Car.blog.br

Pesquisar este blog

Chevrolet Cruze 2016: transmissão agora só automática

Categorias: , , 42 Comentários

A Chevrolet do Brasil lança a linha 2016 do seu modelo médio Cruze - veículo que tem como novidade o sistema OnStar como item de série em todas as versões. Além disso, não há mais opção de transmissão manual, com todas as versões sendo equipadas com a transmissão automática de seis marchas.

A tecnologia OnStar oferece uma gama de serviços de conectividade, informações, segurança e emergência. Pressionando um botão na base do retrovisor interno, o motorista entra em contato com uma central de atendimento humano que funciona 24 horas por dia. Através dela é possível solicitar desde consultas rápidas (como informações sobre a previsão do tempo ou de vias alagadas ao longo do trajeto) até o envio de destinos ao GPS do veículo, bastando informar o endereço ou o nome do estabelecimento.

Chevrolet Cruze 2016

Dessa forma o condutor é capaz de realizar diversas tarefas ao longo do percurso sem precisar desviar a atenção do trânsito.

Chevrolet Cruze 2016

Caso o Cruze se envolva em um acidente com deflagração dos airbags, uma mensagem automática é enviada ao Centro de Atendimento OnStar, que tentará contatar os ocupantes para entender a ocorrência e oferecer o suporte de terceiros mais adequado para aquela situação (ambulância, bombeiro, guincho, etc.). O resgate pode ser enviado mesmo que ninguém no veículo responda à chamada.

Chevrolet Cruze 2016

O OnStar também oferece serviços de segurança, entre eles o de assistência na recuperação em caso de roubo. Sensores no veículo são capazes de detectar situações de arrombamento e enviar um sinal à central que, neste caso, entra em contato com o proprietário para verificar o fato e dar sequência na operação de busca.

Chevrolet Cruze 2016

Ainda que o automóvel tenha sido levado, é possível observar seu deslocamento via satélite e enviar um comando remoto de redução gradual da velocidade ou até de bloqueio total do motor para facilitar a recuperação do bem pela polícia.

O proprietário do Chevrolet equipado com OnStar também pode comandar diversas funções do carro por meio de um aplicativo especifico para smartphone, incluindo o travamento e o destravamento remoto das portas.

Pelo app ainda é possível saber quando o veículo inicia uma nova movimentação, qual é a sua localização em tempo real e pedir para ser avisado quando o velocímetro ultrapassar o limite de velocidade predeterminado – recursos úteis principalmente quando o automóvel é cedido a terceiros.

No Cruze 2016, a Chevrolet oferece como cortesia o serviço OnStar por 12 meses. O processo de habilitação pode ser iniciado na concessionária. Na sequência, o cliente recebe um e-mail para finalizar seu cadastro e dar seu aval para a ativação.

Chevrolet Cruze 2016

Para seu funcionamento, os serviços dependem de cobertura da rede celular e da disponibilidade de sinal de GPS.

LINHA 2016

Além do OnStar, o Cruze 2016 estreia duas novas opções de cores para a carroceria: Cinza Graphite e Bege Pepper Dust, ambas metálicas. A transmissão automática adaptativa de seis velocidades passa a ser item de série em todas as versões.

Chevrolet Cruze 2016

A lista de acessórios também foi ampliada, com destaque para o suporte para tablet e dois modelos de cadeirinhas de bebê compatível com o sistema isofix do carro.

Equipamentos

Desde a configuração LT de entrada o Cruze sai de fábrica equipado com controles eletrônicos de tração e estabilidade (ESP), controle da velocidade de cruzeiro, airbags frontais e laterais, volante multifuncional com regulagem de altura e profundidade, freios ABS com assistência de frenagem de urgência, além de cinto de segurança de três pontos em todos os assentos.

Chevrolet Cruze 2016

Ar-condicionado com controle eletrônico de temperatura, direção elétrica progressiva, computador de bordo e bancos anatômicos com ajuste lombar e revestimento premium completa a lista.

Tanto o Cruze Sedã quanto o Cruze Sport6 ainda podem vir equipados com sensor de chuva e crepuscular, câmera de ré com gráfico para o auxílio a manobras, airbag de cortina, retrovisor interno eletrocrômico, sistema presencial de abertura das portas e de acionamento do motor por meio do botão Start/Stop no painel.

Postagens relacionadas:

42 comentários:

  1. Continua manco e beberrão, conjunto motriz insuficiente para o peso do carro. Passo.

    ResponderExcluir
  2. enchem de frescuras e esquecem o motor. Não sei qual é mais zoado, esse 1.8 ou o 1.8 etoq da fiat

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode chamar de E-Porq ou de Sem-Torq aehuaheuahuehau

      Excluir
    2. O motor do Cruze é bom, mas é insuficiente para o Cruze (graças ao peso elevado que o Cruze tem). No caso do 1.8 da Fiat, o motor que é ruim mesmo.

      Excluir
    3. Eu não acho bom porque ele é áspero e ruídoso, se passar das 3000rpm já começa a invadir a cabine, ele é na verdade derivado do 1.4 utilizado no corsa em 1995, é um motor inferior ao 1.8 família 2 utilizado até recentemente no vectra e astra.

      Excluir
    4. 1.8 da fiat é um motor de qualidade com um custo benificio ótimo

      Excluir
  3. O motor até que não é ruim! O problema é o excesso de peso e o câmbio automático meia boca...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu discordo de vc sobre o câmbio automático..Eu acho excelente tanto para conduzir quanto para manutenção.. tenho um amigo que mexe só com câmbios aut e ele sempre elogia os câmbios da GM, exceto do Vectra. Ele reclama muito, além de ser um puta câmbio, é do DSG em questão de manutenção, pois é complicado de arrumar e ainda é uma fortuna

      Excluir
  4. Esse banco bicolor não combina...muito estranho!

    ResponderExcluir
  5. Quando vai chegar o novo Cruze com motor turbo? Nunca? Ou no dia de São nunca?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só quando o morcego doar sangue e o saci cruzar as pernas...

      Excluir
    2. Ano que vem, meado de 2016 chega a nova geração do Cruze com motor 1.4T.
      É só ler e se informar.

      Excluir
  6. Ótimo de firulas, agora põe um motor condizente.

    ResponderExcluir
  7. parem de reclamar
    afinal do jeito que ta vende, e dai
    brasileiro aceita tudo até audi e Golf com suspensão traseira com barra de torção
    por que a Gm não pode oferecer o que ela tem de barato
    motor turbo é caro e coisa de 1º Mundo ela pensa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se um europeu aceita um Golf com eixo de torção não vejo porque um brasileiro não poderia aceitar.

      Excluir
    2. Corolla, Cruze, Golf alemão, Megane RS.
      Tudos usam eixo de torção,
      Parabéns a VW que melhorou a suspensão do Golf nacional, trocando o multilink pela robusta e confiavel suspensão por eixo de torção, mesmo sistema de Corolla, Cruze e Megane RS, entre muitos outros'.

      Excluir
    3. carlos4carros,
      Você muda de opinião muito rápido Carlos, nem sei se devo considerar a sua opinião e seus comentários. Até então você criticava o Corolla pelo eixo de torção, agora elogia o Corolla por suar o eixo de torção? Antes você adorava vangloriar a suspensão independente do Golf e agora vem dizer que o eixo de torção é melhor? Sinceramente Carlos, você tem que se decidir.

      Excluir
    4. Uns copiam os outros. E assim a coisa vai.

      Excluir
    5. Nunca critiquei o Corolla por usar eixo de torção.
      E não tem essa de multilink ser melhor que eixo de torção.
      Quem fala isso são manés leitores de ficha técnica de revista, mas que se pedirem para eles mostrarem a diferença entre um sistema e outro, ficam calados.
      Não sabem nada, e só repetem como papagaios: mimimi, multilink...mimimi,
      Bando de playbyzinhos mimados, isso sim.
      A definição de um sistema de suspensão é muito mais complexa que esses manezinhos pensam.
      No caso brasileiro, com piso lunar, eixo de torção é infinitamente melhor, para carros mainstream.
      O eixo de torção é praticamente inquebrável, e aguenta pancadas e buracos e se mantém íntegro.
      O multilink vai mudando a geometria a cada pacada.
      São muitas peças móveis, barras finas, que acabam entortando nas pancadas.
      Não funciona no Brasil.
      E a suspensão por eixo de torção pode ser ajustada para dar um ótimo comportamento dinâmico e comforto top, que o digam corolla e megane rs.
      Entao a vW está de parabéns. Escolheu o melhor sistema para o Brasil.
      Os haters, incompetente idiotas (que não tem dinheiro para comprar o Golf, mas muito o desejam) estão bravinhos pois vão ter que ficar calados.,
      Eles falavam do Golf: "suspensão ruidosa, mimii, dsg7 ruído, mimimi, rentenção mimimi,
      E agora, cade o mimi? Não tem mais retenção, não tem mais ruido de DSG, e nem de suspensão.
      Fato. Selou. VW lacrou.

      Excluir
    6. "carlos4carros11 de maio de 2015 15:55
      Seguro do Corolla só é mais barato que o TSI, mas o Jetta tem mesmo valor no 2.0.
      Quanto à vendas, a questão é que o Jetta sofre com cotas do México. Com produção nacional vai vender mais.
      O estilo do Jetta é bem mais bonito, painel do Jetta todo emborrachado, acabamento melhor. Corolla anda mais, mas Jetta tem melhor comportamento dinâmico graças à suspensão multilink. Fora que transmissão AT6 do Jetta bem superior ao CVT do Corolla.
      Jetta tem mais itens de série, e o Corolla abaixo de 70 vem com calotas e sem som. No way.
      Abaixo de 70K, o Jetta reina."
      Palavras escritas por você caro Carlos.

      Excluir
    7. "Quem fala isso são manés leitores de ficha técnica de revista"...

      Mas isso é exatamente o que você faz a todo momento, ou você tira as informações de onde?

      Já vangloriou o multilink e chamou várias vezes eixo de torção de pré-histórico, quer enganar quem com esse mimimi todo?

      Porque será que a VW tirou o eixo de torção do Jetta se é tão bom quanto o multilink?
      Eles são idiotas por não ter houvido o vendedor da VW que sabe mais que eles?

      Deixa o blog fluir decentemente, larga de ser camaleão mané chorão!!!

      Excluir
  8. Tudo que leio aqui é motor, motor, motor. Parece que tudo é corrida, racha. Tive um cruze, é um carro absolutamente honesto, se bebe, depende também quem pisa. Nem todo mundo compra carro pra corre entre um semaforo e outro. Se o cara quer motor nessa faixa de preço compra um jetta tsi, um c4thp. A gente só sente falta de força com o carro lotado e subindo uma serra tipo campos do jordão, mairiporã. Dai você fica na faixa do meio, ou vai pra direita e deixa a esquerda livre pra quem tá com pressa. No mais é normal. Rodei 36k sem nenhum problema, só troquei pastilhas e já tinha mais de 30k.
    A notícia trata de outra coisa, o carro não mudou, quem mudou foi o consumidor que vive em grandes cidades com transito travado e não quer mais fritar embreagem entre para anda, primeira e segunda na hora do rush. A montadora só acatou essa mudança.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nada haver ser piloto de corrida. Estamos falando de motores mais eficientes e econômicos. Ao invés desses ultrapassados do mercado brasileiro

      Excluir
    2. Mas não era o assunto da matéria, nem da decisão da gm. Eu pessoalmente jamais vi um cruze manual. E esse 1.8 é mais moderno que o 2.0 do jetta aspirado. Mas ai é vw, ela pode. Motor novo da gm eu creio só virá com a nova geração do cruze. O mesmo vale do civic, etc.

      Excluir
    3. Não gosto deste motor família 1, derivado do corsa 1.4 1995, porque é áspero e ruidoso, é basicamente o mesmo motor 1.8 que era utilizado no corsa e pela fiat com o cabeçote ecotec.
      Se a gm houvesse utilizado o 1.8 família 2 do monza e astra o funcionamento seria suave e silencioso.

      Excluir
    4. Verdade, muito bla bla bla motor cruze, bla bla bla motor renegade , acho q tem gente ai q se pegar um milzinho numa BR da vida se mata na ultrapassagem pq o carro nao tem 200cv.

      Eu tive um por 2 anos e o carro é muito bom.
      Cansei de fazer 14 km / l na estrada

      Excluir
  9. Deviam por o 3.0 v6 da captiva nesse carro pra ver se ele anda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. rapaz sei não hein, mas de acordo com peso. pode até ficar mais econômico e valente!

      Excluir
  10. Pessoal só vejo pessoas falando o que não sabe e saindo de cordinha, pálio e etc! Nada contra! Mas o dia que VC andar no cruze não vai querer outro! E o motor não é ruim! Tinha um Fusion V6 andava muito é um puta carro! Mas o cruze é de outro mundo! Já encomendei o meu 2016! Vale a pena!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eh aquela parada o cara q paga 20 mil a mais num corolla equivalente, ou 10 num civic fica falando mal do carro, dificil aceitar, mas quem tem soh fala bem do carro, eu tive um e posso dizer q o carro é muito confortavel e sabendo dirigir nao falta motor

      Excluir
  11. Pessoal só vejo pessoas falando o que não sabe e saindo de cordinha, pálio e etc! Nada contra! Mas o dia que VC andar no cruze não vai querer outro! E o motor não é ruim! Tinha um Fusion V6 andava muito é um puta carro! Mas o cruze é de outro mundo! Já encomendei o meu 2016! Vale a pena!

    ResponderExcluir
  12. O que mais me admira, é os invejosos compararem o golf com esse carro da gm .
    Fala serio kkkkk

    ResponderExcluir
  13. Carlos, você viaja. Parabéns e melhorar é forçar.

    ResponderExcluir
  14. Podiam ter alterado a traseira, atualizar para diferenciar dos modelos 2012/15

    ResponderExcluir
  15. Cruze é meio fraco e beberrão mas o conforto ao rodar é muito bom, um novo motor seria perfeito.

    ResponderExcluir
  16. Que pena que perdemos mais uma opção de câmbio manual... No mais esse carlos4carros não da para ser levado a sério.

    ResponderExcluir
  17. A resenha e que o Jetta Flex usava eixo de torcao, depois passou pra independente, agora que vai ser fabricado no Brasil vai voltar ao eixo de torcao? Se nao voltar vai ser a resenha do seculo, se voltar vao ter 3 tipos de suspensao no jetta

    ResponderExcluir
  18. Amigos tenho uma semana com o carro! O Cruze é um hiper carro! Completo, central multimídia show, controle de tracao , onstar,ncâmera de ré, banco em duas cores por sinal lindos na categoria dele é imbatível. Não achei beberrão esta fazendo 8.5 na primeira semana no transito parado, no fusion não conseguia 6. Quem fala é porque não tem! Brasileiro tem a mania de falar mal do que não conhece só pra que vcs saibam ele é vendido em mais de 148 paises é um sucesso de venda em todos os mercados e possuem o motor é o mesmo. Tem a versão turbo sim em alguns mercados. Já tive super máquinas desde BMW, audis, fusion, honda crx, corsa GSI, escort xr3 conv, toyota, Saveiro,golf,mitsubish,Peugeot conv e posso lhes assegurar o Cruze é top, tem alguns plásticos que poderiam ser de melhores, mas todos os demais tbm tem! Anda honestamente e reduz rápido e faz curvas como ninguém! O Fusion era melhor mas era awd não da pra comparar. Me sinto como se estivesse no Honda Crx ele só mudava o comportamento apos 5000 rpm e no Cruze aumenta consideravelmente o barulho mas ele responde bem. Antes de reclamar de algo! Conheça!!! Não posso ter uma BMW 750i mas nem por isso vou meter o pau nela!!! Já tive varias maquinas e todas tinham os seus defeitos e inúmeras qualidades!! Fiz o teste drive em vários e me decidi pelo cruze pelo conjunto da obra!!! Adoro o Golf e jetta é um super carro mas a manutenção lhe arranca a vontade de ter e o seguro do TSI e GTI esquece.

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.