Car.blog.br

Pesquisar este blog

Volkswagen Amarok Ultimate 2016: Preço R$ 176,9 mil reais

Categorias: , 14 Comentários

A Volkswagen do Brasil está lançando no mercado brasileiro a Amarok Highline Série Ultimate, série especial que começa a chegar neste mês às concessionárias da marca, com preço de R$ 176.900 reais, e será posicionada acima da versão Highline – e que trará itens exclusivos de aparência e conforto.


Topo de linha, a Amarok Highline Série Ultimate traz: faróis bixênonio com luz de condução diurna em LED, novo santantônio de aço inoxidável e novo estribo plano de alumínio. Os vidros das portas traseiras e o vigia são escurecidos, assim como as lanternas.


Complementam o visual externo do modelo as rodas de liga leve aro 19” estilo “Cantera”, pneus 255/55 R19, a capa dos retrovisores na cor Prata Sargas com detalhe inferior cromado, o spoiler inferior dianteiro na cor chrome effect e a faixa lateral com a inscrição "Ultimate”.


Internamente, a picape conta com acabamento com revestimento parcial dos bancos em couro Alcantara. Sistema de som com navegação embutido no painel, bancos dianteiros com ajuste de altura, apoio lombar, aquecimento e airbags laterais (ao todo a Amarok Highline Série Ultimate traz quatro airbags – dois frontais e dois laterais) estão entre os itens de conforto e de segurança. Há, ainda, pedaleiras de alumínio e tapetes com a inscrição “Ultimate”.

Vídeo - VW Amarok Highline Ultimate 2016



Mecânica

Disponível exclusivamente com a carroceria de cabine dupla e transmissão automática de oito marchas, a Amarok Highline Série Ultimate traz motor TDI de 2 litros, 4 cilindros e 16 válvulas, com 180 cv, dotado de sistema de injeção direta common-rail e alimentado por dois turbocompressores, com torque máximo de 42,8 kgfm a 1.750 rpm.

Assim como a versão Highline, a série especial apresenta de sérieo ABS “off road”, que otimiza a ação do ABS em solo solto (por exemplo, pedriscos e areia) e em velocidades de até 130 km/h, proporcionando uma maior eficiência de frenagem.

Tração integral 4MOTION, sensores crepuscular e de chuva, sistemas ISOFIX para fixação de cadeiras para criança no banco traseiro, de auxílio ao motorista como o BAS (Sistema de Assistência à Frenagem), ASR (Controle de Tração) e EDS (Bloqueio Eletrônico do Diferencial) são equipamentos de série da picape Volkswagen. Juntamente com o Controle Eletrônico de Estabilidade (ESC), a Amarok Highline Série Ultimatedispõe para o motorista os sistemas HDC (Hill Descent Control ou Controle Automático de Descida) e HSA (Hill Start Assist ou Assistente para Partida em Subida).

Controle de estabilidade (ESC) – A Amarok Highline Série Ultimate incorpora de série o sistema de controle eletrônico de estabilidade (ESC). O sistema reconhece um estágio inicial de que uma situação de rodagem crítica está para acontecer. Compara os comandos do motorista com as reações do veículo a esse comando. Se necessário, o sistema reduz o torque do motor e freia uma ou várias rodas até atingir a condição de estabilidade.

ABS off-road – Outra inovação do utilitário são os freios ABS com função off-road com distribuidor eletrônico da força de frenagem (EBD). Esse recurso reforça os freios em estradas não pavimentadas, uma exclusividade que estreia no segmento das picapes compactas de cabine dupla. Ativado pelo botão off-road no painel, o software de controle do ABS e do ESC provoca um curto travamento da roda, criando uma “pequena cunha”, com o material do piso, à frente do pneu, o que ajuda a reduzir o espaço de frenagem nessas condições de piso “solto”.

BAS – Função adicional do sistema ESC, o BAS (Brake Assist System ou Sistema de assistência à frenagem) é outro importante recurso de segurança. O módulo do ABS e do ESC reconhece, por meio da velocidade e força de acionamento do pedal de freio, que se trata de uma condição de frenagem de emergência. Nesse momento, o sistema aumenta a pressão no circuito hidráulico e a força de atuação das pinças de freio, buscando a condição ideal de funcionamento do ABS para reduzir o espaço de frenagem.

ASR (Antriebsschlupfregelung) – Controle de tração - O sistema auxilia o motorista a arrancar ou acelerar o veículo sobre um piso de baixa aderência, graças a uma série de sensores e uma central eletrônica. O sistema atua gerenciando o torque motriz e a frenagem individual da roda que destraciona, auxiliando na aderência dos pneus em qualquer condição de utilização.

EDS (Elektronische Differenzialsperre) – Bloqueio eletrônico do diferencial – Em trilhas ou em situação de baixa tração em uma das rodas motrizes, o bloqueio eletrônico do diferencial aciona o freio da roda com menor tração, transferindo o torque para a roda com maior tração, proporcionando assim melhor eficiência à saída do veículo. Esse sistema de “tração inteligente” funciona de forma automática, sem necessidade de o motorista acionar um botão no painel. Além disso, o sistema atua em curvas e em velocidade de até 80 km/h.

O HDC mantém uma baixa e constante velocidade de descida da picape, sem intervenção do motorista, adequando a rotação do motor e acionando os freios automaticamente de acordo com as solicitações do percurso. Funciona em velocidades até 30km/h e em rampas com inclinação a partir de 9º.

O HSA mantém o freio acionado após o motorista tirar o pé do pedal de freio por até 3 segundos, tempo suficiente para acelerar e partir em rampas com inclinação maior que 3º, sem que haja um recuo do veículo.

A Amarok Highline Série Ultimate tem três anos de garantia e está disponível nas cores Branca Cristal (sólida), Prata Sargas, Cinza Iron (metálicas) e Preta Mystic (perolizada).

Postagens relacionadas:

14 comentários:

  1. Os únicos problemas dessa pickup, atualmente, são: alto custo de manutenção e design já cansado.
    Mas emprega tecnologia de ponta, em alguns itens ainda não atingindo pela concorrência.

    ResponderExcluir
  2. Eu gosto da amarok. No mercado se seminovos encontra 2013 por 85 mil. Hilux por 85 mil só 2008.

    ResponderExcluir
  3. acho a nova nova ranger mais negócio

    ResponderExcluir
  4. Imagina a margem de livro num carro desse. Se 150 k a Volks fica com 100 de lucro.

    ResponderExcluir
  5. Com esse preço vai mofar no pátio da VW!

    ResponderExcluir
  6. Respostas
    1. E piada não todas as pick ups estão nessa faixa de preço

      Excluir
  7. Ainda bem que já dei o pulo do gato e ando de caminhãozinho RAM 2500,agora 2016.Fiquem aí admirando estas gambiarras!!! Próximo passo: F-150 RAPTOR em 2020.

    ResponderExcluir
  8. Se custasse R$ 500.000,00 ia vender pra caramba...!!!! O brasileiro adora pagar caro e falar para os outros que pode...!!!!

    ResponderExcluir
  9. Ainda sou mais a frontier que top sai por 159, consegui do preço de feira por 135... Ganha em motor e suspensão, perde em caixa e tração... Demais tem tudo uma da outra

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.