Car.blog.br

Pesquisar este blog

Audi A3 1.4 Flex AT6 nacional trucida o Civic 2.0 Sport MT

Categorias: , , , , 102 Comentários

O canal Acelerados levou para a pista do autódromo Velo Cittá, nas mãos do piloto Rubens Barrichello, o novo Civic 2.0 Sport 2017 com transmissão manual, o que resultou em um tempo decepcionante, de 1:12,324 segundos.

Honda Civic x Audi A3 2017

O Civic 2.0 Sport, com motor 2.0 Flex de 150 cavalos, transmissão manual  e que adota um esquema de suspensão traseiro multilink, foi nada menos que 1,1418 segundos mais lento que o Audi A3 Sedan nacional 1.4 Flex, com câmbio Automático TipTronic, e suspensão traseira semi-independente por eixo de torção.

Honda Civic x Audi A3 2017

Aliás, o Audi A3 Flex nacional, com suspensão por eixo de torção e câmbio automático TipTronic, já tinha superado o Golf 1.4 TSI alemão, com câmbio DSG-7 e suspensão multilink.

Honda Civic x Audi A3 2017

Outro carro com suspensão multilink na traseira, motor 2.0 e transmissão de dupla embreagem, o Focus 2.0 Powershift, com tempo de 01:13,302 segundos, foi mais de 2 segundos mais lento que o Audi A3 1.4 Flex com eixo de torção e câmbio automático convencional TipTronic, que fez a prova em 01:10,906.

Ranking - Acelerados


RankModeloTempoMotorSuspensãoCâmbio
1VW Jetta 2.0 TSI1:09,4182.0 TSI 211 cvMultilinkDSG-6
2Audi A3 Sedan 1.8 TSI DSG-71:09,7581.8 TSI 180 cvMultilinkS-Tronic-7
3Honda Civic 1.5 Turbo CVT1:10,1661.5 Turbo - 173 cv MultilinkCVT
4Audi A3 1.4 Flex TipTronic01:10,9061.4 TSI Flex 150 cvEixo de torçãoAutomático 6
5VW Golf 1.4 TSI DSG01:11,2541.4 TSI Gas. 140 cvMultilinkDSG-7 (Dupla Embreagem)
6VW Jetta 1.4 TSI01:11,7171.4 TSI Gas. 150 cvMultilinkAutomático 6
7Cruze Sport6 1.4 Turbo01:11,7541.4 Turbo Flex 150 cveixo de torçãoAutomático 6
8Peugeot 408 THP01:12,0671.6 Turbo Flex 170 cveixo de torçãoAutomático 6
9Honda Civic 2.0 2017 Manual01:12,3242.0 Flex 150 cvMultilinkManual 6
10Cruze Sedan 1.4 Automático01:12,8451.4 Turbo Flex 150 cveixo de torçãoAutomático 6
11Ford Focus 2.0 Titanium01:13,0322.0 Flex 178 cvmultilinkDupla Embreagem 6
12Golf 1.0 TSI01:13,5691.0 TSI Flex 120 cvEixo de torçãoManual 6
13Fiat Bravo T-Jet01:13,9791.4 Turbo 150 cvEixo de torçãoManual 5
14Toyota Corolla 2.001:14,4192.0 Flex 153 cvEixo de torçãoCVT
15Hyundai HB20 1.601:14,5511.6 Flex 128 cvEixo de torçãoManual 6
16Honda Civic 2.0 EXR01:15,9712.0 Flex 155 vMultilinkAutomático 6
17Hyundai i30 01:16,1921.8 Gas. 150 cvEixo de torçãoAutomático 6
18Nissan Sentra 2.0 CVT01:17,2572.0 Flex 145 cvEixo de torçãoCVT
19Cruze Sport6 1.8 201501:17,2891.8 Flex 144 cvEixo de torçãoAutomático 6

Vídeo - Civic 2.0 Sport Manual



Vídeo - Audi A3 1.4 Flex Automático



Conclusão

O Audi A3 Sedan 1.4 Flex Nacional, com câmbio automático TipTronic e suspensão por eixo de torção é mais rápido na pista que o VW Golf 1.4 Alemão (câmbio DSG-7 e suspensão multilink) e mais rápido que o Civic 2.0 Sport MT, com suspensão multilink.


A suspensão por eixo de torção, usada no Audi A3 nacional, Golf nacional e Toyota Corolla, é um esquema mais robusto e confiável, e mais confortável, e que exige menor manutenção (e mais barata) que as suspensões multilink do Civic, Focus e Golf alemão. E, como se vê nos tempos de pista, produz também melhor comportamento dinâmico, pois os modelos por eixo de torção mostram-se mais rápidos que os multilink.

102 comentários:

  1. golf 1.0 na briga com os 2.0, parabéns pra VW pela sua nova gama de motores turbo

    ResponderExcluir
  2. Detalhe, o Civic é aspirado e o A3 é turbo. Fin, next.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Detalhe: motor do A3 1.4, motor do Civic 2.0.
      Detalhe: motor do A3 150 cv, motor do Civic 155 cv.
      Detalhe: CIvic com câmbio manual, A3 com câmbio automático com conversor de torque.

      Excluir
    2. A diferença de torque entre um motor turbinado/turbo e um aspirado de capacidade cúbica próximas (desconsideremos motores com litragem acima de 2.5 cm3) torna irrelevante o tipo de transmissão adotada. O que é fato é que não se pode comparar motor turbo com aspirado em questão de desempenho, especialmente em uma pista travada como a do teste. O 408 fez a volta em menor tempo entre os três, mesmo sendo automático (cambio pior que o piptronic), projeto antigo e suspensão molenga, porque? motor turbo - torque - retomada.

      Excluir
    3. O fato é que o Civic 2.0 tem 155 cv, e o A3 1.4 flex tem 150 cv.
      Pior: o audi adota câmbio automático tiptronic, enquanto o Civic tem manual de 6 marchas, que é muito melhor em pista.
      E mesmo assim o Civic 2.0 mais potente e com câmbio melhor para pista foi HUMILHADO pelo Audi. Fatos, apenas fatos. Não adianta ficar com mimimi. O Audi enficou mais de 1 segundo no Civic.

      Excluir
    4. E o civic touring que tem um motor com capacidade volumétrica bem próximo ao do A3, câmbio CVT e enfiou 0,8seg no mesmo? Vai falar que não é concorrente pois é mais caro?
      Até onde eu sei, mais caro por mais caro, o Golf também é o mais caro do segmento na versão topo de linha e o Jetta da mesma forma.
      A3 é um baita carro, belissimamente construído e acertado, mas comparar um turbo com um motor aspirado de potência praticamente igual, faça-me o favor.

      Excluir
    5. E o civic touring que tem um motor com capacidade volumétrica bem próximo ao do A3, câmbio CVT e enfiou 0,8seg no mesmo? Vai falar que não é concorrente pois é mais caro?

      O preço do Civic Touring o coloca como concorrente do A3 2.0 Ambition, que é mais de 4 segundos mais rápido nessa pista.

      Até onde eu sei, mais caro por mais caro, o Golf também é o mais caro do segmento na versão topo de linha e o Jetta da mesma forma.

      Mentira em ambos os casos. O Golf é o mais barato do segmento. O Golf 1.0 TSI que humilhou o Focus 2.0 aí custa R$ 77 mil reais. O Jetta 2.0 TSI sai a R$ 115 mil e enfia 5 segundos no Civic 1.5 Touring de R$ 125 mil reais.

      A3 é um baita carro, belissimamente construído e acertado, mas comparar um turbo com um motor aspirado de potência praticamente igual, faça-me o favor.

      Mimimi. Se a Audi e VW tem tecnologia para colocar motor turbo flex no mercado, e a Honda não tem, problema da Honda. E ela passa vergonha, tomando mais de 1 segundo de um A3 1.4 Flex que tem menos potência que o Civic 2.0 de 155cv.

      Excluir
    6. "O fato é que o Civic 2.0 tem 155 cv, e o A3 1.4 flex tem 150 cv." Se estamos falando acerca da tecnologia, o número de cv pouco importa. O correto seria citar a relação peso/potência.

      Excluir
    7. Alguns testes no dinamômetro, apontaram mais de 170 cv nesse motor 1.4T do grupo VW.

      Excluir
    8. "Detalhe, o Civic é aspirado e o A3 é turbo. Fin, next."

      É isso mesmo, a discussão deveria ter se encerrado aqui. O torque dos carros turbinados faz muita diferença nesse circuito travado do Acelerados (o próprio Rubinho já disse isso diversas vezes).
      E o Audi é em torno de 50kg mais leve também.

      Se fosse para escolher entre os dois, eu escolheria o novo Civic Sport, manual mesmo.
      Transmissão boa é a DSG (6 ou 7). Se não tem DSG, vai manual.
      CVT? Nem de graça.


      Excluir
    9. Ai e problema de quem oferece motor aspirado para os clientes. O número de cavalos ate supera do A3. Isso é a prova de eficiência de uma empresa. Parabéns pela iniciativa. Viva a concorrência. O Brasil precisa ser bem trado

      Excluir
    10. Esse Carlos4Carros não sabe nada de carros. Achar que o Civic com motor aspirado deveria ser mais rápido que um motor 1.4 Turbo só por que tem alguns cavalos a mais... Patético.

      Excluir
    11. Daniel, não adianta falar em torque, a galera só vê cavalaria. Pro consumidor final, essa diferença de tempo de segundos, não fará diferença alguma. Essas informações são boas pra torcedores de modelo e marca, que gostam de ficar brincando de super trunfo.

      Excluir
    12. Sim, é claro que os 1,2 segundos que o A3 1.4 eixo de torção enrabou no Civic 2.0 multilink não faz diferença ou não para o uso no dia a dia. Mas lembre-se que o Audi é muito mais rápido, mais macio, mais confortável, mais econômico e de manuteção mais barata e com suspensão mais robusta que o Civic. E isso sim faz diferença para o consumidor.

      O A3 1.4 eixo é um carro de maior qualidade e mais adequado ao Brasil, enquanto o Civic é uma adaptação, uma gambiarra do Civic americano para o Brasil, com elevadas inadequações, como essa suspensão multilink que não é indicada para uso no Brasil.

      E, além disso, o que se discute aqui é a qualidade da tropicalização dos modelos vendidos no Brasil, e, em última análise, a qualidade da engenharia das marcas.

      Observe que a Audi e a Volkswagen demontram respeito pelo consumidor brasileiro, ao oferecer carros como o Audi A3 1.4 Flex e o Golf TSI, com suspensões traseira por eixo de torção que se mostram mais confortáveis, mais robustas e de manutenção mais barata, e ainda superiores em termos dinâmicos às suspensões inadequadas para o Brasil, chamadas de multilink, usadas em Civic e Focus.

      Por que isso? Simples questão de custo. Para reduzir seus custos e aumentar seus lucros, Honda e Ford colocam no mercado brasileiro carros como o Civic e o Focus, com suspensões menos adequadas ao piso brasileiro, que são as multilink, que são esquemas complexos, caros, pesados e de manutenção caríssima.

      Pior: a suspensão multilink do Civic e do Focus desalinham a traseira com facilidade, basta cair em um buraco mais pesado, que lá se vai o alinhamento da traseira. E aí, os pneus começam a se deteriorar aceleradamente.

      Ou seja, Honda e Ford não fizeram o serviço correto de tropicalização, pois colocam no Brasil carros com suspensão adequada para andar em pisos "bunda de nenê", como os da Europa e EUA. Resultado: Civic e Focus são carros mais duros, mais baixos (ralam mais em valetas e lombadas), com manutenção mais cara e frequente, pois Honda e Ford optaram por economizar e colocar no Brasil suspensões inadequadas para o piso brasileiro.

      Já Audi, VW e Toyota tem uma postura, ao meu ver, bem mais respeitosa ao consumidor brasileiro, pois elas optaram por gastar mais, e colocar em seus carros vendidos no Brasil (Corolla, Audi A3 e Golf) um conjunto de suspensão traseiro semi-independente por eixo de torção, que, além de se mostrar bem mais eficiente e eficaz em pista (como ficou claro pela enrabada que o Audi A3 nacional deu no Golf importado e no Civic nacional), é uma suspensão mais robusta, que não exige manutenção jamais do eixo traseiro, pois este não desalinha nunca, mais leve, e mais confortável, pois permite um ajuste de suspensão mais elevado (adequado ao piso brasileiro) e mais macio, sem comprometer a estabilidade (observe que o Audi nacional é mais estável e seguro que o Civic Sport e que o Golf importado).

      então, é disso que se trata: Audi e VW não mediram esforços, e incorreram em custos mais elevados, sacrificando seus lucros, para oferecer no Brasil carros efetivamente adequados à realidade brasileira, carros mais seguros (dinâmicos), robustos e confiáveis, enquanto a Honda e Ford optam por uma solução meia boca, uma gambiarra, que é colocar uma suspensão traseira multilink totalmente inadequada ao piso brasileiro, apenas para reduzir custos e aumentar lucros.

      Excluir
    13. BOBAGEM! Todo mundo sabe que todo motor turbo esconde potência, por vários motivos... Esse 1.4 Tsi deve ter seus 170 cv, juntando isso com o torque e o baixo peso do carro, nada mais esperado do que ele andar mais do que um 2.0 aspirado, ainda que seja manual. Não fez mais do que sua obrigação.

      Excluir
  3. trucida é um termo exagerado, ele foi mais rápido, só isso

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse blog não é imparcial. É muito engraçado ver quando tem aumento no valor dos carros da vw e Audi e eles publicam "valorizou" ou "progressão nos preços". Aí vem a Carlota toda ouriçada kkkk. Os carros da vw/audi são melhores realmente, mas trucidam é um exagero completo.

      Excluir
  4. Civic "sport".. piada

    Do jeito que tá vou comprar um palio, colocar uns adesivos e chamar de esporte kkk.. Aliás, ja existe hahaha

    ResponderExcluir
  5. Entendo que o eixo de torção realmente seja mais robusto, entretanto falar que o mesmo é mais dinâmico é brincar com a inteligência dos leitores. Levando apenas em consideração o aspectos de embreagem tiptronic e suspensão por eixo de torção como trunfos no tempo de volta melhor. Enquanto que na verdade o trunfo vai para a construção do veículo em si, sua estrutura. Carros alemães são bem melhores em estrutura que seus correntes nipônicos, franceses e americanos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A3 sedan nacional tiptronic com eixo de torção foi mais rápido que o Golf 1.4 tsi dsg-7 com multilink. E os dois são alemães. Aliás, o Golf é alemão, e o Audi fabricado no Brasil.
      E o Audi brasileiro com tip e eixo foi mais rápido que o Golf alemão com dsg e multilink. Os dois são o mesmo carro, mesmo motor, só muda a suspensão traseira e o câmbio. E o com câmbio tip e suspensão por eixo foi mais rápido que o dsg e suspensão multilink.
      fatos. apenas fatos.

      Excluir
    2. Só um detalhe : o Combustível utilizado no Audi foi Etanol. No Golf foi Gasolina, ou seja, faltou igualar este detalhe que na prática faz diferença. Pra não houver dúvidas, seria mais equilibrado colocar o Golf nacional pra ver a diferença.

      Excluir
    3. Mas você não fala que o o audi a3 nacional tem 10cv a mais e ainda abastecido com etanol né Carlos?

      Excluir
    4. Mas você não fala que o o audi a3 nacional tem 10cv a mais

      MENTIRA. A3 1.4 TSI tem 150 cv tanto com gasolina quanto com etanol.

      Excluir
    5. Só um detalhe : o Combustível utilizado no Audi foi Etanol. No Golf foi Gasolina,

      O A3 Flex tem 150 cv tanto com gasolina quanto etanol. É indiferente o combustível usado.

      Excluir
    6. Vc vive dizendo que esse pessoal que só olha ficha técnica é mané e blábláblá.... E é isso que vc tá fazendo agora! Todo mundo sabe que na prática há diferença SIM na aceleração e retomada no Etanol.
      Vamos ser mais justos na comparação, por favor!

      Excluir
    7. O teste no golf alemão foi feito em pista "suja" conforme o Rubinho cansou de salientar. Velocitta em obras naquela época.

      Excluir
    8. O Golf teve é vantagem, pois o Golf foi testado em pista quente, com mais aderência e favorecendo a estabilidade.
      O vídeo é claro, a pista está ótima, e em apenas 1 curva, que o carro já tinha apontado á reta, levantou uma poeirinha. E o A3 nacional eixo de torção tiptronic colocou 4 décimos de segundos no Golf tsi dsg-7 multilink.

      E o Golf não o único carro multilink enrabado pelo A3 eixo de torção.
      O A3 Sedan eixo de torção enrabou o Civic 2.0 (que tem 5 cv a mais que o Audi), o Focus 2.0 (que tem 28 cv a mais que o Audi).

      Excluir
  6. Essa é a hora que dá um nó na cabecinha dos "speçialistas" de ficha técnica e revistinha. Repetem como papagaios o que outros ""speçialistas" de ficha técnica" dizem, e são desmentidos pelos fatos.
    Outro dia vi um teste no youtube do carplace do daniel messeder com o golf 1.0 tsi. O cara falou um monte de besteira. Disse que o "Golf 1.6 nacional é o único golf aspirado do mundo". Besteira. O Golf 7 vendido na china tem motor 1.6 igual ao nosso. O Golf 1.6 fabricado no México e vendido na |Argentina tem motor aspirado.

    mas a maior pérola foi dizer : "neste golf 1.0 tsi não tem suspensão multilink do importado".:

    BUUUMMMMMMMMMM Levou BOMMMMMMMMMBBBBBBBBBBBBBAAAAAAAAAAAAA!!!

    Todos os Golf 1.0 TSI MT ou DSG vendidos no planeta usam suspensão por eixo de torção. Todos.

    Então, tem um monte de macaquinho amestrado que ouve o que esses "peçialistas" dizem e saem repetindo...

    Só que aí eles não conseguem explicar esse resultado aí.

    A3 nacional eixo + Tip >> rápido que Golf alemão DSG + Multilink.

    A3 tip + Eixo enrabando o Civic MT 2.0 mais multilink.



    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O que eu não consigo explicar é:
      SE EIXO DE TORÇÃO + TIPTRONIC É MELHOR QUE DSG + MULTLINK
      Porque a linha do Golf TSI 2018 lançada na Europa não usa esse conjunto em todas as versões???????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????

      Excluir
    2. *** me refiro as versões 1.4 e 1.5 por exemplo...

      Excluir
    3. O que eu não consigo explicar é:
      SE EIXO DE TORÇÃO + TIPTRONIC É MELHOR QUE DSG + MULTLINK
      Porque a linha do Golf TSI 2018 lançada na Europa não usa esse conjunto em todas as versões???


      BUUUUMMMMMMMMMMMMMMM!!!! Levou BOMMMMMMMMMMMBBBBBBAAAAAAAAA!!

      - Todos os Golf 2018 vendidos na Europa 1.0 TSI, Golf 1.5 TSI Bluemotion usam eixo de torção.
      - Todos os Golf 2018 TDI vendidos na Europa usam eixo de torção;
      - Todos os Golf 2018 GTD usam eixo de torção;

      Multilink só é aplicado em Golf com velocidade máxima acima de 215 km/h, como Golf 1.5 TSI não Bluemotion e o GTI.

      Favor pesquisar antes de relinchar.

      Excluir
    4. Carlos, realmente não tem como te contestar, se o Civic Touring é mais rápido, vc menciona que o pelo valor deveria competir com o A3 2.0 ..... só que o CIVIC É 1.5 com carroceira maior e o cambio é CVT, excelente para consumo mas péssimo para desempenho.se ou seja Honda 1.5 trucidou VW/Audi 1.4, se o Golf Multilink DSG fosse de qualquer outra marca, e perdesse para o A3 com o Cambio Tiptronic com eixo de torção .... Cara eu nem iria ler os comentários ..... Por curiosidade que carro vc tem?

      Excluir
    5. vc menciona que o pelo valor deveria competir com o A3 2.0 ..... só que o CIVIC É 1.5 com carroceira maior e o cambio é CVT, excelente para consumo mas péssimo para desempenho.

      É fato. O Civic 1.5 Touring custa um Golf GTI ou um A3 Ambition 2.0. É em preço que se define o competidor.


      e ou seja Honda 1.5 trucidou VW/Audi 1.4

      Não "trucidou" ´nada. O Civic é 1.5 turbo, com 180 cv, e o A3 1.4 Flex com 150 cv. O Civic tem obrigação de andar mais. Mas andou ridículos 0,8 segundos, mesmo tendo maior entre-eixos e o mesmo peso.
      Detalhe: o Civic 1.5 Turbo custa o mesmo que o A3 2.0 Ambition, que é 4 segundo mais rápido que o Civic Touring.






      Excluir
    6. vc mesmo me deu a resposta 1.5 da Honda mais eficiente que o 1.4 da VW/Audi, ja que tem 173 Cv contra os 150, em consumo os carros se equivalem, os preços de tabela tbm... o Civic cerca de 18 cm maior e 90 kg a mais pesado..... mas o japonês perdeu e feio em desempenho para o seu concorrente direto dentro do grupo VW o Jetta 1.4 TSI, procure o video da Full... Nenhum carro é melhor que o outro em todos os quesitos, pelos números de desempenho para mim empate técnico, não sou piloto e não vou forçar o meu carro como fazem nos testes.... Audi, Honda ou Toyota para mim quem comprar vai ter bons carros, mto caros mas bons carros...

      Excluir
  7. Queria saber onde está aquele monte de mané, alguns inclusive jornalistas da Quatro Rodas, que escrevem que o "Focus tem comportamento mais esportivo em curvas que o Golf"? Que ridículo.
    A 4 Rodas escreve isso no comparativo do Golf, e aí o Focus 2.0 toma uma benga de um Golf 1.0 TSI ? Pior: O Focus de 178 cv e câmbio de dupla embreagem toma mais de 2 segundos do A3 com motor de 150 cv e câmbio automático.
    Em resumo: os manés escrevem um monte de bobagens e são desmentidos pelos fatos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E tem. Em termos de comportamento dinâmico, assim como o Golf, o Focus é referência nos segmentos em que está. O que "mata" o carro em pista é o câmbio que não tem nem de longe a esportividade de um DSG por exemplo.
      Com relação ao Golf 1.0 TSI, que usa um câmbio manual que, segundo você mesmo, é MUITO MELHOR PARA PISTA, o Focus obteve uma vantagem bastante significativa. Favor ler o ranking novamente caso tenha ficado em dúvida.
      E com relação ao A3, não é vergonha nenhuma ter ficado atrás de um carro referência em estabilidade, 150kg mais leve e, claro, Turbo.

      Fatos. Apenas fatos

      Excluir
    2. E tem. Em termos de comportamento dinâmico, assim como o Golf, o Focus é referência nos segmentos em que está. O que "mata" o carro em pista é o câmbio que não tem nem de longe a esportividade de um DSG por exemplo.

      O Focus 2.0 Powershift e suspensão multilink com motor de 178 cv tomou mais de 4 segundos do Audi A3 com motor de 150 cv (quase 30 cv a menos), câmbio automático e suspensão por eixo de torção.

      Como se não bastasse, o Golf 1.0 TSI (125 cv e eixo de torção) foi apenas 0,5 segundo mais lento que o Focus 2.0 Powershift (178 cv - 53 cv a mais que o Golf, e câmbio dupla embreagem).

      O Focus 2.0 anda junto com o Golf 1.0. Isso é "comportamento dinãmico"? Não. Isso é VERGONHA DINÃMICA.

      Excluir
  8. Ué, kd o civic touring nesse ranking? Se não me engano ele ficou à frente do audi a3...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Civic Touring custa 125 mil e concorre com o Golf GTI e o A3 Ambition.
      E o Golf GTi fez a pista em 2,07, e enraba o Civic em mais de 4 segundos.
      O A3 Ambition tem o mesmo motor do GTi e vai emrabar o Civic do mesmo jeito ou até pior.
      Civic Touring concorre com Golf e Audi 2.0.
      O A3 1.4 tem faixa de preço do Civic 2.0, e o Civic 2.0 é mais potente também, tem 155 cv, contra 150 cv do Audi,

      Excluir
    2. quem concorre com gti é o SI fera, logo verás ele, ai a gente conversa ....

      Excluir
    3. Pra contar com os opcionais do civic touring, o A3 1.4 chega fácil no mesmo valor do Honda ou até ultrapassa! São obviamente concorrentes diretos de quem pensa em gastar até 130k em um seda. Na real o civic aspirado concorre com o jetta 1.4.

      Excluir
    4. Pra contar com os opcionais do civic touring, o A3 1.4 chega fácil no mesmo valor do Honda ou até ultrapassa!

      MEntira. O Audi começa em 106 mil reais. No Preço do Touring, tem Audi A3 2.0 Ambition que é infinitamente mais completo que o Civic, e ainda é um carro premium. O Civic é um carro boqueta generalista que não chega no chulé nem mesmo do Golf.
      Bata a porta de um Civic e de um Golf. E veja como o Golf é infinitamente mais bem construído. O Civic parece porta de plástico.

      Excluir
  9. "focus 2.0 tomar benga de golf 1.0 tsi "? aonde isso,
    caso de internação.

    ResponderExcluir
  10. Resultado do civic pra mim eh indiferente, nunca compraria um civic por dois motivos:

    traseira ridicula e cambio cvt

    Agora o A3 ja compraria porque apesar de ser sedan ele eh pequeno, espaço interno da e sobra pra meu uso e eh um carro, NA MINHA OPINIAO, com design mais bonito de todos.
    Sou suspeito falar, pois temos um 1.8T 2016. Carro eh top. O 1.4 so ta faltando um pouco de carinho da Audi na hora de equipar, pois esta caro.
    Deveria na versao de 115mil ter couro, ar digital, roda 17, sensor dianteiro, piloto automatico e ainda assim fica devendo alguns equipamentos em comparação com seus concorrentes. Mas ja estaria beem, beeeeem melhor do que essa versao bem peladê que estao oferecendo por estratosféricos 115mil. Compensa comprar Jetta 2.0TSi ou um Golf Highline com pacote elegance e teto.

    Enfim... Audi mandou bem.

    ResponderExcluir
  11. Golf 1.4 multi link dsg andou com a pista ridiculamente suja naquele teste. Por favor o sistema adotado para vw/Audi pode sim ser mais robusto e confiável. Mas dizer que é melhor em relação a desempenho em pista...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Golf 1.4 multi link dsg andou com a pista ridiculamente suja naquele teste.

      MENTIRA. A pista estava seca, e o clima mais quente, até melhor pois dá mais aderência para o motor. Teve apenas 1 poeira em uma curva, que levantou em apenas 1 curva, e quando o Barichello já estava apontando para reta.
      Na real, o Golf teve pista até melhor.



      Por favor o sistema adotado para vw/Audi pode sim ser mais robusto e confiável.


      Sim.é.


      Mas dizer que é melhor em relação a desempenho em pista...


      Não é uma questão de dizer. Ë de fato. O A3 com eixo de torção foi 0,4 segundo mais rápido que o Golf multilink.

      Excluir
    2. Dá mais aderência para o motor? Como assim???

      Excluir
    3. Assista novamente o episódio em que Golf, Bravo e Focus foram à pista. Estava suja sim e em obras. Tanto é que o Focus Fastback foi 0,3seg mais rápido do que o Hatch, tendo praticamente o mesmo peso e, obviamente, o mesmo conjuntos mecânico e de suspensão.

      Fatos. Apenas fatos

      Excluir
    4. Assista novamente o episódio em que Golf, Bravo e Focus foram à pista. Estava suja sim e em obras.

      MENTIRA. Pista limpa e temperatura mais alta que quando foi feito o teste do A3. Em apenas 1 curva, quando o carro já estava apontado, levantou 1 poeira. E o A3 nacional enrabou o Golf alemão em 0,4 segundos.

      E o Golf 1.0 TSI (com suspensão com eixo de torção) agora foi apenas 0,5 segundos mais lento que o Focus 2.0 Powershift (multilink). Suprema vergonha para o focus.

      Excluir
  12. Ok, Muito bem. O golf a que se refere é o importado, ano 14/15, monocombustivel de 140 cv, dsg-7 seca, suspensão multilink, cx de 0,318. E nem precisa pesquisar muito pra saber que um Audi é melhor construído que o VW. No caso do A3 nacional, mesmo sendo o mesmo motor, pelo fato de ser flex ganhou mais cv, cerca de 28. Isso por si só ja faz diferença. Com cx de 0.30 e pelo fato de ser sedã, a dinâmina é um pouco melhor em pista. Se vc pegasse os dois carros com mesma configuração em todos os quesitos, ainda assim, o audi ganharia pela estrutura do carro. Agora contra os concorrentes da matéria, volto a dizer, mesmo que civic tenha multilink e tenha a cavalagem parecida com o A3, sabemos muito bem que Audi é melhor construído estruturalmente. Esse é o grande mérito de um carri premium.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sabemos muito bem que Audi é melhor construído estruturalmente. Esse é o grande mérito de um carri premium.
      Que besteira. O A3 nacional e o Golf são feitos na mesma fábrica, na mesma linha de montagem.
      Inclusive o Golf se saiu tão bem quanto o Audi no teste de longa duração da Quatro Rodas.
      Tem cada mané aqui. Audi e Golf são feitos na mesma fábrica. Então que a fábrica pensa: "Ah, agora vamos fazer um Golf, então vamos piorar nosso processo produtivo. mexe nas máquinas e etc, para fazer o carro pior. A[i depois, vai fazer um Audi na mesma linha. Entao mexe tudo de novo para fazer um carro melhor"?!!!??"

      na boa, quantos idiotas que vc acha que tem na VW/Audi.
      Aprende uma coisa mané: Golf e A3 são o mesmo carro, feitos na mesma linha de montagem, com a mesma plataforma MQB, mesmo motor, mesmo câmbio, mesma suspensão, mesma direção.

      Excluir
    2. Apenas a título de curiosidade, aqui na Alemanha, o Golf a diesel faz barulho de carro a diesel, normal. Já o A3 a diesel, tem quase o mesmo nível de ruído externo de um carro a gasolina, assustadoramente silencioso, ou seja, os materiais utilizados como isolantes são diferentes. E como!

      Excluir
  13. A certas coisas que são totalmente irrelevantes na vida prática...É mais rápido e daí? Cada um tem uma forma de dirigir, para mim que sou típico "marcha lenta" isto nem infloi e nem contriboi.

    ResponderExcluir
  14. "Golf e A3 são o mesmo carro, feitos na mesma linha de montagem, com a mesma plataforma MQB, mesmo motor, mesmo câmbio, mesma suspensão, mesma direção."
    Já que vc detém mais conhecimento, pq o Audi ainda anda mais que seu primo "do povo"?
    Seja mais humilde. Todos aqui são leitores e entusiastas por carros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Porque o Audi é nacional, com suspensão por eixo de torção, que é melhor que a multilink em velocidades de até 200 Km/h. Como nem o Golf quanto o Audi fazem curva acima dessa velocidade, a suspensão do A3 nacional se sobressai. Além disso, o A3 tem um motor ligeiramente mais potente, mas o Golf tem um câmbio mais rápido (DSG) porém muito menos suave e silencioso e menos robusto que o câmbio do A3.
      Então, o A3 nacional é um carro superior ao golf importado.

      Agora, mas quando compara o Golf importado com o A3 importado, aí o golf é melhor, veja no comparativo da Auto Bild:

      http://www.car.blog.br/2013/05/golf-gti-7-supera-bmw-125i-focus-st.html

      http://www.car.blog.br/2014/01/golf-vence-comparativo-com-bmw-audi-e.html

      Excluir
  15. Só pra constar, O CIVIC tem menos Torque, mais pesado e tem menos HP. Nem coloco ficha técnica(teoria), mas a realidade, pois me lembro que esse motor TSI, tem por volta de 170 cv, e na casa dos 28,5 kgfm, apontados por dinamômetro, portanto o Civic é inferior sim ao AUDI, mas em comparação ao CIVIC Touring 1.5, os testes apontam 173 cv e torque na caca dos 25 kgfm, isto é, parelho com o AUDI, e Sim o CIVIC 1.5 TRUCIDA o AUDI 1.4 ....KKKK...
    Quem quiser comprovação, coloque no youtube e tirem suas conclusões.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Civic Touring 1.5 Turbo custa R$ 125 mil reais. Nesse preço ele concorre com o Audi 2.0, que gira em 2,07, e enraba o Civic Touring em mais de 4 segundos.

      Excluir
  16. Resultado óbvio pq O torque do A3 é muito maior...mas o Carlos só fala q o Civic tem mais potência e mesmo assim perdeu o comparativo...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Civic tem 155 cv, e usa câmbio manual de seis marchas. O A3 tem 150 cv e um câmbio automático de conversor de torque. Fatos. Não gostou, reclama com a Honda.

      Excluir
    2. o A3 tem muito mais potencia do que o divulgado, pode ir no canal da Fullpower,a real potencia dele é 176,8cv e 30,2kgfm além do preço dele ser superior ao Civic em torno de 20.000,00. Eu gosto muito do A3, inclusive tenho, o carro é superior mas vamos admitir e levar em conta o valor e a potencial real dele. Os 2s de diferença esta proporcional e coerente.

      Excluir
  17. Este teste de pista deixa bem claro o magnífico trabalho de tropicalização que a Audi e a VW fizeram no Golf/A3 nacionais.
    Fizeram as melhores escolhas de conjunto mecânico para cada versão.

    O Golf 1.0 TSI/1.4 TSI e Audi A3 1.4 TSI - carros que chegam a até 200 km/h, e para famílias. Então nessa situação usaram a melhor suspensão possível, traseira eixo de torção, que é mais macia, mais robusta, e de manutenção baratíssima. mais confortável. E ainda colocaram o melhor câmbio automático de 6 marchas do mundo, o AISIN de 5 marchas (câmbio que a Audi usa apenas nos modelos topo de linha na Europa).
    Com isso, fez um carro robusto, que aguenta os buracos brasileiros, mais macio, de manutenção muito mais barata (não desalinha nunca o eixo traseiro, sendo que o multilink desalinha e é mais caro para consertar), e uma transmissão automática mais robusta, mais suave e que não dá manutenção jamais.

    Aí, para os modelos esportivos desses carros, o A3 2.0 Ambition e o Golf GTI, que usam motor 2.0 de 220 cv e chegam a 245 km/h, então, neste caso, colocaram uma suspensão multilink (mais cara, mais dura, mas que é melhor em curvas acima de 200 km/h, e exige alinhamento do eixo traseiro e é mais cara, mas supõe-se que quem compra um carro que anda a 245 km/h, fará curvas acima de 200 km/h, então neste caso usa-se a suspensão mais cara),, e o câmbio DSG-6 marchas de embreagens lubrificadas a óleo.

    em resumo: uma escolha perfeita e racional de opções, maximizando o benefício para o consumidor. E lembre que o A3 com eixo de torção e AISIN 6 marchas foi mais rápido que o Golf 1.4 TSI DSG multilink, mostrando que o ajuste feito no Brasil é excepcional. VW/Audi estão de parabéns com a tropicalização do Golf e A3. Não economizaram.

    Agora, Honda e Ford fazem gambiarras. Colocam Civic e Focus no Brasil com suspensões inadequadas, multilink, mais duras, ruidosas e que exigem manutenção muito mais cara. Honda e Ford, se respeitassem o consumidor, fariam como VW e Toyota, colocando suspensões adequadas ao piso brasileiro.

    Portato, Parabéns VW, Parabéns Audi. Toyota e Ford: respeitem o povo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A VW tem ESP em toda sua linha, ainda que seja opcional? O UP brasileiro tem ESP? E os comercializados em outros países? A Ford tem ESP em toda sua linha? Respeito ao consumidor está na disponibilidade de itens de segurança ou no tipo de suspensão oferecida? Depende do que é importante pra cada um de nós. Toyota, de fato, não respeita seus consumidores quando se trata de segurança ativa.

      Excluir
    2. Carlos, concordo que a tropicalização facilitou o A3 1.4 de entrada ter mais boa fama. Porém, se barateou o custo do carro com um cambio e suspensões mais baratas, porque o carro subiu tanto? Ourta dúvida, se é TÃO BOM assim, porque lá fora nao esta sendo aplicado esse câmbio nesse carro e essa suspensão...?
      Ademais, tiraram a lanterna led traseira do modelo 1.4. enfim...
      Eu como proprietário de um A3 1.4 importado, por mais q nos testes, "aparentemente" mostrem ser um carro melhor, gostaria muito que o A3. S-TRONIC 1.4 multilink tivesse a potencia aumentada pra 150hp e colocasse ele na pista vs um 1.4 AISIN barra de torção. Ai eu acho que poderia dizer que o carro melhorou ou nao... Se vc olhar no Acelerados, o Rubens Barrichelo esculacha a transmissão do A3 nacional dizendo que ela tem 1 segundo de perda por ser lenta...
      Volto a dizer, a comparação A3 1.4 nacionar com Golf 1.4 dsg nao é real por varios motivos inclusive aerodinâmicos que do A3 é bem melhor....
      Essa sua insistência aparentemente não idônea é estranha. Mas enfim. Hoje, na minha opinião de dono, eu nao iria num a3 nacional e sim num jetta. a3 so o 2.0. esse sim.

      Excluir
    3. Porém, se barateou o custo do carro com um cambio e suspensões mais baratas, porque o carro subiu tanto?

      Como barateou o carro? O A3 nacional usa um câmbio de conversor de torque. Esse câmbio só é usado em modelos top da Audi. Sò o A4 acima de motor 3.0 V6 Biturbo é que usa o câmbio de conversor de torque. Todos os audi A6 usam câmbio de conversor de torque. Todos os Audi A8, A7, todos os audi Q5 e todos os Audi Q7 usam câmbio automático de conversor de torque. E esse A3 nacional usam câmbio de conversor de torque.
      O câmbio S-|Tronic automatizado do seu carro é feito pela Audi, internamente, enquanto o câmbio automático de conversor de torque do a3 sedan nacional é importado da japonesa AISIN, que tem 30% de participaçaõ da Toyota.

      Por favor, amigo, não saia relinchando o que te falaram por aí. Só besteira. O A3 nacional é um carro mais caro, com suspensão e câmbio mais robustos que os importados. E, ainda por cima, o a3 nacional tem motor flex 28 cv mais potente, é infinitamente mais robusto, não dá manutenção jamais na traseira, e ainda por cima o A3 nacional HUMILHA o A3 importado na pista. HUMILHA. O seu a3 tem câmbio, suspensão e motor mais fraco. O A3 nacional tem motor mais forte, câmbio mais caro e suspensão mais robusta.

      E por isso, o A3 nacional HUMILHA o importado na pista. Os dados estão todos aí. Só relincha quem quer relinchar mesmo.


      Ourta dúvida, se é TÃO BOM assim, porque lá fora nao esta sendo aplicado esse câmbio nesse carro e essa suspensão...?

      Lógico que está aplicado. Todos os Audi TDI, todos os AUdi a3 com menos de 130 cv, todos os audi TSFI 1.0 usam o esquema de suspensão traseira por eixo de torção, que além de mais robusta, no teste do acelerados se mostrou bem mais rápida.

      Excluir
    4. Ademais, tiraram a lanterna led traseira do modelo 1.4. enfim...
      Eu como proprietário de um A3 1.4 importado, por mais q nos testes, "aparentemente" mostrem ser um carro melhor, gostaria muito que o A3. S-TRONIC 1.4 multilink tivesse a potencia aumentada pra 150hp e colocasse ele na pista vs um 1.4 AISIN barra de torção.


      o que vc gostaria não existe. É impossível. E, na boa, que mimimi insano isso..o mané tem um carro e fica preocupado se o carro dele com o câmbio X + Y vai virar 0,5 segundo a mais ou a menos que o outro

      PQP! Na boa, cara, o que vc quer da vida? O que isso vai mudar na sua vida? Se toca. É cada mané..


      Ai eu acho que poderia dizer que o carro melhorou ou nao... Se vc olhar no Acelerados, o Rubens Barrichelo esculacha a transmissão do A3 nacional dizendo que ela tem 1 segundo de perda por ser lenta...

      Essa é a diferença entre quem pensa e analisa, e um idiota que só repete o que o outro diz.

      O que o Rubens diz, foda-se! O que interessa são os resultados. Ele pode dizer que ele quiser, foda-se. O que interessa é que o A3 1.4 Flex nacional foi 0,4s mais rápido que o Golf 1.4 TSI DSG importado.

      E isso parece ser um problema enorme para um enorme contingente de idiotas que não consegue aceitar isso, e fica de mimimiim...mimimi...m imi...que bando de idiotas. inacreditável.



      Volto a dizer, a comparação A3 1.4 nacionar com Golf 1.4 dsg nao é real por varios motivos inclusive aerodinâmicos que do A3 é bem melhor....
      Essa sua insistência aparentemente não idônea é estranha. Mas enfim. Hoje, na minha opinião de dono, eu nao iria num a3 nacional e sim num jetta. a3 so o 2.0. esse sim.


      O nível de idiotia chega a estágios estratosféricos..kkkk. como tem imbecil! Meu Deus.
      O que importa se o A3 nacional foi mais rápido que o importado? Isso só mostra que o nacional é superior. ponto. isso não faz do importado um carro ruim, só que o nacional é melhor para andar no Brasil. Só isso.
      Se vc tem um importado, não sinta sua masculinidade desafiada pois o nacional foi 0,4 segundo mais rápido na pista. Isso é irrelevante. Ninguém vai perceber isso.
      Só idiotas para darem tanto valor a esse tipo de coisa.

      O que importa: Audi A3 nacional é melhor que o importado em todos os sentidos: o nacional é mais rápido no 0 a 100 (segundo a Quatro Rodas), é mais econômico (segundo o INMETRO), é mais rápido na pista (segundo o Acelerados), é mais macio e tem suspensão mais elevada. o nacional tem manutenção mais barata e ainda bem mais robusta.
      em resumo: pessoas inteligentes compram um A3 nacional ou um Golf nacional no lugar de um importado,. pois os nacionais são melhroes em tudo. Pronto!

      Excluir
    5. Sim caro Carlos 4 carros. Vou ter que concordar com a sua opinião pois se não quem te paga não vai gostar muito.
      Mas, acho que você precisa ver o seu linguajar e educação pois me parece que nem na escola nacional você foi... Aqui é um blog de pessoas que gostam de carros e nao de mal educados, mal subsidiados e com opiniões imperativas sem qualquer benefício.
      Acho que em vez de perder seu tempo aqui no blog, deveria procurar um professor particular de português ou quem sabe lavar a boca com água e sabão como antigamente. Seu boçal.

      Excluir
  18. Com esse título aí eu pensei que o Audi tivesse botado uns 30s no Honda.
    Esse 1,14s de diferença dá pra tirar em uma tomada de curva.
    Não sejam exagerados.

    ResponderExcluir
  19. Um comparativo sem nexo, com análises fracas, sem isolar as variáveis em estudo, com uma conclusão tendenciosa e incorreta. Fez uma vitamina de banana com jiló e outra de abacaxi com gengibre, bateu, colocou em copos lada a lado e disse que uma era mais gostosa que a outra por causa da cor. Não há discussão quando não há parâmetros pré-definidos, quando não há condições de contorno. É uma baita perda de tempo.

    Agora, se vamos falar de eixo de torção versus suspensão independente, é preciso definir o que se quer avaliar. Uma é melhor que a outra? Depende. O que você procura? Baixo custo de manutenção? Robustez? Então vá de eixo de torção. Procura maior controle dinâmico, maior equilíbrio e maior segurança para sua família? Vá de multilink. Procura conforto? Dirija o carro antes de comprar, pois o ajuste de suspensão (mais rígida, mais suave, etc) não depende, necessariamente, do tipo de suspensão, mas, do ajuste para a proposta do carro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O que você procura? Baixo custo de manutenção? Robustez? Então vá de eixo de torção.

      Sim, correto. E se vc procura o melhor ajuste possível para carros que andam a até 200 km/h, o eixo de torção é superior SEMPRE.

      Procura maior controle dinâmico, maior equilíbrio e maior segurança para sua família? Vá de multilink.

      Errado. O Multilink só oferece melhor controle dinâmico em curvas contornadas acima de 200 km/h. Como ficou claro no teste acima, o Audi A3 nacional com eixo de torção foi mais rápido, 0,4 segundos mais rápido, em pista, que o Golf com o mesmo motor, câmbio mais rápido e suspensão multilink.

      Os fatos do teste desmentem o que vc diz.


      Procura conforto? Dirija o carro antes de comprar, pois o ajuste de suspensão (mais rígida, mais suave, etc) não depende, necessariamente, do tipo de suspensão, mas, do ajuste para a proposta do carro.

      Depende sim. Basta ver que o Corolla (eixo de torção) é muito mais confortável que o Civic (multilink) e Focus (multilink).

      A suspensão multilink em carros que andam a menos de 200 km/h é GAMBIARRA de empresa que não quer desenvolver uma suspensão adequada ao carro e à sua proposta.

      A Honda e a Ford querem desenvolver uma suspensão que usam no mundo inteiro, reduzindo custos, e fazem a multilink que usam nos carros que andam a 160 km/h (inadequadas) e a 250 km/h (correto).

      Já a VW não. Gasta mais, mas faz suspensões que maximizam o benefício do consumidor de cada tipo de carro. Todos os Golf vendidos no planeta que chegam a até 210 km/h, usam eixo de torção (mais conforável, mais robusta, manutenção zero e muitíssima mais barata).

      Para todos os Golf que andam acima de 215 km/h, usam multilink, pois entende-se que a pessoa paga mais pelo desempenho, então precisa ter a melhor suspensão para andar acima de 200 km/h, que é a multilink, mesmo mais cara, menos robusta e de manutençaõ mais frequente e mais cara.

      Então é uma questão de respeito ao consumidor, oferecer sempre a melhor solução. VW respeita o consumidor e faz o melhor ajuste para cada versão.

      Já Honda e Ford fazem 1 coisa só, economizam muito em custos de desenvolvimento, e colocam uma coisa meia boca, que é esse absurdo de colocar suspensão multilink, dura, pouco robusta e de manutenção cara em carro que não usufrui de seus benefícios.

      Excluir
    2. Você está comparando carros diferentes, com Cx diferentes (A3 melhor que Golf), com pesos diferentes (?) e que talvez estejam usando pneus diferentes. É impossível associar a vantagem do A3 ao eixo de torção. Essa diferença de 0,4s poderia ser justificada apenas pelo melhor Cx do A3.

      Há sim diferença no comportamento dinâmico da suspensão independente mesmo para velocidades bem mais baixas dos que o mágico cut-off de 200 Km/h, sendo esta suspensão superior sim. De onde veio esse número?

      Você tem certeza de que o custo de projeto, confecção e montagem do eixo de torção é mais alto que a multilink?

      E você está seguro de que a VW colocou a multilink no Golf GTI justamente porque o público alvo vai explorar o carro a velocidades superiores a 200 Km/h?

      Excluir
    3. Você está comparando carros diferentes, com Cx diferentes (A3 melhor que Golf), com pesos diferentes (?) e que talvez estejam usando pneus diferentes. É impossível associar a vantagem do A3 ao eixo de torção. Essa diferença de 0,4s poderia ser justificada apenas pelo melhor Cx do A3.

      Que mimimi. Para fi. O Audi A3 1.4 Flex eixo de torção andou na frente do Golf 1.4 TSI DSG multilink. E o A3 1.4 TSI Tip Eixo de torção andou na frente também do Jetta 1.4 TSI AT¨Multilink. Sendo que Jetta e Audi usam exatamente o mesmo motor de 150 cv, o mesmo câmbio AISIN de 6 marchas. Qual a diferença? A suspensão do A3, eixo de torção.

      O A3 eixo de torção enrabou tanto o Golf multilink (com câmbio mais rápido DSG-7) e enrabou o Jetta 1.4 TSI TipTronic Multilink também.

      E não só esses. O A3 eixo de torção enrabou o Focus 2.0 Multilink e o Civic 2.0, tanto Civic quanto Focus bem mais potentes que ele.


      Você tem certeza de que o custo de projeto, confecção e montagem do eixo de torção é mais alto que a multilink?


      Vc não sabe ler, fio? Eu não disse que o eixo é mais barato que o multilink. Eu disse que o Golf e A3 tem dois sistemas de suspensão disponíveis: um eixo de torção (para modelos que andam abaixo de 210 km/h) e outro multilink (para modelos que andam acima de 210 km/h).
      É necessário desenhar para vc? O que vc acha que é mais barato projetar e implementar: dois sistemas de suspensão, como faz a VW/Audi ou 1 só, como faz a Honda/Ford?

      A suspensão multilink em carros que andam a menos de 200 km/h é GAMBIARRA de empresa que não quer desenvolver uma suspensão adequada ao carro e à sua proposta.

      A Honda e a Ford querem desenvolver uma suspensão que usam no mundo inteiro, reduzindo custos, e fazem a multilink que usam nos carros que andam a 160 km/h (inadequadas) e a 250 km/h (correto).

      Já a VW não. Gasta mais, mas faz suspensões que maximizam o benefício do consumidor de cada tipo de carro. Todos os Golf vendidos no planeta que chegam a até 210 km/h, usam eixo de torção (mais confortável, mais robusta, manutenção zero e muitíssima mais barata).

      Já os Golf´s/A3 que andam acima de 210 km/h, usam multilink. No Brasil, o A3 1.4 AT6 não se beneficiaria de um esquema multilink (pois não passa de 210 km/h), e obrigaria o comprador pagar mais de manutenção e entrega um esquema menos robusto. Então, nele vai o eixo de torção.

      E vimos acima, o A3 1.4 Flex eixo de torção foi superior ao Golf multilink e ao Jetta multilink!

      E para o Golf GTi e A3 Ambition, ambos que passam muito dos 210 km/h, adota-se o multilink, pois nestes carros sim, infere-se que o comprador vai andar acima de 210 km/h, pode fazer curvas nessas velocidades, então usa-se o esquema mulçtilink.,

      Cada um no seu quadrado, maximizando o benefício do consumidor. Isso é VW/Audi. Já Honda e Ford fazem 1 sistema só, e dizem que é melhor - e um monte de idiotas saem repetindo como papagaios.

      Só que vem para pista, e a realidade fica clara: o eixo de torção é superior ao multilink em tais carros. O A3 nacional é superior ao Golf alemão multilink e ao Jetta mexicano multilink. Ou seja, a bobajada do marketing da Honda e da Ford fica clara, e o bando de idiotas que repetem como papagaios a besteira, dá tilt no cérebro, e ele passam a inventar desculpinhas..mimimi sujeirinha no Golf (Na volta do Jetta 1.4 TSI multilink não tinha sujeirinha, e aí?).

      Esse é o problema dos manés que não sabem pensar. E repentem como papagaios o que o marketing diz para eles.

      Excluir
    4. Amigo, você precisa sair de dentro dessa bolha. Explore um pouco mais além dos canais de promoção do grupo VW. Dê uma olhada em qualquer artigo, site, como esse abaixo, e ouça o que outros também estão dizendo. Se não entender, posso desenhar.

      http://www.carsguide.com.au/car-advice/what-are-the-different-types-of-rear-suspension-37837

      Não precisa acreditar no que estou dizendo, é só pesquisar com a mente aberta para novos aprendizados.

      É claro que é mais barato para a VW colocar um eixo de torção. Não existe custo adicional nessa simples solução que a própria VW, assim como todas as outras montadoras, já utilizam há décadas em seus carros mais simples, ainda que estejam vestidos de traje Premium. O que custa caro são projetos que requerem mais cérebros pensantes, mais engenheiros engajados no aprimoramento dos mais modernos sistemas mecânicos e eletrônicos dos veículos.

      Não seja inocente, a VW não faz isso pra me agradar ou agradá-lo. Ela faz isso para reduzir seus custos operacionais e aumentar a margem de lucro líquido.

      Se não fosse pela legislação atual, estaríamos todos rodando de carros sem ABS e airbags. Ou você acha que o UP vendido no Brasil não tem ESP porque não ter esse importante item de segurança é algo que a VW tem de melhor a oferecer aos compradores desse compacto? Me explica porque o Brasil é, provavelmente, o único país a comercializar o UP sem ESP, por favor?

      Na Europa existe Corolla, UP, etc com ESP pois lá o consumidor é exigente e não cai nessa conversa fiada que você está caindo.

      Ou você também acha que a VW também não entrou no lobby para postergar, ainda mais, a lei que obriga o ABS e airbags duplos no país? Não seja inocente.

      Finalmente, comparar Jetta e A3, ainda que compartilhem o mesmo trem de força, só tira a credibilidade de suas análises. Isso não faz sentido, são carros com pesos diferentes, Cx diferentes, plataformas diferentes.

      Agora, como já disse anteriormente, o eixo de torção é ótimo para aguentar nossas vias, mas, isso tem um custo no refinamento dinâmico. Quem quer algo mais e pode pagar por isso, não quer um carro simplificado travestido de carro Premium.



      Excluir
    5. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    6. Um artigo para alimentar essa interessante discussão:

      http://www.carsguide.com.au/car-advice/what-are-the-different-types-of-rear-suspension-37837

      Excluir
  20. Meu deus tanta discussão pelo óbvio? Quando um Honda ser melhor que um audi poderíamos discutir tanto, mas pasmem audi são um dos melhores já criados no mundo

    ResponderExcluir
  21. Carlota tem um Audi A3 1.4 ahuhuauhauhahuauhauh

    ResponderExcluir
  22. É impressionante o tempo que as pessoas gastam discutindo diferenças de 1s em uma pista de testes que na prática (na vida real) não faz tanta diferença assim. O que realmente faz diferença é a segurança, o bem estar e a satisfação que o carro oferece ao seu usuário, seja lá qual carro seja esse. Eu gostaria muito de ter esse tempo todo livre pra ficar defendendo "meu time", no caso um simples veículo, mas infelizmente preciso trabalhar para me sustentar! Boa sorte a todos em suas defesas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, é claro que os 0,4 segundos não faz diferença ou não para o uso no dia a dia. Mas não é essa a questão que se está discutindo aqui. O que se discute aqui é a qualidade da tropicalização dos modelos vendidos no Brasil, e, em última análise, a qualidade da engenharia das marcas.

      Observe que a Audi e a Volkswagen demontram respeito pelo consumidor brasileiro, ao oferecer carros como o Audi A3 1.4 Flex e o Golf TSI, com suspensões traseira por eixo de torção que se mostram mais confortáveis, mais robustas e de manutenção mais barata, e ainda superiores em termos dinâmicos às suspensões inadequadas para o Brasil, chamadas de multilink, usadas em Civic e Focus.

      Por que isso? Simples questão de custo. Para reduzir seus custos e aumentar seus lucros, Honda e Ford colocam no mercado brasileiro carros como o Civic e o Focus, com suspensões menos adequadas ao piso brasileiro, que são as multilink, que são esquemas complexos, caros, pesados e de manutenção caríssima.

      Pior: a suspensão multilink do Civic e do Focus desalinham a traseira com facilidade, basta cair em um buraco mais pesado, que lá se vai o alinhamento da traseira. E aí, os pneus começam a se deteriorar aceleradamente.

      Ou seja, Honda e Ford não fizeram o serviço correto de tropicalização, pois colocam no Brasil carros com suspensão adequada para andar em pisos "bunda de nenê", como os da Europa e EUA. Resultado: Civic e Focus são carros mais duros, mais baixos (ralam mais em valetas e lombadas), com manutenção mais cara e frequente, pois Honda e Ford optaram por economizar e colocar no Brasil suspensões inadequadas para o piso brasileiro.

      Já Audi, VW e Toyota tem uma postura, ao meu ver, bem mais respeitosa ao consumidor brasileiro, pois elas optaram por gastar mais, e colocar em seus carros vendidos no Brasil (Corolla, Audi A3 e Golf) um conjunto de suspensão traseiro semi-independente por eixo de torção, que, além de se mostrar bem mais eficiente e eficaz em pista (como ficou claro pela enrabada que o Audi A3 nacional deu no Golf importado e no Civic nacional), é uma suspensão mais robusta, que não exige manutenção jamais do eixo traseiro, pois este não desalinha nunca, mais leve, e mais confortável, pois permite um ajuste de suspensão mais elevado (adequado ao piso brasileiro) e mais macio, sem comprometer a estabilidade (observe que o Audi nacional é mais estável e seguro que o Civic Sport e que o Golf importado).

      então, é disso que se trata: Audi e VW não mediram esforços, e incorreram em custos mais elevados, sacrificando seus lucros, para oferecer no Brasil carros efetivamente adequados à realidade brasileira, carros mais seguros (dinâmicos), robustos e confiáveis, enquanto a Honda e Ford optam por uma solução meia boca, uma gambiarra, que é colocar uma suspensão traseira multilink totalmente inadequada ao piso brasileiro, apenas para reduzir custos e aumentar lucros.

      Excluir
    2. BMW, Mercedes, Lexus, Jaguar... Todas perdem dias e dias de trabalho procurando desesperadamente maneiras de cortar custos para seus carros e a solução encontrada foi utilizar a baratíssima e péssima Multilink

      È triste ver esses macaquinhos amestrados relinchando bobagens, por absoluta incapacidade de pensar. Que mané.

      Esses manés não conseguem nem analisar no que veem. Os coitados não percebem que um esquema de suspensão traseira por eixo de torção é incompatível fisicamente com um esquema de tração traseira?

      O coitado que vem relinchar aí não sabe que a suspensão por eixo de torção adota um eixo transversal na traseira, que, em carros com tração traseira esse espaço é usado pelo eixo de tração traseiro?

      Aí mostra-se para um mané desse que BMW, Mercedes e Jaguar usam tração traseira nos seus carros, então não tem como fisicamente colocar um eixo de torção ali.

      mas, enfim, de um macaquinho amestrado que só sabe repetir bobagens como um papagaio, exigir pensar em coisas como compatibilidade física de suspensões e eixo de tração é pedir demais. Então vamos deixá-los relinchar à vontade. Relincha aí, fio.

      Excluir
    3. Antes de mais nada, vamos deixar bem desenhado para os macaquinhos:

      Suspensão traseira por eixo de torção: melhor solução técnica para carros de tração dianteira e que tem velocidade máxima de até 210 km/h.

      Suspensão traseira multilink: melhor solução técnica para carros de tração dianteira de proposta esportiva, que atingem mais de 215 km/h de velocidade final.

      Suspensão traseira eixo de torção: impossível de ser usada em carros com eixo de tração traseiro, como carros com tração traseira (RWD) ou carros de tração integral.

      A impossibilidade de usar eixo de torção em carros de tração traseira decorre de um princípio básico da física: "dois corpos não podem ocupar o mesmo espaço ao mesmo tempo".

      Excluir
    4. Golf 1.4T hacth = Eixo de torção
      Golf 1.4T Variant = Multlink

      Excluir
    5. A Variant 2016 passou a adotar eixo de torção.

      Excluir
    6. Exato, Variant 2016 ganhou suspensão e câmbio mais robustos, silenciosos e de manutenção mais barata, além do motor flex.

      http://www.car.blog.br/2016/09/vw-golf-variant-2017-ganha-motor-flex-e.html

      Excluir
    7. Minha preferência (enfatizo, isso é pessoal) é um Golf Variant com o câmbio AISIN e suspensão multilink com acerto um pouco mais macio. Para esse carro beirar a perfeição, eu trocaria o AISIN por um câmbio DSG banhado a óleo (como do Jetta 2.0 TSI, se é que o projeto aceita), com suspensão multilink e alongaria essa ótima plataforma para ganhar mais espaço nos bancos traseiros. Está montado o MEU carro, pra casar fácil com ele.

      Excluir
  23. Carlos, bom dia. Então, por essa linha de pensamento, você está dizendo que a VW errou ao passar a oferecer, também no Jetta de entrada, a suspensão multilink, que antes era eixo de torção?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A adoção da suspensão multilink no Jetta 1.4 e no antigo 2.0 aspirado foi claramente uma decisão de redução de custo. É muito menos custoso do ponto de vista de escala de produção produzir 1 tipo de suspensão que dois tipos.

      Então, para vender no Brasil, seria mais indicado o uso do eixo de torção nos modelos 1.4 TSI e nos anteriores 2.0, aliás, como fica claro no teste do Acelerados, onde o A3 com eixo de torção com exatamente o mesmo motor e câmbio do Jetta, enrabou o Jetta multilink.

      Entretanto, no caso do Jetta a decisão da VBW foi correta, pois o Jetta é produzido no México para ser vendido prioritariamente nos EUA. E além disso, o jetta gli, que responde pela maior parte das vendas, deve adotar suspensão multilink pela sua performance decorrente do motor 2.0 TSI que o leva a 244 km;h, então não faria sentido algum usar eixo no Jetta 1.4 sendo que ele é o de menor venda.

      E no piso dos EUA, de boa qualidade, não há tantos inconvenientes em usar um esquema multilink em carros com menor performance. A redução de custos proporcionada pela maior escala pode ser passada aos preços ao consumidor, compensando o custo maior de manutenção. Então, sendo o Jetta um carro feito para ser vendido nos EUA, não vejo problemas em trocar o eixo de torção pelo multilink, e até parabenizo a VW por isso, pois é uma decisão correta do ponto de vista econômico-financeiro vis à vis o mercado ao qual o carro é destinado, que são os EUA.

      Já no caso de Civic e Focus vendidos no Brasil, a adoção do multilink é um tapa na cara do consumidor brasileiro. Nenhum dos dois, nem o Civic 1.5 Turbo Touring é capaz de superar os 205 km/h. Então não há justificativa alguma para usar multilink no Civic e no Focus. Nenhuma.
      Ao optar pelo multilink para o Civic e Focus vendidos no Brasil, a Honda e a Ford obrigam os seus consumidores a arcar com custos mais altos de manutenção, conviver com uma suspensão menos rubusta, mais dura, menos confortável, e que exige um ajuste mais baixo, pois não quiseram investir no desenvolvimento de uma suspensão adequada ao piso brasileiro, como a Toyota fez com o Corolla brasileiro, e como a VW/Audi fez com os A3/Golf brasileiros.

      Ou seja, para aumentar seus lucros, Honda e Ford, economizaram, e colocam para o consumidor brasileiro um carro com suspensão inadequada para o piso brasileiro, menos robusta, menos confiável, mais dura e menos prática. Ou seja, Honda e Ford deveriam se mirar nas líderes mundiais: VW e Toyota, e não ficar com gambiarras para o Brasil.

      Excluir
    2. Por esse raciocício, então o Jetta 1.4 não é uma boa compra, pois não foi tropicalizado como deveria. Mas, para a VW, é uma ótima venda, pois reduziu seus custos ao oferecer a "gambiarra" multilink. Ao menos com isso você vai concordar, pois é exatamente isso que você está dizendo.

      Excluir
  24. O Renault Sandero RS 2.0 poderia ser testado tambem. Acho que o resultado seria interessante.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Podia, tem todo tipo de veículo comparativo.

      Excluir
  25. Como amam o eixo de torção!!! Uma palavra Turbo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A3 eixo de torção enrabou o Golf multilink, e os dois são Turbo, sendo que o Golf tem cãmbio DSG-7!
      A3 eixo de torção enrabou o Jetta multilink, e os dois usam exatamente o mesmo motor turbo 1.4 tsi de 150 cv e o mesmo cãmbio automático de seis marchas AISIN.

      Excluir
  26. Audi A3 Sedan custa R$ 106.900,00
    Civic MT custa R$ 87.900,00
    São quase 20 mil de diferença.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sedã Premium
      A3 Sedan 1.4 TFSI Attraction Tiptronic (Flex)
      R$ 115.190,00
      A3 Sedan 1.4 TFSI Ambiente Tiptronic (Flex)
      R$ 124.190,00
      A3 Sedan 2.0 TFSI Ambition S-Tronic
      R$ 156.190,00

      Excluir
  27. Não dá para comparar banana com laranja. Tem q comparar com o turbo q está na mesma faixa de preço, cilindrada e motor turbo q não tem nada a ver em torque com aspirado. Daí a briga já fica bem igual, diferença desprezível de menos de 1 segundo. Esse civic deve ser comparado com o jeitão 2.0 aspirado, corolla 2.0, etc. O A3 está num patamar muito superior de qualidade com relação a esse civic de entrada.

    ResponderExcluir
  28. 2008 THP: manual, eixo de torção, $30 mil mais barato. Tempo 1:10:294

    ResponderExcluir
  29. Simples, olhe a tabela comparativa e veja o Civic 1.5 turbo e o A3 turbo, ai sim estaremos comparando veículos iguais...

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.