Car.blog.br

Pesquisar este blog

Golf 1.6 Automático x Focus 1.6: comparativo de consumo

Categorias: , , , 69 Comentários

Em artigo anterior nós fizemos uma comparação de desempenho entre VW Golf 1.6 MSI Flex Automático 2016, Ford Focus SE Plus 1.6 Manual e Chevrolet Cruze 1.8 LT Automático. Agora, porém, vamos compará-los em relação ao consumo de etanol.

VW Golf x Ford Focus x GM Cruze - comparativo de consumo

O Golf 1.6 MSI adota um motor quatro cilindros 1.6L aspirado de 120 cavalos e 16,8 Kgfm de torque @ 4.000 RPM, associado a um câmbio automático de seis marchas, e pesa 1250 Kg. Já o Focus incorpora um motor 1.6 aspirado de 135 cavalos e torque máximo de 16,7 Kgfm @ 3000 RPM, com transmissão manual de cinco marchas, e pesa 1310 Kg. A tabela abaixo traz os dados de consumo aferidos pela Revista Carro para o Golf 1.6 MSI AT (veja aqui) e Focus 1.6 Manual e Cruze 1.8 Automático (aqui).

ModeloConsumo de etanol em cidade [Km/l]Consumo de etanol em estrada [Km/l]Média [Km/l]Aceleração de 0 a 100 Km/h [s]
VW Golf 1.6 MSI Automático6,411,98,913,2
Ford Focus SE 1.6 Manual7,411,19,113,1
Chevrolet Cruze 1.8T Automático6,510,28,211,7

Os dados acima mostram que o Golf 1.6 Automático apresenta um consumo de etanol em cidade de 6,4 Km/l - número que é 13,5% pior que os 7,4 Km/l obtido pelo Focus 1.6 com transmissão manual. Em relação ao Cruze 1.8 LT há um empate, já que o modelo da GM fez 6,5 km/l (diferença de 1,5%).

VW Golf 1.6 MSI Flex x Ford Focus 1.6 - comparativo de consumo

Em estrada, o Golf 1.6 MSI Automático surpreendeu e foi o melhor de todos, com média de 11,9 Km/l - número 7,2% melhor que o Ford Focus SE 1.6 manual - que obteve 11,1 Km/l, e 16,6% melhor que o Cruze LT 1.8 Automático.

VW Golf 1.6 MSI Flex x Ford Focus 1.6 - comparativo de consumo

Em termos de consumo médio - média ponderada de 55% em cidade e 45% em estrada - o Golf 1.6 MSI Automático ficou com 8.9 Km/l - 2,1% pior (empate técnico - diferença abaixo de 3%) que o Focus 1.6 SE Manual, que obteve 9,1 Km/l. O Cruze 1.8 LT Automático obteve 8,2 Km/l na média - sendo 8,7% pior que o Golf 1.6 MSI Automático.

Análise

O consumo de etanol do Golf 1.6 MSI Automático não é brilhante em cidade, onde ficou atrás do Cruze 1.8 LT, mas surpreende positivamente em estrada. Na média, o Golf 1.6 MSI Automático, que já oferece um desempenho similar ao Focus SE 1.6 Manual, tem consumo também similar do Ford.

VW Golf 1.6 MSI Automático - interior
VW Golf 1.6 MSI Automático - interior
Isso é positivo para o VW, visto que o Golf 1.6 MSI adota uma transmissão automática de seis marchas AISIN. E é conhecido que as transmissões automáticas epicíclicas com conversor de torque, como a adotada no Golf, pioram o desempenho e o consumo do carro quando comparado com o mesmo modelo equipado com transmissão manual.

Ford Focus SE 1.6 Plus Manual - interior
Ford Focus SE 1.6 Plus Manual - interior
Assim, o fato de o Golf 1.6 MSI Automático apresentar basicamente o mesmo desempenho e consumo do Focus 1.6 SE Plus Manual, nos testes da Revista Carro, é bastante auspicioso, pois se trata de um carro automático (Golf) contra um Manual (Focus), de categorias similares.

Preços 
  • VW Golf 1.6 MSI Automático - R$ 79.990 reais (destaques: 7 airbags, sistema multimídia com tela touch de 6,5 polegadas e espelhamento de tela de celular, direção elétrica, sensores de estacionamento dianteiro e traseiro)
  • Ford Focus 1.6 SE Plus Manual - R$ 75.900 reais (destaques: 4 airbags, sistema multimídia simples com tela de 4,2, direção elétrica, sensores de estacionamento traseiro, bancos em couro, ar-digital)
  • Chevrolet Cruze 1.8 LT Automático - R$ 81.090 reais (destaques: 6 airbags, sistema de som com Bluetooth, direção elétrica, bancos em couro)
Vídeo - VW Golf 1.6 MSI - detalhes internos e externos



Vídeo - Ford Focus SE - detalhes internos e externos



Conclusão


O Golf 1.6 MSI com transmissão automática apresenta o mesmo nível de desempenho e consumo do Ford Focus SE Plus 1.6 com transmissão manual, o que pode ser creditado ao menor peso do VW e à maior eficiência de seu conjunto mecânico.

Postagens relacionadas:

69 comentários:

  1. Gosto de ambos os carros, bons de dirigir. O fato é que hoje em dia eu e a maior parte dos consumidores só querem carros automáticos e o Focus não tem essa opção. Ou melhor, tem o powershift, mas não o considero como opção pois é certeza de problemas e muita dor de cabeça. Entre esses dois acabaria ficando com o Golf automático, mas na faixa de preço acabaria ficando mesmo é com o Jetta 1.4 Tsi automático, muito mais motor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carro manual hoje ninguém mais quer, então evidente que o Golf MSI, com mesmo desempenho e consumo do Focus 1.6, é de longe a melhor opção. Fora que o Golf tem mais espaço interno que o FOcus.

      Mas sobre o Jetta 1.4 TSI, não tem como dizer que são concorrentes. O Jetta 1.4 TSI AT6 de R$ 83,5K é o Trendline, que só tem 4 airbags, não tem sistema multimídia, não tem sensores de estacionamento, não tem faróis de neblina.

      Se quiser um Jetta 1.4 TSI AT similar ao Golf, terá que pagar R$ 10 mil a mais, e pegar o Comfortline 1.4 TSI AT, que sai por R$ 89 mil e mesmo assim deve para o Golf 7 airngas e outros itens.

      Então o Golf 1.6 MSI AT está sim bem posicionado em preço, desempenho e consumo.

      Excluir
    2. Pelo que eu estou vendo o mérito é para o focus, que mesmo sendo 200 kg mais pesado que o golf, anda mais e consome igual ao golf! Sem contar que a versão Se plus custa mais barato, tem mais equipamentos e o espaço interno é praticamente o mesmo do golf! Menos paixonites e mais racionalidade por favor!

      Excluir
    3. Golf em qualquer versão está bem melhor posicionado que o Focus.
      Se reclamamos do preço do Golf 1.6 MSI a razão dele vir caro é o próprio Focus e cia.
      A versão 1.6 SE Plus não é mais equipada que o Golf 1.6 MSI. Qualquer versão do Golf vem com 7 airbags, além de contar com espaço interno melhor otimizado.
      O 1.6 Ti-VCT é um ótimo motor, mas o Focus peca por não oferecer um câmbio AT decente.
      A Ford deveria jogar fora a porcaria do Powershift e adotar o 6AT do Fusion para o Focus e Fiesta.

      O Aisin 6AT não tem bom acerto em nenhum modelo que equipa, razão pela qual nem a própria Toyota quis, mas atende bem às expectativas do mercado.
      A racionalidade do mercado aponta para uma caixa AT em qualquer versão nesta faixa de valores e produtos ...

      Excluir
    4. Pelo que eu estou vendo o mérito é para o focus

      O mérito é todo do |Golf, que mesmo com câmbio automático epicíclico gasta menos em estrada, iguala na média cidade/estrada, e tem desempenho similar.

      Enquanto no Focus vc fica se esgoelando trocando marchas, no Golf o câmbio AISIN 6 marchas faz isso para vc, silenciosa e suavemente.

      Excluir
    5. "vc fica se esgoelando trocando marchas" Kkkkkkkkkkk
      Creio que quem fica esgoelando ao trocar marchas são péssimos condutores que não sabem identificar as rotações do motor para trocar de marcha! O focus, mesmo sendo manual, deveria ter consumo maior que o do golf por ser 200 kg mais pesado!

      Excluir
    6. Meu amigo, o Focus é uma vergonha. Um poço de ineficiencia.
      O Focus é 10 cm maior que o Golf por fora, e por dentro é muito mais apertado.
      O Focus é 100 Kg mais pesado que o Golf, e muito menos seguro. Enquanto o Golf ficou com TSP+ no IIHS, o Focus levou bomba. O Focus é 5/4 no Latin NCAP, e o Golf é o carro mais seguro testado pelo Latin NCAP, mesmo sendo 10 cm menor, mais leve.
      E ainda coroa com o Golf 1.6 com motor menos potente e câmbio automático andar junto com o FOcus 1.6 manual.

      Na boa, o Focus é uma piada de carro perto do Golf. O Focus custando 30% menos, como acontece na Europa, vá lá. Mas no mesmo preço ou mais caro que o Golf, como tá aqui, quem compra Focus assina atestado de que não sabe pensar, pois pega um carro muito pior em tudo, e mais caro.

      Excluir
    7. Não é para tanto...
      Na minha opinião, tanto Focus como Golf são ótimos hatchs médios, em pé de igualdade em termos de desempenho até. Golf tem melhor acabamento, mais itens de segurança. Focus tem melhor dirigibilidade, conforto, suspensão multilink, etc.

      A super engenharia alemã faz um motor "moderno" aspirando 1.6 16V com a incrível potência específica de 68,75 cv por litro (110cv), enquanto a Ford entrega um motor com comando variável tanto na admissão quanto no escape que fornece uma potência específica de 81,87 cv por litro (131 cv), ambos com gasolina. Ou seja, o Sigma TiVCT com a mesma cilindrada, mas 20% mais potente.

      O super design "caixa de sapato" do Golf, aquele que somente os inteligentes podem compreender, resulta num coeficiente aerodinâmico de 0,32, enquanto o design "poluído e bagaceiro" do Focus resulta num cx = 0,28. O seja, o Focus consegue ter cerca de 14% menos de arrasto aerodinâmico, resultando em menos ruído de vento, menor consumo, mais estabilidade em altas velocidades.

      Por fim, a super engenharia alemã não consegue fazer uma suspensão multilink robusta??? Precisa adotar eixo de torção para ser confiável em nossas ruas?? Por que será que Honda e Ford, entre outras, conseguem fazer suspensões multilink (Civic e Focus) que não quebram e nem desalinham??

      Excluir
    8. E a minha eterna pergunta, ao inves de trocar a suspensao, pq apenas nao ajustaram para o Brasil? Se essa suspensao e tao superior, pq tem carros que ainda tem multibracos (civic focus etc)

      Excluir
    9. Focus tem melhor dirigibilidade, conforto, suspensão multilink, etc.

      Como Focus tem "melhor dirigibilidade", amigo? O Focus com 178 cavalos toma 4 segundos por volta do Golf com 140 cv tanto em Interlagos quanto no Velo Cittá.

      A super engenharia alemã faz um motor "moderno" aspirando 1.6 16V com a incrível potência específica de 68,75 cv por litro (110cv), enquanto a Ford entrega um motor com comando variável tanto na admissão quanto no escape que fornece uma potência específica de 81,87 cv por litro (131 cv), ambos com gasolina. Ou seja, o Sigma TiVCT com a mesma cilindrada, mas 20% mais potente.

      Então, a engenharia alemã superior está no fato de que o Golf 1.6 MSI Automático com 15 cv a menos, e uma transmissão automática epiciclica a mais (que toma 15% de potência para fazer funcionar o conversor de torque), tem o mesmo desempenho e o mesmo consumo do Focus 1.6 Manual. E está também no fato de que a Ford teve que tirar de linha o Focus 1.6 Powershift de tão ruim que era.

      O super design "caixa de sapato" do Golf, aquele que somente os inteligentes podem compreender, resulta num coeficiente aerodinâmico de 0,32, enquanto o design "poluído e bagaceiro" do Focus resulta num cx = 0,28. O seja, o Focus consegue ter cerca de 14% menos de arrasto aerodinâmico, resultando em menos ruído de vento, menor consumo, mais estabilidade em altas velocidades.

      O design do Golf é o do 2º carro mais vendido do planeta. Só isso. E de que adianta o Focus ter melhor aerodinâmica, se ele com 178 cavalos tem desempenho muito inferior e consumo muito superior ao do Golf com 140 cavalos?

      Então, novamente, o que interessa são os resultados. Daqui a pouco vão falar: o "Focus é melhor também pois tem 10 cm a mais e 100 Kg a mais de peso". Só que mesmo maior por fora, é apertado por dentro. E menos seguro.


      Por fim, a super engenharia alemã não consegue fazer uma suspensão multilink robusta??? Precisa adotar eixo de torção para ser confiável em nossas ruas?? Por que será que Honda e Ford, entre outras, conseguem fazer suspensões multilink (Civic e Focus) que não quebram e nem desalinham??


      O fato é que a suspensão do multilink do Golf é mais robusta e confiável que a do Focus e do Civic juntas. O problema não é da VW. O problema é da Ford, que não faz uma suspensão adequada ao Brasil, e muito menos a Fiat. Não tem lógica alguma submeter o consumidor brasileiro à uma suspensão multilink se só há ônus para o consumidor nessa escolha.

      A suspensão multilink torna o carro mais duro, exige mais manutenção e mais cara. E desalinha a traseira. E o Focus e o Civic sofrem com isso.

      Só que seus consumidores não podem usifruir dos benefícios da suspensão multilink, pois eles sõ são sentidos em curvas feitas acima de 200 Km/h.

      Resultado: como Ford e Honda não adptaram corretamente seus carros para o Brasil, eles impõem a seus consumidores manutenção mais cara, mais visitas à oficina, mair consumo de pneus, em decorrência da escolha errada da suspensão.

      Excluir
    10. Aceleração do Golf 1.6 MSI AT com alcool, controle de tração OFF e cambio em modo esporte na casa dos 13 segundos. Vejam no video: https://www.youtube.com/watch?v=jmF-OW3X8tI

      O que chama a atenção é que a aceleração é bem linear até a terceira marcha. Quando troca para a 3ª parece que cai num "buraco" de aceleração. Reparem que em ambas passagens o giro chega a cair quando passa para a terceira e aí rema para chegar a 100km/h. Bem estranho...

      Excluir
    11. E a minha eterna pergunta, ao inves de trocar a suspensao, pq apenas nao ajustaram para o Brasil? Se essa suspensao e tao superior, pq tem carros que ainda tem multibracos (civic focus etc)

      Civic e Focus estão errados. A Ford e a Honda que não tem suspensões adequadas ao Brasil apra seus carros, então elas empurram o multilink mesmo, pois simplesmente não têm outro esquema.

      É uma sacanagem das bravas da Ford e Honda, que não querem tropicalizar corretamente seus carros, obrigar o consumidor brasileiro arcar com os ônus de manter uma suspensão multilink (mais dura, menos confortável, mais frágil, com manutenção mais frequente e cara) sem que esse mesmo consumidor possa usifruir dos seus benefícios (que só são sentidos acima de 200 Km/h).

      No caso da VW, o projeto do Golf é muito mais refinado, e ele adota a MQB. Essa plataforma tem três tipos de suspensão: multilink; semi-independente; triângulos invertidos, que são aplicados para maximizar o benbefício do consumidor.

      Na Alemanha, onde os caras anda com os carros acima de 200 KM/h com |Golfs de alta performance, então adota-se a multilink, menos robusta e mais cara de manter, mas o consumidor se beneficia de melhor comportamento acima de 200 Km/h.

      Na mesma Europa, adota-se a suspensão semi-indendente nos Golf TDI< pois entende-se que esse consumidor não quer alta performance então é melhor para ele usar uma suspensão mais confortável, que dá menos manutenção, manutenção mais barata, implica menor consumo de pneus, e ainda é mais leve, deixando o carro ainda mais eficiente, que é a suspensão semi-independente.

      Essa suspensão é um tipo disponível para o Golf pela MQB. No Brasil, fica claro que a suspensão semi-independente é, disparado, a melhor opção. Mais que isso: é um sinal de profundo respeito ao consumidor brasileiro dotar o Golf brasileiro com tal suspensão.

      Sacanagem seria obrigar o consumidor de Golf arcar com manutenção mais cara e frequente, suspensão mais dura e menos confortável, que é a multilink, sem que ele possa se beneficiar dela, pois no Brasil nunca se anda acima de 200 Km/h (que é a única situação que a multilink tem vantagem).

      Então, no Brasil, a VW fez a escolha que maximiza o benefício do consumidor: deu ao Golf nacional (e ao A3 tb), uma suspensão mais confortável, robusta, confiável, de manutenção mais barata e muito menos frequente, que implica em menor consumo de pneus, que é a semi-independente.

      A Toyota fez o mesmo com o Corolla. O Corolla europeu usa multilink, já o brasileiro usa semi-independente. Por isso? Simples: seria sacanagem obrigar o consumidor de Corolla arcar com os pontos negativos da suspensão multilink (mais dura, mais pesada, menos robusta, exige mais manutenção e mais cara) sem que o consumidor possa se beneficiar de seus benefícios (acima de 200 Km/h apenas).

      Portanto, VW e Toyota fazem o correto e mostram que respeitam o consumidor brasileiro e as característas do Brasil. Já Honda e Ford empurram um produto inadequado para o brasileiro.

      Excluir
    12. Discordo da dirigibilidade. Tive Jetta 2008 e meu irmão tem Focus 2011 e meu pai Civic 2010 (e tivemos os carros em períodos semelhantes) e dirigi todos "concomitantemente" (entre aspas, para entender q não foi ao mesmo tempo, mas dirigia indiscriminadamente um ou outro). Adoro aquele Jetta, o motor, o acabamento, tudo. Mas a suspensão do Focus tinha melhor compromisso estabilidade-conforto. Ou seja, ele conseguia ser excelente andando rápido e ao mesmo tempo com conforto ideal (coisa q o Civic, p ex., não tem). O Jetta já fica entre o Focus e o Civic em conforto. Outrossim, suspensão multilink é independente e necessita regulagem (alinhamento). Mas muitos querem continuar economizando e fazendo o serviço "só na frente". Só fazer a correta manutenção que não há problemas. Não dirigi o Golf, mas levando em conta o que conheço da VW até então, acho a dirigibilidade do Focus superior - e a Ford é reconhecida mundialmente pelo bom acerto da suspensão.

      Excluir
    13. O Focus não tem melhor dirigibilidade que o Golf jamais.
      Basta olhar os testes de FullPower e Acelerados. O Golf com 140 cv foi 4 segundos mais rápido que o Focus em dois circuitos.
      Sabe o que é 4s? Tem noção do que é isso.

      Outrossim, suspensão multilink é independente e necessita regulagem (alinhamento). Mas muitos querem continuar economizando e fazendo o serviço "só na frente".

      Não é que são muitos. 99% dos consumidores não está nem aí para isso de regulagem na traseira. Nem sabem que tem que fazer.
      E carro com multilink perde muita regulagem na traseria no Brasil por conta do piso que é uma porcaria.
      É uma sacanagem com o consumidor brasileiro obrigá-lo a usar multilink, sendo que ele não usufrui dos bonus da Multilink (só acima de 200 Km/h) e fica com todos os onus: manutenção mais cara, mais frequente, mais dura, mais firme.

      Por isso Toyota e VW fazem o certo: colocam suspensão semi-indepdentes no Corollla e Golf.

      Excluir
    14. Esses números de aceleração e consumo são irreais. Quem já testou o Golf 1.6 automático de forma independente? É obvio que o Focus mecânico é mais rápido e consome menos, só trouxa para acreditar nos bla bla bla do Carlos. Também só trouxa para acreditar que suspensão multilink piora o carro. Já tive Vectra B, Focus e agora Jetta e nunca tive problemas com a suspensão, muito pelo contrário. Só o Carlos mesmo para tentar convencer o mundo que todas as montadoras estão erradas em colocar multilink em seus melhores produtos, mesmo a VW e a Audi. Então Jetta era ótimo, mas agora ficou uma bosta porque agora tem multilink? È isso?

      Excluir
    15. Rodei 95mil/km com meu primeiro focus e 80mil/km com meu segundo focus e nunca precisei gastar nenhum real com manutenção de suspensão.
      Provavelmente acontecerá o mesmo com o Golf q tenho.
      Tirar a multilink foi corte de custos, sem dúvidas.

      Excluir
    16. multilink foi corte. fato. mas também é fato que civic/focus quando começa a encher o saco com susp traseira é um problema viu. principalmente quando começa a estourar aquele mundo de buchinha ou perdendo cambagem

      Excluir
  2. Utilizando a linguagem do próprio blog: FOCUS estraçalha Golf em consumo e ainda custa mais barato!

    O Golf, mesmo tendo motor menor, consegue ser mais beberrão do que o alcoólatra cruze, que é 1.8.

    ResponderExcluir
  3. Um momento, mas o Golf 1.6 AT6 de entrada não tem comandos no volante (não possui nem Piloto Automático, pois isso é opcional), então não é correto comparar ele de entrada por R$ 80 mil, já que ele só tem tais equipamentos por R$ 83 mil (acho que é isso, se o blog postou o preço dos opcionais corretamente).
    Sem desonestidade, por favor, aquela foto do interior do Golf não é dele sem opcionais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, só é possível considerar o valor do Golf com o pacote elegance, e então acrescente uns 5mil na conta...

      Excluir
  4. Com o combustível nas alturas, a melhor opção seria o TSI mesmo. Motores aspirados estão fadados ao desaparecimento, bebem mais e tem desempenho pior. Não entendo porque o VW não colocou o 1.0 TSI com potência aumentada nesse carro, mas acho que depois farão isso e aí sim vai vender que nem pão quente.

    ResponderExcluir
  5. Acabei de ver um vídeo do golf acelerando até 100km chega dar um cansaço. Tem que ficar na torcida pro carro atingir a velocidade. Que vergonha.

    ResponderExcluir
  6. O golf só irá liderar nas vendas no dia que perder essa cara de Gol. O focos tem muito mais apelo visual. Passa uma aparência de modernidade. E é isso que 90% dos brasileiros querem. De que adianta o golf ter um monte mimi mi e o cara só vai usar o carro 98% do tempo na cidade pra ir no trabalho, shopping, supermercado. Quero ver se na hora da revenda vão valorizar o butãozinho que acende a luz da rebiboca da parafuzeta. Esse blog só fala de golf. Já enxeu isso. Tem 10 outras marcas de carros aqui no mercado e nenhuma postagem. Da um tempo fanboys

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. concordo com você! já encheu essa de só golf,golf,golf!!! tem outras marcas e vários outros carros vindo em 2016. Chega de falar de um só carro ou grupo vw! cansa!

      Excluir
    2. O que vc faz aqui então? Vá de Powershift Parceiro e seja feliz.

      Excluir
    3. Engenheiro, o Golf é o segundo automóvel mais vendido do mundo, atrás somente do Corolla. E você usa apenas o Brasil como referencia em vendas ?
      Sobre o visual, é algo subjetivo amigo, muitos preferem as linhas sóbrias do Golf.

      Excluir
  7. O foda e que msm o motor MSI sendo uma lástima pro carro , ainda s e a malhor opção aut! Agora c for escolher um manual prefiro o focus, n pelo desempenho , mas pelo conjunto da obra.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se o Golf 1.6 MSI AT já tem o mesmo desmpenho e consumo do Focus 1.6 MT, o Golf 1.6 MSI MT será uns 2 segundos mais rápido que o Focus 1.6 em 0 a 100 Km/h. E será pelo menos uns 15% mais econômico.
      Então o Golf 1.6 MSI MT é mais barato, tem mais itens (central multimidia de 6,5 polegadas, sensores dianteiros e traseiros), anda mais e bebe menos, e tem muito mais espaço interno.
      Enfim, o Focus não vale a pena nunca.

      Excluir
    2. Vdd Carlos , mas o desing do focus e muito mais bonito ! Minha opnião!

      Excluir
  8. Respostas
    1. Ele ainda vendem cerca de 250 unidades em janeiro (ainda parcial).
      É um bom carro, mas falta preço competitivo, porém com CAOA + Importações fica difícil.

      Excluir
  9. Na verdade carros com aproximadamente 1300kg deviam dispor de motores com mais torque e potência. Isso contribui na redução de consumo visto que você não precisa andar pisando fundo o tempo todo para o carro responder e ainda mais desempenho e segurança para o dia a dia. A insistência da Ford e VW só evidencia que o consumidor brasileiro não sabe comprar carros. Existem sedans médios com motores 2.0 com itens de série parecidos e pelo mesmo preço. Então para que comprar carros com motores de entrada, sem nenhuma tecnologia como downsizing, ou força de motores de maior cilindrada? O pior ainda é que as marcas dizem que isso é para atingir uma parcela maior da população que não poderia pagar pelo 1.4tsi ou ecoboost, mas ao menos no caso da VW não houve redução real de valores, enquanto na Ford só existe ecoboost no Fusion. Agora sabe o que é pior? Vende. Enfim, ta na hora do brasileiro exigir produtos como o tsi e o ecoboost e aí sim adquirir um produto de qualidade, com motores honestos e obviamente sem alteração de preço. Ta muito caro para andar com carros pesados e lentos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esses motores menos potentes em versões de entrada não são exclusividade do Brasil.
      Na Europa o Golf tem o 1.0 tsi, e até o Fusion (mondeo) tem um motor 1.0 ecoboost na europa =, que deve deixar ele menos rápido.

      O ponto é que o 1.6 16v com 0 a 100 km/h em 11,6 segundo a fábrica e 13,2 em SP (segundo a 4 rodas), para um hatch médio de 1.300 Kg e automático como o Golf, cheio de equipamentos, não está ruim.
      É um desempenho igual ao do Golf 1.6 MK4,5 MT que vendeu como água nos anos 2000, e do mesmo nível do focus 1.6.

      Claro que o 1.0 tsi seria melhor, mais eficiente, mas este carro busca outro público. Ele quer o público que tem medo de turbo e é avesso às novas tecnologias.

      Se tem demanda por esse tipo de carro, de boa construção e que adotam tecnologias mais testadas, as fábricas vão ofertar, pois todo mundo quer ganhar dinheiro.
      A prova disso é Corolla, com motor aspirado, suspensão semi-independente, câmbio convencional (agora é CVT), e vendendo como água. O Golf 1.6 MSI vai na mesma linha, desempenho correto, mecânica relativamente moderna, mas sem as últimas modernidades. isso q o brasileiro médio quer, então é ofertado isso.

      Excluir
  10. Não entendo pq não compara com o novo Pug 308 tbm... por 77.490 se leva o 2.0 Automático e o 1.6 manual custando 71.490.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pq a verdade dos fatos é que essas marcas francesas não são levadas a sério no Brasil.
      E quem compra um Peugeot 308 não pode ser levado a sério.
      O carro é uma piada estética externa e internamente.
      E francês só sabe fazer queijo. Carro não é com eles.

      Excluir
    2. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK Só rindo com tais argumentos...

      Excluir
    3. HAUHUAHUAHUHUUHAHUHUAHAHUAHUAHU
      "E francês só sabe fazer queijo"

      AUHUHAHUAHUHAHUAHUAHU

      Excluir
    4. O carlos só compara com o Focus porque falta capacidade intelectual para decorar o mesmo blablabla flatulento em relação a outros modelos...

      Excluir
  11. Cara, esse golf ta uma vergonha, caro, lento e beberrão

    ResponderExcluir
  12. To querendo comprar um carro com câmbio manual (meu atual é AT, mas eu gosto de câmbio manual). Pergunto: comprar um Golf Highline MT seria uma ótima escolha, mas será que eu não "casaria" com esse carro de vez? seria difícil revendê-lo daqui a 5 anos? um amigo me botou mais uma dúvida: se gosta de câmbio MT e quer um carro arisco, por que não um up! TSi?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Golf, Jetta, Civic e Focus com câmbio MT é mico. Com o Golf não casa, pois sempre tem mercado, mas terá que vender bem mais barato. Se no 0KM a diferença é r$ 5k, no usado pode se preparar para cobbrar 10k a menos.

      Melhor pegar um Highline AT6 mesmo. O Up! é um ótimo carro, desempenho melhor que de Focus 2.0 AT, mas não tem status.

      Excluir
    2. Cara, uma dica minha é VW Fox Highline com o opcional ESP, minha esposa tem um, anda muito (1.6 16V, 120 CVS) , e é muio econômico ( motor de alumínio com 6 marchas ), pode confiar.

      Excluir
    3. O Focus é muito mais confortável.

      Excluir
    4. Fox? não, obrigado. Antigo, caro e feio...Projetado para ocupar o lugar do gol e repaginado para ocupar o lugar do Polo.
      Não tem como agradar quem procura um Focus ou Golf.

      Excluir
  13. Esse Golf deveria ter o motor do UP TSI já que a proposta é ser urbano. Creio que a maioria dos prováveis consumidores o utilizariam na cidade, visto sua defasagem tecnológica. Motor + câmbio + suspensão de 10 anos atrás...ou mais...

    ResponderExcluir
  14. Olha, se tiver que escolher 0km, ficaria na duvida entre o focus e o golf, acho que só decidiria com base na negociação da loja. Mas como eu decidi que não compro mais 0km, iria atras de um golf, de preferência os 1 que vieram, com acabamento bem feito e muito mais equipamentos...

    ResponderExcluir
  15. Entre o Golf, Focus e Cruze, o mais bonito que acho é o Focus, mas na parte mecânica, o Golf é melhor. Já o Cruze, já está um pouco ultrapassado, mas a nova geração vem ano que vem (2017) e promete ser o mais bonito de todos. É esperar para ver.

    ResponderExcluir
  16. Sem duvida, golf é o melhor dos três. Quem souber analisar tecnicamente os três, não terá dúvidas. Pena que a maioria dos consumidores não o faz, só analisam esteticamente...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. |Claro que faz. O Golf vende no Brasil mais que Focus, Cruze e 308 juntos, veja:

      http://www.car.blog.br/2016/01/vw-golf-vende-mais-que-focus-cruze-e.html

      E é o segundo carro mais vendido do planeta.
      http://www.car.blog.br/2016/01/vw-golf-mais-de-1-milhao-de-unidades.html

      Excluir
    2. Primeiro mês em anos que o Golf vende mais que o Focus no Brasil, hein!??
      Tem que comemorar mesmo.
      Em 2015 foram vendidos cerca de 15 ml Focus e cerca de 10 mil Golf.

      Pesquisem no Google "Ranking - Carros - iG" que dá para extrair variados relatórios de vendas.

      Excluir
  17. Se for olhar só pela questão de consumo, esse GolFOX tá de parabéns comparado com os demais. É automático e nem está tão absurdo o consumo. A EDGE faz só 5 km/l, um absurdo.

    ResponderExcluir
  18. Respostas
    1. esse é o problema souza. se só existisse não haveriam tantos posts. é um ótimo carro e desperta paixões. mas não há como se negar que os preços e motor msi frustou um bocado de gente, mesmo que tenha um bom recheio. acho que a vw deixou um buraco muito grande entre a confort e high. Mas ela não é boba, podem ter certeza que ela estudou muito bem antes de optar por esse mix de versões. acho apenas que ela poderia ter feito como fez com o up. as mesmas versões e duas opções de motor, com uma pequena diferença de preços, já que o motor tsi é feito no brasil e não importado. com relação à suspensão e cambio pode ter havido realmente um retrocesso. não sou de correr então pra mim suspensão tem que ter conforto e não dar manutenção, tanto faz multi ou semi. mas o câmbio acho que foi uma perda, não só pela ineficiência dos conversores de torque, mas pelo freio-motor. quem já guiou o dsg vai sentir a diferença. melhor teria sido a vw investir no desenvolvimento do dsg para o nosso mercado. fora isso a única bola fora do golf pra mim é seguro, dependendo do seu cep e perfil é estratosférico.

      Excluir
    2. Jorge, eu até acredito que a VW estudou bastante... Só que estudou e repetiu bastante toda essa base de conceitos e preços errados que arrebentaram com o mercado e principalmente com o setor de hatchs... Primeiro que não há como se basear em nada do Focus, que só perde vendas, tanto pelo preço quanto pela qualidade.

      O fato é que, chegou perto dos 80 mil, a maior parte dos consumidores vai para os carros da moda, como Corolla, Renegade e HRV, por razões de mercado e, até determinado ponto, falsos conceitos de perfil, utilidade, seguro...

      Então, se a VW quisesse realmente um número significativo de vendas, ela teria que deixar o Golf irresistível em equipamentos e, momentaneamente, com o valor BEM MAIS BAIXO do que isso... (Fazer o que ela fez quando trouxe o Alemão por exemplo, que só não dominou o mercado pelo preço dos (desnecessários) opcionais e a estratégia errada de forçar a indisponibilidade de Comfortline e Highline sem os mesmos.

      Então, se a VW quisesse realmente um número significativo de vendas, tinha que ter uma estratégia para vender, no mínimo, 4 mil Golfs por mês, ou seja, Golf Comfortline 1.4 Turbo Flex Automático por 79 mil, com controles no volante e piloto automático.

      Com sorte e contornando os concorrentes "zuando Golf que anda menos que New Fiesta", a VW chega em 1 mil, 1,5 mil carros por mês... E repare que o Golf é a melhor cartada da VW, já que nem tem Sedan para brigar, nem SUV, Crossover, nada...

      É uma pena... É claro que, pelo preço e equipamentos dos concorrentes, o Golf 1.6 ainda é a melhor compra... A VW só esqueceu que o preço e os equipamentos dos correntes estão ERRADOS e derrubando o setor... Resta torcer para o povo esquecer também, ou as vendas vão continuar justificando o descaso da VW com o carro e com o brasil... E segue tudo igual, e caindo...

      Excluir
    3. Carlos não disse que a vw está certa na estratégia, só disse que ela deve ter feito suas pesquisas de mercado e fez uma aposta. Seguiu meio o que a jeep com o renegade, pouco motor e bastante recheio. Mas tem um fator a favor do jeep, os suv são a bola da vez, os hatchs estão ladeira a baixo. Se ela errar na aposta e vier a oferecer o tsi 1.4 pelos preços que divulgou pro jetta, quem comprar o msi vai se sentir lesado. Agora pagar no hight auto 96mil reais é um delírio. Só vai comprar fanático mesmo. E isso se o cara conseguir encontrar na concessionária sem packs. O esforço do hercúleo do blog em mostrar que é uma ótima compra demonstra a dificuldade que terão pra vender.

      Excluir
  19. Tem que ter algum problema em pagar 80 mil nesse Golf que toma toco de UP, com 2 mil reais a mais leva um 308 THP com teto panorâmico, aut de 6 marchas 173 cv e 6 airbags

    ResponderExcluir
  20. Pode procurar post que o Carlos comentou no passado dizendo que o GOLF com suspensão multlink era excelente. Agora que nacionalizou com suspensão por eixo de torção fala de respeito com o consumidor. Um ponto que quase ninguém comenta, o golf com cambio dsg em pavimentação como São Paulo é bem chato de andar, segura muito a marcha. Acho que o câmbio com conversor automático se encaixa melhor.

    ResponderExcluir
  21. Os posts sobre golf, são um pé no saco. É um bom carro com certeza, mas é uma rasgação de seda a favor, e apedrejamento de quem fala contra. Ficam se digladiando por 0,1 s no 0 a 100, por 0,5 km/l de consumo, por quilos a mais ou a menos. E bem na real isso nao tem importância alguma.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo. Gosto do golf e TB gosto do blog mas tenho a impressão que estão tentando consertar "golf evita multas" exagerando nas qualidades de 0,4s aqui ou ali.

      Excluir
  22. O cx do golf é 0,27na Europa, aqui no Brasil deixaram ele mais alto e prejudicaram sua aerodinâmica. O Golf automático tem mesmo desempenho do Focus manual. O Golf manual com gasolina faz 0-100 em 12s com etanol faz na casa dos 11s.

    ResponderExcluir
  23. Conclusão: Errada. Mas por que? Porque apenas 3 ou 4 estados no Brasil utilizam prioritariamente o etanol como combustível, o restante utiliza em larga escala gasolina.

    ResponderExcluir
  24. Acho que o Carlos não faz nada o dia todo. Só respostas longas e chatas no Blog. Kkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  25. Acho que o Carlos não faz nada o dia todo. Só respostas longas e chatas no Blog. Kkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  26. Golf não tem suspensao multlink
    e só serve para evitar multas.

    ResponderExcluir
  27. entre os medios 1,6 focus sem duvida, apesar do golf ser otimo carro.

    ResponderExcluir
  28. Só lembrando que o Cruze LT não tem 06 airbags.

    ResponderExcluir
  29. Bob Sharp gostou do Golf 1.6 MSI Automático:

    http://www.autoentusiastas.com.br/2016/02/golf-16-automatico/

    O resultado após rodar uma semana com o Golf 1,6 MSI Comfortline com todos os opcionais (...) é que se trata de um Golf em sua essência, um carro que transmite sensação de solidez e de construção esmerada, e com um desempenho que satisfaz plenamente.


    Na estrada, um carro que atinge velocidade de 179 km/h (álcool, 184 km/h), dá para viajar tranquilamente, ultrapassar, arrancar com vigor dos pedágios e cruzar a 120 km/h verdadeiros com o motor a 2.600 rpm (...) a retomada 80-120 km/h é sem drama em função da redução automática ao acelerar a fundo. Ou seja, nada de desempenho decepcionante para a grande maioria dos usuário.

    E consumindo pouco. Ontem fui a Indaiatuba e rodando a 129 km/h indicados utilizando o controle de cruzeiro (tem limitador também), o computador de bordo mostrou entre 14,9 e 15,2 km/l — com ar-condicionado ligado o tempo todo e de vez em quando com o teto solar apenas inclinado, pois como o leitor sabe, sou fumante.

    (...)

    O comportamento dinâmico é Golf sem tirar nem pôr. Mesmo com eixo de torção, o que eu já previa. Em momento algum se percebe qualquer tipo de imprecisão. Os pneus são até um tanto exagerados para a potência e peso, 225/45R17 (opcionais, o padrão é 205/55R16), mas na hora da curva ajudam. O senão fica para a carga elevada dos amortecedores, podia ser um pouco menor para proporcionar mais conforto no pavoroso piso de São Paulo. Numa comparação simplória, a sensação que se tem é a de estar num Audi com ajuste de suspensão (Audi Select Drive) e ela estiver no modo Sport.

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.