Car.blog.br

Pesquisar este blog

Volkswagen Golf TSI 1.0 chega à Alemanha - preço € 20.450

Categorias: , , 18 Comentários

O Volkswagen Golf TSI 1.0 é o Golf movido à gasolina mais eficiente da história, segundo o fabricante, com consumo médio de 23,25 Km/l, no ciclo europeu, o que corresponde a 4,3 litros de combustível por 100 km rodados.

Volkswagen Golf TSI 1.0

O modelo adota um motor tri-cilíndrico 1.0 turbo com 200 Nm de torque, detendo o recorde de torque específico para motores a gasolina - 200 nm/ litro de deslocamento, e foi classificado com nova "A" de eficiência energética pelo órgão europeu equivalente ao INMETRO.

Volkswagen Golf TSI 1.0

O Golf TSI 1.0 oferece emissão de apenas 99 g de CO2 / km rodado, sendo um dos carros mais eco-friendly em sua classe.

Volkswagen Golf TSI 1.0

No que respeita à performance, o Golf 1.0 TSI BlueMotion adota um motor de 115 cavalos capaz de levá-lo a uma velocidade máximo de 204 km / h.

Volkswagen Golf TSI 1.0

A transmissão DSG de 7 velocidades (com mudanças de marcha automáticas) está disponível para a versão 1.0 TSI do Golf, sendo que, neste caso, o consumo também é de 23,25 Km/l.

Volkswagen Golf TSI 1.0

Em termos de versões, o Golf TSI BlueMotion está disponível, na Europa, em dois níveis de equipamento de acabamento: Trendline e Comfortline.

Volkswagen Golf TSI 1.0

A Volkswagen informa que em breve chegarão ao mercado o Golf Estate (consumo médio de 23,25 Km/l) e Golf Sportsvan (consumo médio de 22,2 Km/l) com o motor 1.0 TSI BlueMotion.

Preço

Volkswagen Golf TSI 1.0

O Golf BlueMotion Trendline TSI custa € 20.450 na Alemanha (R$ 70.500 reais / junho/2015), trazendo de série ar condicionado, sete airbags, Pós-Collision Braking System automática, XDS bloqueio electrónico do diferencial, sistema start/stop com recuperação de energia na frenagem, spoiler traseiro específicos do modelo na cor da carroçaria, suspensão esportiva (15 mm mais baixa) e rodas BlueMotion 15 polegadas modelo "Lyon".

Postagens relacionadas:

18 comentários:

  1. Volkswagen LÁ FORA é referência em tecnologia e qualidade, pena que não seja assim no Brasil... e o consumidor leigo já percebe isso, vide o outrora líder Gol amargando vendas cada vez menores.

    O up! é um ótimo carro, transpira qualidade, mas é caríssimo e pelado. O porte diminuto (mais adequado à realidade europeia) também não ajuda. Resultado: nem de longe vende o esperado.

    Enquanto isso, novos concorrentes como a Hyundai não desprezaram os anseios do consumidor e vendem cada vez mais. VW foi vítima da própria soberba, ainda vive na época em que impunha o Fusca aos brasileiros (sem os importantes melhoramentos do modelo alemão, convém lembrar) e eles aceitavam bovinamente, pois não havia alternativa viável.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sem querer desmerecer o up!, mas esta política da vw do Brasil de vender o carro por partes, onde ar condicionado e direção elétrica (ou hidráulica) ainda são considerados opcionais, acaba um pouco com a imagem do carro. Por isto, em termos de Brasil é difícil classifica-lo como um city-car ou sub-compacto, já que carros deste tipo vem praticamente completos já na versão de entrada.

      Excluir
    2. Concordo plenamente. VW precisa rever essa filosofia com urgência. Carros mais completos são carros mais competitivos.

      Excluir
  2. Meu deus que maravilha de motor imagina o UP! com um motor desse sendo muito mais leve que o Golf....
    Acho que a maior dificuldade para esse motor em nosso BR seria a gasolina misturada com outras merdas né..

    ResponderExcluir
  3. Eu seria extremamente feliz com um Golf 1.0 TSI com DSG de 7 Marchas, com ESP/TCS/HLA, 7 Airbags, Ar Digital Climatronic, Central MM 5,8" com navegador, rodas 16" por uns 60k (Sonho meu...)

    ResponderExcluir
  4. A VWB só não lança esse carro aqui se vacilar muito.
    O motor já está ´pronto, que é o do Speed-up!
    É só questão de adaptar ao Golf nacional.
    Só de imposto economiza 6% de IPI aplicado "por dentro" que dá 6,4% de aumento no preço final do carro.
    Só de trocar o 1.4 TSI pelo 1.0 TSI, o preço do Golf poderia cair R$ 5.000 reais, que é o que se economizaria de imposto.
    Ou seja, o confortline MT sairia de 69.9k. E o DSG de 75k.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seria ótimo, mas não podemos esperar muito de quem manteve o Golf Mk4 em produção por QUINZE ANOS. Quem sabe a perda de mercado faça a VW acordar.

      Excluir
    2. Tem números de desempenho do carro?

      Excluir
    3. Acharia mais viável ela lançar o 1.0 TSI na versão Trendline ao invés do 1.6 16V. e deixar o 1.4T nas versões Comfortline e Highline. Ou até mesmo 1.4T só na Highline.

      Excluir
    4. Poderia não dar certo, pois o brasileiro compra carro pela litragem do motor (já vi imbecil que acha o TSi 1.4 pouco pro Golf, imagine 1.0). Por melhor que seja esse 1.0 TSi, muita gente vai criticar só porque é 1.0.

      Excluir
    5. Lembrando que os índios já rejeitaram o 1.4 Turbo no Cruze, segundo as clínicas da GM.

      Excluir
  5. Seria otimo, mas como a maioria dos Brasileiros tem conhecimento de funckeiro, iria dizer `-Que absurdo um gorf 1.0 por 70 mil soloco kombra vid4 loc4 kk`

    ResponderExcluir
  6. Fico só imaginando esse motor no Up, com um câmbio de 6 marchas. Vai ser um dos compactos mais prazerosos de dirigir de todos os tempos, fazendo lembrar clássicos como o Citroën AX GTI e o Peugeot 205, que usavam a mesma dose peso x potência pra divertir(o Citroën, se não me engano, pesava menos de 800kg, com um motor 1.4 de 100cv).

    A VW deveria arriscar e lançar o Golf com esse motor no Brasil, vai que dá certo. A mentalidade do consumidor brasileiro em relação ao turbo mudou bastante, prova disso são as vendas do Golf 1.4 turbinado e de outros modelos turbo, como os Citroën. Logo mais vem também a Honda e a Ford. A Toyota provavelmente entrará no embalo também.

    A título de curiosidade, a Audi já vende desde 2014 na Europa o A1 com esse motor, associado ao câmbio DSG.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Provavelmente a vw vá lançar uma versão bluemotion com esse motor.

      Agora dizer que este motor vai substituir o 1.4 t é coisa de gente que não entende.

      Excluir
  7. Serial meu próximo carro, se viesse a versão 1.0 do golf, eu não pensaria duas vezes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então estamos na mesma fila, mas creio que a VW irá desistir desse lançamento aqui por conta do preconceito idiota de brasileiro com motor de menor cilindrada, muita gente não vai querer pagar mais de 60mil e levar um 1.0, mas tudo depende de marketing e de por o consumidor bem apar do que o 1.0 é capaz, pois só assim para termos o Golf 1.0 TSI.

      Excluir
  8. Muito bom o carro. Deveria vende-lo no Brasil. No início vendida pouco mas a longo passo a mentalidade do brasileiro vai mudando. O principal problema por aqui acho que seria o preço.

    ResponderExcluir
  9. Vale lembra que esses dados de potência e torque não serão os mesmos com a nossa porcaria de gasolina e a gambiarra flex.

    Provavelmente a realidade seja o que o up! turbo irá mostrar.

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.