Car.blog.br

Pesquisar este blog

VW Tiguan 2016: vídeo com detalhes externos e internos

Categorias: , , , , 17 Comentários

A segunda geração do Tiguan é o primeiro SUV do Grupo Volkswagen SUV a ser baseado na plataforma MQB (matriz transversal modular), resultando em um veículo com proporções mais esportivas e maior espaço interno.

Novo VW Tiguan 2016

Seu peso também foi reduzido em mais de 50 kg em comparação com o modelo anterior. Enquanto isso, o espaço oferecido no interior para passageiros e carga aumentou.

Novo VW Tiguan 2016

O volume de inicialização do novo Tiguan é de 615 litros de carga (carregado para a parte de trás do banco traseiro) - ganho de 145 litros sobre o anterior.

Novo VW Tiguan 2016

Já quando se dobram os bancos traseiros o volume de carga sobe para 1.655 litros.

Novo VW Tiguan 2016

O Novo Tiguan 2016 está disponível na Europa com uma gama de oito motores está disponível; eles têm potências que variam entre 113 cv (85 kW) e 236 cv (176 kW). As unidades estão mais potentes e até 24 por cento mais eficientes em termos de combustível.

Novo VW Tiguan 2016

O novo Active Control 4MOTION também permite aos motoristas ajustar o sistema de tração integral às suas preferencias individuais e também às condições de condução. Graças a seu conceito de acionamento, o Tiguan foi projetado para cargas de reboque de até 2.500 kg.

Novo VW Tiguan 2016

Os sistemas de assistência aperfeiçoam a conveniência, dinamismo e segurança, e incluem como item de série o sistema Front Assist com frenagem autônoma em cidade, monitoramento de pedrestre, alerta de tráfego cruzado e sistema de frenagem Pós-Colisão, tudo de série.

Novo VW Tiguan 2016

O vídeo a seguir mostra o modelo em detalhes.




Postagens relacionadas:

17 comentários:

  1. Gostei bastante, espero que realmente venha a ser feito no México para poder chegar um pouco mais barato aqui no Brasil, pois se for importado de outros países, vai vir no preço de Audi Q3 ou BMW X1 e não vai vender.
    Well done, VW.

    ResponderExcluir
  2. Ficou muito bonito. Eu pensava que a Volks não conseguiria um Tiguan mais bonito que o original, mas conseguiu. Ficou até mais legal que o Audi Q3.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O novo Q3 terá que ser excepcional para se justificar diante do Tiguan.

      Excluir
  3. Bacana! Mas vem pro Brasil? Por quanto? Vai vendo...

    ResponderExcluir
  4. Caraca ! Que painel fodástico !! Um dos mais bonitos que já vi !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É parecido com o do Golf e do Jetta. Eu também acho os mais bonitos, mas concordo que são bem conservadores.

      Excluir
    2. É parecido com o do Golf e do Jetta. Eu também acho os mais bonitos, mas concordo que são bem conservadores.

      Excluir
  5. não posso ter um desse, então não vou nem comentar mas e muito bonito.

    ResponderExcluir
  6. Partes sobrepostas no painel (painéis, consoles) parecendo uma colagem sem harmonia geométrica, parece que juntam partes avulsas do grupo VW, precisam de um projeto de design e não de engenharia e sem o dedo mórbido do departamento de custos...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso tem sido normal na VW nos últimos anos, e ocorre com mais ou menos frequência em todas as marcas. A própria MQB veio para facilitar as coisas e reduzir custos. O Golf inaugurou a MQB, novo sistema de mídia (discovery), novo volante, etc, e as gerações dos demais modelos que estão vindo em seguida acabam usando a mesma tecnologia, mesmas peças, etc., o que era esperado. Mantém a identidade da marca e perde identidade própria, realmente. Mas o custo-benefício é melhor do que se fosse desenvolver peças específicas para cada veículo, desde que mantenham o padrão de qualidade que se espera em cada segmento - e nisso a VW acertou com o Golf, acertou com o Passat (que já ganhou prêmios) e deve acertar com a Tiguan. Não fosse isso, a Tiguan, que já é cara, não seria competitiva.

      Excluir
    2. Isso tem sido normal na VW nos últimos anos, e ocorre com mais ou menos frequência em todas as marcas. A própria MQB veio para facilitar as coisas e reduzir custos. O Golf inaugurou a MQB, novo sistema de mídia (discovery), novo volante, etc, e as gerações dos demais modelos que estão vindo em seguida acabam usando a mesma tecnologia, mesmas peças, etc., o que era esperado. Mantém a identidade da marca e perde identidade própria, realmente. Mas o custo-benefício é melhor do que se fosse desenvolver peças específicas para cada veículo, desde que mantenham o padrão de qualidade que se espera em cada segmento - e nisso a VW acertou com o Golf, acertou com o Passat (que já ganhou prêmios) e deve acertar com a Tiguan. Não fosse isso, a Tiguan, que já é cara, não seria competitiva.

      Excluir
  7. o R line, ficou com uma frente muito pesada com detalhes demais, muitas falsas entradas de ar. Pesou o conjunto, entretanto o design das outras versões é fantástico, tanto por dentro quanto por fora. Agora é aguardar o lançamento, para ter conhecimento dos detalhes, sempre bem pensados, dos veículos VW (excluindo os projetos brasileiros mais pobres) que tenta oferecer ao consumidor sempre uma experiência agradável. parabéns VW

    ResponderExcluir
  8. Decepcionante essa frente, parece até um dacia duster melhorado , esperava mais influência do conceito t rock

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.