Car.blog.br

Pesquisar este blog

FCA pode ser forçada a vender Alfa Romeo e Maserati

Categorias: , , , 6 Comentários

A Fiat Chrysler pode ser forçada a vender suas subsidiárias de luxo Alfa Romeo e Maserati, e também a Magnetti Marelli, para fazer frente à dívidas crescentes, segundo artigo publicado pela Forbes.

Alfa Romeo Stelvio

De acordo com esse relatório, a crescente dívida da FCA está impactando negativamente o desempenho financeiro do grupo. A FCA fechou o terceiro trimestre de 2016 com quase US $ 7 bilhões em dívida. O desempenho da empresa foi prejudicado por um grande número de recalls, alguns dos quais resultaram em multas pesadas, além de seus já elevados custos.

Maserati Levante

Para melhorar suas lucratividade, a FCA mudou sua estratégia recentemente. A empresa está priorizando os SUV´s e picapes fabricados e vendidos pelas marcas Jeep e Ram, e interrompendo a produção de modelos de pouco valor como sedans pequenos como Dodge Dart e Chrysler 200. Mas isso pode não ser suficiente para a FCA sair do vermelho.

Jeep Compass

Segundo a Forbes, o Maserati Levante se tornou um grande fator de lucros para a marca, o que poderia levar seu valor para algo entre US 3.6 e US $ 4.8 bilhões, enquanto a Magneti Mareli poderia trazer algo entre US $ 2.3 e US $ 3.7 bilhões. A Alfa Romeo se tornou mais valiosa também agora que entrou no mercado de crossover com o lançamento do Stelvio. Assim, esses novos produtos lucrativos podem atiçar o apetite de potenciais compradores. O Grupo Volkswagen, em particular, há muito tempo expressa interesse em adicionar Alfa Romeo ao portfólio de marcas. O conglomerado alemão poderia adquirir as marcas com uma fração dos seus mais de US$ 30 bilhões em liquidez imediata que dispõe hoje - ou seja, dinheiro não seria problema.

Dodge RAM

Dessa forma, a venda de Alfa Romeo, Maserati e Magneti Mareli poderia tornar a FCA em uma empresa sem dívidas, tornando-a muito mais lucrativa.

Dodge RAM

Por outro lado, a FCA pode se beneficiar em uma provável flexibilização nas regras de emissões nos EUA na administração Trump. O novo presidente norte-americano é muito menos susceptível à causa ambiental que o atual, e deve permitir que os carros vendidos nos EUA sejam mais gastões e poluentes, beneficiando a FCA, cujos modelos, especialmente da Jeep e RAM, não são exatamente modelos de eficiência.

Com informações: Forbes

Postagens relacionadas:

6 comentários:

  1. Se a FCA vender a Alfa Romeo, venderá para a VW. VW tem dinheiro de sobra para comprar não só a Alfa Romeo e a Maserati, e a Magneti Mareli. W A VW tem dinheiro em cash para comprar a FCA, a GM e a Ford JUNTAS.
    Comprar a Alfa Romeo é fichinha. E seria ótimo para a Alfa Romeo cair nas mãos da VW, pois aí sim faria carros de alta qualidade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara se já entrou no Giulietta, vá ate Roma alugue um e descubra finalmente que existe carro bem melhor que Golf, eu tenho Golf 1.4 tsi modelo alemão pq aqui não tem Giulietta

      Excluir
    2. Cara se já entrou no Giulietta, vá ate Roma alugue um e descubra finalmente que existe carro bem melhor que Golf, eu tenho Golf 1.4 tsi modelo alemão pq aqui não tem Giulietta

      Excluir
    3. Carlos, só pra constar, a Alfa Romeo produz a Giulia aqui na Alemanha, em uma fábrica nova com a mais alta tecnologia. Se você não conhece, melhor não dizer nada.

      Excluir
    4. Éhhhh! Parece que a bruxa está solta lá na FCA. Da à entender que estão perdidos e sem rumo com Fiat e Jeep, lançam carros do dia para a noite, de qualquer maneira, numa pressa danada. Consumidor lá fora não igual a brasileiro não, que vê um carro c casquinha bonitinha e compra. Carro sem eficiência e Gastão, só no Brasil que dá ibope.
      E o resultado está aí, a gaveta esvaziou.

      Excluir
  2. Putz! Vende essas marcas sendo que são das que mais estão dando lucro para o grupo, paga todas essas dívidas e depois vai lucrar com o quê?! Eu venderia Chrysler, Iveco e Fiat.... Kkkkkkkkkkk afff

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.