Car.blog.br

Pesquisar este blog

Audi A5 fica 20% mais econômico com motor 1.8 TSFI

Categorias: , , 11 Comentários

O Audi A5 2015 chega à linha 2015 apresentando como novidade a substituição do motor 2.0 TSFI de 180 cavalos pelo 1.8 TSFI, mais moderno e eficiente, de 170 cavalos @ 3.800 RPM e 32,6 Kgfm de torque @ 1.400 RPM. Segundo a Audi, houve ganho de 20% no consumo, com comprometimento de desempenho. A transmissão é automática CVT com 8 marchas simuladas.

Audi A5 2015

O consumo de fato melhorou, já que nos testes da Revista Auto Esporte, o A5 1.8 apresentou consumo em cidade de 9,2 Km/l de gasolina (A5 2.0: 7,6 Km/l) e chega a 13,7 Km/l em estrada (A5 2.0: 11,4 Km/l) - ganho médio de 20%.

Audi A5 2015

O desempenho, porém, piorou. A aceleração de 0 a 100 Km/h agora é completada em 8,7 segundos (A5 2.0: 7,3 segundos), enquanto a retomada de 60 a 100 Km/h fica em 4,4 segundos (A5 2.0: 4,4).

Audi A5 2015

O Audi A5 2015 tem uma gama de itens de série que contempla airbags laterais, ar-condicionado bi-zona, ABS de rampa, revestimento em couro dos bancos, câmera de ré, central multimídia com GPS, farol de xenônio, controle de tração e de estabilidade, sensores de ré.

Audi A5 2015

O preço varia entre R$ 155.990 reais na versão Attraction e R$ 167.990 no modelo topo (Ambiente - mostrado nas fotos). O Audi A5 terá uma nova geração apresentada no final deste ano, com chegada ao Brasil em 2016.

Conclusão

O Audi A5 é um sedã com visual de cupê com visual que ainda chama muita atenção no trânsito - pelas belas linhas. O interior é espaçoso - com porta-malas de 480 litros, graças aos 2,8 metros de entre-eixos -, luxuoso e que oferece muito conforto e silêncio aos ocupantes.

Postagens relacionadas:

11 comentários:

  1. Audi vindo equipado com transmissão CVT tendo na Casa a fantástica DSG? Muito estranho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pra vc ver como o CVT é um dos melhores cambios hoje.
      Agora o motivo ja nao sei. O Fusion por exemplo usa CVT.

      Excluir
    2. O Fusion usa CVT? Desde quando?

      Excluir
    3. José Lucas,
      O Fusion TITANIUM Hybrid e o Fusion TITANIUM PLUS Hybrid usam a transmissão CVT atualmente:
      http://www.ford.com.br/carros/fusion/especificacoes/tecnicas
      Abs.

      Excluir
    4. Obrigado, Acelera! Achei que ele tinha dito sobre o Ecoboost :D

      Excluir
    5. A audi falou que vai abandonar o cvtna Europa pra 2016 então...

      Excluir
  2. Na grande maioria,

    os clientes e futuros compradores de veículos das marcas premiadas em desempenho de velocidade, buscam potência, torque, aceleração, top speed..., ou seja, tudo o que for relacionado aos avanços tecnológicos da eletrônica e da mecânica aplicada nesses autos, para a efetiva eficiência relacionada ao alto desempenho como objetivo principal da sua escolha!

    Deste modo, em ampla maioria (penso eu) eles preferem o alto desempenho em detrimento do consumo, não sendo contra a busca por menores níveis de consumo, mas desde que essa busca pelo menor consumo através do "downsizing", não represente a perda do desempenho.

    Quando buscam essas marcas, eles entendem que estas estão no panteão do desempenho, comprando por "assim" dizer, exclusividade, poder, status, performance única..., mas jamais (em sua grande maioria) gostariam de gastar vultosos valores por carros quase exclusivos e serem superados em desempenho de velocidade por carros massivos a preços relativamente módicos quando comparados com seus produtos Premium.

    Obviamente, para muitos desses, serem superados pode representar de certa maneira, constrangimento, pré-julgamento quanto a sua capacidade intelectual e pensamento lógico pela escolha da compra, haja vista, o fato de terem gasto maior soma de dinheiro e ser superados por aqueles que economizou as mesmas somas. Já outros, até mais exigentes, poderiam se sentir revoltados e afrontados nessa "disputa".

    Tal conduta por esse tipo de pensamento, mesmo que questionado por outros, não pode-se fugir ao raciocínio daquele que busca esse perfil de produto, pois aqueles que buscam acima de tudo economia de combustível e menor emissão de poluentes em detrimento do desempenho, normalmente optam por outro perfil/estilo de automóvel, adequado mais para o trânsito na cidade do que das auto estradas, veículos geralmente leves e pequenos que facilmente pode ser estacionado, gerar economias e que efetivamente atendem esse requisito.

    Não entendo que esse perfil de consumidor do A5, desfavoreça o desempenho pela busca da economia, afinal o bolso deste não está no primeiro plano, senão economizaria até mesmo na compra do carro.

    Também não entendo que essas estratégias adotadas de supressão da potência.. nesses perfis de carros premium, seja exclusivamente para atender as rígidas normas da Euro 6, entendendo ser na verdade, apenas a busca pela economia de custos na escala de produção, aproveitando a "onda" do conceito do momento titulado por "downsizing".

    Portanto o "downsizing" é bem vindo, mas deveria ser observado o perfil de cada produto, seja nos City cars onde o "downsizing" é justíssimo, ou, "le belle macchine" onde também é bem vindo tal conceito, mas desde que não comprometa "Alle Leistungen".

    Dispensado comentário daquela vulgar cheerleaders da Vw.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se eu não estou enganado a redução da cilindrada foi pra conter aumento em função do ipi diferenciado para carro 2.0

      Excluir
    2. O problema é acima de 2.0, é onde o IPI fica caro, por isso que Azera, Accord e Camry não conseguem competir com Fusion em preço (pelo menos essa é a justificativa das fabricantes).

      Excluir
  3. Melhor esperar a próxima geração.

    ResponderExcluir
  4. mais economico e mais lento.
    sem mais

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.