Car.blog.br

Pesquisar este blog

Mercedes-Benz Classe E 2017: vídeo, preço, especificações

Categorias: , , 8 Comentários

A Mercedes-Benz traz para o Brasil o novo Classe E 250, que chega com preço público sugerido de R$ 325.900 na versão Exclusive Launch Edition, R$ 319.900 na versão Exclusive e R$ 309.900 na versão Avantgarde.

Mercedes-Benz Classe E 2017

Todas as versões oferecidas contam com motor 2.0 litros turbo que gera 211 cv associado à transmissão automática 9G-TRONIC de nove velocidades. O sedã acelera até 0 a 100 km/h em 6,9 segundos e atinge 250 km/h de velocidade máxima, limitada eletronicamente. O vídeo a seguir mostra os detalhes.



A Mercedes E250 2017 introduz inovações técnicas, como sistemas de informação, entretenimento e controle integram o conceito Intelligent Drive e oferecem uma experiência de condução semiautônoma.

Dimensões

Em relação ao modelo anterior, o novo Classe E 2017 tem distância ente eixos aumentada em 65 milímetros (2.939 / 2.874) e o comprimento total ampliado em 43 milímetros (4.923 / 4.880). O design exibe um capô alongado, aliado a um teto com perfil de cupê que flui para uma traseira com ombros largos. A versão EXCLUSIVE traz a clássica grade do radiador da Mercedes-Benz, com a estrela no capô. Os modelos AVANTGARDE são identificáveis pela grade do radiador esportiva, com uma grande estrela como elemento central.

Motor

O novo E 250 traz um motor a gasolina de quatro cilindros de nova geração, com 2,0 litros e 211 cv de potência. O torque máximo de 350 Nm é disponibilizado a partir de 1.200 rpm, e são sempre equipados de serie com a função ECO start/stop, que desliga automaticamente o motor em paradas temporárias.

Mercedes-Benz Classe E 2017

Todas as versões são equipadas de série com a transmissão automática 9G-TRONIC de nove marchas. Trocas manuais são possibilitadas por meio das borboletas instaladas atrás do volante multifuncional.

Condução semi-autônoma

O novo Classe E chega ao Brasil seguindo o conceito Intelligent Drive. Cada equipamento foi configurado para elevar o modelo ao patamar da direção semiautônoma como, por exemplo, no DRIVE PILOT e no Controle de Distância Ativo DISTRONIC.

O Active Brake Assist (assistente ativo de frenagem), de série, pode alertar o motorista em situações de colisão iminente, dando o apoio durante as frenagens de emergência e, se necessário, também automaticamente fazer de maneira autônoma. Além de veículos lentos, reduzindo a velocidade ou estacionados, o sistema também pode detectar pedestres atravessando a zona de risco à frente do veículo.

Pacote Driving Assistance

DRIVE PILOT: Este sistema representa o próximo passo da Mercedes-Benz no caminho da condução autônoma. Em autoestradas e estradas menores, o Controle de Distância Ativo DISTRONIC não apenas é capaz de manter o veículo à distância correta dos automóveis à frente como, pela primeira vez, segui-los a uma velocidade de até 210 km/h. Isto pode facilitar a vida do motorista, que não precisa mais operar os pedais do freio ou do acelerador durante a condução normal e também recebe uma ampla assistência ao volante do sistema Controle de Direção Ativo - mesmo em curvas de raio médio.

Outro item, o Assistente Ativo de Manutenção de Faixa, reconhece quando o veículo está involuntariamente saindo da faixa a velocidades entre 60 e 200 km/h e alerta o condutor por meio de vibrações no volante. Se o condutor não reagir ao aviso, o sistema pode acionar os freios de um lado para ajudar a trazer o veículo de volta à pista.

Além disso, a lista de novos equipamentos do Classe E inclui os faróis MULTIBEAM LED de alta resolução, cada um com 84 LEDs de alta performance controlados individualmente, que iluminam o caminho automaticamente com uma distribuição de luz que não ofusca outros usuários da via. Isso acontece porque essa configuração permite que a distribuição da luminosidade seja controlada separadamente em cada um dos faróis e adaptada dinâmica e rapidamente às situações do tráfego.

Todas as funções do Intelligent Light System nos modos de farol alto ou baixo podem assim, pela primeira vez, ser executadas de forma puramente digital e sem atuadores mecânicos, incluindo, em estreia mundial, uma função de iluminação ativa puramente eletrônica.

Outros sistemas presentes de série no modelo são o Crosswind Assist (assistente de ventos transversais), que pode ajudar o motorista reduzindo substancialmente os efeitos de ventos cruzados fortes, evitando que o veículo de desvie muito da pista, e o ATTENTION ASSIST com sensibilidade ajustável, que pode alertar o motorista em caso de distração ou sonolência.

Carroceria

Uma carroceria rígida cria a base para a boa dirigibilidade, níveis de ruído e vibração baixos e um alto nível de segurança em colisões. Para chegar a isso, os engenheiros optaram por criar uma estrutura de carroceria com uma proporção mais alta de componentes de alumínio e aço de ultra-alta resistência do que na versão anterior. Os para-lamas dianteiros, capô e grande parte das seções dianteira e traseira são feitos de chapa de alumínio ou alumínio fundido. Esta carroceria de baixo peso – mesmo com quase cinco metros de comprimento o E 250 pesa apenas 1.615 quilos (65 kg a menos do que a versão anterior) - diminui o consumo de combustível e contribui para melhorar a dirigibilidade.

Outro ponto favorável é coeficiente de arrasto (Cd) de 0,23 (o mesmo do Audi A4), baixo, e que permite ao Classe E enfrentar menos resistência do vento em seu deslocamento.

Suspensão

O novo Classe vem de série com a suspensão AGILITY CONTROL, com sistema de amortecimento seletivo, que se ajusta automaticamente às condições do piso. A suspensão da versão Avantgarde com personalidade esportiva é rebaixada em 15 milímetros.

Interior

O sistema de infotainment COMAND Online. Todas as informações são exibidas em uma tela de mídia de alta resolução de 31,2 cm (12,3 polegadas) e uma resolução de 1920 x 720 pixels.

Mercedes-Benz Classe E 2017

Além disso, conta com teclas de controle sensíveis ao toque ("Touch Controls") no volante. Eles têm resposta similar à de uma interface de telefone celular a movimentos de varredura horizontais e verticais, permitindo ao motorista controlar todo o sistema de informação e entretenimento sem ter que tirar as mãos do volante.

Mercedes-Benz Classe E 2017

Outros controles para o sistema de informação e entretenimento são disponibilizados na forma de um touchpad com controlador no console central que pode reconhecer grafia manuscrita. Também há teclas de acesso direto para funções de controle como o sistema de ar-condicionado ou para ativação ou desativação de alguns sistemas de assistência ao motorista.

Sistema de áudio

Equipamento de série, o sistema Frontbass do novo Classe E utiliza o espaço entre a travessa e os elementos laterais da estrutura da carroceria como câmara da ressonância para os woofers.

Iluminação interna com 64 cores

A iluminação do interior utiliza tecnologia LED. Com 64 cores, ela oferece uma gama de possibilidades de personalização. Ela adiciona toques de luz, por exemplo, aos frisos, display central, compartimento porta-objetos no console central, recessos das maçanetas, bolsos nas portas, áreas dos pés dianteiras e traseiras, console de teto.

Os bancos do Classe E apresentam formas ergonômicas. O banco traseiro do novo sedã Classe E tem encosto rebatível. Os itens integrados ao apoio de braços central incluem uma caixa porta-objetos e dois suportes para bebidas.

Três versões

O novo Classe E é oferecido no mercado brasileiro em três versões de acabamento e design. Na estreia do novo E 250, há a versão especial E 250 Exclusive Launch Edition, que traz como itens exclusivos as rodas de liga leve com 19 polegadas de diâmetro.

Mercedes-Benz Classe E 2017

Essa configuração compartilha com o E 250 Exclusive, que usa rodas com 18 polegadas, o interior com acabamento em madeira brilhante marrom escuro, os pneus run flat, câmera traseira, Parking Pilot com Active Parking Assist Parktronic (estacionamento automático em vagas longitudinais ou transversais), fechamento remoto da tampa do porta-malas, pacote Driving Assistance e DRIVE PILOT. Todas as versões do novo E 250 proporcionam integração Apple Car Play e Android Auto e acesso sem uso de chave (Hands Free Access).

Já o E 250 Avantgarde se distingue visualmente pelo design da dianteira, dominada pela grade esportiva com a estrela da Mercedes-Benz ao centro. O interior também é diferenciado, com acabamento em alumínio. Como nas outras versões, o cliente pode optar pelo revestimento dos bancos em couro nas cores preto, marrom/preto e bege/preto.

Especificações Técnicas - Mercedes-Benz Classe E 2017
Mercedes-Benz Classe E 250
Cilindrada
1.991 cm³
Cilindros
4 em linha
Potência
211 cv a 5.500 rpm
Torque máximo
350 Nm entre 1.200 – 4.000 rpm
Aceleração 0-100 km/h (s)
6,9 s
Velocidade máxima
250 km/h*
Peso (kg)
1.615
Pneus
245/45 R18 (Avantgarde)
245/45 R18 (F) / 245/40 R18 (R) (Exclusive)
245/40 R19 | 275/35 R19 (Exclusive Launch Edition)
Capacidade do porta-malas (L)
540
Tanque de combustível (L)
50/7
Dimensões (mm)
Comprimento
Largura
Altura
4.923
1.852
1.474
* Limitada eletronicamente.

Postagens relacionadas:

8 comentários:

  1. Acabamento interno dos MBZ são de tirar o chapéu, porém externamente é brochante essa traseira.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa traseira "derretendo" também não me agrada (embora a opinião de quem não tem grana pra comprar nem um pneu - meu caso - não faça a menor diferença para a MB)...

      Excluir
  2. Lindo, o mais bonito da categoria, mais imagina só quanto custa para arrumar esse farol

    ResponderExcluir
  3. Muitos criticam a potência desse motor. Todavia na geração passada a Mercedes vendia a versão E 250 como mesmo motor e também a E 400 com motor V6. Só que poucas unidades foram vendidas com o motor mais potente, a imensa maioria foi a versão E 250. Basta pesquisar no mercado de usados a quantidade de carros a venda, para cada classe E 400 tem uns 10 E 250.

    ResponderExcluir
  4. Muitos criticam a potência desse motor. Todavia na geração passada a Mercedes vendia a versão E 250 como mesmo motor e também a E 400 com motor V6. Só que poucas unidades foram vendidas com o motor mais potente, a imensa maioria foi a versão E 250. Basta pesquisar no mercado de usados a quantidade de carros a venda, para cada classe E 400 tem uns 10 E 250.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E criticar por que? Viram os números? Excelente para um carro desse porte e propósito. Aposto que quem critica deve ter um carro que faz de 0 a 100 em 13 segundos....

      Excluir
  5. carro cheio de tecnologia motor de 211 cavalos POR 309 MIL..... pode ser o carro dos sonhos mas nao vale isso nunca....

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.