Car.blog.br

Pesquisar este blog

Chevrolet Cobalt 2018: fotos, consumo, detalhes e versões

Categorias: , , 29 Comentários

A Chevrolet do Brasil apresenta a linha 2018 do Cobalt, que tem como novidade a introdução da luz de neblina na base do para-choque traseiro e os sistemas Isofix e Top Tether de ancoragem para cadeirinha infantil. Os preços da linha 2018 não foram divulgados, mas hoje eles são de R$ 62.990 reais para o LTZ 1.8 e R$ 69.990 reais no caso do Elite.

Chevrolet Cobalt 2018

O Isofix permite a fixação de cadeirinha compatível diretamente em engates soldados à carroceria, posicionados na base dos assentos laterais traseiros, o que diminui o risco de má instalação da cadeirinha e permite montagem mais rápida que o processo convencional, que utiliza o cinto de segurança do veículo para a amarração.

Chevrolet Cobalt 2018

Já o Top Tether funciona como ponto adicional de ancoragem na parte superior, aumentando a eficiência do conjunto.

Chevrolet Cobalt 2018

O Isofix e o Top Tether complementam a gama de itens de segurança já composta de alerta de baixa pressão dos pneus, airbag duplo, freios ABS com EBD (distribuição eletrônica de frenagem), além do serviço de resposta automática em caso de acidente e do botão de emergência (SOS) do sistema OnStar.

A linha 2018 do Cobalt ganha ainda nova opção de cor metálica para a carroceria, o Cinza Satin Steel, completando o leque formado pelo Branco Summit, Prata Switchblade, Marrom Mogno Brown, Cinza Graphite, Azul Blue Eyes e Preto Ouro Negro.

Chevrolet Cobalt 2018

Outra novidade cosmética é o novo posicionamento dos logos de identificação do nome do carro e da versão na base da tampa traseira. A partir de agora, o nome do carro fica na esquerda, e o da versão, na direita. Essa mudança segue o padrão global da Chevrolet.

Chevrolet Cobalt 2018

O Chevrolet Cobalt tem uma estética controversa, mas o espaço interno é destaque graças ao entre-eixos de 2,62 m e porta-malas de 563 litros.

O motor é o antiquado quatro cilindros de duas válvulas por cilindro, o que resulta em baixo rendimento de apenas 111 cv de potência e 17,7 mkgf de torque, com etanol. Segundo a GM, com etanol e ao nível do mar, esse modelo acelera de 0 a 100 km/h em 10,5 segundos, e atinge 170 Km/h de velocidade máxima.

Associado com transmissão manual de seis marchas, o consumo, segundo o INMETRO, é de 15,1 km/l na estrada e 12,1 km/l na cidade, com gasolina. Com etanol os números são 10,4 km/l e 8,3 km/l.

Opcionalmente há a transmissão automática de seis marchas.

Itens de série

O Cobalt vem de série em todas as versões com direção elétrica progressiva; ar-condicionado; conjunto elétrico das travas, vidros e retrovisores externos; chave tipo canivete com controle remoto de abertura inclusive da tampa do porta-malas; painel com velocímetro digital e alerta de baixa pressão dos pneus e troca de marcha; freios ABS com EBD (distribuição eletrônica de frenagem) e airbag duplo.

Sensor de estacionamento com gráficos; faróis auxiliares; computador de bordo; volante com controle das funções do rádio, telefone e do controlador da velocidade de cruzeiro; acabamento premium dos assentos e volante; banco do motorista e volante com regulagem de altura; além de rodas de alumínio de 15 polegadas também estão presentes na versão LTZ.

Já a versão Elite conta ainda com câmera de ré, sensor de chuva, sistema de acendimento automático dos faróis, rodas de 16 polegadas com desenho exclusivo e encosto do banco traseiro bipartido, entre outros.

Em relação a conectividade, o Cobalt oferece a central multimídia MyLink compatível com Android Auto e Apple CarPlay e o sistema OnStar com diversos serviços, entre eles o de recuperação veicular em caso de roubo, concierge, resposta automática em caso de acidente, navegação por setas e aplicativo para smartphone com dispositivo de diagnóstico remoto.

Concorrentes

Toyota Etios Sedan XS 1.5 Automático - R$ 58.990 reais



Honda City - R$ LX 1.5 Automático - R$ 69.000 reais


Conclusão

Chevrolet Cobalt 2018

O Chevrolet Cobalt chega a linha 2018 com aperfeiçoamentos em termos de segurança como o IsoFix e o Top Tether, mas fica devendo Controle Eletrônico de Estabilidade e uma mecânica mais moderna.

29 comentários:

  1. o cara que paga isso em um Cobalt precisa ser estudado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Cobalt é muito econômico sim!!!
      Pelo menos se comparado a um Boeing 747!!

      Excluir
    2. Mais econômico que um Boing 747. Sei não, tenho dúvidas... kkkkkkkkkkk

      Excluir
    3. Mais econômico que um Boeing 747. Sei não, tenho dúvidas... kkkkkk

      Excluir
  2. Eu pagaria tranquilamente (se tivesse dindin) uma boa opção, obviamente temos o city mas tem menos opcionais comparando preço. O Cobalt amadureceu, tem uma transmissão excelente, peca por não ter um motor mais moderno, mas em compensação é econômico, confiável e custo de manutenção barato, sem contar o conforto de rodagem que é muito bom. Acho uma boa opção. Mas quero ver o Virtus!!! Acho que vai ser a melhor opção do mercado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas e a segurança dele?com certeza é uma bosta igual boa parte dos GM vendidos no Brasil.
      Cobalt econômico aonde?kkkkk

      Excluir
    2. Concordo com o Costelas, o Cobalt e sim uma opção interessante, principalmente pelo baixo consumo e espaço. Mas também aguardaria o Virtua antes de decidir a compra.

      Excluir
    3. Lro83, a Chevrolet fez milagres ao eficientizar sua linha, pois os antigos Cobalt bebiam bastante. Agora, teoricamente (Inmetro), o consumo melhorou muito.

      Excluir
    4. Lro83. O que vc chama de segurança? Com certeza vc deve ser um daqueles que colocam em perigo a vida de outras pessoas. Deve andar embriagado e com velocidade bem superior permitida em vias. Sobre o consumo, basta ler a reportagem.

      Excluir
    5. Nem beber eu bebo,e ando de boa no trânsito,um carro deve oferecer o mínimo de segurança ao ocupante e o cobalt não oferece,o Voyage é bem mais econômico que o cobalt

      Excluir
    6. Segurança se um bêbado cruzar seu caminho.

      Excluir
    7. Se não oferecesse o mínimo nem seria comercializado. Bom deixa pra lá fique com suas convicções.

      Excluir
    8. Nossa Costelas, seu comentário foi triste, pensa que o cara dirige bêbado só pq ele questionou o nível de segurança do carro? Que pensamento infantil cara. Se todos nós pensássemos em segurança como ele falou não teríamos carros nota ZERO!

      Excluir
    9. Colares. No mínimo vc é outro que anda bêbado, primeiro por não prestar atenção no conteúdo das conversas e em segundo, os carros nota ZERO não são do nível do Cobalt pelo fato de não possuírem airbags e ABS. Informe-se melhor.

      Excluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Sou mais o meu Chery Celer sedã ACT, que além de ter um motor muito mais potente e econômico, espaço interno excelente e tem um visual muito melhor. Além de custar quase R$20.000,00 a menos.

    ResponderExcluir
  5. O Cobalt concorre também com o Logan e Versa 1.6.

    ResponderExcluir
  6. baixo consumo? só por ser chevrolet já faz 5km por litro.

    ResponderExcluir
  7. O modelo 2018 do Cobalt saindo, e a Chevrolet ainda não colocou o cinto de três pontos e o terceiro apoio de cabeça no encosto do banco traseiro. Onde nós vamos parar?

    ResponderExcluir
  8. Motor 1.8 e 111cv...
    que furreca heinn.

    ResponderExcluir
  9. comprei ontem o cobalt ltz automático 2017/18 táxi, paguei 46500,00.......minha unica preocupação é não ter marcador de temperatura do motor.........o que voces acham...........

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Comprei o Elite e estou achando bom. Na estrada fez 17.2km/l a uma velocidade média 90km/h.

      Em relação ao marcador de temperatura, ninguém dirige olhando para ele, então um Luz acesa é mais eficiente quando a temperatura subir. Já tiver uns 15 carros e nunca tive problema com temperatura. E olha que aqui no Amazonas e muito quente.

      Excluir
  10. Mais opções na hora de escolher um sedan e a cavalaria de 111cv não diz muita coisa os motores vw 1.6 tem faixa de 104cv e torque 15.6 mkgf e andam muito bem e este Gm com torque de 17.7mkgf e 111cv deve ser muito esperto... que bom que a GM parece estar evoluindo com novos modelos e motores mais eficientes mudando seu futuro...

    ResponderExcluir
  11. Apenas não gostei da suspensão. Aqui na minha região tem muitas costelas de vaca. O bixinho pula muito. Também tenho um Sentra, este sim é mais macio.

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.