Car.blog.br

Pesquisar este blog

DS 7 Crossback: SUV premium para competir com Audi Q3

Categorias: , , 30 Comentários

A DS Automobiles, a marca de luxo do Grupo PSA, revelou o DS 7 Crossback, seu novo SUV compacto - um lançamento tido como crucial para a DS, já que não oferece um utilitário esportivo desde que foi criada em 2010 para desafiar as marcas de luxo alemãs Audi, BMW e Mercedes-Benz.

Citroen DS7 Crossback

A PSA está enfatizando as características e opções de luxo do DS 7 Crossback, incluindo cinco cores de ambiente interior diferentes e materiais e detalhes inspirados na alta costura. O primeiro DS 7 Crossbacks será vendido como um modelo especial chamado X 74 La Premiere, em tons de cinza, branco e preto.

Citroen DS7 Crossback

Um porta-voz do DS disse que o DS 7 Crossback vai competir contra carros como o Audi Q3, BMW X1, Mercedes-Benz GLA e Range Rover Evoque.

Citroen DS7 Crossback

O DS 7 Crossback partilha a sua plataforma EMP2 com o novo Peugeot 3008 e próximo Opel Grandland X. Haverá uma escolha de seis powertrains: dois motores diesel com 130 ou 180 cavalos de potência; três motores a gasolina com 130, 180 ou 225 cavalos de potência; e um híbrido plug-in elétrico-gasolina, all-wheel-drive, que a companhia diz que produzirá 300 cavalo-vapor.

Citroen DS7 Crossback

Uma transmissão manual de seis velocidades ou automática de oito velocidades estará disponível, dependendo do modelo. O DS 7 Crossback será construído plantas em Mulhouse, França, e Shenzhen, China.

Postagens relacionadas:

30 comentários:

  1. Pode ser bonito, recheado de tecnologia mas... um carro francês nunca será confiável como um alemão. A fama de frágeis e problemáticos (no mundo todo) remonta ao meio da década passada e essa imagem nunca mudou.
    Carros alemães não são feitos para andar somente nos tapetes europeus. São feitos para andar em qualquer terreno, qualquer clima, enfim, em qualquer lugar do mundo, seja ele desenvolvido ou não.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não são não. Tive um A4 2015 e uma 320 2013 que raspavam em qualquer protuberância maior nas ruas devido à baixa altura do solo e que maltratavam bastante os passageiros com sua suspensão dura e pneus de perfil baixo nas irregularidades das vias. Sem contar a sensibilidade à gasolina de péssima qualidade que é comercializada aqui, vícios de fabricação que não são reconhecidos pelas concessionárias brasileiras etc etc. Meu irmão ficou meses sem poder usar a c180 11-12 dele comprada zero, que apresentou problemas e começou a fazer muito barulho em partidas no frio por causa disso.
      Se não for "abrasileirado", "tropicalizado" ou como quiser chamar, qualquer carro alemão é pra Alemanha e países desenvolvidos mesmo. São ótimos carros, mas o Brasil se encarrega de desgastá-los rapidamente porque a priori, não foram feitos pra encarar tal realidade - ou arque com os 20 mil reais em qualquer peça que precisar trocar (e vai precisar).

      Excluir
    2. Um carro francês nunca será confiável como um alemão.... Blz fera! Vai fundo nesse pensamento aí!

      Excluir
    3. Estás mal informado camarada...isso foi no passado...hoje não deve nada a outras marcas similares!!!

      Excluir
    4. Esse Sr Vader sem noção sobre o mundo automotivo atual e começa a vomitar besteira é duro de aguentar! Ajuda aí gente!!!

      Excluir
    5. A dupla dos franceses Stéphane Peterhansel /Jean-Paul Cottret (Peugeot DKR 2008) é a campeã do Rally Dakar 2016. Este é o sexto título da dupla na categoria, o 12º de Peterhansel.
      Chupa que é de uva!!

      Excluir
    6. Sr. Vader, no seu ponto de vista está errado espere um pouco mais a frente depoooois você tira sua própria conclusão, ok?! É esperar para ver o que vai acontecer o mercado com Francês na Europa!

      Excluir
    7. O camarada fala isso mas deve andar de Etios... isso sim é carro.. fala ai ?

      Excluir
    8. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    9. E vc, Piero! Anda de DS ou de 206/C3?

      Excluir
    10. Meus carros são um pouco melhores. Mas eu preferia um Etios a qualquer outro similar francês.

      Excluir
    11. Rafael, pelo visto você acompanha bem o mercado mundial. Pode escrever, os franceses em alguns anos vão balançar o mercado europeu, lógico, considerando que os planos deles não sejam afetados por governos, guerras e afins.

      Excluir
    12. Carros ou motores franceses ja ganharam 13 títulos de f1.
      Realmente, francês não sabe construir carro.

      Excluir
    13. Pergunta : Já teve algum carro francês para falar com um mínimo de conhecimento de causa ? Eu já tive vários , japoneses, italianos, americanos e franceses todos comprados 0Km , esses últimos foram os que mais me agradaram e os que menos problemas deram, aliás, os piores foram os japoneses. Ainda não tive coreanos.

      Excluir
    14. Parabéns. Vc foi o único a ser feliz com um carro da PSA. Devia jogar na Mega Sena, porque a sorte está do seu lado.

      Todas as pessoas qu conheço que compraram carro da PSA tiveram transtorno. Não são muitos, de fato, porque o mercado reconhece os problemas dessas marcas e há poucos carros desses por aí.

      Graças a Deus nunca tive. Mas tenho japonês e alemão. E, ao contrário dos conhecidos que caíram no canto do cisne francês, aqueles que têm japonês e alemão e japonês vão muito bem obrigado.

      Isso sem contar a opinião de especialistas no mundo todo.

      Defensores dessas marcas somente aqueles que compraram e ficam falando bem na vã tentativa de reverter a perda imensa com a desvalorização desses verdadeiros micos de mercado.

      Excluir
    15. Cara, você falou francês. Por que não olha o nível de satisfação de quem tem Renault, por exemplo??

      Excluir
    16. Realmente, Leandro, você tem razão. Mas é que a Renault só é francesa na sede, pois, na verdade, incorporaram a filosofia da Nissan, que é Nipônica. Inclusive há até projetos em comum da Nissan/Renault com a Mercedes Benz.
      Fica aqui, então, registrada a meia culpa. Tudo o que comentei se refere à PSA e não à Renault.

      Excluir
    17. Tranquilo, reconheço que o grupo PSA talvez tenha em seu mix a maior variação de qualidade, produtos divinos e outros péssimos ao mesmo tempo, mas eles estão trabalhando para melhorar esse abismo, tanto que já fizeram parceria com a BMW e agora adquiriram a Opel.

      Excluir
  2. Ficou bem melhor, visualmente, que o Mitsubishi Eclipse SUV.
    Na semana que vem sai a nova geração do Volvo XC60.

    ResponderExcluir
  3. lindo!
    espetacular!

    Que frente maravilhosa

    que interior fantastico, todo digital.

    ResponderExcluir
  4. E verdade o que estão falando sobre o motor do novo gol si for acho é tome para quem comprou

    ResponderExcluir
  5. Bonito e luxuoso, mas compraria um carro da trinca alemã pelo preço.

    ResponderExcluir
  6. Acabamento lindo. Não sei a parte de power train.

    ResponderExcluir
  7. Nossa! Que fã clube ein?!
    Não vou ficar aqui trazendo recortes de reportagens, links, opinião de especialistas, pesquisa de satisfação, etc...
    Tirando a paixão de lado, carros franceses são mal vistos, sim. São problemáticos, sim. E estão longe de arranhar a supremacia dos alemães e japoneses. O mercado está aí para confirmar o que eu disse. E os realmente desinformados devem ler um pouco mais e verificar os números, bem como a opinião de especialistas.
    Quanto às competições, são outras divisões das mesmas empresas. Ninguém vai ao mercado com a Willians que o Alan Prost foi campeão em 93 e nem viajar de férias com a família com os carros que competem no Rally Dakar.

    ResponderExcluir
  8. Espetáculo este DS7.

    O interessante é que ele traz os novos direcionamentos de powertrain adotada pela PSA.

    O câmbio de 8 velocidades combinado aos THP's 180 e 225 são muito bem vindos.

    A plataforma híbrida de 300cv e tração integral, idem.

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.