Car.blog.br

Pesquisar este blog

Nissan Kicks 2018: preços, consumo, fotos e versões

Categorias: , , , 39 Comentários

A Nissan do Brasil lança a versão nacional do SUV compacto Kicks, tendo como novidade a versões de acesso, S, com preço de R$ 70.500 reais com transmissão manual de cinco marchas, e R$ 79.200 reais para o S CVT.

Nissan Kicks 2018 - Preço

A gama de opções do Kicks nacional é de cinco configurações, as quais chegam às concessionárias este mês de julho, todas equipadas com o motor quatro cilindros 1.6 de 16 válvulas, com sistema Flex Start System (FSS), e que oferece 114 cavalos de potência máxima @ 5.600 rpm e torque máximo de 15,5 kgfm @ 4.000 rpm.

Nissan Kicks 2018 - Preço

Com transmissão automática, o consumo é de 8,1 Km/l de etanol em cidade, e 9,6 Km/l em estrada. Com gasolina os números melhoram para 11,4 km/l e 13,7 Km/l, respectivamente.

Nissan Kicks 2018 - Preço

Uma das opções, entretanto, é destinada exclusivamente ao público PCD - pessoas com deficiência. Trata-se de uma configuração automática, com preço de R$ 68.640 reais.

Nissan Kicks 2018 - Preço

O Nissan Kicks S vem de série com rodas de 16 polegadas com novo design, maçanetas cromadas, cluster de instrumentos reformulando Intelligent Mobilite e a nova versão do sistema multimídia Nissan Multi-App.

Nissan Kicks 2018 - Preço

No que respeita aos itens de segurança, o Kicks nacional vem com freio motor inteligente, estabilizador de carroceria, sistema de alerta de colisão/assistente de frenagem que mede, por meio de sensores, a velocidade e a distância do carro à frente da faixa de rolamento. Ele alerta o motorista em risco de colisão, emitindo sinais sonoro e visual. Se o condutor não acionar o freio, o sistema aplica força no conjunto de frenagem - minimizando o risco de colisão.

Nissan Kicks 2018 - Preço

Há ainda controles de tração e estabilidade (VDC) e o sistema inteligente de partida em rampa (HSA).

Nissan Kicks 2018 - Preço

Além das versões S, o Kicks nacional será ofertado nas configurações SV CVT (R$ 85.600) e 1.6 SL CVT (R$ 94.200).

Tabela de preços
  • Nissan Kicks 2018 S câmbio manual -- R$ 70.500 reais
  • Nissan Kicks 2018 S CVT -- R$ 79.200 reais
  • Nissan Kicks 2018 SV CVT -- R$ 85.600 reais
  • Nissan Kicks 2018 SL CVT -- R$ 94.900 reais
  • Nissan Kicks 2018 S Direct (frotista e para pessoas com deficiência) CVT - R$ 68.640 reais
Conclusão

O Nissan Kicks, agora fabricado em Resente (RJ), chega em sua versão de acesso, S CVT, com um nível de precificação competitivo, sendo um dos mais acessíveis SUV com câmbio automático do mercado.

39 comentários:

  1. Câmbio automático banhado a ouro esse

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O modelo CVT adiciona controles de tração e estabilidade (VDC), sistema inteligente de partida em rampa (HSA), rodas de liga de 16″ e faróis de neblina.

      Excluir
    2. Tem mais uns 10 falando a mesma coisa aí pra baixo...

      Excluir
  2. Quase 9 mil reais num cambio CVT. Tem gente que perdeu a noção de valor.

    ResponderExcluir
  3. Suv com Motor 1.6, deve andar MT esse carro!

    Só não menos que hrv e captur.

    Perguntou-me, como pode vender um carro desse nessa faixa de preço? Tem que estar MT na moda viu tsc tsc



    ResponderExcluir
  4. Honda e Jeep vão continuar líderes do segmento.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jeep líder porque soma dois mas o Creta já deixou o Compass e o Renegade para trás em Junho.

      Excluir
    2. Não, Compass vendeu mais que o Creta, 3820 contra 3518, e o Renegade diminuiu suas vendas principalmente por causa do fogo amigo do Compass.

      Excluir
  5. E o a capacidade do tanque de combustível??
    Continua de 40 litros???

    ResponderExcluir
  6. O valor pode até ser competitivo, mas pagar R$ 9 mil no automático? Putz, quero vê o valor que vai chegar a tal de Ecosport 2018 então. O Kikcs pode ser bom, bonito, moderno, atual... mas a diferença do manual para o automático é exorbitante.

    ResponderExcluir
  7. O preço é elevado, mas ainda assim, comparado a HRV e Renegade, principais concorrentes, ganha em custo-benefício.

    ResponderExcluir
  8. 114 cv ? Por quase 100 mil ? Deve andar com up mpi na estrada kkkk ou pior

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Em se tratando do desempenho, equipe do Acelerados fez o teste com ele e a perfomace dele surpreendeu ( positivamente).

      Excluir
  9. Como uma pessoa paga 90 mil num carro desses e deixa de pegar um Golf ou um Civic por exemplo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pq quem quer um suv que é mais alto, não quer um hatch baixinho, simples...

      Excluir
    2. Compartilho com a resposta do Júnior. Quero conforto e praticidade de um Sucesso. Não estou nem aí para velocidade e desempenho, pois não sou piloto. Para andar de 100, 120 não preciso de golf, up tão, etc.

      Excluir
  10. Como uma pessoa paga 90 mil num carro desses e deixa de pegar um Golf ou um Civic por exemplo.

    ResponderExcluir
  11. Só um conselho aos entendidos: Façam teste drive. Eu fiz antes de comprar o meu é não me arrependi. Consumo, conforto e performance excelentes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo amigo, tem muita gente aqui que só fala asneira, nunca fez nem teste drive, fala sem conhecimento. Ao meu ver está na faixa de preço dos concorrentes, nada de anormal. Obviamente os preços no Brasil são caros e isso é comum para todas as montadoras, acho que os comentaristas aqui desse blog esquecem que eles estão no Brasil. Querem carro automático pelo mesmo que se paga na China ou EUA.

      Excluir
    2. Também adquiri o meu SL exatamente por isso: conforto, segurança, economia, praticidade...

      Excluir
  12. Eu particularmente não gosto desse Kicks por vários motivos.
    O primeiro é a estética. Acho o design mal feito. A traseira é uma coisa grotesca, com aquelas lanternas que parecem uma ameba.
    E o pior de tudo é que a traseira é toda saliente, toda volumosa, e isso não se reflete no espaço interno.
    A traseira é verdadeiramente horrível.

    A frente é outra papagaiada. Uma grade pretensiosa...querendo imitar algumas marca de luxo, mas é ridícula.

    frente quadrada, traseira redonda. Falta de harmonia total.

    E a lateral toda rebuscada. Ridícula.

    E vamos ao interior. O pad central eles copiaram do Up!. Tudo, bem pelo menos um bom projeto o Up!, mas faz sentido em um carro pequeno, no Kicks, não. Ficou muito estranho.

    A central multimídia está mal posicionada, dificultando a visualização.

    O volante é feio.

    Acabamento é plástico duro puro.


    E o motor? 1.6 automático para carro de 1200 Kg. Lesmaaaaaaaaaaaaaaaaa.........

    Em resumo: carro nada a ver.

    Não recomendo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo em tudo com vc carlos design enjoativo só de olhar

      Excluir
    2. Kkkk nunca nem viu o carro pra falar tanta bobagem.

      Excluir
    3. "1.6 automático para carro de 1200 Kg. Lesmaaaaaaaaaaaaaaaaa........."

      Carlos, o Kicks pesa pouco mais de 1.100kg e é o SUV mais leve da categoria.

      Quem tem motor 1.6, câmbio automático antiquado e pesa mais de 1.200kg (e inclusive cobra mais do que o Kicks por isso) é o Golf. Se lembra? Esse sim é a lesma mór. Anda menos que Gol.

      Excluir
    4. Para ser bonito tem que nascer de novo!

      Excluir
    5. Faça um teste drive antes de falar...

      Excluir
    6. Se não tem como pode não recomendar, eu tenho e recomendo.

      Excluir
    7. O Carlos deve ser cearense, considerando seu humor. Entre Kicks e Spacecross, por exemplo, acho que a Nissan oferece muito mais ao consumidor. E com essas versões mais em conta vai disputar mercado com os compactos top de linha. Polo 2018, por exemplo, excelente carro, mas todos querem SUV. Quem vender SUV por menos de 80k vai nadar de braçada.

      Excluir
  13. Na comparação com o HR-V, o Kicks é um carro muito mais interessante e gostoso de dirigir. Embora eu não seja adepto da febre SUV, ele possivelmente seria a minha opção caso eu comprasse algum modelo do segmento. Muitos dos que criticam o uso do motor 1.6 no carro precisam fazer o teste para desfazer alguns mitos.

    Em tempo: continuo achando todos este modelos muito caros pelo que oferecem.

    ResponderExcluir
  14. Realmente, acho muito caro.

    É muito bom de foto, de projeção digital, mas pessoalmente passa muita simplicidade. De porte, parece mais um hatch do que um crossover ou SUV... Mas tem um conjunto mecânico legal, suficiente, lógico que é um carro bacana... Mas não deveria passar de 70 a versão AT...

    ResponderExcluir
  15. No preço e equipamentos, sobretudo com câmbio automático, me parece a melhor compra na faixa de preço do mercado nacional.
    O motor 1.6 num carro leve atende perfeitamente e o consumo é muito bom, como se verifica nos dados divulgados.
    Pra quem quer um zero até 100 mil é uma boa compra.

    ResponderExcluir
  16. Seria bom a Nissan parar de esconder o visual da versão S para o consumidor poder logo visualizar as rodas de ferro com calotas, a ausência de faróis de neblina, o painel e portas monocromáticos, sendo aquele com som básico e volante de plástico sem comandos, banco de tecido pobre etc..

    E não divulgar uma foto enviesada do interior do Kicks S CVT onde não conseguimos ver direito o volante e demais economias promovidas para baratear o custo...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esta também é a solução do HRV para vendê-lo mais barato...

      Excluir
  17. O carro cumpre a sua proposta , cada um compra o que gosta com o dinheiro que tem. Faz + de 14 km/l na estrada com gasolina sem se preocupar com economia, se controlar o pé faz mais. O design é similar ao do Rogue (X-trail), mantida as devidas proporções, e agrada bastante.

    ResponderExcluir
  18. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  19. Esse carro, na minha opinião, apresenta 4 falhas imperdoáveis pelo preço cobrado.
    1- a capacidade do tanque de combustível, que pode atrapalhar, e muito, em longas viagens.
    2- a falta de piloto automático - extremamente útil, principalmente em estrada e até mesmo na cidade, em determinadas vias.
    3- a baixíssima potência do motor, que resulta em insegurança em ultrapassagens e desconforto no uso com carro cheio.
    4- acabamento em plástico - painel e portas.

    Além disso, não se sabe o desempenho em teste de colisão, mas por ser construído sob a plataforma do March (!), não é de se esperar uma estrutura primorosa.

    Mais um apenas para compor o segmento de compactos "altinhos", que, de especial e relevante, nada acrescenta.

    ResponderExcluir
  20. Conserteza quem comprou um vai defender mas um SUV com 114 CV muito fraco isso é fato.

    ResponderExcluir
  21. Então, vamos esperar a nova Ecosport para vê preços e vantagens. Se for nessa média de preço desse Kikcs e outros e, pela tecnologia quem tem a Ford, independente dos defeitos que certos carros vêm, o nacional mais competitivo deverá ser a nova linha da Eco. É aguardar!

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.