Car.blog.br

Pesquisar este blog

Fiat Mobi: impressões de quem fez o treinamento de vendas

Categorias: , , , , 56 Comentários

A Fiat Chrysler do Brasil lançará o seu novo modelo sub-compacto, o Mobi, neste mês de abril de 2016, para substituir as versões de entrada do Uno, conhecidas como Vivace, mas a marca já promoveu treinamento com a equipe de vendas, e neste post relatamos algumas impressões.

Novo Fiat Mobi 2017

O Mobi é baseado na plataforma do Uno, porém encurtada.

Novo Fiat Mobi 2017

O projeto privilegia o espaço interno para passageiros, e até dois adultos de 1,85 metro de altura conseguem se acomodar no banco traseiro, sobrando ainda cerca de 5 cm de distância ao teto.


O porta-malas, porém, foi prejudicado, e oferece capacidade de 200 litros (80 litros a menos que o do VW Up!).

Novo Fiat Mobi 2017 - interior

"Design imponente e esportivo"

O que mais chama a atenção no Mobi é sua estética, com uma frente muito imponente e a traseira com tampa do porta-malas totalmente de vidro confere sofisticação.


Segundo os vendedores que consultamos, este será o principal aspecto de venda, pois o Mobi não tem inovações mecânicas (o novo motor 1.0 de três cilindros da Fiat só será aplicado ao carro em 2017).

Novo Fiat Mobi 2017

O motor do Mobi, no lançamento, será uma versão aperfeiçoada do 1.0 Evo Fire, e quem andou no carro disse que não se percebe diferenças em relação ao Uno, até mesmo porque o estilo geral do interior, posição de dirigir e reações do carro são as mesmas do Fiat Uno, assim como o peso: o Mobi pesa entre 906 Kg (versão Easy básica) e 960 Kg (Way On com ar-condicionado).

Novo Fiat Mobi 2017 - traseira

Aliás, esta é a crítica que está sendo feita ao Mobi: é um carro que não traz inovação alguma.

Novo Fiat Mobi

É um Uno com novo desenho de carroceria e novo interior, mantendo o mesmo motor, mesma transmissão e a mesma direção com assistência hidráulica (e não elétrica como a dos concorrentes).

Postagens relacionadas:

56 comentários:

  1. A Fiat quer ganhar muito com esse carro, mas não é em vendas e sim na reciclagem de materiais, tipo o para-choque traseiro é igual ao do Palio de 2008.

    ResponderExcluir
  2. Na boa , que traseira e lateral traseira horríveis, nas fotos quando mostravam por dentro achei legal , conseguiram acabar com a esperança de quem achou que seria um carrinho até legal, resta esperar o renault Kwind.

    ResponderExcluir
  3. Pelo que estou vendo, a Fiat faz o Mobi para o consumidor que gosta de "designer" (sic) imponente, afinal ele quer "piçionar" na porta do bar, com uma frentona bem grande e "esportiva", que abriga um motor velho e raquítico. O interior é todo rebuscado cheio de plástico inútil, com um painel bem cheio de reestrâncias para acumular muito pó, mas que o povo para o qual o carro foi criado (baixa cultura / eleitor do PT) vai confundir com "tecnologia"...sim, claro, claro, o painel terá alguns botões e um painel bem coloridão...
    E o motor velho de guerra Fire 1.0 quatro cilindros, porta-malas ridículo (pelo menos é maior que o do Fiat 500), direção hidráulica...em resumo. pouco eficieinte.
    Um carro que não inova em nada, apenas traz um estilinho rebuscado para o povo de baixa cultura comprar achando que estão abafando....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo: "designer" é o profissional de design. E "design" não é só fazer "bonitinho", significa estipular qual será a função cultural-necessidade do produto em questão (ou, para quem ele será desenhado, por quanto, qual o gosto).... se for o público mais jovem que é naturalmente mais permissivo do que os mais velhos (já mais couro-duro, ortodoxos), o carrinho segue a receita correta. Daí é questão de gosto e cultura de cada um, então, como se diz o ditado: "gosto não se discute. Lamenta-se".

      Excluir
    2. ^^ Manezito não sabe o que é "sic". Rá..rá..rá. Pesquise antes de querer dar aula, colega. Assim vc passa vergonha!. Faz o seguinte: finge que vai fazer número 2 e apaga o comentário...

      Excluir
    3. O eleitor do PSDB e PMDB também é de baixa renda...

      Excluir
    4. Cara, eu racho o bico com o Carlos, não mudaria uma vírgula se tivesse que transcrever o que penso sobre esse carro.

      Excluir
    5. Esse Carlos é uma figura, com certeza não deve morar no Brasil. Ele deve morar na Alemanha, certeza. kkk
      Se morar no Brasil deve se estressar todo dia com o zé povinho que ele odeia.

      Excluir
    6. Estimado Carlos!
      Creio que a intenção da Fiat ao criar este modelo é dar mais acessibilidade (em se tratando do valor) para atingir a todas classes socias. Entretanto,não se justifica dizer que as pessoas com menor poder aquisitivo sejam de baixa cultura como vc citou em seu comentário. E também não há motivos para relacionar com escolha partidária,afinal todos tem o direito de escolher o que melhor lhe convém políticamente.

      Excluir
    7. Carlos, posso notar que se existe alguém desprovido de cultura aqui, este alguém é vc! Extremamente preconceituoso. Vejo que você se incomoda muito com o fato de pessoas com menor poder aquisitivo terem acesso a um carro com um "ar" imponente, e que a sua falta de cultura não lhe permite entender que, existem em todas as classes sociais pessoas bem instruídas, bem como pessoas alienadas, vc é um exemplo fortíssimo disso.

      Excluir
  4. Non sense. Pode vender muito e talvez venda, mas se a Fiat não trouxer efetivamente produtos novos, ela está matando a si própria. O M(P)obi é apenas um apelo de vendas, não traz nada de novo. É um produto requentado de um produto já requentado. O motor está sendo esgoelado. Segurança e conforto nenhum. Design, no mínimo, controverso; há quem goste. Ao abrir o porta-malas, será um choque.
    Comparar com Smart, Up!, 500 e Mini não dá; todos estes trazem inovações.
    Pode-se compará-lo com o Tata Mano, mesmo nível.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mitou, realmente só dá pra comparar o Tata Nano!

      Excluir
    2. Os "cara" lá na Índia vão me bater... equiparar Fiat M(P)obi com Tata Mano. Eles compraram a Volvo, da Ford.

      Excluir
    3. Mas a ideia é essa. Acessibilidade. Não é inovação.

      Excluir
  5. Respostas
    1. Dilmas breve não valerá nada. Bem, talvez, você já esteja fazendo essas considerações.

      Excluir
  6. A Toro que pariu isso? E filhote de Toro... FIAT Bezerro?

    ResponderExcluir
  7. A Toro que pariu isso ai? Filhote de Toro deveria se chamar FIAT Bezerro...rsrs

    ResponderExcluir
  8. Estratégia similar a da Chevrolet quando lançou o Agile. Uma nova carcaça em um projeto antigo para chamar a atenção do mercado. O pior é que muitos vão comprar a ideia de que se trata de um carro totalmente novo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Discordo, o Agile pelo menos tinha maior espaço interno que seu antecessor, ao contrário do Mobi, que é ainda mais compacto que o Uno (!)

      Excluir
    2. A questão não é espaço, equipamentos ou design, mas plataforma e motorização. Nisso, não trouxe nada de novo.

      Excluir
  9. Já vi esse filme antes: pegar um carro consagrado e fazer uma gambiarra em cima pra criar uma marmota nova.

    Esse filme se chamou CELTA...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Celta, Agile e, agora, Mobi dick ou Mobi llete

      Excluir
  10. Vou ser bem sincero. Se me fosse oferecida uma concessão de uso gratuita de 5 anos de um carro desses, eu agradeceria mas não aceitaria.

    ResponderExcluir
  11. "O mobi é baseado na Uno, porém encurtado". Rindo muito. Como algum carro pode ser mais curto que a Uno que já é apertada. Nenhuma inovação, vão aguardar 2017 para novo motor e melhorias. Ou seja, vão vender bastante e depois que irão investir.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma parcela considerável deste mercado não compram carro para usar e sim para usarem e nesse caso preço e uma marca minimamente confiável já vale, imagina dar o carro na mão daqueles prestadores de serviço de telecomunicações que grande parte dirigem como animais, ali você acha que Escolheriam, Up, uno..? Tem que ser o mais barato, outros também não tem dinheiro e precisam de um meio de transporte, aí a Paolla Oliveira vai na TV Fazer a parte dela. Esse é o público, ao menos com esse mobi não podem mais chamar o uno de bota ortopédica, esse storm tropper ganha.

      Excluir
  12. Os caras jogam o anzol, morde quem quer. To fora.

    ResponderExcluir
  13. Super esportivo, realmente. Carro de 5ª categoria, coisa de pobre que anda de jegue mesmo, horroroso, pelo amor.

    ResponderExcluir
  14. Tampa traseira de vidro?? Qual será o preço de troca dessa peça? Até o UP trocou esse detalhe antes de vir para o Brasil. Alguém lembra da tampa de fibra do Tipo?

    ResponderExcluir
  15. Respostas
    1. Vou sempre estacionar de ré no meu prédio. Prometo!

      Até porque o porta-mala (?) não cabe nada...

      Excluir
  16. Quando criou o Mobi, acredito que a estratégia da Fiat apostava suas fichas num boom desses modelos de entrada no mercado nacional atual, liderado pelos sub-compactos chineses de fabricação local. Mas as marcas sino-brasileiras fracassaram sucessivamente nas suas pretensões, tombaram com a alta do IPI e até congelaram investimentos, apostando em outras categorias de veículos. Sendo assim, será uma fabricante ocidental quem lançará no Brasil o modelo mais ao gosto chinês com chances de volume maior de vendas. Não deixa de ser hilário.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acredito mais que o objetivo é um só : vender para grandes empresas.
      Vai vender muiiiiito
      E, como brasileiro realmente é ignorante, vai comprar pra dizer que tem "carro" 0km

      Excluir
  17. Isso não é um carro, é um meio de transporte p/ pessoas sem cultura automotiva, que a compra com certeza será movida pelo impulso da novidade no mercado. Que falta de inteligência. Triste...

    ResponderExcluir
  18. Nossa mãe!
    Em plena era de up!, New Ka, HB20 turbo, a FIAT lança essa joça ultrapassada, transvestido de "novo".
    É um tapa na cara do brasileiro que aceita qualquer porcaria que lhe é oferecida.
    As vezes o 4patas tem razão: brasileiro é sem nível mesmo.
    Imagina se na Europa, a FIAT teria a coragem de lançar essa "coisa"!
    País que vende ONIX e Palio Fire aos montes e lança essa m@, não pode ser levado à sério.

    ResponderExcluir
  19. Chegou o novo carro do Povão: o M(P)obi!!! Infelizmente via vender muito pelo preço, e tb para locadoras e autoescolas, e tb vai roubar vendas do Up, seu principal rival hj além do classic. Ainda falta o Kwid chegar, aí a guerra estará instalada. Aposto que ficarão na faixa de 30mil completos.

    ResponderExcluir
  20. Não entendi a proposta desse carro. Pensando em Fiat, por que deixar de pegar um Uno pra comprar ele? Mas enfim, cada balaio tem sua tampa.

    ResponderExcluir
  21. Show!
    A Fiat inovando com mais uma surpresa com certeza agradará, veio meio modesto sem direção como a concorrência, mas com certeza em 2017, vira as opções esperadas como direção e novo motor chegando próximos aos 85 cv!
    Espero, não se vou esperar 2017, ele me agradou.

    ResponderExcluir
  22. Essa tampa de vidro vai dar o que falar! O que vai ter de gente se ferrando com isso nao vai ser mole!

    ResponderExcluir
  23. Bastante moderno esse carro, tem tampa do porta-malas de vidro e painel com visor lcd... Kkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  24. Curti... as calotas! Mas felizmente peguei meu up tsi, que manda um abraço! Rs

    ResponderExcluir
  25. Este carro vai tirar o uno do mercado, vai ser mais barato. Infelizmente este é um carro para frotistas, como o cobalt e vai pegar. Mas ainda acho que deveriam ter esperado o motor. Acho engraçado os comentários sobre inovação e PT, quem comenta que os PTistas tem baixa cultura deveriam ler um pouco da historia dos carros na Gran Bretanha por exemplo. O mini na época que foi lançado nada tinha de inovação mas derrubou as vendas da ford. E a demais pode ir conferir a garagem de um cara desses deve ter um gol com um motor 1.0 liso, com rodas de liga compradas na robalto e pneus importados, usados, mas importados!

    ResponderExcluir
  26. E fieteiros vomitam asneiras sobre o UP.

    ResponderExcluir
  27. A versao mais basica vai vir sem limpador traseiro?

    ResponderExcluir
  28. que maravilha de carro... E o motor fire de 3 cil 6v só em 2017???? meu deus que maravilha...

    ResponderExcluir
  29. Já estou até vendo aquele rack long life no teto segurando escada e andando fazendo todas as M.. Possíveis no trânsito.

    ResponderExcluir
  30. O motor fire 1.0 é melhor e mais confiável que o VW 1000 8 válvulas, que devido às instruções de trocar o óleo com 15000km rende dores de cabeça até hoje...Sem contar o up tsi que também dá problemas pra galera que quer fazer racha... Portanto, acho que a decisão da FIAT foi sim acertada...

    ResponderExcluir
  31. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  32. Mini uno seja bem vindo! O Palio Fire merece uma aposentadoria com a vinda deste carrinho. Vai vender muito!

    ResponderExcluir
  33. É mais bonito que o Uno pelo mesmo preço, então tá ok

    ResponderExcluir
  34. Agora ser pobre é falta de gosto ou coisa parecida. O pobre as vezes é pobre, não por opção e sim por acaso. Aí compra o que dá, para não se meter em dívida. Desses caras que falaram em pobreza, qual o carro deles, vai ver que tem um UNO dos antigos. ou um fusca ou até um Gol quadrado. Há!

    ResponderExcluir
  35. Carlos, vejo que se tem alguém desprovido de cultura aqui, este é vc. Existem pessoas bem instruídas, e alienadas em todas as classes sociais, e vc é o típico exemplo de alienação. Ninguém que tenha o mínimo de cultura, se prestaria a um papel tão medíocre, de escrever comentários racistas como os seus. Faça um favor a si mesmo, e volte para o ensino médio para estudar pelo menos, história e ética.

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.