Car.blog.br

Pesquisar este blog

Novo Gol 2017 Comfortline 1.6: preço, consumo - avaliação

Categorias: , , 42 Comentários

O Volkswagen Gol 2017 já foi objeto de uma avaliação na configuração de acabamento Comfortline com o novo motor tri-cilíndrico 1.0 EA-211 (veja aqui). Agora chega a vez das impressões do mesmo carro equipado com o motor quatro cilindros 8V 1.6.

Novo VW Gol 2017 Comfortline 1.6

A atual geração do Gol já está em sua segunda reformulação estética desde que chegou ao mercado em 2008, mantendo todas as tradicionais qualidades do compacto: o melhor ajuste de suspensão da categoria; câmbio referencial no mercado por sua precisão, maciez e escalonamento correto; motor que, mesmo de concepção antiga, oferta bom torque e agilidade em todos os regimes, resultado em agilidade de respostas.

Novo VW Gol 2017 Comfortline 1.6

Entretanto, a linha 2017 adiciona a esses aspectos já conhecidos do Gol um desenho externo com mais sofisticação e um interior que pode ser considerado o mais bem resolvido da categoria de compactos de entrada, pela beleza, lógica e racionalidades das linhas, bom acabamento e excelente ergonomia.

Novo VW Gol 2017 Comfortline 1.6 - interior - painel

O vídeo mostra o modelo em detalhes.



De fato, se tem algo que agrada no Gol Comfortline 2017 é o novo interior. Nesta versão Comfortline, o belo painel de linhas horizontalizadas traz componentes em duas tonalidades - cinza escuro e cinza claro, conferindo um aspecto de maior requinte interno. Essa dupla tonalidade se estende também para os painéis de porta, criando um ambiente harmonioso e aconchegante.

Novo VW Gol 2017 Comfortline 1.6 - painel

Os bancos oferecem bom apoio ao corpo do motorista, com uma estrutura firme e confortável, que permite rodar por longos períodos sem cansar as costas. Sente-se falta, porém, de um descansa braço central - mesmo levando-se em conta que esse tipo de recurso é mais indicado em carros com transmissão de operação automática, como a I-Motion, opcional, do Gol.

Novo VW Gol 2017 Comfortline 1.6 - espaço interno dianteiro

A posição de dirigir é excelente, graças aos ajustes de altura do banco do motorista, mas sente-se falta do ajuste da coluna de direção - recurso presente no modelo de acesso da VW do Brasil, o Up!.

Novo VW Gol 2017 Comfortline 1.6

De qualquer forma, o volante, agora com desenho similar ao do Golf, com comandos multifuncionais, mesmo sem o desejável revestimento em couro - e presente no topo de gama, Highline, tem boa pega, visto que o plástico com o qual é confeccionado aparenta boa qualidade.

Novo VW Gol 2017 Comfortline 1.6 - interior

Além disso, o Gol Comfortline tem oferece como opcionais as centrais multimídia Composition Touch (sem GPS) e Composition Media (com GPS), que adotam uma tela touch screen de 6,5 polegas e compatibilidade com o aplicativo VW App Connect, Android Auto (já disponível no Brasil) e Apple Car Play, para espelhamento de tela de celular no sistema multimídia do carro.


Assim, a associação de boa ergonomia, volante agradável, posição de dirigir correta, silêncio interno, motor de respostas rápidas e um câmbio manual que beira a perfeição fazem deste Gol 1.6 Comfortline um carro muito agradável de ser conduzido tanto em cidade quanto em estrada.


É um carro prático, que com seus 3,86 metros de comprimento o torna adequado ao uso urbano - pela agilidade, assim como o porta-malas de 285 litros da conta do dia a dia de um casal jovem com um filho pequeno.

Novo VW Gol 2017 - espaço traseiro

O espaço traseiro permite que até dois adultos se acomodem com relativo conforto, e nesta versão os vidros traseiros têm acionamento elétrico. No quesito segurança, é positivo o fato de contar com três apoios de cabeça traseiros, mas fica devendo cinto de segurança de três pontos para o passageiro central.

Segurança

Ainda na questão de segurança, o Gol 2017 recebeu um painel bonito e de desenho moderno, que conta com a melhor central multimídia do mercado - a Composition Touch (R$ 1.100 reais) ou Composition Media (R$ 2.360 reais) - mas fica devendo um alerta de não afivelamento de cinto do motorista e passageiro - algo que poderia render pontos adicionais no Latin NCAP, e também ganchos ISOFIX para as cadeirinhas infantis. Essas ausências denunciam a idade do projeto Gol.


Esses recursos, assim como uma quantidade maior de airbags, controles de estabilidade e de tração (que estão presentes na Saveiro), deve se fazer presentes na nova geração do Gol, que tem previsão de chegada ao mercado em 2018. Por enquanto o Gol vai se virando com o obrigatório por lei: duplo airbag dianteiro e freios ABS com distribuição eletrônica de frenagem, resultando em um resultado regular no Latin NCAP: 3 estrelas para adultos e 2 estrelas para crianças. Quem quiser um nível de segurança maior, deve optar pelo Up!, ou pelo concorrentes Hyundai HB20 e Toyota Etios.

Desempenho e consumo

O Gol Comfortline 1.6 tem um motor com 104 cavalos e 15,6 kgfm de torque quando abastecido com etanol, e 101 cavalos e 15 Kgfm de torque com gasolina - propulsor que é capaz de acelerar, abastecido com o combustível fóssil, os cerca de 1.000 Kg do modelo de 0 a 100 km/h em 11 segundos, caindo para cerca de 10,5 segundo com etano. São números ligeiramente inferiores aos registrados pelo Hyundai HB20 1.6 com transmissão manual (0 a 100 Km/h em 10,4 segundos).

Novo VW Gol 2017 Comfortline 1.6 - Vermelho Flash

A retomada de 60 a 100 Km/h, em quarta marchas, é realizada em 9,3 segundos, enquanto a de 80 a 120 Km/h, em 5ª, é feita em 13,9 segundos.

Novo VW Gol 2017 Comfortline 1.6

O consumo fica em 7,3 Km/l de etanol, e de 10,7 Km/l de gasolina em cidade. Em rodovia melhora para 9,4 Km/l de etanol e 13,7 Km/l de gasolina - números que se não são brilhantes, são competitivos no segmento, mas poderiam ser melhores se adotasse o motor EA-211 1.6 16V de 120 cavalos, que era adotado no Gol 2015 Rallye.

Custo x Benefício

O Gol 1.6 Comfortline parte de um preço competitivo - R$ 47.490 reais, trazendo ar-condicionado manual, direção hidráulica, alerta de frenagem de emergência, sistema de som com 4 alto-falantes e 2 tweeters, computador de bordo, chave tipo "canivete", desembaçador do vidro traseiro, direção hidráulica, faróis de neblina, iluminação no porta-malas, lavador e limpador do vidro traseiro, sistema infotainment "Media Plus" com bluetooth, MP3 e entradas USB, SD-card e AUX-IN, travamento elétrico das portas e vidros dianteiros elétricos.

Novo VW Gol 2017 Comfortline 1.6

O modelo das imagens traz adicionalmente o pacote Urban Completo + Rodas de 16 polegadas, que, por R$ 3.650 reais, acrescenta "I-System com Eco-Comfort", "Keyless" - sistema de alarme com comando remoto, sensor de estacionamento traseiro, 2 Luzes de leitura dianteiras e 2 luzes de leitura traseiras, chave tipo "canivete" com comando remoto, espelhos retrovisores externos eletricamente ajustáveis com função tilt-down no lado do passageiro, pneus 195/50 R16, rodas de liga leve aro 16" "Varvito", tampa do porta-malas com abertura elétrica, tapetes em carpete, travamento elétrico das portas e vidros elétricos traseiros.

Novo VW Gol 2017 Comfortline 1.6 - acabamento interno

Há ainda o pacote "Interatividade com navegação", que soma R$ 2.360 reais, e sistema infotainment "Discover Media" com tela touchscreen, Bluetooth, comando de voz, navegação e App-Connect, suporte para celular e volante multifuncional com comando do sistema de som e "I-System".

Novo VW Gol 2017 Comfortline 1.6

O resultado é um preço final sugerido de R$ 53.200 reais, que pode parecer elevado para um modelo compacto, mas que encerra um nível de itens de série, especialmente no quesito conectividade e tecnologia, bastante competitivo.

O que poderia melhorar

O Gol 2017 poderia ficar melhor se oferecesse: o motor 1.0 TSI do Up!; o motor 1.6 16V EA-211 associado com a transmissão automática de seis marchas AISIN + controle automático de velocidade + descansa braço central; uma versão GTI com o motor 1.4 TSI Flex de 150 cavalos + câmbio tiptronic de 6 marchas.

Concorrentes

Hyundai HB20 1.0 Turbo - R$ 47.445 reais

Hyundai HB20 1.0 Turbo x Volkswagen Gol 1.6

Lançado esta semana (veja aqui), o HB20 1.0 Turbo está no mesmo preço do Gol 1.6, tem mais segurança, desempenho similar, consumo menor e mais porta-malas.

Hyundai HB20 1.0 Turbo x Volkswagen Gol 1.6 - interior

Ele fica devendo para o Gol 1.6 apenas a opção de uma central multimídia - algo disponível apenas na versão Premium, de mais de R$ 60 mil.

Chery Celer 1.5 Flex - R$ 34.990 reais

Volkswagen Gol 2017 x Chery Celer

O Celer (veja teste de longa duração com este modelo aqui) é nacional, fabricado em São Paulo, conta com motor 1.5 Flex 16V de 113 cavalos, 30 cm maior que o Gol, tem mais espaço interno e porta-malas de 380 litros, e garantia de 5 anos (contra 3 do Gol).

Volkswagen Gol 2017 x Chery Celer - interior

Seu grande trunfo, porém, é o preço, que resulta em um desconto de R$ 13 mil reais frente ao Gol.

Conclusão

Novo VW Gol 2017 Comfortline 1.6

O Volkswagen Gol 2017 Comfortline 1.6 é um carro maduro, robusto, muito agradável de ser conduzido, com um painel muito bonito e linhas externas ainda atuais, mas fica devendo uma mecânica mais moderna.

Postagens relacionadas:

42 comentários:

  1. Respostas
    1. Isso ai. Tem muita mentira ai. Eu tenho há uma semana, ja faz mais de 12 com litro

      Excluir
    2. Tenho há uma semana, e ja faz mais que 13 com litro. Muita mentira

      Excluir
  2. Por esses preços aí um Pug 208 é uma opção incomparavelmente melhor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. peugeot é uma bomba relogio que explode nos 50..70mil km. tenho um 207 e so me encomodo...

      Excluir
  3. A discrepância entre os preços de um Celer a qualquer concorrente chega a absurdos; por mais que o Celer tenha pequenos deslizes e uma motorização não tão moderna assim o mesmo ainda é sem dúvidas uma excelente opção. Se a Chery antecipasse a versão 2017 e nesta trouxesse a conectividade que falta ao modelo garanto que o mesmo cresceria nas vendas; falta uma central e mais conectividade, não ter som com conexão Bluetooth chega a ser um erro aburdo por parte da Chery. Por opção de bancos em couro, revestimento das portas, um novo volante com os comandos de multimídia e a esperada opção automática o faria ainda mais forte frente aos concorrentes, mesmo que encarecesse um pouco mais .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza. Uma central multimídia com espelhamento do celular não encarecebia tanto o modelo e o tornaria bem posicionado no mercado. O Onix não é tão melhor e é líder. Margem no preço tem. Eu gosto do modelo.

      Excluir
    2. Com certeza. Uma central multimídia com espelhamento do celular não encarecebia tanto o modelo e o tornaria bem posicionado no mercado. O Onix não é tão melhor e é líder. Margem no preço tem. Eu gosto do modelo.

      Excluir
  4. Bem vamos lá, gostei do facelift que a volks fez no gol, deixou parelho com que o mercado está oferecendo. Foi uma boa sacada substituir o velho 1.0 pelo moderno 1.0 12v 3 cilindros, mesmo utilizado no up e fox, mais pra mim oque mata o carro é esse motor 1.6 antigo, poxa se colocasse aquele 1.0 TSI iria lacrar nas vendas, sério não ia ter pra ninguém.

    ResponderExcluir
  5. é melhor em que 53.00 mil em um carro mecanico fala serio trouxa é quem compra

    ResponderExcluir
  6. Comparar em desempenho com Hb20 1.6 é brincadeira. Esse gol na vida real não chega perto. Gostei do interior, realmente bem acertado.

    ResponderExcluir
  7. Hb20 turbo ou pug 208 são muito mais modernos. Esse carro tem plataforma e motor defasados para os dias atuais. Nunca gastaria quase 50 paus num carro como esse.

    ResponderExcluir
  8. Esta tranqueira ainda tem saída? Tão anos 80/90.

    ResponderExcluir
  9. Saudade dos tempos em que o Gol dos anos 80 e início dos anos 90 saíam com aqueles incríveis "Bancos Recaro" e o "volante de 4 bolas". Era a marca registrada das versões do Gol (GT, GTS e GTi).
    Esse Gol de hoje em dia não tem mais graça.....

    ResponderExcluir
  10. Eu acho que o carro ficou muito bonito. O nova dianteira chama muita atenção na rua. O interior então nem se fala, se tem uma coisa que eu sempre disse desde a geração 4 do gol é que eles se "auto-derrotaram" quando tiraram o interior mais horizontalizado da versão g3 e veio com aquele tanto de círculos feios.

    Finalmente o Gol traz de volta o interior mais acertado da categoria, mas ainda tem muita coisa o que melhorar. Na parte da matéria que fala sobre "o que deveria melhorar", eu concordo com tudo: motor 1.0 TSI do Up!, o motor 1.6 16V EA-211, descansa braço central; uma versão GTI com o motor 1.4 TSI Flex de 150 cavalos, etc etc.

    ResponderExcluir
  11. Quando o autor da avaliação do diz - " É um carro prático, que com seus 3,86 metros de comprimento o torna adequado ao uso urbano - pela agilidade, assim como o porta-malas de 285 litros da conta do dia a dia de um casal jovem com um filho pequeno". percebo claramente algumas coisas: ou autor ou não tem filhos ou nunca usou um gol pra fazer a afirmação vazia feita acima.
    Ele já tivesse usado uma cadeirinha de bebe ou colocado um carrinho de bebê moderno no porta malas do carro, jamais farei uma afirmação tão falsa. Digo isso, sem achar que ele defende a Vw, apenas que ele supôs isso, pois pensava como ele até ter minha filha. Aqui em casa temos no Polo hatch e um C3 (modelo novo) e eles, carros de maiores dimensões, a cadeirinha me aperta se colocada atrás do banco do motorista e tenho apenas 1,70. Com certeza no Gol a coisa será pior com seus parcos 3,86. Quanto ao porta malas, mais problemas, por que um carrinho de bebê moderno, destes com três rodas ou com quatro rodas maiores, se vc leva o carrinho, o tampão do portamalas mais fica em casa, além de perder grande parte do espaço das malas.
    Sinceramente o idoso da matéria (o gol na versão atual) pode ter qualidades, mas esta da casal com filhos não é nem de longe uma delas, experiência própria.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo, o porta-malas do Polo é consideravelmente menor que o do Gol, tem apenas 250l. O do Gol tem 285l e parece até maior que isso. A Auto Esporte já aferiu 294l. E dá perfeitamente para andar com cadeirinha atrás do banco, exceto se você for alto demais. E se o problema for esse mesmo, sugiro que coloque a cadeirinha do lado direito e que sua esposa não seja jogadora de basquete.

      Uma família com um filho tem plenas condições de ser atendida por um Gol, que não deve nada em espaço interno para um C3. O Novo C3 é bem apertado, tem menos espaço pra cabeça que o gol no banco traseiro, o espaço para as pernas é igual ou inferior. Só ganha no porta-malas e por muito pouco.


      http://revistaautoesporte.globo.com/Analises/noticia/2016/02/teste-volkswagen-gol-comfortline-10-2017.html

      Excluir
    2. Vocês estão falando de carros compactos, como se fossem médios. Acho que apenas o Sandero carrega um carrinho de bebê sem sacrifícios, e talvez o Celer.

      Excluir
    3. Verdade, Perivaldo Silva. Infelizmente a maior parte não tem condições de ter um médio e precisa se virar com um compacto, que apesar de não ser o ideal, dá para atender de forma razoável. E corrigindo o Carblog, o Gol tem 3,90m de comprimento. O C3 tem 3,94m, mas tem um aproveitamento de espaço ruim.

      Excluir
  12. Realmente gostei do design e preço do carro só acho que se viesse com o 1.6 16V aí sim seria um ótimo carro por que uma coisa me irrita è o som desses motores 4 cilindros da VW tem o mesmo som já faz 20 ano já deu o que tinha que dar

    ResponderExcluir
  13. Realmente gostei do design e preço do carro só acho que se viesse com o 1.6 16V aí sim seria um ótimo carro por que uma coisa me irrita è o som desses motores 4 cilindros da VW tem o mesmo som já faz 20 ano já deu o que tinha que dar

    ResponderExcluir
  14. No dia que colocar o motor de 120 cv pode ser q temos mudança

    ResponderExcluir
  15. Carro defasado, já deveria ter outra geração e não ficar dando pinceladas, a VW já pagou faz anos o custo de produção do Gol, esta querendo espremer a laranja até o bagaço, enquanto isso, a concorrência evolui.

    ResponderExcluir
  16. Carinho ficou bacana tenho um G5 2011 1.0 EA-111, o foda e que é a mesma coisa dês de 2008 o mesmo carro com algumas firulas, tem hora que não entendo a VWB porque não coloca o motor EA211 1.6 16v esse motor EA111 1.0/1.6 já me deram tanta dor de cabeça continuam dando até hoje, minha namorada teve um Polo 2014 1.6 Comfortline a última safra teve que troca o cabeçote com pouco mais de 7k problema de vedação de válvula crônico nessa linha ea111 especialmente no 1.6 só tem teve já sabe.. É um bom motor tem um desempenho e consumo razoável mais dá muito problema, nada que a garantia não resolva mais a dor de cabeça a tremenda.

    ResponderExcluir
  17. O Gol tá parecendo aquelas senhoras de idade que passam maquiagem, vão no cabeleireiro, compram um smartphone top e passam a se achar "moderninhas". Kkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Onix e HB20 vão deitar e rolar nas vendas. Por sorte a VW tem o Carlos pra comprar o "novo" gol. Será? Kkkkkkkkkkkk

      Excluir
  18. A antena saindo de outra antena Shark ficou horrível!!! Aquela antena Shark é tida como antena do GPS, porém é uma antena Fake pois a antena real do GPS vai dentro do painel...

    ResponderExcluir
  19. O Gol tá parecendo aquelas senhoras de idade que passam maquiagem, vão no cabeleireiro, compram um smartphone top e passam a se achar "moderninhas". Kkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  20. A VWB insiste neste ultrapassado 1.6 8v, não entendo porque não padronizar a linha com o 16v. Talvez incapacidade de atender a demanda, não acredito em custo de produção. Mais uma mancada.

    ResponderExcluir
  21. Poderia ter a versão 1.4 3 cilindros do Gol com injeção direta. Acredito em bons números se baseado no EA211.

    ResponderExcluir
  22. hoje fui às css aqui de brasília para procurar um carro pra mim para o dia a dia..bom, vi hb20,gol, up, onix e outros.Bom, hb20 muito caro pelo o que oferece e ainda aqueles vendedores achando que está fazendo favor pra vc de vender um carro.Não consigo comprar o confort plus com aquela roda de ferro e sem farol de milha. Eu, particularmente, acho o painel do hb20 meio broxante. Na vw, gostei muito do interior do gol..parece um carro de categoria maior ou melhor..gostei muito do dele, mas não tinha mais a versão connect e o restante q tinha la não me atraiu (preços altos). Vou pesquisar mais, mas fiquei com gol na cabeça mesmo sendo um 1.0. Agora, o up tsi.. sem comentários .. o carro é show com esse motorzinho, mas realmente ele é feinho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. mas sem desconsiderar nenhum..gostei de todos com cada um com seus pontos positivos.

      Excluir
  23. Se a precificação está de acordo com o mercado atual ok, mas 47 mil nesse segmento seja qualquer carro acho absurdo, a que pontos chegamos nesse país. São carros que você senta atrás do volante tem a sensação que não vale 47 mil reais. É muito dinheiro pra pouco carro. Com relação ao projeto do gol, acho que a renovação foi boa mas o design já está cansado e não recuperara o market share perdido.

    ResponderExcluir
  24. "

    O que poderia melhorar

    O Gol 2017 poderia ficar melhor se oferecesse: o motor 1.0 TSI do Up!; o motor 1.6 16V EA-211 associado com a transmissão automática de seis marchas AISIN + controle automático de velocidade + descansa braço central; uma versão GTI com o motor 1.4 TSI Flex de 150 cavalos + câmbio tiptronic de 6 marchas."

    Ai ai... Eu delirando e sonhando...

    ResponderExcluir
  25. o blog não falou da cereja do bolo, a versão connect todos esses mimos, menos as rodas + pintura metálica por 49k, peguei o meu semana passada..

    ResponderExcluir
  26. A tonalidade do painel tá bem esquisita, parece plástico velho queimado do sol.
    E outra , compararam tanto o desempenho com a do hb20 turbo,mas esqueceram de comparar o consumo..... Legal ein

    ResponderExcluir
  27. legal é ver "o carro parte de um preço competitivo"...o da foto custou mais de 50 pila.....cara 50 mil reais num GOL....só doido.

    ResponderExcluir
  28. Possuo o modelo Highline 2013/2014. Sou apaixonado pelo carro. A posição, a empunhadura, a sensação de condução, um carro sempre "na mão", espelho fotocrômico excelente mesmo a noite e o sensor crepuscular ajuda muito em túneis (quando distraído em acionar os faróis). De fato concordo que os preços estão absurdo, mas devido cenário atual da economia. O meu, custou 43.990 quando da aquisição. Utilizo de seg-sex por 3 anos (76 km/dia), e nunca tive um problema sequer. Componentes sempre substituídos em intervalos corretos, óleo de qualidade, 100% gasolina desde a fabricação. Tenho excelentes médias, 18.9 km/Ltr s/ ar cond. e 16.7 km/Ltr c/ ar cond, no entanto tenho uma condução de motorista e não de piloto, acima de 100km apenas quando realmente necessário. Ainda não consegui entender o porque de desenharem faróis quadrados e neblina redondos, prefiro os de neblina da versão G6. O que sinto falta, principalmente em rodovia, é um piloto automático (ou trava do pedal que seja) para manter a velocidade de cruzeiro, que encontra-se disponível apenas na versão I-motion com aletas. Me agradou muito esta nova versão, porém, por continuar com mesmo motor e a economia não estar favorável, trocarei apenas na próxima geração. Quanto a matéria, deixou a desejar na parte de entretenimento... a qualidade de áudio (limpo e estéreo) da minha versão é muito maravilhosa, gostaria de saber se nesta nova versão permaneceu e quais recursos além da central anterior esta nova oferece (ligações já faço pelos botões do volante do meu).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E sem dúvidas não se faz mais carros como antigamente;não tinha segurança Airbag ABS nem pensar mais sintolerância falta do imponente AP 1.8 E do espaço do porta-malas auto latina hoje me arrasto nas rodovias com um sinal ele 1.0 pois não posso abrir mão do porta malas

      Excluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.