Car.blog.br

Pesquisar este blog

CEO da FCA quer ajuda de Trump para fusão com a GM

Categorias: , , 9 Comentários

O presidente mundial da Fiat Chrysler, Sergio Marchionne, acredita que uma fusão de sua empresa com a General Motors seria um evento alinhado com as ideias do novo presidente dos EUA, Donald Trump.

Fiat Stilo com motor GM
Fiat Stilo com motor GM
Marchionne diz que a mega-fusão da GM com a Fiat-Chrysler automaticamente se encaixa na principal temática do novo mandatário americano: "compre um americano, contrate um americano".

O executivo considera que a fusão da Fiat Chrysler com a GM criaria a maior companhia automobilística americana não só nos EUA, mas também a maior empresa de automóveis do mundo, e seria baseada nos Estados Unidos.

Fonte: Business Insider

9 comentários:

  1. Está sem dinheiro, né!
    Terá que se respaldar numa americana porque o fumo que levará no Dieselgate não será das pequenas ...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não fala besteira. Não vai rolar dieselgate nenhum com a FCA. Basta olhar suas ações.
      A administração Trump é muito mais protecionista com as empresas americanas (e a FCA é uma empresa americana) e não está nem aí com poluição.
      Quando surgiu a notícia que o CARB estava acusando a FCA de fraude em emissões, as ações caíram bem, quase 10%, mas já recuperaram tudo, e já subiram muito além disso.
      O problema da FCA não é e nem será dieselgate. O problema é que ela está com queda de vendas nos EUA e na Europa, e não tem dinheiro para investir propulsores mais modernos e eficientes. Mas até nisso o Trump pode ajudar, pois ele vai flexibilizar muito as regras de emissões nos EUA.

      Excluir
  2. Sim, aí morreriam as 2abraçadas e cá entre nós, não iam fazer falta nenhuma.
    O cara tá no desespero pois o lixo da FRIAT tá na pior.

    ResponderExcluir
  3. A FIAT Brasil que ajudou a matriz por muitos anos, agora está minguando. A JEEP que está se saindo bem, com o Renegate e agora com o Compass.

    ResponderExcluir
  4. A Fiat do Brasil, que já foi pioneira em tecnologias, parou no tempo, não atualizou sua frota e seus motores. Se antes era referência em acabamento, quando comparada com seus pares, hoje perde feio. O interior de seus carros baratos (Mobi, UNO e Palio) fazem chinês passar vergonha. Peças mal montadas, rebarbas e gosto duvidoso. É uma pena, pois era fan (não fanboy) da marca no início dos anos 2000.
    Palpite de quem está de fora do mercado corporativo automobilísto: a FCA vai se desfazer e cada marca sua (as que não serão extintas) será incorporada por outra montadora.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A FIAT sempre foi piobeira em tecnologia, mas nenhuma emplacou, vide Tempra 16V, Tipo I.E e Marea FIVETEC...

      Excluir
  5. Como disse Sergio Marchionne, não faria sentido desistir o negócio com a GM, e não desistiu até agora. Profetizo que vai conseguir, pois quem quer consegue e ainda mais com a ajuda do poderoso Trump! vamo ver o que vai acontecer!

    ResponderExcluir
  6. Até onde eu sei a Mary Barra não havia se interessado por isso. Vão tentar o que, uma "fusão hostil" (nem sei se isso existe)?

    ResponderExcluir
  7. A Fiat deve estar péssima. Se ofereceram para a Apple e o Google, foram rejeitados. Agora a GM nem dá importância. Deve estar a beira do precipício. Aliás, qual foi o último carro Fiat que você desejou comprar?

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.