Car.blog.br

Pesquisar este blog

CrossFox 2016 I-Motion chega para teste de longa duração

Categorias: , , , , 19 Comentários

Um novo integrante chega à frota de testes de longa duração do http://www.car.blog.br/. Trata-se de um VW CrossFox 2016 com transmissão automatizada I-Motion.

VW CrossFox 2016 I-Motion Automático

O VW CrossFox 2016 I-Motion 2016 adota um motor quatro cilindros 1.6 16V de 120 cavalos quando abastecido com etanol e 110 cavalos usando gasolina, da família EA-211.

VW CrossFox 2016 I-Motion Automático

No que respeita aos itens de série, o CrossFox I-Motion 2016 vem com direção com assistência elétrica, computador de bordo, Keyless - sistema de alarme com comando remoto, sensores de estacionamento dianteiro e traseiro, controle de tração, ABS Off-Road, sistema de som com 4 alto-falantes + 2 TwEEters, ar-condicionado, coluna de direção com ajuste de altura e profundidade, espelhos elétricos com Tild-Down, faróis auxiliares com função de neblina e longo alcance, lanterna de neblina, travamento elétrico das portas, vidros elétricos e volante multifuncional.

VW CrossFox 2016 I-Motion Automático

O modelo que será testado conta com dois opcionais. O primeiro é o pacote Limited Edition, que acrescenta bancos revestidos em couro sintético Native, alavanca do freio de mão revestida em couro e rodas de liga-leve de 15 polegadas.

VW CrossFox 2016 I-Motion Automático

Além disso, solicitamos o pacote "Modulo Tecnológico com sistema de som com navegação Discover Media", que acrescenta os seguintes itens: controle automático de velocidade (piloto automático), espelho retrovisor interno eletrocrômico, faróis auxiliares com tripla função: neblina, longo alcance e "Cornering Light", faróis com função "Coming & Leaving home", sensores de chuva e crepuscular.

VW CrossFox 2016 I-Motion Automático

Além disso, esse pacote traz também o sistema de som touchscreen com navegação Discover Media e App-Connect.

Impressões iniciais

A equipe foi buscar o CrossFox I-Motion a bordo do Volkswagen up! I-Motion, que também está sendo testado, e, ao andar no Fox já se percebe uma clara e inequívoca diferença de performance. O motor 1.6 16V responde muito bem desde os mais baixos regimes de rotação, tornando o carro bastante ágil.

VW CrossFox 2016 I-Motion Automático

Sempre que se lida com motores com quatro válvulas por cilindro fica o receio de fraqueza ou insuficiência de torque em baixos regimes, mas isso não se aplica ao motor do CrossFox, que é bastante ágil, com comportamento quase esportivo desde as acelerações em baixos regimes.

VW CrossFox 2016 I-Motion Automático

O motor tem funcionamento suave, sem vibrações e bastante silencioso - não se ouvindo o ruído do motor em uso normal de cidade e estrada. A direção elétrica é bastante agradável também.

VW CrossFox 2016 I-Motion Automático

O acabamento interno é outro ponto que nos agradou, com montagem perfeita, plásticos de ótima qualidade e excelente montagem - no mesmo nível do que se observou no up!.

VW CrossFox 2016 I-Motion Automático

A transmissão I-Motion do CrossFox também tem um funcionamento que é ainda melhor que a adotada no up! (veja teste do Up! I-Motion em múltiplas situações clicando aqui). Enquanto no up! I-Motion é possível perceber uma mudança de marcha de primeira para segunda, neste caso a operação é mais suave, praticamente como a observada em transmissões automáticas convencionais.

VW CrossFox 2016 I-Motion Automático

Além disso, esta transmissão I-Motion oferece opções de trocas manuais por meio de seletores posicionados atrás do volante.

Conclusão

VW CrossFox 2016 I-Motion Automático

A escolha do CrossFox I-Motion para o teste de longa duração foi motivado pela novidade do motor 1.6 16V da Volkswagen - propulsor que será usado no Golf nacional - e também pela transmissão I-Motion de atuadores eletro-hidráulicos de segunda geração. Ademais, pretendemos fazer um paralelo com o Hyundai HB20 1.6 Automático que estamos acompanhando.

Postagens relacionadas:

19 comentários:

  1. O blog só avalia carros da VW?
    Acho totalmente desinteressante avaliação desse carro já tem anos e mercado e todos já conhecem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não. Avaliamos um Ka recentemente.
      http://www.car.blog.br/search/label/teste-longa-duracao-ka


      Excluir
    2. E estamos analisando outro veículo para integrar a frota nos próximos meses, provável que seja um modelo francês.

      Excluir
    3. Qual seria o outro veículo? Sedã compacto? Sedã médio? Hatch compacto? Hatch médio?

      Excluir
    4. Estamos analisando um SUV ou Crossover. Mas vai demorar um pouco ainda, talvez uns 2 meses.

      Excluir
    5. a avaliação do Ka foi broxante, não avaliaram o principal o pós venda da ford que todos falam mal, tenho um novo ka confesso que tinha um receio pelo falatório, e me surpreendi positivamente tinha um celta antes e foi gigantesca a diferença do pós venda,o meu carro tinha todos os problemas relatados no carro de vocês(sem força nas retomadas e barulho no porta luvas) mais TODOS foram resolvidos pela concessionaria, problemas todo o carro esta sujeito a ter ate o up teve alguns(vidro e forro do teto), mais se o concessionaria resolve ou não ai que esta o problema, venderam o carro sem seque fazer uma revisão na concessionara... acho que e mais interessante um teste como um chines celer nacional pra ver se esta no mesmo nível dos nacionais(eu mesmo tenho preconceito com os chineses) ou um carro recém lançado,hrv renegade algo do tipo e só minha opinião seria algo bem mais interessante.

      Excluir
    6. @Tiago, acho difícil a concessionária resolver o problema de insuficiência de torque em baixa rotação do motor do KA, pois isso é característica de projeto. As relações de câmbio muito curtas do Ka, especialmente de 1ª e 2ª, idem, não tem como corrigir. O problema de curso muito longo da alavanca de câmbio (quando comparada ao Up!), também não tem como corrigir.
      A concessionária pode até resolver temporariamente os muitos grilos internos do interior do Ka (que no nosso up! com quase 30.000 km jamais apareceram), mas permanecem as falhas de montagem, a carroceria desalinhada, o interior com revestimentos e teclas ásperas, fugas de iluminação interna, excesso de ruído do motor, porta-malas pouco prático e muito raso. Tudo isso são falhas de projeto do Ka, que não têm solução.

      Excluir
    7. Tem muita gente interessada na avaliação, porque pretendem trocar de auto ou comprar um segundo carro pra familia.

      Excluir
    8. Fabio, foi reprogramado o modulo do acelerador(não lembro do termo correto) o meu resolveu sim, estava muito ruim mesmo tinha horas que ate dava raiva, mais agora parece outro 100% estou muito satisfeito.

      Excluir
    9. O Carro tem anos, mas como foi dito na matéria, o Motor é o novo 1.6 16V, e o I-Motion é o da 2ª geração com atuadores eletro-hidráulicos(que me deixou com o pé atrás, pois o antigo respondia muito bem, tive um e era 10x melhor que dualogic ou dualogic plus, e até onde saiba esse acionamento eletro-hidráulico deixa a troca mais lenta, vou ver a avaliação, mas pra ter certeza tinha que fazer um test-drive...).

      Excluir
  2. quanto a esse cambio não posso falar nem opinar em nada. agora quanto ao motor esse sim; eu tenho o fox highline 15/15 o cambio manual de 6 velocidades e muito delicioso, os engates e uma mão na roda, o motor em baixa e muito silencioso e em alta o ronco e muito gostoso de se ouvir. só sei que estou gostando do por completo ele não chacoalha nada o volante de golf e uma delicia , painel de instrumentos muito pratico e o console central tudo na mão bem pertinho.

    ResponderExcluir
  3. OBS: e sobre o cossumo só estou usando gasolina e a média baciando-se na minha condição de uso que e sempre a sim: andam EU + a minha esposa + o meu filho que somos todos adulto.
    cidade fica entre 10.5 e 12 km por L.
    estrada fica entre 15 e 16 km por L a uma velocidade minima de 80 kmh e máxima de 110 kmh. eu nunca ultrapasso esse limite: exceto em uma ultrapassagem.

    ResponderExcluir
  4. Podem dizer o que for, mas se o Golf tivesse a mesma frente, no que tange ao formato dos faróis, do Fox, ele seria bem mais bonito.
    No mais, acho o (Space)Fox muito legal, o problema no caso do SpaceFox, é o preço cobrado pelo tamanho a mais de carroceria, pois o Fox tem um porta malas acanhado, ai se o cara quer o Space para melhorar, é obrigado a pagar por uma bem mais caro por uma mesma versão do carro, no caso a Highline, que no Fox começa em R$ 54 mil e no SpaceFox começa em R$ 64 mil, o que me parece uma disparidade muito grande.

    ResponderExcluir
  5. Parce ser bom,mas tó pensando em comprar um manual por no minimo 10 mil a menos pq um carro desse preço sem ar condicionado digital é dose!!

    ResponderExcluir
  6. eles escolheram a VW por que da muito mais cliques e tam bem e unica que tem duas torcidas, os a que apoiam e os do contra.

    ResponderExcluir
  7. Bacana o carro mas se fosse comprar eu o up tsi!

    ResponderExcluir
  8. Crossfox é hoje um dos carros de pior custo-benefício do mercado. Invade grosseiramente a faixa de veículos mais sofisticados, chegando a custar, completo, mais do que versões básicas de SUV's e crossovers recém-lançados. Esse 'teste' não será prematuramente interrompido, como estranhamente fizeram com o novo Ka, então ele ocupará espaço de uma avaliação que poderia ser mais proveitosa para os leitores.

    ResponderExcluir
  9. O problema deste carro é o preço, um Fox Highline é muito mais negócio e não tem o Pneu atrás que os ladrões gostam tanto. Quanto sai o seguro de um crossfox? O do fox civil já é salgado.

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.