Car.blog.br

Pesquisar este blog

Novo Chery QQ: produção no Brasil é adiada para 2016

Categorias: , , 9 Comentários

A montadora de automóveis Chery, única chinesa a ter fábrica no Brasil, adiou para 2016 o início de produção da nova geração do modelo sub-compacto QQ, em decorrência da crise no mercado brasileiro.

Novo Chery QQ 2016

Inicialmente previsto para entrar em produção em Jacareí, São Paulo, em setembro deste ano, o modelo continuará a ser importado da China e vendido a preço sugerido de R$ 30.490 reais em sua versão de acesso.

Novo Chery QQ 2016

O Chery QQ atua no segmento que mais sofreu com a crise, que é o dos compactos com motor 1.0, destinados a classe C. Esse mercado, que já respondeu por 60% das vendas no Brasil, hoje responde por apenas 34%.

Novo Chery QQ 2016

Dessa forma, o Chery Celer, em versões hatch e sedã, continua a ser o único nacional da Chery no Brasil, mas com produção abaixo das expectativas.

Chery Celer 2015 Flex

O Celer é o modelo chinês mais vendido do Brasil atualmente, tendo emplacado, desde o começo do ano, 2.176 unidades, dos quais 1.628 do Hatch e outras 548 do sedã.



O Chery Celer está sendo produzido no Brasil, hoje, com índice de nacionalização entre 35% e 45%.

Chery Celer Sedan

A empresa pretende aumentar esse indicador, mas em um ritmo menos acelerado, até mesmo porque o projeto de instalar um parque automotivo, com fornecedores, ao redor da fábrica da empresa em Jacareí (SP), também foi adiado.

Chery Celer 2015 Flex

No total, a Chery do Brasil já vendeu 4.704 veículos em 2015, sendo a líder de mercado entre as chinesas, à frente da JAC Motors (4.372), Lifan (4.088), Geely (515), Jimbei (194), Changan (137) e Hafei (69).

Revisão de planos

A Chery do Brasil iniciou a operação de sua fábrica no Brasil este ano com expectativa de produção de 30.000 veículos em 2015. Entretanto, com o desenvolvimento da crise, a meta caiu para 20 mil,  10 mil, e, agora, o presidente da empresa, Luis Curi, estima um  número inferior a 5.000 unidades.

Chery Celer 2015 Flex

Esse nível de produção não viabiliza a operação nacional, já que, segundo o próprio executivo, em declarações anteriores, disse que uma produção abaixo de 25.000 unidades por ano é inviável. A operação brasileira, atualmente, é "extremamente deficitária"e está sendo bancada pela matriz chinesa. Entretanto, caso o dólar continue elevado, a Chery pode se beneficiar por ter fabricação nacional, com custos menores.

Chery Celer 2015 Flex

Além disso, a empresa pode usar sua unidade brasileira para exportar para outros mercados americanos, como Argentina, Uruguai, Bolívia, Colômbia, Chile, Venezuela e Equador, entre outros, que hoje recebem modelos Chery importados da China, como o próprio Celer (vendido como Fullwin nesses mercados).

Chery Tiggo 2016

Apesar da crise, a Chery do Brasil mantém a previsão de início de produção da nova geração do SUV Tiggo para 2016, assim como um outro modelo em estudo.

Fonte: O Estado de São Paulo

Postagens relacionadas:

9 comentários:

  1. De todas as chinesas, a Chery é de longe a melhor e mais estruturada.
    Começa que é uma estatal, não federal, mas de uma província chinesa, e isso dá segurança.
    Segundo que ela é a única que tem tecnologia de powertrain. Ela desenvolve seus motores, pela ACTECO, que é uma parceria dela com a AVL.
    Os motores da Chery equipam o Linea na Europa.
    E aqui no BRasil com fabrica.
    Mas é claro que se as vendas nao evoluírem, ela não vai manter a fábrica no Brasil, o que seria uma pena.

    ResponderExcluir
  2. Torço muito pelo sucesso desta empresa no Brasil!

    ResponderExcluir
  3. Acredito Q o Q falta na chery é divulgação. Divulgação das revisões tabeladas, dos produtos em si. São carros interessantes, mas Q ainda não pegaram no gosto do brasileiro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem propaganda dos carros na tv eles colocam

      Excluir
  4. Fator importante é preço bom e a garantia bem ampla, isso eles já dão. Agora falta desenvolver e submeter um compacto ao Latin NCap e obter 5 estrelas e depois divulgar. Ae sim eu acho que vai aumentar em vendas.

    ResponderExcluir
  5. Uno, Ka, Fox, etc sequer tem testes no NCap e vendem bem. O Up tem 5 estrelas e ainda não emplacou.
    Ir bem nos testes iria melhorar a imagem mas com certeza e infelizmente não é um fator decisivo de vendas.

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.