Car.blog.br

Pesquisar este blog

Toyota Prius geração 4 será lançada em maio no Brasil

Categorias: , 15 Comentários

A Toyota confirmou o lançamento da quarta geração do Toyota Prius aqui no Brasil.O modelo importado do Japão e apenas a versão híbrida está confirmada por enquanto. A empresa estuda a possibilidade de montá-lo em São Bernardo do Campo na fábrica onde hoje são produzidas peças para o Toyota Corolla e que a empresa japonesa pretende transformar em "fábrica verde".


Entretanto executivos da empresa ainda não confirmam esta informação devido aos trãmites legais que estão dependendo de aprovação como a isenção de impostos pelo governo federal e estadual para modelos híbridos e elétricos que deve sair também no mês de Maio. Infelizmente o carro deverá chegar às concessionárias com preço nada atraente.


A geração atual é comercializada a R$ 117 610 e a quarta geração terá um valor superior a esse. Apesar dos incentivos fiscais - que excluem o imposto de importação para os veículos "verdes" - o híbrido da Toyota deverá encontrar dificuldade neste momento de crise político-econõmica brasileira tanto para sua comercialização como para uma possível nacionalização do Prius. Entre as hipóteses de um Prius brasileiro está a substituição do atual motor 1.8 de 16 válvulas à gasolina por um motor flex.


Em outros mercados como EUA e Japão a versão Plug-In Prime também é comercializado.Essa quarta geração tem visual que lembra o Mirai - modelo movido à hidrogênio - e foi montado sobre uma nova plataforma modular - TNGA - própria para veículos médios de motor transversal que proporciona uma estrutura do chassi 60% mais rígida ao mesmo tempo que o centro de gravidade fica mais baixo. Segundo executivos da empresa, nesta nova versão o torque do Prius ficou 40% mais eficiente com a energia térmica e 18% mais econômico em relação ao consumo de combustível. Outras novidades tecnológicas desta quarta geração: sistema pré-colisão, controle de cruzeiro adaptivo, alerta de faixa de rolamento, e farol alto automático.


Para o continente europeu ainda tem sistema de leitura de placas. No Brasil a geração anterior teve as vendas quase exclusivamente para público corporativo por R$ 115 500 numa única versão.

Postagens relacionadas:

15 comentários:

  1. Quero ter esse carro, deve ser fantástica a economia.

    Nos projetos mais simples como UP! eu só adicionaria o Start-stop no caso do TSI e injeção direta no MPI, seria um abismo de consumo entre os carros da VW e os da concorrência.

    Esse 208 1.2 poderia ter números exemplares caso adotasse a injeção direta de combustível.

    ResponderExcluir
  2. Nos EUA estes carros estão encalhando devido ao baixo preço da gasolina e não ter agradado esteticamente, tanto que essa nova geração esta mais barata que a antiga e quem comprou teve desvalorização dupla. Agora no Brasil a versão antiga não vendia pelo preço e estética duvidosa, imagina isso, vai ocupar espaço em concessionária.

    ResponderExcluir
  3. Acho que esse modelo será considerado pelos consumidores de carros acima de 100 mil reais até mais que a geração anterior. Parece-me uma boa alternativa nesses tempos de preços de combustíveis tão elevados. Penso que o maior desafio para esse carro, além da nossa carga tributária, será convencer o tradicional público da Toyota com esse seu design controverso. Talvez ao vivo cause uma melhor impressão, mas esse interior é bem difícil de defender com aquela banheira de bebê atravessada ali entre os bancos...

    ResponderExcluir
  4. Estética horrível!!!

    Toyota, simplifique as coisas... basta colocar este motor no Corolla.

    ResponderExcluir
  5. Parabéns á Toyota por fazer um carro tão horrível. É difícil.
    Se eu for sentar para desenha uma caçamba tão feia, acho que não consigo e acabo com alguma coisa mais bonita. Tal um Pálio.

    ResponderExcluir
  6. Se for tão econômico quanto é feio, basta um tanque para rodar uns 10.000km, mas acho que não... creio que ele seja o modelo mais feio das gerações sendo que já é mais que sabido que as pessoas têm alta rejeição por esse tipo de design, se ela fizesse um modelo que não dói aos olhos venderia muito mais.

    ResponderExcluir
  7. Este Automóvel nao é para vender, é para valorizar a marca porque este automóvel remete às ideias de preocupação com o meio ambiente e tecnologia de ponta.

    ResponderExcluir
  8. Não dá para entender essa estética da Toyota; muitos vincos, um painel estranho e um conjunto ótico diferente do normal. Aproveitei o embalo e dei uma olhada rápida no site da Tesla Motors, aquilo sim é design!
    Bem que a Toyota poderia fazer um carro mais "normal", aí sim talvez venderia mais. Do jeito que está está bem carro dos "Jetsons"!

    ResponderExcluir
  9. E pre requisito ser feio pra ser eletrico?

    ResponderExcluir
  10. Interessante a tecnologia, deve ter um acabamento muito bom, há um ganho em economia (nada absurdo), tudo isso é ótimo. Deveria custar até 80 mil, para ser viável... Agora, realmente, não dá para entender esse design... O designer só podia estar chapado ou forçaram dessa forma apenas para defender o etios...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Etios é lindo perto desse carro!
      O Prius parece aquelas versões futuristas toscas que davam aos carros da década de 80 nos filmes de ficção.

      Excluir
  11. Estética duvidosa mesmo!!! Se o Fusion Hibrid baixar de preço com os incentivos o Prius não terá chance!!!

    ResponderExcluir
  12. Mais um que entra no "roll" da feiura!
    Para ser elétrico ou hybrido precisa ser tão feio assim e cheio de pinduricalhos externos sem função?
    Tem carro de mesma tecnologia muito mais bonito!

    ResponderExcluir
  13. Feio pra caramba. Kkkk show de horror.

    ResponderExcluir
  14. Bacaninha, Pena que é FEIO que dói.

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.