Car.blog.br

Pesquisar este blog

Renault Kwid 2018: fotos, preços, consumo e detalhes

Categorias: , , 54 Comentários

A Renault do Brasil lançou oficialmente o Kwid no Brasil, mantendo o preço de R$ 29.990 reais na versão de acesso, Life.

novo Renault Kwid 2018

O modelo, que é apresentado como "SUV dos Compactos", justifica a classificação com altura livre do solo de 18 cm, ângulo de entrada de 24º, e ângulo de saída de 40º. O porta-malas tem 290 litros.

novo Renault Kwid 2018

O modelo mede 3,68 m de comprimento e 2,42m de entre-eixos, sendo que todas as versões vem com rodas de 14 polegadas.

novo Renault Kwid 2018

O motor é o 1.0 SCe (Smart Control Efficiency), com três cilindros, 12 válvulas, duplo comando de válvulas (DOHC) e bloco em alumínio, associado com transmissão manual de cinco marchas.

novo Renault Kwid 2018

Com etanol oferece 70 cv de potência a 5.500 rpm e torque de 9,8 kgfm a 4.250 rpm. Com gasolina, são 66 cv a 5.500 rpm e 9,4 kgfm a 4.250 rpm.

novo Renault Kwid 2018

Os dados do INMETRO apontam consumo de 14,9 km/l com gasolina na cidade e 10,3 km/l com etanol. Na estrada, 15,6 km/l com gasolina e 10,8 km/l com etanol.

Vídeo - Renault Kwid Intense - Test Drive



Preços e versões
  • Renault Kwid Life (R$ 29.990): Rodas 14”, dois airbags laterais, dois airbags frontais, dois Isofix, predisposição para rádio e indicadores de troca de marcha e de condução.
  • Renault Kwid Zen + rádio (R$ 35.990): todos os itens do Life e acrescenta direção elétrica, ar-condicionado, travas e vidros dianteiros elétricos, rádio com Bluetooth e entradas USB e AUX
  • Renault Kwid Intense + Pack Connect (R$ 39.990): soma retrovisores elétricos, faróis de neblina cromados, Media NAV 2.0 com câmera de ré, abertura elétrica do porta-malas, rodas Flexwheel e chave dobrável. Além de diferentes detalhes de acabamento externo e interno.

novo Renault Kwid 2018

O Kwid é produzido em São José dos Pinhais (PR), sendo que o modelo brasileiro tem 80% do seu conteúdo composto por peças novas, especialmente na estrutura, para reforçar a segurança.

54 comentários:

  1. Ontem vi um Kwid numa css. Achei o carro bem honesto pelo preço. O acabamento parece bem razoável para o preço. Só achei o carro muito estreito. Quase que o ombro fica roçando na coluna B.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Coitado dos concorrentes. Vai reinar fácil!

      Excluir
    2. Coitado de quem comprar esse lixo.

      Excluir
    3. verdade coitado de quem comprar.ele e estreitinho e os pneus então. nossa senha, eu não tenho essa coragem.

      Excluir
    4. Sei que para você deve ser difícil, mas tente ao menos respeitar quem projetou e os funcionários da Renault que fabricam esse carro. Acho que você não gostaria de ter seu trabalho chamado de lixo, não é??

      Excluir
  2. Já está na cor do pão quente saindo da fornada na padaria.

    ResponderExcluir
  3. Esse carro pesa 130 kg menos que o Up! e não usa aço de alta resistência. Isso significa que sua estrutura torce como uma salsicha. Então, com poucos km deve se tornar uma verdadeira escola de samba.

    O interior com esses bancos boquetas com enxertos em branco. Ficaram ridículos.

    A estética não gostei. Rebuscada demais, e que é enganadora, já que tenta transmitir "robustez" que é tudo que esse carro não tem.

    Por 39k, vai vender para desavisado, que acha que carro cheio de bugigangas é CXB. Quando desmontar no primeiro poste veremos o que é CXB.

    Então, o Up! continua a reinar. O único sub-compacto vendido no Brasil que também é vendido na Europa.

    Up! é o carro. É um pouco mais caro, mas muito superior.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só corrigindo uma informação: o Kwid usa 30% de aços de alta resistência.

      Excluir
    2. Apesar de toda a sua defesa, vai vender muito mais do que o up! Alguma dúvida?

      Excluir
    3. Quando o sujeito recorre ao argumento de vendas, é que não tem outro, ou porque é incapaz de discutir tecnicamente sobre carros.
      As duas hipoteses são ruins.
      Aí fica nesse mimimi. "AH, vai vender mais...mimimi".
      Se vai vender mais ou menos, isso é irrelevante para o consumidor.
      Até mesmo porque não há como saber qual carro vende mais ou menos, já que conhece-se apenas os dados de vendas internas, e não da América Latina.

      A VW, por exemplo, opera com estratégia latino americana. Quase 50% das produção está sendo exportada.

      Alguém sabe o número de produção? Não. Então qualquer consideração sobre vendas do Up! é orelhada, já que os números totais de vendas do Up! fabricado no Brasil não são conhecidos.

      E não são exatamente porque suas características técnicas, 5 estrelas latin ncap, rigidez torcional, qualidade construtiva e de acabamento, fazem dele um produto global que pode ser vendido no México e em qualquer mercado latino americano.

      Já essas boquetagens feitas exclusivamente para o Brasil..bom..vimos bem o que deu o Mobi e o Onix...

      De mais a mais, se vc é consumidor, deve estar preocupado com aspectos técnicos, acabamento, consumo e segurança do seu carro.

      Se vc é diretor de vendas de montadora, preocuope-se com vendas. Se vc não é diretor de vendas de montadora, e está preocupado com vendas de produtos em relação aos quais vc não tem ingerência alguma, não contribuiu para o projeto, produção. Nada. E ainda está preocupadinho, ou, pior, dá pulinhos de alegria com isso, então vc não passa de um mané. E tem muitos...heim...

      Excluir
    4. a reciproca é verdadeira pra vc né carlos? qdo se fala de vendas globais... etc.... etc..

      Excluir
    5. Não venha com esse mimimi que ninguem é diretor comercial de montadora, que vendas não interessam. Fato é que a montadora investe muito dinheiro em desenvolvimento de um produto e quer alcançar boas vendas com ele. Ninguem quer lançar um carro só para ser figurante de show room. Então, o número de vendas expressa sim o acerto de uma montadora em lançar um produto que esteja dentro da expectativa dos clientes e considerando que somos possíveis clientes, podemos opinar sobre vendas sim, mesmo que não sejamos diretor comercial de alguma montadora. Esse mimimi de só diretor de montadora poder comentar vendas é discurso de fã de montadora que não consegue emplacar boas vendas com seus produtos mais novos, vide up, Golf e A3. Já as velharias, Gol/Voyage e Fox ainda vendem bem por vender muito para vendas diretas.

      Excluir
    6. não compraria um Kwid no lugar de um UP ( NUNCA ).
      Mas essa questão de vender mais geralmente é relevante sim para o consumidor pois dessa forma é repassado a aceitação do mercado de usados.
      Ou seja se o carro vende muito o mercado de usados ( pessoas que não tem grana ou não querem pegar 0km ) acabam recorrendo muito aos mesmos. Isso faz com que seja fácil revender os carros, sei que carro não é investimento porém ninguém quer perder metade do que investiu ao revender. Em um cenário econômico como o atual é preciso colocar na balança.
      Atualmente tenho 2 VW antes que o Carlos me xingue.
      E tenho porque sei que eles são bem superiores a carros similares de outras marcas. Porém sei que não fiz valer meu dinheiro.

      Excluir
    7. E quando o sujeito pega números de vendas, e estratifica elas em venda direta ou não, venda de versão a gasolina ou diesel, vendas na Argentina, é o que???

      Excluir
    8. Também tenho VW, mas nem por isso acho que todos tem que preferir VW. É óbvio que Up é melhor que Kwid, por isso custa mais caro. Como os modelos queridinhos da Carlota são uma decepção em vendas, up e Golf, ele fica com esse mimimi de não se poder falar de vendas. Não há relação entre qualidade do produto é vendas no Brasil, haja visto o sucesso estrondoso do Zeronix. Fato é que os últimos lançamentos da VW são produtos que o brasileiro não quer comprar.

      Excluir
    9. Up é o melhor carro do segmento que ninguem quer comprar. Não adianta fazer carro bom e cobrar absurdo por ele.

      Excluir
    10. Carlos, na boa. Não é a primeira vez que eu peço, mas vou repetir. PASSA AS TUAS FONTES OFICIAIS!!! DE ONDE TIRA A INFORMAÇÃO DE QUE CARRO VENDE MAIS PARA LOCADORAS; QUAL A VENDA PARA O MERCADO INTERNACIONAL... ESSAS COISAS. FICO NO AGUARDO.

      Excluir
    11. "Se vc é diretor de vendas de montadora, preocuope-se com vendas. Se vc não é diretor de vendas de montadora, e está preocupado com vendas de produtos em relação aos quais vc não tem ingerência alguma, não contribuiu para o projeto, produção. Nada. E ainda está preocupadinho, ou, pior, dá pulinhos de alegria com isso, então vc não passa de um mané. E tem muitos...heim..."

      E você não passa de um sujeito muito mal educado, incapaz de discutir civilizadamente com quem quer que seja. Esse fanatismo só o faz ser uma das figuras mais ridicularizadas nos sites automotivos. Se você fica feliz com este "rótulo", paciência.

      Excluir
  4. Se manter os preços, vai vender bem. Não adianta ter segurança, ter tecnologia e não ter preço. Quem tem um poder aquisitivo maior nunca vai comprar carro popular. Geralmente são pessoas buscando seu primeiro carro zero. Infelizmente no Brasil os carros populares são medíocres e caros.

    ResponderExcluir
  5. Vai afundar os concorrentes. Anota aí carlotinha da Ceci.

    ResponderExcluir
  6. O Up! não é concorrente desse Kwid.

    O Up! é um sub-compacto premium, com tecnologia de ponta, segurança 5 estrelas, motor turbo, injeção direta e flex. Não há nda como o Up! no mercado.

    O Kwid é um concorrente de Chery QQ e Mobi. E só.

    Up! joga em outra liga. É um modelo premium.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Em terra de cego que tem um olho é rei. Premium...aham, sei...

      Excluir
    2. Concordo que o Up é melhor, mas deveria ser testado novamente com o impacto lateral e como não tem ESP não teria mais as 5 estrelas, aí teríamos a verdadeira classificação atual do Up no Latin NCAP.

      Excluir
    3. Se o up é de outro mundo e joga liga dos campeões, pq vc está gastando seu dedo aqui na noticia do kwuid? Sera inveja???

      Excluir
    4. Parece que alguém já está se justificando de antemão, esperando a surra que o Kwid deve dar no Up super maxi premium.

      Excluir
    5. E tem mais: vi o Kwid pessoalmente e o design dele é bem superior ao do Up, enfim, vai ser uma tunda de nascer bicho.

      Excluir
    6. Up Premium? Com lataria à vista, vidro a manivela, banco em peça única, sem controles de tração e estabilidade, sem central multimídia e com o "genial" suporte pra celular (sol e bandidos adoram), entre outras economias ou limitações de projeto? VW Brasil tem bons motor e câmbio, mas gol, fox e up ainda trazem os vícios da geração passada. O Polo tende a ser um produto amplamente atualizado entre qualidade mecânica e de design (projeto como um todo). Up é sub, tem nada de premium. Tenta no preço, mas nem isso está dando certo.

      Excluir
    7. Faltou falar da saída do ar condicionado. Ridicula.

      Excluir
    8. Verdeade! Up pode até ter suas qualidades, mas até hj nao entendo quem gasta tanta grana num carro que deixa a desejar no quesito beleza, se eu ganhasse um em algum sorteio, rapidamente venderia antes msm de usar pra comprar outro modelo! Ja conheci o kwid nessa msm concessionária e amei, atende mt bem a proposta apresentada!

      Excluir
  7. Se o Mobi com 946kg teve aquele resultado pífio, fico imaginando o que será do Kwid.
    Para aquele cidadão que não liga para a segurança, assistam ao vídeo do impacto do Mobi. Aquilo lá foi feito em velocidade inferior ao que a gente roda nas grandes cidades. Se vê claramente o acompanhante do motorista sendo atingido na linha da cintura pelo impacto. Em situação similar, a pessoa não escapa com vida mesmo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você não tem nada melhor para fazer na vida do que ficar imaginando como serão os testes de impacto do Kwid?

      Excluir
  8. Fala eficiência produtiva a Wolksvagen.
    Não adianta fazer um ótimo carro, up, e não conseguir racionalizar os custos de produção.

    ResponderExcluir
  9. 3 versões. 3 preços fixos. E sem pacotes de equipamentos e venda casada.
    Parabéns Renault!

    ResponderExcluir
  10. Apesar da insistência so Carlos, todos querem ver essa comparação entre os "concorrentes"
    https://m.youtube.com/watch?feature=youtu.be&v=090_yZRe8C8

    ResponderExcluir
  11. 66 cavalos na gasolina? O termo comprar uma "carroça" nunca fez tanto sentido...

    ResponderExcluir
  12. Carlos,tenho certeza que esse carro sera mais seguro que gol e fox. deixa de ser fan boy. se fosse da vw vc estaria rasgando elogios...

    ResponderExcluir
  13. Kwid: Produto com qualidade inferior é sempre mais barato mesmo.

    Up: Produtos com qualidade superior sempre vão cobrar mais.

    Prefiro pagar um pouco mais e ter a certeza de que estou com o melhor e mais seguro do seguimento.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem todos tem esse um pouco a mais para pagar, e não e pouco não.

      Excluir
  14. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  15. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  16. É um carrinho ordinário, mas por 30 mil não se acha coisa muito melhor (zero). Tem chances razoáveis de fazer sucesso.

    ResponderExcluir
  17. É um carrinho para andar na cidade. Para viajar não deve ser muito bom.

    ResponderExcluir
  18. Se é barato eu não sei, só o tempo dirá. Para ter preço acessível, o Kwid foi concebido como carro de baixo custo desde a prancheta. A base que deu origem ao carro é a plataforma (CMF-A), compartilhada com a Nissan e a Datsun, que tirou dela o Redi Go, que custa a partir de R$ 11,8 mil na Índia.

    ResponderExcluir
  19. Pelo valor cobrado vai reinar fácil nas locadoras de veículos.

    ResponderExcluir
  20. Coitado do mobi motor antigo e sem espaço interno e ainda caro.

    ResponderExcluir
  21. o kwid é um baita tapa na carada fiat e volks!!

    ResponderExcluir
  22. Fiz um teste e é conversa que o carro torce a carroceria como salsicha. Pelo preço o carro é melhor que o Mobi. Só tem um ponto negativo, não tem ajuste dos bancos.

    ResponderExcluir
  23. Como falei fiz test-drive e achei interessante no meu ponto de vista. É um carro que atende quem quer ter o 1° carro zero, e sem ter vender o fígado ou rim. Agora é pra solteiro(a) ou família pequena, quatro pessoas de estatura média vai bem, com cinco fica apertado. O espaço da mala atende bem, viagens. Pouca bagagem, normal para o segmento. Tem uma relação de marcha curtas, como faz um certo tempo que não tenho carro mil, fui passando marcha pro bicho andar. Mas gostei seria meu 2° carro, para ir ao trabalho, supermercado, farmácia e etc, no dia a dia. Como gosto de moto e afins, também gosto de carro compacto. Acabamento é bom, não é Premium... É Renault, já diz tudo, é bem melhor que o Mobi isto eu posso dizer. UP! é melhor, e tem que ser, é mais caro, tem a obrigação de ser melhor. Agora se fosse um pouco mais de potente ficaria muito bom, direção leve, tirando a questão dos bancos que não serem reclináveis, as vezes quando passo muito tempo esperando no carro gosto de um cochilo. Tirando isto, o carro ficou show. Detalhe, o ideal é alcançar um bom resultado no crash-teste, fechava com chave de ouro.

    ResponderExcluir
  24. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  25. Esse teste de colisão é feito à 60 km por hora! Deija ele bater à 100 ou 120 km h pra ver se sobra alguma coisa. Se todo mundo comprar carro pensando em bater deveria comprar um carro forte ou um tanque de guerra.

    ResponderExcluir
  26. A Renault precisa mudar o visual das lanternas traseiras; os carros ficam muito sem graça.

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.