Car.blog.br

Pesquisar este blog

Volkswagen Golf Mk5: dinamismo e o retorno do GTI

Categorias: , , 11 Comentários

A quinta geração do Golf, lançada em 2003, tinha uma missão difícil, que era a de suceder o excepcional Golf 4. Para isso, a VW procurou melhorar ainda mais o comportamento dinâmico, trouxe de volta o Golf GTI com decoração diferenciada, estreando um motor de 200 cv.

VW Golf Mk5

Se o Golf 4 foi o primeiro carro "não premium" e igualar a qualidade dos modelos premium da Audi, BMW e Mercedes-Benz, com o Golf 5 chegou para superá-los. Em 2004 surgiu o Golf GTI com a grade do radiador preta, e bancos esportivos revestidos no lendário tecido "Tartan Interlagos" - que anunciava o "retorno do GTI".

VW Golf GTI Mk5

Desde então a demanda pelo Golf, e também pelo GTI, vem crescendo ano a ano. O Golf GTI é o carro esportivo de maior sucesso no segmento médio/compacto. E o Golf é o incontestável líder de vendas da Europa, sendo o carro europeu mais vendido da história.

VW Golf GTI Mk5

O Golf MkV tinha maiores dimensões, era mais seguro e tinha mais qualidade. E mesmo nessa quinta geração, o DNA do Golf Mk1 ainda estava lá, mesmo tendo sido criado do zero: a tradicional coluna "C" larga, a traseira poderosa e o dianteira esportiva deixam claro que se trata de um Golf.

VW Golf GTI Mk5

Na lateral, o Golf MkV adota uma silhueta musculosa, com perfil em cunha.

VW Golf GTI Mk5

Na dianteira uma inovação estética: pela primeira vez, o capô segue o contorno do farol, como nos carros esportivos.

Vídeo - VW Golf Mk5

Postagens relacionadas:

11 comentários:

  1. Dizem que esse golf foi o mais caro pra VW produzir ate hoje. Levava muita tecnologia pros padroes na epoca, tanto que a VW teve que apressar a nova geracao, pq apesar do carro ser um sucesso e praticamente nao ter concorrentes, ele gerava muito custo a VW. Primeio golf com suspensao trazeira multilink

    ResponderExcluir
  2. O volante do limited daqui do Brasil é herdado desse GTI. Não sabia disso... Legal!

    ResponderExcluir
  3. Dirigi esse Golf 5 nos EUA com motor 2.5 de 170 cavalos e câmbio AT6. O carro era um espetáculo, com acabamento primoroso e comportamento dinâmico sensacional.
    Essa geração foi um divisor de águas para o Golf, pena que não veio ao Brasil.
    O GTI Mk5 estreou o motor 2.0 TSI de 200 cavalos e o câmbio DSG6. Show!

    ResponderExcluir
  4. Faltou o video alusivo à série.

    ResponderExcluir
  5. Esse Gti ta bonito. Acredito que não haja nenhum GTI5 no Brasil.

    ResponderExcluir
  6. Há quem tenha saudades da geração 5 do Golf, assim como do Jetta, nesta época o sedan ainda era derivado de Golf 5, que não tínhamos no Brasil. O Jetta atual, mesmo em se tratando de um excelente produto, já deveria começar a se aposentar onde daria lugar ao Lamando(você pode conferir neste site), sedan de um design que beira a perfeição, derivado sim do Golf 7 e já montado na plataforma MQB. O mesmo poderia dividir a linha de montagem e trens de força com o Audi A3, Q3 e o próprio Golf nacionais. O nome Lamando poderia tranquilamente ser substituído por Jetta, dando continuidade a um produto já consagrado.Quanto a produção em SBC, esta seria suprida pela do novo Gol e derivados.Assim completaríamos a família Golf no Brasil.

    ResponderExcluir
  7. No Brasil tem algumas versões desse Golf mas não sei se tem GTI,eu vi um em um evento mas não era o GTI.

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.