Car.blog.br

Pesquisar este blog

Chevrolet Cobalt 2017 tem mecânica e MyLink2 atualizados

Categorias: , 29 Comentários

A Chevrolet do Brasil prepara o lançamento da linha 2017 do seu sedã Cobalt, que receberá aperfeiçoamentos mecânicos, no interior e de tecnologia.

Chevrolet Cobalt 2017

Motor 1.8 Flex mais potente

No contexto do powertrain, o motor EcoTec 1.8 8V Flex ficará mais potente, passando a dispor, quando abastecido com etanol, de 111 cavalos @ 5.200 RPM - ganho de 3 cv em relação ao atual - e torque máximo de 17,7 kgfm @ 2.600 RPM - avanço de 0,6 kgfm sobre os 17,1 kgfm de hoje, e ainda em regime mais baixo.

Chevrolet Cobalt 2017

Com gasolina o motor 1.8 ofertará 106 cavalos @ 5.200 RPM e torque máximo de 16,8 kgfm @ 2.800 RPM. Essas melhorias são resultado de redução de atrito interno e da elevação da taxa de compressão de 10,5:1 para 12,3:1. O motor 1.4, ofertado apenas para vendas diretas, não sofreu alterações.

Chevrolet Cobalt 2017

Transmissão manual ganha 6 marchas

A transmissão também muda. O câmbio manual passará de cinco para seis velocidades, inclusive para as versões com motor 1.4. Outra novidade é o sistema de assistência à direção, que passa a ser elétrico, favorecendo o desempenho e consumo, pois é mais eficiente que o atual hidráulico.

Chevrolet Cobalt 2017 - interior

No interior o Cobalt 2017 tem atualização do sistema de infotainment MyLink 2, que passa a dispor de reconhecimento de voz, e melhorias no sistema de indicação de direções do GPS.

Chevrolet Cobalt 2017

Finalmente, o sistema OnStar estará disponível em todas as versões, mas em três categorias, sendo que o sistema de atendimento pessoal (concierge) fica restrito à configuração topo.

Chevrolet Cobalt 2017

O Chevrolet Cobalt 2017 não terá alterações estéticas. Fonte: [Car and Driver Brasil]

Postagens relacionadas:

29 comentários:

  1. Não entendo pq não colocam o motor 1.8 do cruze

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. pq esse motor so tinha no cruze e e melhor esperar pelo novo motor 1.0 com injecao direta e turbo do q esse 1.8 ecotec do velho cruze

      Excluir
    2. Esse motor não é ecotec coisa nenhuma. O motor 1.8 8v Familia 1 usado pela FIAT até 2010 já desenvolvia NAQUELA ÉPOCA 114cv e 17,8kgfm a 2.800rpm.

      Excluir
    3. Evolução do 1.8 8v da parceira entre FIAT e GM, tive uma strada no lançamento deste motor, 103cv e 17kgfm gasolina lá em 2003 se não me engano, flex foi para 105/109cv e 17,3/18,2kgfm, foi capado para se adequar às normas antipoluição e agora ganhou uns cavalinhos, motor anda muito bem mas roda bem Crespo e bebe direitinho, a versão 16v dele usado pela FIAT que não é o ecotec já roda bem mais redondo mas continua beberrão.
      Sem dúvida o ecotec é superior porém bem mais caro que o velho 1.8 8v.

      Excluir
  2. Não entendo pq não colocam o motor 1.4 do cruze sem turbo! Ia dar uns 20/L

    ResponderExcluir
  3. Pra quem gosta é um bom sedan compacto mas se nao estou enganado é apenas 3 estrelas no crash test. To fora.

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Nossa!

    Agora o 1.8 passou dos 110 cv.

    Vai andar junto de Corolla e Civic.

    HAHAHAHAHAH

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anda nada.
      Falta potência para sustentar velocidades acima de 60 km/h.

      Numa aceleração de 0-100 km/h ainda vai ficar muito longe de Corolla e Civic, mesmo que tenha torque similar.

      Excluir
    2. Esse motor puxa muito bem, sem dúvida faria um civic suar bastante, 17,7kgfm a 2600rpm frente ao civic 1.8 17,7kgfm porém a 5000rpm, na prática é um motor bem mais ágil e o civic só o supera se estiver sendo esgoelado sem dó para entregar os 144cv.
      O defeito deste carro depois da feiura de sempre é a falta de modernidade do motor, tendo economia e rodando com menos vibração e ruido, Potencia tem o bastante para a proposta dele.

      Excluir
    3. Na empresa que eu trabalho também tem um Cocobalt 1.8 e um Cruze 1.8, na prática nem se percebe que o Cocobalt tem apenas 108 cv, realmente o motor puxa bem, em baixa parece até que anda mais e gasta menos que o Cruze, nunca entendi essa euforia pelo Ecotec, é o prolema de se avaliar o carro apenas pela ficha técnica. Mas o problema do Cocobalt não é o motor e sim sua probreza franciscana. Falta cintos de 3 pontos e encosto de cabeça para todos, Isofix e pelo menos apoia braço dianteiro nas versões automáticas. Agora que o novo Cruze parte de 90mil, a Chevrolata não precisa temer fogo amigo, o Cocobalt poderia vir com esses itens e ser uma opção real para quem quer um sedã "médio" mais barato.

      Excluir
    4. LV, não faz nem Civic e nem Corolla suar.
      Esse 1.8 8V FI é arcaico, beberrão, e um tanto grosseiro.
      E não se mostra mais ágil que os 2 japoneses citados.
      Trabalho com uma frota de 9 Cobalt 1.8 e mesmo os dotado de câmbio MT estão longe de fazer sombra ao Corolla e Civic.
      Se você acha que o Civic e Corolla esgoelam é porque não andou nunca acelerou um Cobalt AT para ver que enquanto os japoneses esgoelam, Cobalt já está em histeria há muito tempo ...

      Excluir
    5. Pra lembrar bem esse 1.8 que passou dos 110 cv. É só apenas um compacto, está longe de ser comparado no sedan médio importado!

      Excluir
  6. Enquanto a Ford lança no Brasil o EcoBoost 1,0 L com 125 cv e 17,3 kgfm... É Pracabá!

    ResponderExcluir
  7. E pensar que essas alterações/evoluções mecânicas de extremo interesse do consumidor só são realizadas por força da lei por boa parte dessas grandes montadoras.
    Lamento pelos consumidores do Cobalt lançado há um ano.
    Deveria existir uma lei que ressarcisse o consumidor por esse tipo de obsolência em tão pouco espaço de tempo.

    ResponderExcluir
  8. E essas rodinhas pequenas do Cobalt, alguem curte?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pequenas?? e aro 15, acima disso deve ser uma maravilha na hora que for comprar pneus hahahaha.

      Excluir
  9. Para mim se utilizasse o motor ecotec 1.6 já estaria de bom tamanho.... poderia aposentar o 1.4 e o 1.8. poderia estender também para Onix e prisma

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenho um Sonic 2014 com ecotec 1.6,um motorzinho bem ruinzinho.

      Excluir
  10. Sei lá mas acho este caro um monstrengo. Aliás faz tempo que não compro carros da GM. Motores beberrões e design defasado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nesta categoria de sedan medio só tem coisa estranha, o único que salva é o City, já andei no cobalt ele é horroroso mas é confortável, tenho um amigo que usa o carro da empresa, ele prefere o cobalt LTZ ao civic, andei em ambos (civic 1.8 auto no caso) e tirando a "fama" do honda, concordo que é mais confortável.

      Excluir
  11. Cobalt Elite é um ótimo carro, só fala mal quem nunca dirigiu um...

    ResponderExcluir
  12. Tenho 2 mas confesso precisa de mais ânimo no motor quem sabe uma versão 2.0 e uma reestilizada no interior melhor acabamento nas forrações laterais e painel.

    ResponderExcluir
  13. Teoricamente não tem como comparar o Civic com o Cobalt, segmentos diferentes faixa de preço diferente mais o Cobalt é muito mais macio e confortável que o Civic, sei que vai ter bastante comentários criticando mais é fácil é só andar nos dois e tirar as próprias conclusões.

    LEMBRE-SE ESTOU FALANDO DE CONFORTO

    ResponderExcluir
  14. Este carro tem a frente e a traseira bonita, mas não combinam com a lateral que é a mesma da versão anterior. É um carro bem espaçoso com um bom acabamento. Mas não chega aos pés de um City. Quanto mais de um Civic ou Corolla.

    ResponderExcluir
  15. Motor 1.8 com 111 cavalos kkkk
    Que século a GM vive?

    ResponderExcluir
  16. Tenho hoje o Ka Mais Sel 1.5 Ele "soca/bate" a suspensão traseira e o farol alto e péssimo. Segundo a própria Ford "característico" do carro. Ele tem um otimo motor. Preciso de um sedan espaçoso. Apesar de algumas criticas negativas o custo x beneficio me atrai. O porta malas e espaço interno principalmente. Vejo muito taxi com o Cobalt. Me parece um bom sinal. Meu proximo devera ser ele.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenho um LTZ 1.8 manual 2014. Ao contrario dos ditos "entendidos" aqui do blog, acho o carro excelente! Confortável, ágil, durável e de manutenção barata. Pelo preço, não tem algo melhor!

      Excluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.