este blog

Fiat Argo Drive: vídeo mostra detalhes internos e externos

Categorias: , , , 78 Comentários

O Fiat Argo, novo modelo hatch da FCA no Brasil, tem na versão Drive com motor 1.0 FireFly seu modelo de acesso. Neste artigo mostramos um vídeo e fotos com detalhes internos e externos desta versão. Os preços sugeridos são os seguintes: Fiat Argo Drive 1.0 -- R$ 46.800 reais (R$ 48.790 reais com central multimídia); Fiat Argo Drive 1.3 -- R$ 53.900 reais; Fiat Argo Drive 1.3 GSR -- R$ 58.900 reais; Fiat Argo Precision 1.8 MT -- R$ 61.800 reais; Fiat Argo Precicion 1.8 Automático -- R$ 67.800 reais; Fiat Argo HGT 1.8 MT -- R$ 64.600 reais; Fiat Argo HGT 1.8 Automático -- R$ 70.600 reais.

Novo Fiat Argo 2018

O Argo Drive 1.0 mostrado nas imagens não é exatamente a versão de acesso, pois ele conta com alguns pacotes de opcionais, notadamente o pacote Tecnológico, que, entre outros itens, traz a central multimídia de 7 polegadas com tela sensível ao toque, e também o pacote Parking, que incorpora sensores de estacionamento e também uma câmera de ré de grande ocular.

Novo Fiat Argo 2018

O vídeo a seguir mostra os detalhes da versão de acesso.



Já o vídeo que reproduzimos abaixo mostra todas as versões do Argo.



O Fiat Argo é um hatch compacto para concorrer com Hyundai HB20 e Chevrolet Onix, mas ele tem uma importante vantagem dimensional em relação aos dois, já que seu comprimento é de 4 metros, 7 cm maior que o Onix, e 8 cm maior que o HB20.

Novo Fiat Argo 2018

Além disso, ele é mais largo que os dois, com 1,75 metros de largura. Para se ter uma ideia do que isso significa, ele é apenas 4 cm mais estreito que o Golf, um hatch de categoria superior.

Novo Fiat Argo 2018

Entretanto, ele é 7 cm mais largo que o HB20 e 5 cm mais largo que o Onix.

Novo Fiat Argo 2018

O resultado é que é um carro com ótimo espaço interno, tanto na dianteira, com bom espaço para os ombros, e também na traseira, com grande abertura para pernas.

Novo Fiat Argo 2018 - interior

O porta-malas é também amplo, com 300 litros.

Novo Fiat Argo 2018 - painel

Em relação ao design e acabamento interno, o Argo rompe com o padrão que vinha sendo adotado nos modelos Fiat Mobi e Uno, trazendo uma estética que lembra o interior do Mercedes-Benz Classe A.

Novo Fiat Argo 2018 - espaço interno

O painel conta com um elemento central em cinza (vermelho na versão HGT), dividindo-o em duas porções. Na parte superior temos a central multimídia flutuante, com tela colorida de 7 polegadas, conectividade Bluetooth e capacidade de espalhamento de tela de celular. Não há sistema de navegação integrado, mas é possível rodar o Google Maps do smartphone na tela do sistema do carro, por meio de uma conexão por cabo.

Novo Fiat Argo 2018 - interior

Abaixo das três saídas de ar centrais temos uma série de interruptores colocados em posição quase horizontal, e que chamam a atenção pela suavidade e maciez no acionamento - típica de carros de categoria mais elevada.

Novo Fiat Argo 2018 - volante

Outro ponto que chama a atenção em uma avaliação inicial é o fechamento das portas, que produz um ruído seco e abafado, sugerindo solidez estrutural.

Novo Fiat Argo 2018 - bancos dianteiros

Os bancos nesta versão vem com um revestimento preto, como um padrão central diferenciado, mas bastante discreto.

Novo Fiat Argo 2018 - painel

Já o volante é parecido com o da Fiat Toro, com commandos multifuncionais, mas nesta configuração ele não é revestido de couro.

Novo Fiat Argo 2018 - espaço traseiro

Outro ponto de destaque é a multiplicidade de porta-objetos no interior do carro.

Novo Fiat Argo 2018

O espaço traseiro é outro ponto de destaque, com uma abertura de espaço para os joelhos que parece ser superior até mesmo de modelos médios.

Novo Fiat Argo 2018

Esse modelo de acesso conta com motor 1.0 FireFly, com 72/77 cv (G/E) e torque máximo de 10,4/10,9 Kgfm, associado com transmissão manual de cinco marchas. Nesta configuração, segundo o fabricante, o Argo acelera de 0 a 100 km/h em 13,4 segundos e tem velocidade máxima de 162 km/h.

Novo Fiat Argo 2018

O consumo, segundo o INMETRO, é de 14,1 Km/l de gasolina em cidade, e 15,1 Km/l em estrada.

Fiat Argo 1.3 - consumo e desempenho


No caso do Argo 14 FireFly, o motor tem 109 cv e torque de 14,2 kgfm, capaz de acelerá-lo de 0 a 100 km/h em 10,8 segundos e atingir velocidade máxima de 184 km/h. O consumo é de 9,2 km/l com etanol em cidade e 12,9 km/l com gasolina; na estrada, sobe para 10,2 km/l com etanol e 14,3 km/l com gasolina.


Há ainda o Argo 1.3 GSR (Automatizado), com consumo de 8,9 km/l com etanol e 12,7 km/l com gasolina, em cidade. Em estrada vai a 10 km/l com etanol e 14,4 km/l com gasolina.

Fiat Argo 1.8 MT e AT - consumo e desempenho


Finalmente as versões 1.8 E.torQ Evo VIS de 139 cv a 5.750 rpm e de 19,3 kgfm a 3.750 rpm, adotado na HGT e Precision, capaz de atingir 192 km/h de velocidade máxima e acelerar de 0 a 100 km/h em 9,2 segundos. O consumo urbano é de 8 km/l com etanol e 11,5 km/l com gasolina, enquanto em estrada fica em 9,6 km/l com etanol e 13,8 km/l com gasolina.



O Argo 1.8 Automático chega a 191 km/h e a aceleração de 0 a 100 km/h é feita em 10,4 segundos. O consumo é de 7,1 km/l com etanol e 10,1 km/l com gasolina, em cidade, chegando a 9,5 km/l com etanol e 13,2 km/l com gasolina, em estrada.

Versões e itens de série - Fiat Argo
  • Fiat Argo 1.0 Drive manual - R$ 46.800 : direção elétrica, ar-condicionado manual, cluster de instrumentos com tela central, banco do motorista com ajuste de altura, cintos de segurança de três pontos para todos os ocupantes, sistema start/stop (desligamento automático do motor em paradas temporárias), fixação Isofix para cadeiras infantis, vidros elétricos dianteiros e travas elétricas.
  • Fiat Argo 1.3 Drive manual - R$ 53.900: todos os itens do Drive 1.0 e acrescenta sistema de monitoramento da pressão dos pneus, central multimídia com tela sensível ao toque de 7 polegadas compatível com Apple CarPlay e Android Auto, volante multifuncional e porta USB adicional para o passageiro traseiro.
  • Fiat Argo 1.3 Drive automatizado - R$ 58.900: todos os itens do Drive 1.3 MT e acrescenta ESP/ASR - controles de tração e estabilidade, HA - assistente de partida em rampa, câmbio automatizado GSR com modo de condução Sport, seletores de trocas de marchas, iluminação ambiente interna, controle de velocidade de cruzeiro - piloto automático, apoio de braço para o motorista, vidros traseiros e retrovisores elétricos, sistema tild-down que ajusta os retrovisores automaticamente para facilitar manobras e repetidores de setas.
  • Fiat Argo 1.8 Precision manual - R$ 61.800: todos os itens do 1.3 GSR e acrescenta alarme, faróis de neblina, luzes de posição de LED, rodas de liga-leve de 15 polegadas e banco traseiro bipartido.
  • Fiat Argo 1.8 Precision automático - R$ 67.800: todos os itens do Precision 1.8 MT e acrescenta seletores de trocas de marchas atrás do volante, piloto automático, apoio de braço para o motorista, volante revestido de couro e pacote de iluminação interna.
  • Fiat Argo 1.8 HGT manual R$ 64.600: todos os itens do Precision 1.8 MT e acrescenta tela colorida de 7 polegadas no quadro de instrumentos, detalhe vermelho na grade dianteira, spoilers no para-choque, moldura preta na parte inferior da lateral e nas caixas de roda, ponteira de escapamento cromada, rodas de liga-leve de 16 polegadas, suspensão com ajuste esportivo, painel com revestimento central vermelho.
  • Fiat Argo 1.8 HGT automático - R$ 70.600: todos os itens do HGT 1.8 MT e soma aletas para trocas de marchas atrás do volante, apoio de braço para o motorista e controle de velocidade de cruzeiro.
  • Fiat Argo Opening Edition: baseado na versão topo de linha 1.8 HGT automático, limitada a 1.000 unidades pintadas exclusivamente na cor azul Portofino, tem também teto e retrovisores pintados de preto, aerofólio preto na tampa traseira, rodas de alumínio de 16 polegadas escurecidas, protetor de soleira das portas, tapetes de borracha e carpete, kit de alto-falantes com 60 W. E ainda as três primeiras revisões gratuitas.
Conclusão

O Fiat Argo agrada bastante tanto interna quanto externamente nestas impressões iniciais, ostentando um design bem resolvido e harmonioso, bom acabamento interno. Fica a dúvida, apenas, se o motor 1.0 de 77 cv será capaz de oferecer bom desempenho para um carro desse porte.

Novo Fiat Argo 2018

De qualquer forma, haverá outras opções, com o motor 1.3 de 109 cv (com câmbio manual ou GSR), e também 1.8, de 139 cv, com transmissão manual ou automática de seis marchas.

Ficha Técnica - Fiat Argo 1.0 Drive

Motor: Dianteiro, transversal, 3 cilindros em linha, 1.0, 6V, flex; Potência: 77 a 6.250 rpm e 72 cv a 6.000 rpm; Torque: 10,9 kgfm a 3.250 rpm e 10,4 kgfm a 3.250 rpm; Câmbio: Manual de 5 marchas, tração dianteira; Direção: Elétrica; Suspensão: Independente, McPherson (dianteira) e eixo de torção (traseira); Freios: Discos; dianteira) e tambores (traseira); Pneus: 175/65 R14; Dimensões -Comprimento: 3,99 metros; Largura: 1,72 m; Altura: 1,50 m; Entre-eixos: 2,52 m; Tanque: 48 litros; Porta-malas: 300 litros (fabricante); Peso: 1.105 kg.

78 comentários:

  1. Fiat nem pensar, eu passo direto...

    Porém quero dar os parabéns a Fiat por ter feito um painel que atende as necessidades atuais, colocando um multimidia acima da saída de ar.

    Isso faz com que a visualização seja fácil e prática.
    A peugeot já faz isso com o seu multimidia no 208, 2008...

    A Vw é que tem que acorda, o belo fox tem um grave problema por ser desatualizado, a tela do multimidia fica localizada baixo de mais, dificultando sua visualização...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O novo Argo é bonito por fora e por dentro. A VW pelo visto ira focar no novo Polo, que provavelmente será um produto superior, a unica questão será o preço.

      Excluir
    2. Ok Cesar você está certo, a Vw sempre foi melhor que a Fiat em qualidade, isso é fato.

      Porém não adianta ser melhor e não saber vender seus produtos e não saber oferecer a seus clientes aquilo que eles necessitam atualmente...

      Exemplo: Pagasse 61 mil no up e não vem multimidia.
      Gol, voyage, saveiro, fox desatualizados perdendo terreno pra concorrência...
      space fox completa por 95 mil é um absurdo...

      Excluir
    3. Acho normal a altura da tela .poor Sao os reneults

      Excluir
    4. Concordo com o Márcio multimídia da VW fica no joelho, já comentei muitas vezes isso mas a censura corta.

      Excluir
  2. Se os financiamentos forem tão bons quantos da chevrolet e da Hyundai vai ser o mais vendido do país

    ResponderExcluir
  3. Viu Vw, até essa bomba chamada Fiat, já tem atualização no seu painel, e você vendendo up a 61mil sem multimidia, tem que ''pendurar'' um celular pra faze-lo de multimidia.

    Imagina expor um iphone no up e ser roubado na parada do semáforo...
    é muito amadorismo da Vw...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não compra o UP jovem, vai de Argo ... tão simples

      Excluir
    2. Esse aí também vem com multimídia que tem que espelhar celular para poder usar.

      Excluir
    3. Carroça de terceiro mundo hahahah

      Excluir
  4. É impressão só estarem distribuindo as Drive com o opcionais que o povão quer?
    Ela será a mais em conta e várias unidades foram vistas com a tela MM.
    Espéculo que a Fiat vai criar uma oferta pronta entrega com opcionais de maior demanda afim de vender bastante inicialmente.
    As versões Precision e HGT devem aparecer em menor oferta devido ao preço que terão e essas pela encomendas teriam noção como será o mix de oferta.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Passei numa concessionária hoje e acredito que vc está correto quanto a sua impressão, lá estava uma drive com a multimídia. Achei o carro é bem convincente e diria que até mais internamente nessa versão de entrada, o painel é bonito e moderno, há plástico duro na parte superior do painel mas visualmente imitando textura, o espaço interno é ótimo e há um belo porta-malas. Tentei encontrar a placa informando o peso do carro mas não encontrei. Acredito que quem aposta na versão de entrada com 1200 quilos errar.

      Excluir
  5. Para mim, até na versão de entrada com calotas ele continua lindo.
    Parabéns a FIAT! Só faltam os resultados do Latim NCAP.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Para mim, todas as versões continuam feias, design sem apelo nenhum.

      Excluir
  6. Para concorrer com Onix, HB20, Gol, Ka, Fox e similares está ótimo, pelas fotos e vídeos me parece ser um carro muito sólido e com bom padrão de construção. Deveriam mandar o Uno para aposentadoria e focar só no Argo, que certamente é N vezes melhor que ele.

    ResponderExcluir
  7. Fiat só na garagem dos outros, até que esse esta OK mas não entendi essa frete, tanto no desenho quanto nas dimensões, olhando de lado a dianteira o para-choque fica enorme, chega quase na metade da roda, bem estranho, fico imaginando a substituição de uma peça tão grande....

    ResponderExcluir
  8. Sobre o interior, gostei. Não tem material sensível a toque na Drive seria esperado. Deve ter a partir da Precision.
    Pena é só ter quatro air bags. O Tipo tem sete air bags e aqui Toro, Compass e Renegade tem essa oferta.
    Se é dito Premium, deveria ter mais air bags por exemplo.

    ResponderExcluir
  9. Na parte interna,ha um vazio muito grande entre a parte do Cambio, freio de mão e o porta copos.

    ResponderExcluir
  10. Depois daquela Batida com o Corola de Frente,a estrutura já é Boa..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pergunta para o motorista do Argos; isso se estiver vivo ainda.

      Excluir
  11. E o painal de instrumentos aparenta ser diferente do que foi anunciado, ha uma foto noturno com o painel ligado meio que digital, aparentemente não é o mesmo, ou me enganei mesmo.

    ResponderExcluir
  12. Para um carro popular, achei bem digno. Carro com farol e lanterna grande não fica legal com roda pequena de aro 14, mas isto até a concorrência peca. Ansioso para ver a versão intermediária com motor 1.3 com roda 16. Parece que vai ser - de longe - a mais interessante. A HGT eu nao me interessaria, por causa do motor etorq que é uma bomba.

    ResponderExcluir
  13. Excelente matéria do Car blog, esse carro vai dar trabalho, para a concorrência, vamos ver a reação do mercado, dentro perfil do brasileiro, deve atender melhor, que o Mobi!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente o site está de parabens, ótima matéria !

      Excluir
  14. será o novo líder de vendas do país. porém só se a fiat quiser. ou seja. se tiver preço competitivo.

    ResponderExcluir
  15. Versão 1.0 fora de cogitação. Só aguardar para ver preço e comportamento com motor 1.3.

    ResponderExcluir
  16. Carlos, vá adiante, já que você tem acesso ao carro porque não olha a etiqueta na porta para nós falar qual o peso desta versão 1.0? Isso vai dizer muita coisa a respeito do desempenho desta versão, se ela tiver os esperados +/-1200kg, vai poder apostar corrida com o grand Siena fire que merecia pagar Iptu e não ipva.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara, nao tem como a versão drive pesar isto. Imagina você tirar do carro todos os acessórios da versão HGT (que deve pesar os tais 1200 kgs): cambio automático, conversor de torque, rodas e pneus aro 17; estepe 17; air bag laterais, modulo do air bag laterais, spoilers, multimidia completa, descança braço, aero esportivo, bancos esportivos, faróis de neblina, chicotes elétricos dos acessórios, rebatimento dos bancos traseiros, console, sensor crepuscular, sensor de chuva, modulo eletronico do controle de traçao; modulo eletronico do ESP; revestimento de couro dos bancos, caixa de ar com comando digital do A/C; módulo eletrônico da direção elétrica. As pessoas não se dão conta, mas isto tudo pesa pra cacete! Trabalhei como engenheiro automotivo por 20 anos. Só pra colocar um air bag lateral lá se vão 15 kgs!

      Excluir
    2. Faltaram ainda: substitui o bloco de ferro fundido de 4 cilindros do etorq por um de aluminio de 3 cilindros, retira um conjunto pistão + biela + anéis, retira um 1/4 do virabrequim; retira os 4 litros de oleo da transmissão automática, retira 1 litro de oleo do conversor de torque. Retira a massa dos discos de freio esportivos (nas 4 rodas), etc

      Excluir
    3. O Sunking dissecou o carro inteiro, pra ninguém ter dúvida que a versão drive é bem mais leve!

      Excluir
    4. Os caras vão tirar tudo para justificar que o carro não pesa 1200 kilos. o carro vai ter motor, rodas e bancos; e mais nada; o duro é alguém comprar o carro pelado desse jeito.

      Excluir
    5. O 1.0 drive pesa, pelado, 1.105 Kg. Para um motor de 72 cv com gasolina...afff. que piada.
      Será seguramente o carro mais lerdo à venda no brasil.

      Excluir
    6. Carlos, é verdade, bem pesado mesmo. Mas li em algum lugar - acho que aqui no fórum - que a versão HGT pesaria 1.270 kgs. Se o dado que a versão pelada pesa 1.105 kgs estiver correto então temos 165 kgs a menos na versão drive! É o peso de quase dois adultos, ou seja, muita coisa. Esta discussão foi boa para mostrar como, não parece, mas acessórios pesam bastante sim.

      Excluir
    7. Autoesporte já testou essa versão Drive 1.0 e disseram que o carro anda correto para 1.0 não devendo em nada aos concorrentes.

      Excluir
    8. Ele deve andar igual a outros 1.0 como Mobi Fire 1.0, que faz de 0 a 100 km/h em 18.5 segundos, como o Uno Fire, que faz em 19 segundos. Por aí.
      Será bem mais lerdo que o Mobi FireFly, vai tomar um couro feio do Up! 1.0 MPI, etc.
      Essa versão só existe para apreitar IPI de 7% e mais nada.

      Excluir
    9. Não sei se leu a matéria, mas fala que o 1.0 faz em 13.4 segundos, se a informação está correta, eu não sei, mas não deve fugir muito disso, bem longe dos seus 19 segundos.

      Excluir
    10. Carlos vc acredita que o Polo irá perder para o Argo assim como o Golf perdeu para o Cruze em um comparativo da 4Rodas? Vc irá cortar os pulsos?

      Excluir
  17. A versão mais interessante do Argo deve ser a Drive 1.3 pelo motor ser moderno e espera-se ter ao menos um desempenho adequado. A segunda mais interessante deve ser a Precision 1.8.

    ResponderExcluir
  18. Essa roda é 14"? Achei que ficou pequena e o desenho das calotas é bem feio. Gostei do interior e o design externo ficou moderno. Acho que vai vender bem.

    ResponderExcluir
  19. "... o painel é inteirinho de plástico duro, não tem material soft touch, tá certo... então, isso é um aspecto que também não pode se cobrar porque é um carro para ser vendido entre 45 e 70 mil reais.."

    Vemos aqui a síndrome do vira latas, então quer dizer que entre 45 e 70 mil não se pode ter um painel soft touch? 70 mil reais não é necessário, pois somos os brasileiros trouxas que pagamos super caro por esse tipo de veículo? Os próprios "ispecialistas" nas matérias nos levam a uma aceitação de pouca coisa por muito!! Sinceramente fica difícil assim.

    ResponderExcluir
  20. Opinião sincera, vai vender muito!!! E corre sérios riscos de ficar no topo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não vai mesmo, pois o Onix tem versões a partir de 40 mil.

      Excluir
    2. tb acho que chega no topo. se bem que nem a fiat quer isso. já disse que esperar vender só 6k por mes

      Excluir
  21. Só estranhei o carro ser largo como foi dito na matéria, e não ter nenhum porta-copos ao lado do freio de mão.

    ResponderExcluir
  22. Na verdade o Argo é 5 centímetros mais estreito que o Golf, que tem 1,80m de largura (1,799 pra ser mais exato).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só que essa largura é a externa,que é medida desde a parte mais larga do carro, precisa ver o aproveitamento interno dessa largura se repete.

      Excluir
    2. Tudo bem, mas eu tinha um New Fiesta com 1,72m de largura que tinham nichos do lado do freio. Podem ser bancos mais largos, talvez.

      Excluir
    3. O Golf é o hatch médio com melhor espaço interno, espaço excelente para os ombros, interior largo, espaço gigante para o motorista e muito bom para os passageiros de trás.

      Excluir
  23. Noh 1105 kg, vixe deve fazer de zero a 100 em 17,5 a 18,5 segundos! Por outro lado, será que o ferramental usado em sua construção é da mesma linha do Jeep Renegade, alguém saberia nos dizer?

    ResponderExcluir
  24. Realmente este carro é pesado demais para esse motor 1.0L

    Outra coisa, a FIAT poderia ter pelo menos colocado roda de liga leve nesse carro, pq um carro desse porte sair de fábrica " COM CALOTAS " É RIDÍCULO.

    ResponderExcluir
  25. Os números apresentados são excelentes!!! De 0 a 100 e também o consumo!!
    Fiat tirou 109 CV de um motor 1.3 aspirado. Um baile na concorrência, principalmente no 1.4 da GM de 100cv.
    Daqui a 2 anos no máximo deve estrear o firefly 1.3 turbo com 160 CV.
    Parabéns FCA!!!

    ResponderExcluir
  26. O Firefly da FIAT tem o maior torque da categoria de todos os 1.0 aspirados
    Firefly 1.3 rende 109 CV e 14,2 de torque. Maior cavalaria e torque de toda categoria (1.3 e 1.4 aspirados)
    Etorq 1.8, apesar de antigo, rende excelentes 139 CV com 19,3 de torque.

    ResponderExcluir
  27. Não tem atrás a (pequena) área de tecido que tem na porta da frente.

    ResponderExcluir
  28. Interior apesar de bem rebuscado é bonito, parece ser bem montado e ter uma qualidade superior aos Fiat's... o exterior é bom, nada demais, mas correto. Dianteira que ao meu ver ficou estranha, especialmente nas versões de acesso, mas de resto, tá bom. Venderá bem se tiver preço, capaz de ser líder de vendas no mercado ou segundo colocado ultrapassando o HB20.

    ResponderExcluir
  29. Esta versão 1.0 é para o consumidor, menos abastado, ou que está a procura do primeiro zero quilômetro, quem pode pagar, tem as versões 1.3 e 1.8, simples assim, tem também as locadoras e empresas, que provavelmente, opte pelas versões 1.0, aí vai do bolso de cada um!!

    ResponderExcluir
  30. Esta versão 1.0 é para o consumidor, menos abastado, ou que está a procura do primeiro zero quilômetro, quem pode pagar, tem as versões 1.3 e 1.8, simples assim, tem também as locadoras e empresas, que provavelmente, opte pelas versões 1.0, aí vai do bolso de cada um!!

    ResponderExcluir
  31. Os haters já podem se jogar da Ponte Pq o carrinho vai vender horrores

    ResponderExcluir
  32. Excelente matéria!
    Parabéns.

    Empresa que não escuta os interesses do consumidor não costuma ter sucesso.
    O tempo e os consumidores irão dizer o quanto a FCA acertou (ou não).

    ResponderExcluir
  33. Puseram um enxerto na dianteira, para chegar aos 4m de comprimento. O design faltou às aulas de harmonia. O motor é raquítico, mais um Fiat atrapalhando o desenvolvimento normal do trânsito. O motor 1.8 sai do catálogo em no máximo 2 anos e só restará 1.0. Por dentro, é um Sandero.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahahahahaha. Aceita o sucesso, dói menos.

      Excluir
  34. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  35. Puseram um enxerto na dianteira, para chegar aos 4m de comprimento. O design faltou às aulas de harmonia. O motor é raquítico, mais um Fiat atrapalhando o desenvolvimento normal do trânsito. O motor 1.8 sai do catálogo em no máximo 2 anos e só restará 1.0. Por dentro, é um Sandero.

    ResponderExcluir
  36. Eu tenho um High up! e fui seduzido por este carro. Não prezo por desempenho, mas sim prazer ao dirigir, que seja econômico e seguro, ao Argo falta averiguar o teste de segurança, mas dependendo de como for, certamente eu cogito tê-lo em minha garagem na versão Drive 1.0 ou até mesmo a 1.3.

    Achei um belo carro, por dentro e por fora, olha que eu não gosto da Fiat, mas dessa vez eu tiro o chapéu para ela, ficou muito bom.

    A concorrência vai ter que se mexer, pois este carro vai vender muito bem

    ResponderExcluir
  37. Eu quero ver o preço do 1.3 GRS e testes de segurança estou na espera do Polo pra analisar qual será minha troca pro ano que vem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A vantagem do Polo, pra quem gosta de segurança, é a certeza que vem da plataforma MQB antes mesmo dos testes né... todos sabemos como vai se sair o Polo no latin NCAP, 5/5. Já o Argo é uma incógnita. Até testar, não dá pra saber. Quem esperaria os resultados do Ônix. Vai que o Argo arrebenta, mas vai que decepciona. O Polo vai arrebentar.

      Excluir
  38. Câmera de ré grande "ocular" ? não seria angular ?

    ResponderExcluir
  39. Pior que gostei deste carro, bem interessante a proposta.

    ResponderExcluir
  40. Traseira feia, lateral de ford ka e frente de mobi. Sou muito mais um HB20.

    ResponderExcluir
  41. Pela expectativa pensei que que fosse algo primoroso. Me decepcionei.

    ResponderExcluir
  42. poxa a frente faz lembrar sim o gol e traseira o hb20

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.