Car.blog.br

Pesquisar este blog

Alemanha discute diretrizes éticas dos carros autônomos

Categorias: , 7 Comentários

As diretrizes de funcionamento dos carros de condução autônoma na Alemanha vão estabelecer que o carro deve ter como prioridade salvar pessoas, antes de bens materiais e animais.


O governo alemão está desenvolvendo um conjunto de regras para definir como esses veículos de condução autônoma devem ser programados para lidar com situações como escolher entre bater em um ciclista ou acelerar acima da velocidade legalmente estabelecida para evitar o acidente?


Essas novas diretrizes éticas - que estão sendo elaboradas por um comitê nomeado pelo governo alemão composto por especialistas em ética, direito e tecnologia - apontam que o software que controla esses carros deve ser programado para evitar lesões ou morte de pessoas a todo custo.

Isso significa que, quando um acidente for inevitável, o software deve escolher qualquer ação que prejudique menos as pessoas, mesmo que isso signifique destruir propriedades ou bater animais na estrada.

Além disso, o software não poderá decidir que ação tomará com base em idade, sexo ou condição física de qualquer pessoa envolvida.

A Alemanha, no início deste ano, aprovou uma legislação que permite que os motoristas possam tirar as mãos do volante permanentemente, desde que estejam sentados na posição de condução e estejam prontos para assumir o controle do carro, caso solicitado pelo veículo autônomo.



Essa nova legislação é necessária para que carros com sistemas de condução autônoma nível 3, como o novo Audi A8, possam ter todas as suas funcionalidades ativas. Além disso, permite o desenvolvimento e teste de carros de condução automática.

Fonte: Auto News

7 comentários:

  1. E o brasil? Como sempre atrasado. nem se fala disso por aqui...
    que piada.

    ResponderExcluir
  2. opa... aqui se aceita carros 0 estrelas, 2ab, sem esp....
    aceita-se pagar imposto sobre imposto e nada de retorno.. enfim.... nunca que o brasil vai chegar nesse patamar! JAMAIS!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Chegaria, o primeiro passo seria investir em tecnologia aproximando as empresas das universidades (isso por lei).EM 20 ou 30 anos com a produção de tecnologia própria consolidada a volks estaria tentando concorrer com as marcas brasileiras.

      Excluir
  3. No Brasil há muitas pessoas que seriam capazes de implantar a tecnologia autônoma em carros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. o problema não é a tecnologia.. o problema é a estrutura...
      ruas com buracos, falta de faixas continuas bem visualizadas, falta de placas de sinalizacao ou obstaculos na visualizacao....
      nao adianta ter o hardware e software no carro e ele nao ter condição nenhuma de leitura.....

      Excluir
    2. O problema vai muito além disso. A educação e a cultura brasileira está muito abaixo do que é necessário para que sistemas como estes possam ser implantados.

      Excluir
  4. Prevejo essa discussão no senado brasileiro logo ali para o ano de 2045...

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.