Car.blog.br

Pesquisar este blog

GM desiste de competição com a Volkswagen na Europa

Categorias: , , 30 Comentários

Depois de quase duas décadas de prejuízos na Europa, a General Motors está pronta para abandonar a competição com a Volkswagen no segundo maior mercado do planeta, vendendo sua subsidiária Opel para o grupo francês Peugeot-Citroen.

Novo Opel Atra 2017


A Opel é uma subsidiária da GM há quase 90 anos, e nesse período a GM passou por bons e maus momentos na Europa. A última recuperação ocorreu no meio da década de 80, quando a Opel registrava quedas de vendas em função de problemas de qualidade com o recém-lançado Omega.

Opel Omega - problemas de qualidade

A marca conseguiu superar os problemas, e, sob a direção de um novo chefe de engenharia, engatou uma sequencia de produtos soberbos, como o Vectra, e na sequencia o deslumbrante cupê Calibra. Coroando o processo de ascensão, o Opel Astra estava vendendo praticamente o mesmo que o Volkswagen Golf.

Opel Vectra - sedã médio de sucesso

Nessa época, a Opel tornou-se a joia da coroa da GM no início dos anos 90, enquanto a matriz perdia dinheiro na América do Norte. O resultado é que jovens executivos que atuavam na Opel se tornaram chefes da GM nos EUA, como Richard Wagoner.

Opel Calibra

Mas então as coisas desandaram, e a Opel entrou uma espiral de prejuízos desde 1999 e nunca mais se recuperou, fazendo a GM optar por vende-la, para investir mais pesadamente em veículos autônomos e no mercado dos EUA, onde ela é atualmente muito lucrativa.


A nova CEO da GM, Mary Barra, vem mostrando pouca paciência com operações que perdem dinheiro, e nenhum sentimentalismo com tradicionalismos, como é o caso da Opel. A executivo traçou um plano para a GM que é o de sair de onde perde dinheiro, para investir onde está o lucro, que são os grandes SUV´s nos EUA.

Reflexo disso, a GM já saiu da Rússia, Austrália, Indonésia e Tailândia. E também está reconsiderando investimentos na Índia e no Brasil. Agora, a venda da GM Europa representa o passo lógico na estratégia de deixar de buscar ser a maior do mundo, para focar em lucratividade.

A GM chegou perto de se livrar da Opel em 2009, depois de uma hemorragia de mais de US$ 20 milhões de prejuízos, mas recuou. Agora, porém, ficou claro que a Opel não consegue ser lucrativa no mercado dominado pela Volkswagen, a qual vende mais e mais caro que todos os concorrentes.

Restou a alternativa de venda de sua divisão para o grupo PSA, que estima-se será por um valor de cerca de US$ 2 bilhões de dólares.

Postagens relacionadas:

30 comentários:

  1. Engenharia da gordolândia está 20 anos atrás da VW.
    A melhor coisa que a GM faz é pular fora da Europa mesmo, pois está dando vexame faz tempo.
    Eu sugiro que Toyota e Honda e Hyundai também desistam, pois são figurantes no mercado mais competitivo e exigente do mundo, que é a Europa.
    Vamos ver quanto tempo vai levar par Toyota, Honda e Hyundai desistirem também.

    ResponderExcluir
  2. Seguindo seu raciocínio a VW tem que sair dos EUA pois perde para as três na participação de mercado, uma figurante.... É isso Carlota?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vamos aos fatos:

      VW Dispara vendas nos EUA:

      http://www.car.blog.br/2016/12/volkswagen-vendas-disparam-nos-eua-com.html

      VW em disparada de vendas nos EUA novamente:

      http://www.car.blog.br/2017/02/vw-e-audi-disparada-de-vendas-continua.html

      A VW foi a empresa que mais cresceu nos últimos 3 meses, e isso sem o Atlas e sem a nova Tiguan.

      Procure de informar melhor antes de escrever bobagens.

      Excluir
    2. Não interessa Carlos, A GM tem sua história nos EUA, os povos Americanos vão comprar carros Americanos, e GM tem sua própria cultura e não Alemão. tá mais é certo Americano comprando carros americanos, isso só fortalecem para nação nos EUA!!!

      Vw nos EUA? Dispensa.

      GM tem que expulsar VW nos EUA o quanto antes!!!

      Americanos valorizam-se sua própria nação e comprem carros GM e não VW!

      Excluir
    3. Sim, sim, a GM tem uma história de falência nos EUA. A empresa foi a falência em 2009 e só sobreviveu porque o contribuinte americano compareceu.
      Veja que a Audi já enrabou a Cadillac nos EUA. A Audi, com carros importados, vende bem mais que a Cadillac que fabrica carros nos EUA.
      Agora olhe o contrário. A Cadillac não existe na Europa.
      Então, esquece. A tendência é a VW continuar a disparar, veja que nos íúltimos 3 meses a VW vem disparando vendas nos EUA, enquanto FCA está despencando. Hyundai tá caindo também.
      E isso que a VW nem lançou ainda o Atlas e o novo Tiguan, a Audi nem colocou a venda o Q5.
      A questão é essa. A GM corre o risco nos EUA, e na Europa ela já arregou.

      Excluir
    4. Para quem vende pouco é fácil aumentar percentualmente as vendas, mas, em números absolutos a VW vende muito pouco nos EUA, comparando com GM, Ford e toyota.

      Excluir
    5. ^^ Orelhadas. Vamos parar com os relinchos e vamos aos fatos.A GM tem 40 fábricas nos EUA. A VW 1 só.
      A VW cresceu 23% em janeiro nos EUA.
      Só a Chevrolet tem 25 modelos à venda nos EUA. A VW tem 5.
      A Audi já HUMILHA a Cadillac nos EUA, vendendo muito mais.
      A GM em 1990 vendia e faturava 20 vezes mais que a VW.
      Hoje, o faturamento do Grupo VW em âmbito mudinal é umas 4 vezes o da GM.
      E enquanto a GM foi a falência em 2009, a VW tem em casa mais de 30 bilhões de Euros, que dá para comprar todo o controle acionário da GM e ainda sobra dinheiro para comprar o da Ford e do da FCA juntas.
      Não tem comparação. GM é muito menor que a VW. Não tem como competir. Tanto que colocou o rabo entre as pernas e saiu de fininho da Europa.
      E digo mais. A VW vai crescer muito nos EUA, e a GM não vai aguentar nem nos EUA.
      Veja que a Audi já HUMILHOU a Cadillac nos EUA. Pois bem, com a VW será a mesma coisa em relação á Chevrolet.

      Excluir
    6. Sim, são fatos! Mas agora vai concentrar mais a parte da América Latina que dá mais lucro.

      Porque a Mary barra não faz fusão logo com a FCA? é por seu próprio bem para se tornar potencia mundial... Pois está perdendo tempo.

      agora renovar projeto com muita eficiência! Eu disse: Eficiência, já basta! Assim não correrá o risco nos EUA se por acaso for projeto bem feito!

      tô até é mais preocupado com a FCA, GM tem que fazer parte se por acaso se quer escapar sinal vermelho. A FCA tem sua potência, certeza! O problema que afeta a imagem de FCA e tanto quanto GM: o Prejuízo!

      Excluir
  3. Quando a base, em valores absolutos, é muito pequena, qualquer variação se torna grande em termos percentuais. Matemática básica.

    Inegável o porte da VW a nível mundial. Não é atoa que é líder. Mas utilizar a presença da GM na Europa como parâmetro é exatamente a mesma coisa que utilizar a presença da VW nos EUA, onde a marca VW deve ter vendido pouco mais do que a GM vendeu apenas com a Silverado.

    Procure os resultados da VW apenas nos EUA e com certeza vai ter registrado lá um tombo imenso por causa do volume baixo de vendas e do Dieselgate.

    Não tenho nada contra a VW. Tenho contra as pessoas que acham que ela é a última bolacha do pacote e está anos luz à frente da concorrência. Delírio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vamos parar de relinchar.

      Vamos aos fatos. As vendas do Grupo VW nos EUA, que envolve a Audi, VW, Porsche e Bentley subiram 16% em janeiro. Enquanto as vendas só da marca VW subiram nada menos que 23%.

      O consumidor americano nem considerou o dieselgate e está comprando carros da marca Volkswagen como nunca.

      Em relação às demais marcas, nos EUA:
      - a Audi já vende muito mais que a Cadillac, que é a marca premium da GM nos EUA. Suprema humilhação.
      - a Bentley vende 3 vezes mais que a Rolls Royce nos EUA

      E agora vamos colocar em perspectiva a produção. A GM tem mais de 40 fábricas entre carros e auto-peças apenas nos EUA. O Grupo VW na América do Norte, atualmente, tem 3. Uma da VW no México, uma da Audi (recém inaugurada no México) e 1 da VW nos EUA, no Tenessee.

      E finalmente, os manés ficam com essas comparações infantis, de quem é maior que quem. Ainda estão na fase de discutir qual tem o pipi maior.

      Não é isso que torna ou não relevante uma operação. A Opel tem 9% do mercado europeu, e mesmo assim é inviável. Porque? Simples. Não tem produto. Não tem tecnologia. Com isso, é orbrigada a vender o Astra muito mais barato que o Golf, e mesmo vende 1/6 do Golf.

      Isso que torna a Opel inviável.

      A VW pode não ser líder nos EUA, mas é altamente viável por vários motivos, mas o principal é que tem os melhores produtos, e os referenciais no segmento. São vendidos mais caros, e portanto mais lucrativos.


      Sua marca premium, a Audi, cresce consecutivamente a 76 meses. Os caros da VW nos EUA são os mais caros, e mesmo assim vendem muito em seus respectivos segmentos.

      E tanto a VW é viável e lucrativa nos EUA, que agora está fazendo uma ofensiva em SUV, com trocentos lançamentos no mercado americano, como Atlas, dois modelos de Tiguan, um novo SUV do Golf. A Audi coloca o Q5, um dos SUV´s mais vendidodos dos EUA. E a Porsche ainda é a marca de carros esportivos mais vendida dos EUA.

      Excluir
    2. Essa Carlota acusa nos outros os próprios chiliques...

      Analisar porcentagem é válido, porém irrisório
      enquanto a Chevrolet vender 135 mil carros no mês (2º lugar)
      e a VW 23 mil (14º lugar).

      Vamos aos números, aos fatos, como a chiliquenta gosta:
      Grupo GM em Janeiro nos EUA: 195,9 mil carros
      Grupo VW em Janeiro nos EUA: 41,0 mil carros (21% da GM)

      A GM tem mais fábricas, mais mercado, mais história nos EUA. Simples.
      A VW o mesmo na Europa e na somatória global. Também é simples.
      Mas como o que importa mesmo é o que chega em nosso mercado,
      a GM também vende mais no Brasil...

      Mas enfim, poucos aqui defendem marcas específicas, estão nem aí...
      Só respondem às chiliquices e ofensas do carlotinha mesmo,
      o pedro de lara dos blogs automotivos...

      Excluir
    3. Vamos aos fatos.
      A GM tem 40 fábricas nos EUA. A VW 1 só.
      A VW cresceu 23% em janeiro nos EUA.
      Só a Chevrolet tem 25 modelos à venda nos EUA. A VW tem 5.
      A Audi já HUMILHA a Cadillac nos EUA, vendendo muito mais.
      A GM em 1990 vendia e faturava 20 vezes mais que a VW.
      Hoje, o faturamento do Grupo VW em âmbito mudinal é umas 4 vezes o da GM.
      E enquanto a GM foi a falência em 2009, a VW tem em casa mais de 30 bilhões de Euros, que dá para comprar todo o controle acionário da GM e ainda sobra dinheiro para comprar o da Ford e do da FCA juntas.
      Não tem comparação. GM é muito menor que a VW. Não tem como competir. Tanto que colocou o rabo entre as pernas e saiu de fininho da Europa.
      E digo mais. A VW vai crescer muito nos EUA, e a GM não vai aguentar nem nos EUA.
      Veja que a Audi já HUMILHOU a Cadillac nos EUA. Pois bem, com a VW será a mesma coisa em relação á Chevrolet.

      Excluir
  4. É difícil competir com carros superiores mecanicamente e em nível de acabamento. O Golf espanca qualquer rival. É difícil ver carros com acabamento em plástico duro valendo 100k, enquanto a concorrência oferece produtos superiores. A GM não entendeu o recado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente! A GM me lança o Cruze e o Astra em 2016, sendo que esses dois ficam atrás em tudo do Golf, que chegou ao mercado europeu em 2012.
      A GM já tinha tirado a Chevrolet dos EUA, para evitar competição com a Opel. Agora desistiu também da Opel.
      Não tem como. A tecnologia da GM está 20 anos atrás da VW. Nos EUA a GM se sustenta vendendo essas aberrações como Silverado, Camaro e outras velharias com maquiagens.
      E o governo dos EUA atá inventou um dieselgate para tentar dar uma segurada na VW. mas não resolveu. Desde novembro de 2016 que as vendas da VW sobem consecutivamente.

      Excluir
    2. Carro é alemão, o resto é condução. kkkkkk

      Excluir
    3. Depende do alemão se for um serie 6,serie 7 m3 ,a6 ,a7,a8,RS3 pra cima concordo fora os porsches e Mercedes Benz os tops eu concordo agora n vem dizer q BMW 320 serie 1 ,a3 ,a4 é top q n é n meu caro

      Excluir
  5. Quem conhece sabe que a estratégia da Opel foi de reutilizar plataformas antigas em modelos "novos". Chevette, Monza, Astra, Vectra possuíram a mesma ou parte da mesma plataforma.
    O consumidor alemão descobriu essa estratégia nos anos 90. O brasileiro finge não ver a estratégia da Fiat no Brasil, que seja de requentar plataformas ao invés de investir em produtos realmente novos.
    Vide os exemplos:
    . Corsa, Ágile
    . Mille, Uno, Pálio, Strada, Idea, Mobi
    Ganha-se hoje, morre-se amanhã.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo tem seu preço né... e ele está sendo cobrado agora na saída da GM do Velho Continente!

      Excluir
  6. Não entendo como a Opel caiu tanto em 20 anos! e como subiu a VW...

    ResponderExcluir
  7. A estratégia é arrecadar fundos para investor não só em carros autônomos, mas investor pesadamente nos EUA, com a bênção do Trump!
    Aposto que depois dessa, ela vai desestir da aliança com a FIAT! Pobre da FIAT!

    ResponderExcluir
  8. A Opel será melhor administrada pela PSA do que pela GM que só sabe matar grandes marcas, ela é a quarta mais vendida da Europa e tem muito potencial.

    ResponderExcluir
  9. Os carros citados na matéria são excelentes, esse Vectra ainda acho o Design dele atual, e é muito interessante ver videos de entusiastas sobre esses carros no youtube, uma pena que a GM hoje não siga a linha da Opel no Brasil como foi no passado, Astra, Vectra, Kadett, Monza, deixaram saudades... Vamos ver como vai ficar essa mistura de alemão com francês....

    ResponderExcluir
  10. O blog da a entender que a GM está desistindo justamente porque a VW está dominando, quando não é isso o que acontece.
    Está abandonando porque não consegue mais seguir a qualidade que tinha antes, quando ficava bem a frente da VW. Em termos de design por exemplo, os carros ficam cansados muito rapidamente (olha a última geração do Vectra, Vectra GT e Corsa por exemplo). Ou seja, não consegue acompanhar o mercado e os concorrentes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A GM está desistindo porque simplesmente não consegue ter o lucro que queria com suas operações na Europa, a saída do reino Unido da UE só veio para piorar isso. A GM está fazendo o mesmo na Austrália. Creio que o design dos produtos e a qualidade não sejam problemas já que ela é a 4 mais vendida no continente europeu.

      Excluir
    2. Se não está tendo lucro, é porque não vende como deveria e está tomando prejuízo, seja pela qualidade, seja pelo design que cansa, seja por má gestão ou o conjunto dos fatores.

      Excluir
    3. O problema é a má gestão da GM, e o sindicato alemão que apenas atrapalha e não deixa a GM mudar a produção dos modelos para outros países, produzir na Alemanha é caro. Além disso tem a saída do reino Unido da UE que piora tudo, já que também há modelos produzidos lá. A marca não lucra muito mas também não dá mais prejuízos há uns 2 anos pelo que andei lendo.
      Além disso sem a Opel a GM não terá mais participação na Europa, já que a chevrolet não é bem aceita no velho continente.

      Excluir
  11. O que mais me preocupa é a re-análise dos investimentos no Brasil. Eu torço por uma recuperação do mercado automotivo como um todo no Brasil, o setor movimenta valores expressivos e emprega muita gente. Não torço por nenhuma marca, e sim pelo mercado, muito triste milhares de trabalhadores sendo mandados embora!

    ResponderExcluir
  12. A VW é mesmo o centro do universo.

    A GM está se retirando da Europa não por uma estratégia interna de investimento onde há retorno, mas sim porque não aguante a magnífica concorrência da VW.

    "ta serto".

    ResponderExcluir
  13. engraçado que aqui onde estou tem muito astra, mas muito mesmo rodando, ja desse modelo atual.
    Os carros atuais da Opel sao bons, tendo tecnologias atuais. Uma pena essas tecnologias nao irem pro Brasil e mais ainda uma pena a GM do Brasil ter parado de seguir os designs da Opel.
    A Linha da GM no Brasil se fosse constituida pelos carros daqui, seriam de nivel muito melhor que os atuais Onix, Cruze, Spin etc.
    Eu posso dizer com convicção que o Astra aqui tem tudo pra brigar com o Golf, mas eh aquela questao... Golf tem um leque muito grande, desde o Basico ate versao com 310cv, fora que muitos aqui levam em consideração questao de cambio (Vw mata a pau com DSG contra AT6 da Opel) e a capacidade de tunar, que pra VW/Audi tem N opcoes, ja pra Opel muito poucas.

    Enfim, a GM faz o que quiser com a Opel, so acho que esses carros deveriam rodar no Brasil.
    Mokka(vulgo Traker), Astra (o que seria Cruze), Zafira (spin), Corsa (onix) sao muito superior aos modelos no Brasil. Eu ja tive oportunidade de olhar esses carros na concessionaria e sao bem melhores de acabamento, equipamentos e beleza perto dos modelos vendidos no BR.
    Astra possui farois Led Matrix como os da Audi. (opcionais)

    No final tambem compraria um Golf, mas o Astra nao deixa de ser uma opcao e muito menos deixa a desejar em quesito equipamentos. Mas neh, a preferencia pela VW eh maior, em se tratando de Golf, isso eh mundial. Ainda esta pra nascer um carro pra bater o Golf.

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.