Car.blog.br

Pesquisar este blog

Nova Toyota RAV4 2017: preço, consumo e especificações

Categorias: , , , 14 Comentários

O Toyota do Brasil lança a nova RAV4 2017 no mercado nacional, em versão única, com tração 4×2, motor 2.0 e transmissão automática, com preço sugerido de R$ 159.290 reais. O modelo recebeu facelift, novas lanternas traseiras, sete airbags e controles de tração e estabilidade.

Nova Toyota RAV4 2017

Na parte estética, o RAV4 2017 ganhou novo para-choque dianteiro com visual mais esportivo. Os faróis dianteiros são novos, com luzes de posicionamento diurno em LED.

Nova Toyota RAV4 2017

Na traseira, as lanternas mantiveram o formato, mas ganharam alterações internas nos elementos de iluminação, enquanto os para-choques também são novos.

Nova Toyota RAV4 2017

A Toyota RAV4 2018 passa a contar com faróis full-LED. Da mesma forma, o sistema DRL(Daytime Running Lighs) e as lanternas também adotam LED.

Nova Toyota RAV4 2017

O interior manteve-se com o mesmo desenho, e traz de série itens como entrada Keyless, partida por botão Start, painel em TFT colorido com sete funções, ar-condicionado dual zone automático, piloto automático, indicador de marchas digital, aviso sonoro de faróis ligados e chave na ignição no painel, teto solar elétrico e sensor de estacionamento traseiro.



Como novidades o RAV4 ganha a mesma central multimídia do Corolla, a Toyota Play com tela de 7’’ sensível ao toque, com interface de acesso à internet (Wi-Fi), áudio AM, FM, CD player e MP3, leitor de DVD, conexões USB, AUX e Bluetooth®, seis alto-falantes, câmera de ré e sistema de navegação por GPS integrado.

Nova Toyota RAV4 2017

Em termos dimensionais, o RAV4 2018 ostenta 4,6 metros de comprimento, 2,66 m de entre-eixos e 1,84 m de largura. A altura livre do solo é de 19,1 centímetros.

Mecânica

O motor do Toyota RAV4 2018 não mudou, mantendo o quatro cilindros 2.0 16V movido exclusivamente a gasolina, com 145cv de potência e torque de 19,1 kgfm, associado a uma transmissão CVT que simula sete velocidades. O conjunto direciona a potência ao asfalto por meio de um sistema de tração 4x2.

Nova Toyota RAV4 2017

De acordo com medições do INMETRO, o conjunto mecânico 2.0L do RAV4 é nota “A” em eficiência no consumo de combustível. Segundo o instituto, a versão movida a gasolina consome 9,5 km/l na cidade e 10,9 km/l na estrada.


Na linha 2017 a RAV4 chega com as seguintes opções de cores: Bronze Metálico (nova), Prata Névoa, Cinza Granito, Preto Eclipse e Branco Pérola.

14 comentários:

  1. Preço totalmente desconectado da realidade! Chega a ser um insulto!

    ResponderExcluir
  2. Pagar 160.000,00 reais num Rav4 2.0 de 145 cavalos, 19 kgfm de torque (0-100 em mais de 14 segundos), acabamento plástico e tração 4x2 é coisa de doido.

    Por esse preço levo um Jeep Compass Trailhawk 4X4 ZF9 Diesel com todos os opcionais (piloto automático adaptativo, Park assist, farol alto automático, Lane Assist, detector de ponto cego, som da Beats...), ou uma BMW X1 2.0 Turbo Flex, ou um Audi Q3 Top...
    Eita Toyota sem noção...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo em gênero, número e grau!!!
      Ou então vou de Q3, X1... muito mais carros por metro quadrado!!!

      Excluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Isso daí é uma Fielder 2005 com suspensão elevada

    ResponderExcluir
  5. Se colar colou.....acho que esse o pensamento da Toyota, mas ainda assim vai vender e veremos muitos exemplares nas ruas.

    ResponderExcluir
  6. Carro muito bonito, robusto, e agora bem completo (a anterior deixava a desejar em itens de série).

    O motor creio que seja apenas competente para carregar os 1.525 kg, deixando a desejar quem procura uma performance mais esportiva.

    Mas para a maioria dos consumidores atende, até porque esse peso/potência está na média dos outros SUVs 2.0, como Sportage (R$ 140 mil completo), Compass Limited Flex (R$ 145 mil completo), Outlander 2.0 CVT (R$ 136 mil) etc.

    O preço da Toyota porém está uns R$ 10 a 15 mil acima da média, mas fica em aberto a preferência e confiança do consumidor em cada marca.

    O velho Tiguan 1.4 apresenta desempenho alguma coisa melhor, mas não tem o mesmo nível de equipamentos (nem como opcional) e ainda assim custa R$ 143.000. O novo pode ser uma boa opção.
    A CR-V está no mesmo limbo do VW, aguardando a versão 1.5 (que custará certamente acima de R$ 160 mil)

    Particularmente nesse preço optaria pelo Mitsubishi Outlander 3.0 V6 de R$ 163.000 ou tentaria angariar algum desconto na BMW X1 de entrada, que parte de R$ 169.000.
    Há também quem prefira o Audi Q3 1.4, mas este já apresenta um design cansado e sem atratividade, juntamente com a GLA que está prestes a ganhar um necessário facelift.

    ResponderExcluir
  7. O blog já tem a lista dos carros mais vendidos do mês?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

      Excluir
    2. Só fecha de fato hoje. Amanhã é que terá o resultado 100% março.

      Excluir
  8. estranho..o compass com mesmo consumo recebeu notas C e D

    ResponderExcluir
  9. Carro ou aberração, carros daa toyta são horríveis,só salva sw4 e corolla os menos piores

    ResponderExcluir
  10. O JEEP Compass vai nadar de braçada! 150 mil super completo e a diesel !!

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.