Car.blog.br

Pesquisar este blog

Renault Kwid: segurança reprovada; confirmado no Brasil

Categorias: , , 63 Comentários

A montadora de automóveis francesa Renault confirmou que produzirá no Brasil o modelo sub-compacto Kwid - veículo que foi reprovado em teste de segurança do Global NCAP, tendo obtido zero estrelas para adultos, mesmo depois de ter estrutura reforçada e ter sido testado com airbag frontal para o motorista.

Renault Kwid - teste de impacto - crash test - segurança

O instituto global de defesa do consumidor, Global NCAP, testou três versões do Kwid, e todas elas obtiveram 0 (zero) estrelas para proteção de ocupantes adultos, e duas estrelas para crianças. Note-se que todos os veículos foram testados a 64 km/h. O primeiro teste (vídeo abaixo) ocorreu com um modelo sem airbag e sem reforços estruturais, e levou zero estrelas. A estrutura desta primeira versão entrou em colapso no teste.



Posteriormente a Renault introduziu reforços estruturais, e um exemplar desse "novo" Kwid também foi testado (vídeo a seguir) sem airbags, e manteve as 0 estrelas para adultos e 2 estrelas para crianças, apesar de o instituto ter observado melhora na carroceria. Esta versão reforçada do Kwid apresentou-se melhor no teste, sendo que a estrutura, neste caso, não entrou em colapso.



Finalmente foi avaliada (vídeo a seguir) uma versão reforçada do Renault Kwid equipado com airbag dianteiro para o motorista - modelo similar ao que será vendido no Brasil (mas com airbag para passageiro também), e novamente foi classificado com zero estrelas para adultos e 2 estrelas para crianças. Segundo o Global NCAP, a carroceria do Renault Kwid é classificada como "instável".



O relatório aponta que a proteção oferecida à cabeça dos passageiros dianteiros é fraca, e "marginal" para o peito. Além disso, as pernas dos passageiros são atingidas por componentes perigosos que saem do painel.

Renault Kwid - crash test

De acordo com o Global de NCAP, a Renault irá implementar novas melhorias adicionais para o Renault Kwid, que, então, será avaliado em novos testes.

Fonte: Global NCAP

Postagens relacionadas:

63 comentários:

  1. Jesus, é pior que carro chinês!!! Tô fora, quero isso bem longe de mim!. Subcompacto é Up e zé fini. Quero ver o mobi agora.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Coitado dos indianos que compraram a 1a versão sem reforço estrutural, mas esse carro mostrou que não tem jeito mesmo reforçado, kkkkkk.

      Excluir
    2. A Renault quer ajudar a Índia quanto ao problema de superpopulação, eliminando milhares de indianos com essa caixa da morte...

      Excluir
    3. Pra quem anda de tuc tuc kwid é segurança pura, pelo menos você não cai dele quando faz curva.

      Excluir
    4. Apesar do que foi descrito no texto nenhum kwid foi testado com dois airbags, o último teste foi com apenas um airbag.

      Excluir
    5. Até outro dia a VW BR vendia a kombosa aqui e ninguém aqui usava de tanta acidez em seus comentários.

      Ainda que o tal Kwid tenha sido reprovado em 3 testes, ele é MUITO MAIS SEGURO QUE A TAL KOMBOSA.

      Excluir
    6. Para você ver, Henrique, a Kombi é um projeto de 1950 e tinha a mesma segurança que o moderno Kwid.

      Excluir
    7. Menos Henrique menos...as pessoas evoluem.
      Hoje, o que queremos é que os Renault sejam tão seguros ou mais que um VW Up, simples assim.

      Excluir
    8. Henrique,
      se eu for à CSS, terá a venda uma Kombi? No caso, brevemente numa CSS teremos um Kwid. Retrocesso.

      Excluir
    9. A galera aqui tem dificuldade em interpretar texto.

      Comecei com "até outro dia".

      E para os desavisados ainda tem à venda Kombi Last Edition.

      Excluir
    10. Não tem nenhuma disponível em CSS. TODAS foram vendidas ou EXPORTADAS para o México, apesar do preço elevado. Colecionadores compraram.

      Excluir
    11. Kwid foi ZERO, a nota mínima, mesmo com Air bags. A Kombi, se fosse testada, poderia ter ZERO, a mesma nota em segurança do Kwid. De qualquer modo, Kwid e Mobi estão aí nas CSS para quem desejar.

      Excluir
    12. Aí botam uma tela colorida mixuruca de 100 Reais e o povo compra e deixa de levar o Up! 5 estrelas Latin NCAP... Brasil, um país de TOLOS

      Excluir
  2. E quando tem air bag é só pro motorista. Meu Deus!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No Brasil, creio que a legislação obriga a ter dois Air bags frontais. Mas, pelos testes apresentados, não ajudarão em nada aos ocupantes.

      Excluir
  3. Bonitinho mas ordinário. Esse tipo de teste deveria ser feito antes dos carros entrar em linha de produção. É um absurdo esse tipo de carro ser comercializado mesmo com 0 estrela.
    De que adianta esses testes se mesmo assim não são vetados de circular.

    ResponderExcluir
  4. É impressão minha ou só abriu o AirBag do motorista no último vídeo? Quando vi as fotos há algum tempo, gostei do carro, mas vendo esses testes, já descartei completamente. Não vou arriscar a vida da minha família por 2 ou 3 mil reais a menos que um carro mais seguro. Neste caso, iria de Up! como primeira opção, mas consideraria também o Picanto, que são os dois que me agradam mais. Na sequência, os que não acho bonitos, mas que são mais seguros o confiáveis que um Kwid, são Etios e March.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este teste não vale para o modelo brasileiro.

      Excluir
  5. Isso já era mais que o esperado.
    Isso é carro de ultra baixo custo, sem mais.
    O que eu realmente quero ver é o Mobi, esse carro não me convence com essa plataforma antiga.

    Also, boa sorte para quem vai comprar isso, pois ao meu ver, comprar um Kwid já é jogar a dignidade fora.

    ResponderExcluir
  6. fico pensando, quem são os infelizes que compraram o MOBI porque ele não tem segurança nenhuma fui ver na concessionária e realmente e uma cagada de carro mais vou esperar os testes porque posso queimar a minha língua ,se o KWID que nem foi lançado aqui no Brasil ja foi reprovado imagina o MOBI, bom pelo menos agora a RENAULT do Brasil e obrigada a melhorar KWID porque se não vai micar!

    ResponderExcluir
  7. Gaiola da morte,que volte o mille então

    ResponderExcluir
  8. O carro tem um único airbag e não dois como afirma o texto e os comentários.
    O carro não recebeu nota maior por conta de não possuir mais airbags e pré-tensionadores.

    Carro compacto não é carro de família. Exceto se esta for composta por 3 integrantes e de média estatura.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No Brasil, não será carro de família.

      Na Bananalândia, onde moro, será. Terra onde cantam Petralhas e a moeda é Dilmas.

      Excluir
  9. Renault, uma empresa de bilhões de euros, oferece uma t.t.k dessas. Isso é INADMISSÍVEL! Quero ver o presidente do grupo Nissan-Renault dirigir uma carroça dessas! Veremos muitas pessoas morrendo e poderiam ser salvas.

    O Mobi deve ter o mesmo comportamento.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. calma
      !º Isso não é um Renault Europeu
      No máximo Um Parente distante da DACIA(Leste Europeu)
      como os carros fabricados aqui com a marca Renault
      por isso faz isso
      Objetivo MUITA GRANA MUITA GRANA

      Excluir
    2. Nivaldo,
      não é um Renault europeu, com certeza. Mas, o logotipo da Renault estará lá na frente de tal carroça. O marketing irá explorar também o nome do fabricante. Assim, é um legítimo Renault.

      Excluir
  10. Uma pena as montadoras fabricarem carros inseguros para mercados emergentes (pobres) enquanto nos países desenvolvidos ele vendem carros seguros e modernos. O Clio europeu é muito bonito, seria um ótimo carro para o Brasil. Mas aqui, preferem lançar carros de 2ª linha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O problema André é que o brasileiro aceita. Nos que gostamos de carro estamos aqui lendo informações de um carro que ainda não foi lançado no nosso mercado. Nos estamos vendo que ele é bem ruim. Mas a população em geral nem sabe da sua existência. Quando ele chegar bonitinho vai vender bem independente da segurança. E a Renault sabe disso. Então pra que trazer o Clio por 60 mil se posso vender esta cadeira elétrica por 40?

      Excluir
    2. concordo, mas cabe a nós que somos entusiastas de carro espalhar o máximo possível este ¨desrespeito a vida¨ que se chama Kwid.

      Excluir
    3. Deveria vir na etiqueta do veículo imagens de acidentes com carros inseguros, assim como nas embalagens de cigarro.

      Excluir
    4. Boa Ravel Boa Mesmo!!!!

      meu di roxa si isto ai vir pra minas gerais BH, vou fica uma semana nas portas das concessionarias renault com tablete na mão com este video e vou mostra todos clientes q entrarem, na boa, isto é inadmissível inaceitável, olha q é só 64 km/h e 44 km/h resumindo isto não pode nem andar em nossas estrada, este carro vai desmontar com os buraco e as depressões q chamamos de rua.

      Excluir
    5. vamos compartilhar este video com todos nosso colegas mais próximos principalmente quem tem intenção de trocar ou comprar um carro novos

      Excluir
    6. andre poa
      Uma pena as montadoras fabricarem carros inseguros para mercados emergentes (pobres) enquanto nos países desenvolvidos ele vendem carros seguros modernos e BARATOS.

      https://www.youtube.com/watch?v=ob_g3dwTdpI

      Excluir
  11. Este primeiro vídeo é assustador.
    Pergunta: Podemos ter certeza que toda a produção realizada após os testes sai da fabrica com os mencionados reforços da estrutura? Não creio que hajam procedimentos de controle externo para acompanhar a aplicação disto, dessa forma, dependemos da ética da montadora.

    ResponderExcluir
  12. No Brasil nenhum carro vai te proteger

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No geral não, mas há honrosas exceções. Basta ver os testes do Latincap.

      Excluir
    2. Errado seu pensamento. Desde 2003 compro carros com Air Bags nacionais (01 C3 e 02 Classe A). Recentemente, tive um acidente frontal devido a uma "senhora" dirigindo na contramão em descida na 262 (Vitória-BH). Perda total, menos minha vida e de meu filho e da "senhora". A cabine ficou intacta. Carro nacional.
      Estou a comprar um Peugeot 2008 THP nacional com 06 Air bags. Espero que tenha um mínimo de segurança, pois subo com freqüência.

      Excluir
  13. O cara q compra um carro desse é loko. up! sim é carro de verdade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. AGORA Q CHEGOU CARRO SEGURO O UP MAS ANTES SE QUISESSE SEGURANÇA ERA OS IMPORTADOS

      MEU CARRO TEM AIR BAG E ABS MAS NUNCA USEI ANDO MAXIMO 110KM/H ESTRADAS SAO MUITO RUINS.

      Excluir
    2. PRETENDO COMPRAR UP TSI MAS O TAMANHO E ACABAMENTO ESMERADO ME DESANIMA

      Excluir
  14. Pessoal, depois dessa vergonha da Renault India, cada vez mais, é importante antes de fechar negocio num 0km ou mesmo num seminovo dar uma olhada na planilha de resultados do LNCAP.

    Quero ver os resultados do Mobi.

    ResponderExcluir
  15. Preço que se paga pelos +- 650kg da versão básica e sem aço de alta-resistencia!!! Lembro que os carros mais leves no Brasil, e não necessariamente mais fortes e/ou fracos, como UnO, Gol(quadrado) e Fusca e derivados pesavam entre 800 <> 900 kg.

    ResponderExcluir
  16. vergonhoso para a Renault colocar sua marca num lixo desses, e na boa, mesmo que façam reforços na versao Brasileira, duvido que melhora muita coisa, o carro chegou a deformar o teto na porrada e o volante entrou no peito do boneco, isso nem deveria ser autorizado a ser vendido no Brasil, podem falar o que quiser, mas dos compactos, só Up que pode nao ser bonito, mas é disparado mais seguro, o resto é resto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Colega, quando saiu o primeiro crash-test do Up fui na Css e entreguei na hora meu Fox Prime pouco rodado na troca por um Up, isso há 25 meses. Só pensei na segurança. Hoje não troco meu Up por nada, exceto noutro 0km.

      Excluir
    2. Só para constar Índice de resistência à torção (Nm/grau)do FOX é de 17.941, superior ao do UP. A plataforma do FOX é a mesma do Polo.

      Excluir
    3. bebejou. Ano passado por pura coincidência eu estava numa Css VW e havia um Up e um Fox ambos brancos acidentados e quase 0km, ambos com forte pancada na dianteira direita incrivelmente semelhantes mas em eventos diferentes, no Fox a porta do passageiro não abria mais e o para-brisas rachou. No Up a porta abria normalmente e o para-brisas intacto, era só trocar a frente e suspensão dianteira direita. Nitidamente o habitáculo do Up é mais resistente. No Fox a coluna A foi afetada. Não sei o valor de resistencia à torção do Up, mas certamente é bem maior que o do Fox. Basta vc observar o tamanho (largura) da caixa de ar do Up comparada com o Fox. A plataforma do Up é superior em tudo, outro padrão, um projeto para obter nota máxima no crash test do NCAP.

      Excluir
  17. Não ligo para esses testes ...compro carro para andar e não para bater !! não vejo a hora do Kwid chegar no BR ...serei o 1º a comprar!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opção de vida: não coloque muro na sua casa, não feche a porta de entrada de sua casa nem de seu automóvel, não tome vacina, não faça seguro automotivo nem outros níveis de segurança. Seja coerente.

      Excluir
  18. O modelo que vai ser fabricado no brasil vai ter suas estruturas reforçada, a renault ja informou.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você leu a reportagem inteira? O carro passou por reforços, adicionados Air bags, e mesmo assim sua nota foi ZERO.

      Excluir
  19. bela porc.... e tem gente que critica o Up é um carro superseguro se nao o mais !!

    ResponderExcluir
  20. A pressa de incorporar um carro de entrada como a Volkswagen fez com Up, fez as outras montadoras dar o seu jeito também mas a pressa é inimiga da perfeição .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HÃ? VW com pressa? O VW up! foi lançado em 2012 na Europa. A VW fez ajustes no modelo, aumentou seu tamanho para o Brasil e lançou-o aqui dois anos depois, ao final de 2014.

      Creio ser bem diferente da Fiat M(P)obi, esta sim lançou um carro com design controverso e reaproveitamento de projeto e peças dos anos 90.

      Excluir
  21. Isso sim que é notícia! Um serviço prestado aos leitores, obrigado Carblog por nos livrar de qualquer ensejo em comprar essa porcaria!

    ResponderExcluir
  22. meu di roxa si isto ai vir pra minas gerais BH, vou fica uma semana nas portas das concessionarias renault com tablete na mão com este video e vou mostra todos clientes q entrarem, na boa, isto é inadmissível inaceitável, olha q é só 64 km/h e 44 km/h resumindo isto não pode nem andar em nossas estrada, este carro vai desmontar com os buraco e as depressões q chamamos de rua.

    ResponderExcluir
  23. Esse carro passará por grandes modificações aqui no Brasil, com certeza será bem mais seguro que o indiano.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Companheiro, difícil será... é possível, mas quase improvável pelo retrospecto da nossa indústria. Normalmente, pelam o carro ao vir para o Brasil. Nissan March, do mesmo grupo Renault-Nissan, lançou o March no Brasil muito mais pelado do que o europeu. Ambos fabricados na mesma planta, no México. O brasileiro, não houve teste. Dirijo, cedido pela seguradora, e digo que é muito frágil.

      Excluir
  24. Alguém sabe informar se Existe legislação no brasil que exige nota mínima em testes como este?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não existe nota mínima para esse teste no Brasil nem na Europa. O consumidor busca a informação e decide a compra.

      Excluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.