Car.blog.br

Pesquisar este blog

Carregando...

Seat Ateca é a primeira resposta da VW ao Honda HR-V

Categorias: , , , 27 Comentários

A subsidiária espanhola da Volkswagen, a SEAT, apresenta seu primeiro SUV, o Ateca, que chega ao mercado europeu para estabelecer competição com o Honda HR-V, Jeep Renegade e Nissan Qashqai.

Seat Ateca

O SEAT Ateca é baseado na plataforma do Golf 7 (MQB), configurando-se como um SUV de menores dimensões relativamente ao Tiguan, e estará a venda no mercado europeu a partir do segundo semestre, com preços iniciando abaixo de 20.000 Euros.

Seat Ateca

Em termos dimensionais, o o Ateca tem 4.36m de comprimento, 2.64 m de entre-eixos, largura de 1.84 metros e altura de 1.6 metros. Em relação ao Honda HR-V, ele é 7 cm maior.

Seat Ateca

O modelo será vendido em versões com tração dianteira, e, opcionalmente, tração integral. Os motores começam no 1.0 TSI de 115 cavalos, passam pelo 1.4 TSI de 150 cv e chegam até nos diesel 1.6 TDI de 115 cv e 2.0 TDI de até 190 cv.

Seat Ateca

Todos os motores vêm com uma caixa manual de seis velocidades de série, sendo opcional uma transmissão DSG de dupla embreagem ee 7 velocidades. A tração integral é ofertada apenas para os modelos diesel.

Seat Ateca

Entre as características do Seat Ateca estão faróis de LED full e a opção de LEDs nos espelhos exteriores que iluminam a área de chão em torno das portas, quando eles são desbloqueados, projetando o nome Ateca ao mesmo tempo. Uma característica semelhante é oferecido em Range Rovers.

Seat Ateca

O interior também é familiar para a marca, com um sistema touchscreen de infotainment no console central, com compatibilidade Apple Car Play e Android Auto. A alavanca de velocidades foi reduzida para dar uma sensação mais esportiva.

Seat Ateca

O porta-malas é de 485 litros - superior aos 460 litros oferecidos pelo Honda HR-V. A tampa do porta-malas tem acionamento elétrico por meio de um gesto de pé na traseira (facilitando o acesso à bagageira quando se está com os dois braços carregados de pacotes de supermercado).

Seat Ateca

Uma novidade interessante é a função de condução autônoma chamada "Traffic Jam Assist" (assistente de condução em congestionamento), o qual controla o acelerador, o volante (seguindo o fluxo de trânsito) e os freios do carro até 60 Km/h. 37 mph. Outra novidade é uma função chamada de emergência Assist, que detecta se o condutor estiver inativo por um período e emite um alerta, pulsando o freio e, em seguida, traz o carro à imobilidade se não há nenhuma reação.


Espera-se para breve variações do mesmo modelo com emblemas Volkswagen, Audi e Skoda.

Postagens relacionadas:

27 comentários:

  1. legau perece mesmo com os carros da volks.

    ResponderExcluir
  2. Se a volks fizesse uma versão para o brasil com 1.0 TSI e o 1.4 TSI venderia muito.

    ResponderExcluir
  3. Lembra mais um Audi do que um VW. Muito bonito.

    ResponderExcluir
  4. Pelo menos, por dentro é bem mais sofisticado que o Honda. Gostei do veludo do banco.

    ResponderExcluir
  5. Poderiam eliminar o SpaceFox e colocar este no lugar...sonho.

    ResponderExcluir
  6. Acho de muito bom gosto o design externo e interno dos carros da Seat. Este novo SUV é lindo! E o Seat Leon é maravilhoso! Se vendessem no Brasil eu seria cliente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo plenamente. Já disse isso aqui várias vezes. Incrível a capacidade da Seat em fazer carros lindos e da VW em fazer carros feios.

      Excluir
  7. Lembro da Seat aqui no Brasil que. ficou por aqui ate meados de 2003.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito bonito, pena que se viesse como Vw teria preço absurdo, pena pois seria um oponente a altura do Hrv, mas a VwB, Toyota e Honda pensam que são premium e pior é que o povo acredita.

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    3. Talvez seria a solução pra VW assumir a liderança de vendas....

      Excluir
    4. Tive um Seat Cordoba, comprado 0km em 2000. Pense num carro ordinário. Problemas elétricos, na embreagem, no câmbio, no acabamento, motor que baixava óleo. Enfim, uma bosta.

      Excluir
    5. Tive um Seat Cordoba, comprado 0km em 2000. Pense num carro ordinário. Problemas elétricos, na embreagem, no câmbio, no acabamento, motor que baixava óleo. Enfim, uma bosta.

      Excluir
    6. Mauro, via voce direto em outros blogs e de repente sumiu, que aconteceu? Foi banido? Está com Carlosvirus?

      Excluir
    7. Grato pela lembrança, Tito. Eu estava muito "ocupado", na praia. Hahaha

      Excluir
    8. Grato pela lembrança, Tito. Eu estava muito "ocupado", na praia. Hahaha

      Excluir
  8. Ta mais pra um Audi do que pra qualquer outra coisa...

    ResponderExcluir
  9. Bonito. Lembra mais Audi do que VW, mesmo... Mas viria a que preço? 90 mil?

    Fora que iria canibalizar as vendas de um eventual Audi Q1/Q2 nessa faixa.

    Podia vir como "Golf Cross" kkk

    ResponderExcluir
  10. Gostei demais. Pena que para o Brasil é inviável devido ao pulo do dolar. Logo os importados vão estar com um preço impraticável, e só co fabricação local podem ser competitivos, mas sem escala não dá. Já estava na hora de derrubar o super IPI, não existe mais risco para a tal "indústria nacional".

    ResponderExcluir
  11. Eu colocaria uma transmissão mais robusta e confiável, e um motor anti-multas, fucaria perfeito para o Brasil!

    ResponderExcluir
  12. Se vier pro Brasil com o logo tipo da volks logo vão dizer que é feio e que dará muitos problemas

    ResponderExcluir
  13. Aí sim, ficou com interior de Golf e exterior com cara de carro de homem.

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.