Car.blog.br

Pesquisar este blog

VW Golf 2020 (mk8): divulgada primeira imagem oficial do interior e detahes do sistema híbrido leve de 48V

Categorias: , , , , , , 34 Comentários

A Volkswagen divulga a primeira imagem oficial do interior da nova geração do Golf, a 8ª, que será lançada na Europa ainda este ano, e está recebendo o empenho das equipes de desenvolvimento da marca. Apenas alguns meses antes do início da produção, o modelo está dentro do cronograma: o estágio final de desenvolvimento, no qual todas as funções estão sendo testadas repetidamente em condições reais da estrada.

VW Golf 2020 (mk8)

A foto, que tem um engenheiro fazendo ajustes em um protótipo do novo Golf, mostra alguns detalhes como o banco do motorista com ajustes elétricos e também memória para diferentes ajustes. O sistema de conectividade converge com a imagem de flagra divulgada anteriormente, e está posicionado voltado ao motorista.


VW Golf 2020 (mk8)

Chaves digitais

O novo Golf trará inovações importantes em termos de conectividade. Um exemplo é a chave digital: os clientes podem usar essa função no futuro para desbloquear seus carros e iniciar o motor com seus smartphones, bem como para atribuir chaves digitais a membros da família por meio de um aplicativo. 

VW Golf 2020 (mk8)

O sistema de chaves digitais também permite o acesso a várias funções por meio do smartphone. O desafio para os desenvolvedores: eles precisam garantir que a troca de dados entre os sistemas sempre funcione sem problemas.

O novo Golf: com tecnologia 48V

O novo Golf será também o primeiro carro de mercado de massa a contar com um novo sistema de acionamento eletrificado, chamado de “Sistemas Elétricos Híbridos Leves” (“mHEV“) com tecnologia de 48 volts.

VW Golf 2020 (mk8)

Inicialmente, o drive híbrido de 48V estará disponível com a família EA211 evo, deslocamento de 1,0 e 1,5 l e caixa de câmbio de dupla embreagem (DSG). A Volkswagen vai então estender gradualmente a eletrificação do sistema de acionamento para toda a frota. Mas o que exatamente está por trás da tecnologia e quais são seus maiores pontos fortes?

Um híbrido, dois motores

Em comparação com híbridos plug-in (PHEV) de corrente, por exemplo, no golfe GTE e Passat GTE, a unidade mHEV (veículo eléctrico híbrido leve) equipado com tecnologia 48V oferece uma gama reduzida de funções, mas é significativamente mais rentável. Enquanto o Plug-in Hybrid (PHEV) carrega a bateria através da rede eléctrica com um plugue, o mHEV não tem uma bateria que pode ser recarregada através de um plug, mas é equipado com um gerador de partida cinto de 48V. Como um motor elétrico, ele suporta o motor de combustão para aumentar a potência do inversor de acordo com a situação - por exemplo, ao acelerar. Nas fases de desaceleração, o gerador converte a energia cinética do veículo e carrega a bateria com energia que de outra forma seria perdida. Esta combinação oferece à Volkswagen a oportunidade de eletrificar os conjuntos de transmissão convencionais sem fazer grandes mudanças. Dependendo do estilo de condução, o sistema mHEV pode economizar cerca de 0,4 litros de combustível por 100 quilômetros.

Nos motores mHEV oferecidos no novo Golf, o Gerador de Partida Acionado por Correia (BSG), um motor elétrico com tensão de operação de 48V, atua como um poderoso substituto para o gerador. Ao iniciar, também aumenta o torque através da função boost, garantindo maior dinâmica e conforto. O gerador de partida é acoplado ao motor de combustão. Sua potência é transmitida ao virabrequim pelo acionamento por correia. Além da bateria de 12V comum, o drive mHEV possui uma bateria de íons de lítio de 48V montada sob o assento do passageiro. Quando o motorista pisa no freio, a energia cinética é convertida em corrente elétrica. Isso permite que até 40 por cento da energia de frenagem seja recuperada e armazenada na bateria. Um conversor DC / DC alimenta a rede convencional de 12V com tensão.

VW Golf 2020 (mk8)

O híbrido leve de 48V oferece várias funções úteis do sistema. No modo FMA (Freewheel, Motor Off), o motor desliga assim que o motorista tira o pé do acelerador. O carro continua sem consumir combustível. O motor também é dificilmente notado assim que é reiniciado. É ligado e desligado sem demora ou perda de conforto, tornando o novo Golf consideravelmente mais eficiente.

VW Golf 2020 (mk8)

Para garantir que o condutor não sinta qualquer perda no conforto de condução, o sistema possui a conhecida função Comfort Start “Change-of-Mind-enabled”. Isso significa que, se o motorista pressionar o pedal do acelerador novamente, o motor de combustão será acionado imediatamente, com muito poucas vibrações. Essa é outra vantagem do BSG: em contraste com a partida de roda dentada, o motorista experimenta uma transição rápida e confortável para a fase de acionamento ao iniciar. Em veículos híbridos leves de 48V, no entanto, o arranque da roda dentada é usado apenas para a primeira partida. Em contraste, o driver experimenta uma transição confortável, rápida e poderosa ao iniciar com o BSG - por exemplo, de navegar para uma fase de acionamento subsequente.

VW Golf 2020 (mk8)

Para utilizar a operação FMA tão freqüentemente e eficientemente quanto possível, uma função de assistência de previsão leva em dados de navegação da conta, tais como os limites de velocidade ou curvas, a fim de atingir os pontos de rota na velocidade ideal e, assim, fazer o melhor uso possível de energia cinética do veículo.

34 comentários:

  1. E, eis que cedo chega, e o meu motor 1.5 TSI híbrido está com ele, o Golf Mk8, para dar a cada um segundo a sua obra.

    Este é o Golf Mk8, o Alfa e o Ômega, o princípio e o fim, o primeiro e o derradeiro.

    Bem-aventurados aqueles que habitarem o seu interior, para que tenham direito à árvore do prazer ao dirigir, e possam entrar nas estradas pelas pistas esquerdas.

    Mas, fiquem de fora os que tem BMW´s, Audi e Mercedes, e os que chipam seus Golf GTI, e os que fazem piggy-back em Jetta TSI, e os donos de Civic Touring, e os idólatras, e qualquer que ama e comete a mentira.

    Este, o Golf mk8, e ainda o GTI, enviado será para vos testificar estas coisas nas ruas e track-days.. Este carro é a raiz e a geração do Golf GTI, a resplandecente da plataforma MQB, não se esqueçam!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem gente que é doida, tem gente que além de doida vota no PT...
      E tem você Carlotinha, que de doido já gabaritou e mitou tudo o que podia...

      Excluir
    2. Chegou atrasado, Focus e Fiesta foram lançados primeiro com o sistema híbrido leve.

      Excluir
    3. Zacchi, doido é quem votou no pior presidente do mundo, o tal do Bozo.
      Está destruindo o Brasil, as nossas riquezas, a nossa soberania, e todas as conquistas sociais.
      Mas já vai cair, graças a Deus!

      Excluir
    4. Petista não gosta de carro, não gosta de mulher, não gosta de nada, aliás, gosta sim, de ir em Curitiba sentar no colo do chefe.

      Excluir
    5. Carlos...só você mesmo para usar um texto do Apocalipse para defender um VW. Parabéns pela criatividade e senso de humor!
      Quanto ao novo Golf, só posso dizer que o Golf só evolui a cada geração. Gosto muito do Golf desde a MK IV.

      Excluir
    6. Unknow, Sabe de tudo e não sabe nada ! Política se discute em outro lugar não é mesmo Zé Mané ?

      Excluir
    7. Não virá para o Brasil, então mantenha a calma.

      Excluir
  2. Eu posso apostar que 100% dos manés que relincham amestrados sobre multilink e eixo de torção, olhando a 4ª foto de cima para baixo, não são capazes de dizer se a suspensão traseira é multilink ou eixo de torção.

    O que não é surpreendente, afinal, orelhas e macaquitos amestrados que são, sabem repetir baboseiras.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Todo carro acima dos 100 mil tem que ter obrigatoriamente este itens com suspensão independente, freio elétrico de estacionamento e painel com soft touch como nos Golf mk7 importados que vieram para o Brasil.

      Excluir
  3. Ficou molhadinha filha?
    Quanta tolice nesse mundinho de ALice!!!
    AS 'falas' com dedo apontado para si! ignorância existencial, burrico motivado.

    ResponderExcluir
  4. Conseguiram fotografar o designer do Golf. A parte lateral do painel parece estar mal encaixada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não, só tem foto do design e não do designer. O designer do Golf é um cara muito ocupado kkkkk..

      Excluir
    2. A pessoa com o laptop pode ser designer

      Excluir
  5. Respostas
    1. Esse carro não é para o bico do Brasil. Sof8sticsdo demais para ser vendido aqui.

      Excluir
    2. falou o europeu chacota né...
      from campos elisios - SP né... só se for...

      Excluir
    3. É isso aí, para o bico do Brasil é o T-Cross e não o Golf.

      Excluir
    4. Esse da caloi de cecistinha deve ser um que receber bolsa família para dizer uma asneiras dessa que o Brasil só tem pobre.0

      Excluir
  6. Se eu tenho dinheiro para pagar pq não. Cada uma.

    ResponderExcluir
  7. Mal saiu da fábrica o muleke ali já tá chipando o carro pelo notebook.

    Golf GTI usado = 99,9% chipado e destruído pelos manolos

    (detalhe: manolo NÃO é sinômino de pobre ou vileiro. é A ALMA do cidadão )

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. essa é a realidade dos atuais TSI e GTI, muitos fuçados e chipados, daqui uns anos vai ser dificil achar um original, inteiro, de procedência, daqui há 10, 15 anos, ninguem vai querer.

      Excluir
    2. Ninguém já não compra esses carros usados, bomba prestes a explodir.

      Excluir
    3. Ferro-velho adora carro chipado,tem um imbecil no YouTube que pegou um gti sem motor pois o antigo dono chipou e fez remap no carro,o motor fundiu com 12 mil km,esse rapaz comprou o Golf e comprou as peças do motor e ele mesmo montou,o carro não demorou a dar problemas e ainda ele fez remap,hoje o Golf desse rapaz além de parecer mulher de mecânico pois ama uma oficina ainda por cima bebe mais que o normal.

      Excluir
  8. Um sonho! A VW, sem dó, esculacha a concorrência!

    ResponderExcluir
  9. Chipar o carro uma hora dá merda mesmo

    ResponderExcluir
  10. Engenheiro de carro esse cidadão aí? Por isso os carros da VW tão UMA MERDA! Cabelim na régua. Geração nutela!

    ResponderExcluir
  11. será q com esse sistema , o golf deve conseguir 30km/l na europa?

    ResponderExcluir
  12. Esse sistema de 48V não é novidade. A Mercedes já o utiliza há anos. E no Brasil equipa o C200 Eq Boost.

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.