Car.blog.br

Pesquisar este blog

Carregando...

Novo GM Cobalt 2016: preços, desempenho e consumo

Categorias: , , , , 75 Comentários

A Chevrolet do Brasil divulga os preços oficiais da linha 2016 do Cobalt, veículo que parte de R$ 53.690 reais na versão de acesso, e chega a R$ 68.990 no topo de linha, Elite.

Novo Chevrolet Cobalt 2016

O Novo Chevrolet Cobalt 2016 traz um visual com frente e traseira reformulados, além de um interior com nova geração do sistema multimídia MyLink, que agora oferece conectividade com os smartphones sendo compatível com Android Auto e Apple Car Play.

Novo Chevrolet Cobalt 2016

Esse sistema conta também com o serviço OnStar, que estreou na linha 2016 do Cruze, e oferece ao motorista a possibilidade de se conectar a uma central de atendimento que funciona 24 horas para fazer chamadas de emergência, encontrar pontos de interesse, informações, entre outros.

Novo Chevrolet Cobalt 2016

Em termos estéticos, o Novo Chevrolet Cobalt 2016 distanciou-se do Prisma, adotando um design agora mais refinado.


O objetivo da GM é que o novo Cobalt possa competir com sedãs como New Fiesta Sedan e Honda City, que são mais caros que o GM.

Novo Chevrolet Cobalt 2016

Em termos mecânicos, não há alteração, com os modelos de acesso permanecendo com o motor 1.4 EconoFlex de 102 cv e 13 kgfm de torque, enquanto as configurações mais topo adotando o 1.8 de 108 cv e 17,1 kgfm de torque.


Este último pode vir acoplado a uma caixa manual de câmbio manual de cinco marchas ou automático de seis velocidades.


Tabela de preços e itens das versões
  • Cobalt 2016 LT 1.4 manual - R$ 52.690: Ar-condicionado, chave tipo canivete, roda de aço de 15 polegadas, alarme, vidros dianteiros e traseiros elétricos, travas elétricas, coluna de direção ajustável, retrovisores elétricos.
  • Cobalt 2016 LTZ 1.4 manual - R$ 57.590: todos os itens do LT 1.4 e acrescenta farol de neblina, sensor de estacionamento, computador de bordo, luzes de cortesia traseira, roda de 15 polegadas de alumínio, acabamento cromado, volante multifuncional, controle de velocidade e sistema multimídia MyLink.
  • Cobalt 2016LT 1.8 manual - R$ 59.990: todos os itens do LT 1.4 manual e acrescenta adiciona frisos cromados nas portas, luz individual de leitura para motorista e passageiro, volante com revestimento "premium", controle de velocidade e sistema MyLink.
  • Cobalt 2016 LTZ 1.8 automático - R$ 65.990: todos os itens do LTZ 1.4 e adiciona sistema OnStar.
  • Cobalt 2016 Elite 1.8 automático - R$ 67.990: todos os itens do LTZ 1.8 e acrescenta rodas de alumínio de 15 polegadas com desenho exclusivo, bancos com revestimento premium Jet Black e BrownStone, sensores de chuva e crepuscular, sensor de estacionamento, câmera de ré e sistema OnStar.
Desempenho e consumo - Cobalt 1.8 Automático (dados da Revista Quatro Rodas)
  • Aceleração de 0 a 100 Km/h: 13,2 segundos
  • Retomada de 80 a 120 Km/h: 11 segundos
  • Velocidade máxima: 170 Km/h
  • Consumo urbano (cidade): 10,4 Km/l
  • Consumo rodoviário (estrada): 13,8 Km/l
Chevrolet Cobalt LTZ - Fotos





Chevrolet Cobalt LTZ

Chevrolet Cobalt LTZ


Chevrolet Cobalt LTZ - interior


Chevrolet Cobalt LTZ - interior

Chevrolet Cobalt LTZ 2016 - interior

Chevrolet Cobalt LTZ 2016

Chevrolet Cobalt LTZ 2016 - Prata

Chevrolet Cobalt LTZ 2016 - Prata

Chevrolet Cobalt LTZ 2016 - interior

Chevrolet Cobalt LTZ 2016 - Prata

Chevrolet Cobalt LTZ 2016 - interior

Chevrolet Cobalt LTZ 2016 - interior

Vídeo - Chevrolet Cobalt 2016 - detalhes




Ficha Técnica - Cobalt 2016
  • Motor: 4 cilindros em linha 1.8, 8V
    • Cilindrada: 1796 cm3
    • Combustível: flex
    • Potência: 106 cv a 5.600 rpm (g) e 108 cv a 5.400 rpm (g)
    • Torque: 16,4 kgfm a 3.200 rpm (g) e 17,1 kgfm a 3.200 rpm (g)
  • Câmbio: automático sequencial, seis marchas
  • Direção: hidráulica
  • Suspensão: independente (d) e eixo de torção (t)
  • Freios: disco ventilado (d) e tambor (t)
  • Tração: dianteira
  • Dimensões: 4,481 m (c), 1,735 m (l), 1,523 m (a)
  • Entre-eixos: 2,620 m
  • Pneus: 195/65 R15
  • Porta-malas: 563 litros
  • Tanque: 54 litros
  • Peso: 1.135 kg
  • 0-100 km/h: 11s2 (g) e 10s9 (e)
  • Velocidade máxima: 170 km/h (g) e 170 km/h (e)

75 comentários:

  1. Cade a direção eletrica, o ar condicionado digital e o sistema de tração e estabilidade? Vai subir de categoria como uma bosta dessa...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Motor 1.4 é uma verdadeira bosta mesmo, infelizmente já tive uma merda dessa pra nunca mais..

      Excluir
    2. nao, ele foi lançado em 95 como 1.6 8v no corsa picape e em 2002 virou 1.8 8v usado no corsa e de la pra ca mudou pouco, e o famoso FAMILIA 1

      Excluir
    3. Este motor ja esta obsoleto para carros de entrada. Imagina para um carro que vai de 50 a 70 mil.

      Excluir
    4. Esse motor foi sim usado no Monza, mas até 1985 quando foi substituído pelo família 2 que foi usado no Monza, Kadett, Ipanema, Omega, Astra, Vectra e S-10

      Excluir
    5. João ,quem gosta de comprar tranqueiras vai adorar este monte de plastico duro continua feio caro e gasta igual uma locomotiva to fora

      Excluir
    6. Peterson, este motor nunca foi utilizado no monza, na verdade ele foi lançado no corsa em 94 como 1.4, depois passou para 1.6 e por último 1.8, quando maior a capacidade cúbica mais ruidoso e áspero foi ficando pela piora da relação R/L.
      Se fosse o motor do monza seria muito melhor, ao menos não seria áspero e ruidoso como é.

      Excluir
    7. Prefiro meu Cross Up TSI 2016, sei das limitações do meu Cross up, não tem tanto espaço, mais pelo amor de Deus, venhamos e convenhamos a vw está anos luz na frente da fiat e GM, já tive fiat Palio e Fiat Idea, vendi o Idea pra comprar o Cross TSI e não me arrependo, motores da fiat e gm ficam no sapato. Escreve o que digo caminho do Cobalt e Prisma é o mesmo do Agile e Sonic e por aí vai.

      Excluir
    8. Pelos comentários, ninguém entende nada...rsrs Vocês devem ter é Fiat Uno e olhe lá...

      Excluir
    9. Pelos comentários, ninguém entende nada...rsrs Vocês devem ter é Fiat Uno e olhe lá...

      Excluir
  2. Respostas
    1. Só consumidor desinformado irá comprar um carro de quase R$ 70.000, quando há outras opções muito melhores e na mesma faixa de preço: Civic, Corola, Jetta, entre outros.

      Excluir
    2. Com 70 mil, compro um civic, LXR 2.0 2014 top, com multimidia e ainda sobra !!

      Excluir
    3. O publico alvo, são os taxistas.

      Excluir
    4. Amigo comparar carro zero com usado é ridiculo.
      Vc fala isso pq nao é o seu dinheiro. Eu evito carro usado. Apenas se for ckm 1 ano de uso e abaixo de 10 mil km . E outra esse civic 2014 ja tem praticamente 2 anos de uso e esta em fim de carreira.

      Excluir
  3. 67 mil nesse negócio mal desenhado e com motor obsoleto e lerdo? Mais 5 mil e eu compro um belíssimo e moderno Honda city!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oq mata no city sao aqueles detalhes pintados em prata no painel e aquele ar digital q parece de celular de 400 reais...

      Excluir
  4. Respostas
    1. sim! vejo o astra até hoje e acho o lindo. Como a Chevrolet decaiu tanto? omg!

      Excluir
    2. concordo. se atualizassem os freios, motor e segurança seria um carrão! tive um e achava lindo.

      Excluir
  5. Falta um carro da volkswagen para esse segmento de sedans compactos gourmet.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. vai chegar entre 2017 e 2019, a versao sedan da nova geracao do fox

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    3. Acho que não iria colar, as linhas do desenho do fox não cairiam bem numa versão sedã! O certo é a vw trazer o polo sedã europeu para cá!

      Excluir
  6. Esse modelo me faz lembrar do filme : "Os mortos vivos. "

    ResponderExcluir
  7. Pq comprar um Cobalt por 67.990 se tem o Cerato por 69.900,00 ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, motor por motor, o Cerato é mais negócio.

      Excluir
    2. A mesma questão se aplica ao Corolla Altis, ao Focus Titanium, ao Civic EXR e a qualquer versão top de qualquer modelo, que, invariavelmente, invade segmentos superiores. Pouca gente compra essas versões.

      Excluir
    3. Bedot, mas existe uma diferença entre os modelos, por exemplo, o focus titanium plus invade o segmento de cima mas rechegado de equipamentos de segurança e conforto, já o civic e principalmente corolla não, custam caro por conta dos cromados e enfeites.
      É o caso do cobalt, só custa cara mas nada de realmente interessante ele oferece, por exemplo, o new fiesta sedan titanium plus é caro, verdade, mas tem sete airbags, esp, ar digital, hill holder, uma central multimídia sensacional, chave presencial e motorização moderna, entre outras coisas.
      É normal um carro invadir a faixa de preço superior na sua versão top, mas ele precisa ser mais equipado do que um modelo básico desta categoria superior, e aqui poucos oferecem isso, são top e caros porque é enfeitado.

      Excluir
  8. Fui na GM e me ofereceram um cruze lt sedan 15/15 por 70 mil. Esse carro não vai ter saída.....
    Tem cruze, tem Cerato, tem civic e Cerato em valores próximos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O problema que ele ê 15/15.
      1 de janeiro ja esta com um carro " teoricamente" antigo. Vai perder muito valor por causabda fipe que considera o ano modelo...

      Excluir
    2. Sim, Matheus, e depois de um ano o Cocobalt também será "antigo" e perderá valor, assim como acontece com 100% dos carros. É melhor perder dinheiro andando de Civic e Cerato do que andando de Cocobalt.

      Excluir
  9. Ficou bonito. Pena que pra GM tecnologia é ter mylink. Cade os motores modernos? Este ai so consegue competir com o City no preço.

    ResponderExcluir
  10. GM era alguma coisa até mais ou menos em 2005, depois disso virou essa B... de hoje.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. B... de hoje mas é simplesmente a montadora que mais vende no seu amado e bem administrado país. Deixa de ser lunático cara !!!! O cobalt ficou top e muito bonito com essa reestilização. Pessoal fica aqui no blog falando besteiras que os motores da gm são ultrapassados, vão jogar video game então !!!! na vida real o que importa é um motor que dure e seja confiável, vide motores fire da fiat que chegam a rodar 450 mil km sem retífica.

      Excluir
    2. fanboy detected!!! como consegue defender um lixo desse? ave!

      Excluir
    3. Vender bem não significa que é bom. O onix vende bem pq a GM da desconto e taxa zero. Os motores da GM são inferiores sim. O fato de ser durável. O da Honda tb é o da Ford idem, mesmo os mais recentes como da Hyundai não ouço problemas de motor. O fato é que o 1.4 é insuficiente para o porte do carro e o 1.8 anda menos que qualquer 1.6 moderno e ainda bebe mais.

      Excluir
    4. Funcionários / vendedores / fanboys da GM (General Monsters) detectados!!! Hahaha

      Excluir
    5. Não adianta nada o carro ser bonito e o motor ser da década de 90,ultrapassado,lento e beberrão e ter segurança duvidosa como a maioria dos GMs de hoje,1.8 e máxima de 170 km/h?pqp,aqui em SP esse carro é amado pelos taxistas,agora dúvido que ese carro faça 13 km/l na estrada,pra mim esse carro faz no máximo 10 km/l e olha lá.

      Excluir
    6. boa tarde tenho um cobalt ltz 1.8 15/15 bco, e na estrada ele faz o que promete, acima de 13 km/l, porem na cidade ele não entrega os 10km/l que se fala na report acima, se for muito transito então piro ainda!!!! o meu só entrega 8,5 km/l, porem na estrada, andando tranquilamente, numa faixa de velocidade entre 110 e 120 km/h ele entrega uma media de 13,7 km/l

      Excluir
  11. Esse top está caro. Mas sempre gostei do Cobalt. Picolé de chuchu total, mas um bom custo-benefício para quem tem família e precisa de porta-malas grande. Assim como bons picolés de chuchu, como o Logan, Grand Siena, etc

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Picolé de chuchu foi de lascar. Deve ser massa. kkkkkkkkkk

      Excluir
  12. Eu não vejo problemas no motor 1.8. No 1.4 sim. Por outro lado poderia ser mais barato.

    ResponderExcluir
  13. Achei que era impossível este monstro ficar bonitinho, mas não é que ficou. Sacanagem é a motorização. Inacreditável que a GM tenha avançado em vendas com seus motores totalmente defasados.

    ResponderExcluir
  14. E mais uma porcaria é lançada no mercado nacional.

    Esse carro usa a mesma plataforma do Onix. Ou seja: vai rasgar o assoalho no crash-test. 3 estrelas garantidas. Uma bela merda.

    Motorização péssima e inadequada ao peso do carro. Alto consumo, aspereza e baixo desempenho, essas são as definições desses motores vagabundos.

    Carro perfeito para a classe média brasileira desinformada e ignorante comprar. Tem "motorzão" 1.8, muitos cromados, painel digital e uma multimídia meia-boqueta.

    ResponderExcluir
  15. Olha que loucura essa traseira... dá impressão de que a GM tá avisando que carro já vem desalinhado de fábrica...

    ResponderExcluir
  16. Olha o ser que paga 67 mil reais em um cobalt, só pode ter merda na cabeça, nessa faixa de preço pegaria um usado, civic, corolla, não tem como aceitar um carro de quase 70 mil reais, ter o mesmo motor que o corsa 1.4, da década passada (salva algumas melhoras). Mas cada um faz o que quer com o dinheiro. Boa sorte aos compradores.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Em que lugar tô vai.comprar.um corola ou um cívico por 70 mil

      Excluir
    2. Em que lugar tô vai.comprar.um corola ou um cívico por 70 mil

      Excluir
  17. O que me deixa indignado é que tem gente que acha bom esse carro, pqp.... A única coisa que mudou pra "bom" é que de horroroso passou pra feio.

    ResponderExcluir
  18. Hoje temos carros zero Km bons nessa faixa de preço. Cerato completo (categoria acima dessa), por 69k, hb20s 1.6 motor de 120cv, Honda City, até o civic 15/16 em promoção o modelo lxr por 74k
    Quem comprar uma porcaria dessa com motor 1.8 de 108cv que vem só com uma coisa boa, a merda da multimidia, é pq é muito, masss muiiitoooooo burro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não diria porcaria.. Mas que comprar este modelo por este preço é mesmo burrice.....

      Excluir
  19. O preço de tabela não conta. Em pouco tempo, os preços reais serão entre R$ 4 mil e R$ 7 mil mais em conta do que esses valores anunciados. Isso modifica bastante a análise do carro. Não terá um custo-benefício tão bom quanto já teve, mas continuará sendo atraente para seu público-alvo, uma vez que todos os concorrentes, sem exceção, estão abusando dos aumentos de preços. Diante de alguns o Cobalt pode ficar devendo em modernidade mecânica, mas compensa em conforto, espaço interno e acabamento. Palavra de quem tem convivência próxima com o carro.

    Nota: retirar do catálogo as versões LT com motor 1.8 (MT e AT) não me parece ter sido uma decisão inteligente.

    ResponderExcluir
  20. Precinho novo, mas o motorzinho de sempre coloca o ECOTEC nessa porra e vai vender mais do que água!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  21. Quero ver vcs com os seus motores ultra-atualizados rodarem 300 mil sem baixar oleo, sem retifica, etc.. Reclamar que a GM esta com motores ultrapassados é facil, mas se levarmos em conta onde estes veiculos rodam e a confiabilidade nao precisamos de nada melhor... Afinal brasileiro aceita qualquer coisa. Vide os carros pelados que Fiat, VW e Ford disponibilizam para venda.

    A maior prova disso é o Onix que vende igual água.

    ResponderExcluir
  22. continua estranho esse carro, como diria o tiririca, ficou "coisado"esse carro....

    ResponderExcluir
  23. com esses 70 mil eu compraria um golf tsi 2013/14 ou nao dava ??

    ResponderExcluir
  24. O problema é que agora vão jogar a culpa na Dilma, tipo o governo cobra muito imposto, etc... Só no Brasil mesmo ocorre essas aberrações, pois a própria GM possui Ecotec quatro cilindros 1.4 Turbo Flex, com potência de 150 cavalos que equipará o Cruze em breve, porque não equipam esse Cobalt que custa acima dos 52k? Simples pra todo empresa estrangeira o brasileiro só gosta de samba e futebol, então é fácil vender qualquer tranqueira a peso de OURO!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eh. realmente isso. Sempre a culpa é dum ou doutro governo...mas todos esquecem que o valor de um carro, mesmo tirando os impostos, fica lá em cima! trata-se da paixão por carros que temos...estamos dispostos a pagar ... qualquer bosta lá fora é luxo por aqui .. estamos no século 21, da onde um 1.8 de 104 cv (gasolina), ??? qualquer 1.6 tem isso, inclusive a própria GM tem o Cruze 1.8 com 144cv !!! kkk é uma piada mesmo, Chevrolet tem só conforto, do resto, deixa a desejar em tudo ... vejam se eles estão na lista do CONPET .. eis aqui mais alguns leitores deste blog que entendem de tudo de carross, mas nunca ouviram falar deste selo do inmetro ... bem ou mal, a lógica é que esses troglodita da Chevrolet, até 2017 vao ter de se enquadrar nass normas de testes do inmetro... curioso que nenhum inteligente aqui se toca disso não éh...claro, não interessa ... nao compro chevrolet, por esse motivo, no minimo a empresa deve ter perocupação com consumo e eficiencia e mostrar pro povo ... SEGUE: http://pbeveicular.petrobras.com.br/TabelaConsumo.aspx

      Excluir
  25. PESSOAL RECLAMAM DE MOTORES MAS DA CERTO FIAT E GM GERA POUCO CAVALOS MAS GUENTA pra cassete PRINCIPALMENTE FIAT

    OLHAS OS PROBLEMAS DA VW SISTEMA DE BIELA COM 10.000KM ESTA BATENDO

    ResponderExcluir
  26. Mitsubishi Lancer MT $ 69.990. Ficou difícil a escolha ? SQN

    ResponderExcluir
  27. Mais uma obra prima da General Monsters do Brasil, equipada com seus jurássicos propulsores de 8 válvulas, e vendida a peso de ouro. Já antecipo meus parabéns aos seus felizes compradores.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. GMonsters é foda kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk,pior é que tem gente que dá até 70 pilas nisso,tanto carro bom por 70 k,70 k pego um Jetta TSI usado.

      Excluir
  28. Quando tive meus vinte e poucos anos a palavra crash test não significava nada. Kkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  29. Tenho um Cobalt 1.8 ltz a exatamente 2 anos, antes tive um Astra hatch elite. Posso só dizer que a Chevrolet entrou no mesmo esquema que todas as outras montadoras, montando cardo descartável. O carro é muito confortável, por outro lado peca em estabilidade. Pesa 400 e poucos quilos menos que o astra, mesmo sendo um carro bem maior.
    Por aí já dá para ter ideia da queda de qualidade. Sua lataria é muito frágil, qualquer encostadinha amassa.
    O Cobalt um carro pouco mais econômico que o astra. Faz uma média de 12/13 km no álcool estrada( em baixa velocidade 90/100km/h, uso urbano 8/9km.
    Já o Astra fazia 10,5/11km no álcool, em uma velocidade de 100/110 km/h e um consumo urbano de 6.5/7.5km. Mesmo aumentando a economia na manutenção e combustível, a queda de qualidade no produto foi muito grande. Podendo dizer que para substituir o Astra sem dúvida alguma, no mínimo o consumidor tem que pular para um Cruze. Fiquei ansioso quanto a reestilização do Cobalt e me confesso decepcionado em dois pontos, primeiro não trouxeram evolução para o carro, como o colega acima citou, ficaram devendo um ar condicionado digital, um melhor acerto de suspensão. Em segundo ponto como elevaram tanto o preço, se não mudaram a funcionabilidade do produto???
    Fico indignado com o que o mercado, "que somos nós consumidores que determinamos", com a lei da oferta e da procura, aceita tanta bosta enlatada!!!
    Eles fabricam, a gente compra, erra e aprende não repetir mesmo erro, ou é burro!!!
    Kkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  30. Bom na minha opinião está melhor do que estava.
    Mas na minha humilde opinião, está uma bosta.
    Tive celta, astra atualmente tenho um vectra GT.
    Como a GN caiu , nem o cruze credo vai!
    Quando a crise passar terei um Toyota ou Honda.
    Não dá para comprar GM, decepção a cada lançamento!

    ResponderExcluir
  31. prefiro o novo corola 2016 isto que e carro

    ResponderExcluir
  32. Cobalt é um ótimo carro, esse novo modelo está lindo.

    Já tive um Ltz e recomendo.

    ResponderExcluir
  33. Todos dizem que querem carrão, mas a maioria não faz nem a primeira revisão.

    ResponderExcluir
  34. Todos querem um carrão, mas a maioria chora para pagar o preço da revisao

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.