Car.blog.br

Pesquisar este blog

Linha Volkswagen tem descontos e taxa zero em junho

Categorias: , 30 Comentários

A Volkswagen do Brasil anuncia condições diferenciadas para comercialização de modelos do seu line-up em junho, com descontos de até R$ 20 mil e condições especiais de financiamento, com opções de taxa zero para alguns modelos. Os principais destaques são Fusca, Jetta, Nova Saveiro Cross, Fox 1.0, Voyage e Gol.


O maior desconto é o Fusca, com abatimento de R$ 20 mil em relação ao preço de tabela.



Outro modelo com bônus é o Jetta, que está com desconto de R$ 7 mil e pode ser financiado com taxa zero, desde que a entrada seja de 60% e saldo em 18 meses.


A Nova Saveiro Cross (tanto na versão de cabine estendida como na carroceria de cabine dupla) está R$ 3 mil abaixo do preço de tabela.


Outro modelo com desconto é o Voyage Trendline 1.0 (R$ 1.800). As demais versões do Voyage 1.6 estão com abatimento de R$ 2.800. O Fox 1.0 está sendo oferecido por R$ 3.000 abaixo do preço de lista e Gol Comfortline 1.0 está com desconto de R$ 4.500.

Novo up!


Recém-chegado às concessionárias, o novo up! está com condições diferenciadas de financiamento. As promoções começam com planos com entrada de 30% do preço do veículo com taxa de 1,14% e saldo de 24 meses. Se a entrada for de 60%, a taxa cai para 0% no plano com 18 prestações.

Postagens relacionadas:

30 comentários:

  1. Só posso dar os parabéns à VW, pois vejo que é uma empresa com consciência social, ao dar expressivos descontos e financiamentos subsidiados em seus carros.

    Claramente uma ação social neste momento que o Brasil, graças ao governo de Michel Temer, sai da recessão com criação de empregos, depois de anos e anos.

    E a VW contribuiu, reduzindo seus lucros para permitir acesso ao sonho do carro 0KM.

    Parabéns VW por essa ação social.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkkkkkkkk o melhor de sempre! Não vende, tem que baixar os preços!!! Coitado do Polo, nem chegou ainda e já prevejo vários descontos e taxas especiais.

      Excluir
    2. Tomara que não venda nem 50 unidades por mês, pois assim posso comprar o meu com um ótimo desconto. =D

      Excluir
    3. Nada como começar o dia com uma boa piada. Ação social patriótica da VW. É um pandego.

      Excluir
    4. Engraçado que antes dessa "ação social" os preços subiram várias vezes huahhuahauh que bela estratégia, aumenta 30% depois baixa 20%

      Excluir
    5. Os "expressivos descontos" são chamados de preço fora de mercado. Hahaha

      Excluir
    6. carlota ta inspirado essa semana.

      Excluir
  2. Eu quero o Polo exatamente que foi mostrado no lançamento! Com aquele motor, rodas e itens! Quanto será?

    ResponderExcluir
  3. Um conselho amigo: quem por ventura adquirir um Fusca, atente-se a incluir retrovisores e faróis na apólice sem custo adicional.
    Retrovisor do Fusca custa quase R$ 2k; cada farol, R$ 8k ...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já te avisaram que se conselho fosse bom, nego não dava, vendia. Então se ninguém pediu, guarde suas orelhadas para vc mesmo.

      Excluir
    2. Ué, não era você quem havia descrito que a VWB tinha um dos melhores pós-venda do mercado???
      Um farol que você pode importar com tributação e tudo ao custo de R$ 800 tem que pagar +10x pela concessionária?

      Orelhada é quem descreve argumentos sem fatos concretos.
      Guarde você as suas orelhadas, porque evidentemente não tem conhecimento técnico ao nível para sustentar uma discussão minimamente produtiva...

      Excluir
    3. eitaaaa...auashuashushuauh
      Calma Carlos, ele só deu uma dica.

      Excluir
    4. a maioria dos faróis novos com leds são caros, idem retrovisores com rebatimento, quem não coloca isso na lista do seguro é maluco, já é meio padrão o pessoal que cota seguro incluir.

      Excluir
    5. Farol com led de um Corolla ou Civic sai ao redor de R$ 2 mil.
      O do Fusca pela CSS sai por R$ 8,6k, menor valor cotado...

      Excluir
  4. Acabei de sair da concessionária da Saga Brasília e o vendedor disse que o intuito é diminuir o número de carros no pátio. As vendas estão péssimas.

    Engraçado que a propaganda aqui é dizer que o intuito da campanha é incentivar a aquisição de um automóvel zero quilômetro.

    Brincadeira! Propaganda tosca! Fala em até em consciência social. Vergonha.
    Carlos vc deveria ser político.

    O cara ainda agradece o governo Temer. Putz.

    Vem aqui no BACEN e conversa com os economistas de carreira. Economistas de verdade, e não apadrinhados do governo que aparecem na TV para fazer campanha política e tentam melhorar a imagem do governo com mentiras.

    Dilma tinha o mesmo discurso e o país foi a falência. Recessão não acabou. Se de fato tivesse, a VW não estaria com o pátio cheio.

    Se limite a escrever sobre carros e para de dar "orelhadas" em Economia.

    ResponderExcluir
  5. Foi valorizar os preços do carros .. agora ta colhendo os frutos VW kkk carros no pátio .....

    ResponderExcluir
  6. Respostas
    1. Brasil criou 34.253 novas vagas de emprego em maio

      http://agenciabrasil.ebc.com.br/economia/noticia/2017-06/brasil-criou-34253-novas-vagas-de-emprego-em-maio

      Em maio, o mercado brasileiro abriu 34.253 novos postos de trabalho, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados hoje (20) pelo Ministério do Trabalho. É o segundo mês consecutivo, e a terceira vez no ano, em que o país registra mais vagas abertas do que fechadas. Em abril, o país já havia criado 59.856 mil vagas de emprego formal.

      No acumulado do ano, o Caged contabiliza 48.543 postos de trabalho a mais, após dois anos de saldo negativo para o período. De janeiro a maio de 2016, o Caged havia registrado fechamento de 448.011 vagas e, no mesmo período de 2015, 243.948 vagas foram suprimidas.

      “Podemos constatar que a economia volta a dar sinais de recuperação, e um dos sintomas fundamentais para comprovação da recuperação econômica é a geração de emprego”, afirmou o ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, ao comentar o resultado.

      Os setores que contribuíram com a criação de vagas formais em maio foram agropecuária (46.049 novos postos), serviços (1.989 vagas), indústria da transformação (1.433 vagas) e administração pública (955 novos postos de trabalho).

      Os setores que fecharam vagas formais foram comércio (-11.254 postos), construção civil (-4.021), indústria extrativa mineral (-510 postos de trabalho). “Mesmo aqueles setores que apresentaram saldo negativo, se você faz a comparação com 2016 e 2015, os números [indicando queda] são bem menores”,declarou Ronaldo Nogueira.

      Excluir
  7. Ontem vi numa garagem residencial um Jetta TSI 1.4 praticamente 0km, um branco, um belo carro, excelente qualidade construtiva, os materiais utilizados, etc. Me faz tentar entender o por que do brasileiro na maioria optar por Corolla e Civic. Claro cada um tem suas preferencias, e todo bla bla encima desses carros, mas um carro como o Jetta 1.4 turbo, muito econômico e top safety nos crash tests, deveria vender muito mais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Efeito manada. Geralmente quem compra Honda e Toyota não entende muito de carro, compram apenas pois veem status nessas marcas. Já reparou como um dono de Honda enche a boca quando fala da marca, até parece que tem um Porsche.

      Excluir
  8. Me desculpem.
    Mas ainda são indicadores insuficientes para apontar uma melhora.
    Ainda mais nesse período de desequilíbrio moral apresentado... notícias e notícias de corrupção
    E se existisse a mera possibilidade de baixar os níveis dos impostos atuais... daí quem sabe haveria alguma possibilidade.
    Mas olhar pra uma discreta mudança é ilusório.
    Me desculpem,mas isso não aponta pro quadro geral...pra toda a situação..e
    .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com vc Luciano.

      O cara busca uma matéria pronta para justificar o seu pouco conhecimento em Economia.

      Ele acredita que um único indicador, geração de empregos, tira um país da recessão.

      As saídas para a crise brasileira passam pelo aumento de investimentos, controle das contas públicas, pela política de juros, pelo incentivo à indústria, pelo abandono da política de benesses a setores específicos, geração de empregos, pelo aumento da renda das famílias, etc.

      Porém, o juvenil acredita somente na geração de empregos.

      Já falei e volto a dizer: Carlos, restrinja-se a falar de carros. Q por sinal tmb fala muita bobagem.



      Excluir
  9. Uma hora Carlos fala que empresa é feita pra dar lucro e tem mais que arrancar o escalpo do cliente. Outra hora muda e acha que empresa faz "ação social" atrelada a um governo x ou y para gerar empregos.

    Carlos, conta uma de papagaio pra nós vai!

    ResponderExcluir
  10. Esse Carlos é um mané, a verdadeira definição de babaca!

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.