Car.blog.br

Pesquisar este blog

Chery Tiggo 2 Look e ACT: lista de itens de série revelada

Categorias: , , 34 Comentários

A Chery do Brasil abrirá as encomendas do Tiggo 2 para a sua rede de concessionárias a partir do dia 30 de maio, de modo que ao longo do mês de junho o carro estará nas concessionárias.

Novo Chery Tiggo 2018

O Chery Tiggo 2 é um crossver compacto, baseado na plataforma do Celer, e que já está sendo fabricado em Jacareí, São Paulo, com motor 1.5 Flex.

Novo Chery Tiggo 2018

O modelo será ofertado em versões Look e ACT. Os dois modelos contarão com ar-condicionado, direção com assistência hidráulica, vidros e travas elétricas nas quatro portas.

Novo Chery Tiggo 2018 - interior

A versão ACT, porém, terá a mais itens como:
  • câmera de ré, volante revestido em couro com comandos multifuncionais;
Novo Chery Tiggo 2018 - sistema multimídia + câmera de ré

  • teto-solar com comando elétrico;
Novo Chery Tiggo 2018 - teto-solar elétrico

  • sistema multimídia com tela sensível ao toque de 7 polegadas com conectividade Bluetooth e espalhamento de tela de smartphone;
Novo Chery Tiggo 2018 - central multimídia sensível ao toque

  • ar-condicionado de comando digital;
Novo Chery Tiggo 2018 - interior

  • piloto automático;
Novo Chery Tiggo 2018 - volante multifuncional + piloto automático

  • controle eletrônico de estabilidade (ESP), controle de tração, hill assist
Novo Chery Tiggo 2018 - interior

O Chery Tiggo 2 ACT conta também com rodas de liga leve aro 16 com desenho exclusivo.

Novo Chery Tiggo 2018 - porta-malas

O Tiggo 2 promete ser o SUV compacto mais barato à venda no mercado brasileiro, e terá a opção (ainda não está claro se no lançamento) e transmissão automática CVT.

Novo Chery Tiggo 2018

O modelo será oferecido também em múltiplas opções de cores de carroceria, sólidas e metálicas.

Novo Chery Tiggo 2018

Fonte: Giba da Chery

34 comentários:

  1. se tiver propaganda pode ate vender umas 100 und por mês.

    ResponderExcluir
  2. O que falta a Chery do Brasil, é uma rede de concessionárias.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo, não há vendas consistentes e uma coisa puxa outra. A marcar precisa ter visibilidade para gerar a curiosidade e futuramente a conquista "venda". Mas sem uma rede ampla não há confiança do consumidor, termina o mercado ficando bitolado. Eita negócio complicado.

      Excluir
  3. Achei o tempo de desenvolvimento desse carro muito curto. Logo que ficou claro que o Celer não vingou, em 2016, começaram a falar no Tiggo 2. Então deu 1 ano de desenvolvimento e o carro já tá no mercado?
    Estranho.
    Será que foram feitos todos os testes mesmo? A tropicalização foi bem feita?
    Acho estranho porque não teve quase flagra desse carro...sei lá. Pode ser um carro mal tropicalizado.
    E isso é particularmente complicado para um SUV, que tem que enfrentar situações adversas.
    E sobre vendas, o Jac T5 tá vendendo uma média de 250 unidades/mês, e o Lifan x60 uns 200 unidades.
    Esse Chery Tiggo 2 tá promentendo vir mais barato que os dois. Terá motor flex e é infinitamente mais bonito que os dois.
    Acho que a meta de vendas desse carro deveria ser algo como 1.000 unidades por mês, no médio prazo.
    No começo tem que começar batendo o T5 e o X60, no mínimo, ou seja, no mínimo umas 300 unidades mês.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vai levar uns 30 anos ou mais para fabricantes Chineses de carros criarem uma política e cultura de produção voltada a princípios de relacionamento de longo prazo com clientes.

      Sinceramente, agradeço aqueles que se dispõem a comprar carros da China, pois ajudam o desenvolvimento e a concorrência, ao mesmo tempo que preocupa a capacidade desses veículos protegerem os passageiros em colisões.

      É esperar o teste pra saber...

      Excluir
    2. Cara se tem algo que a Chery teve foi tempo para testes, não é de hj que tem Tiggo2 nas ruas, mais de ano que vejo testarem e ainda vem com essa ? Chery era pra ter lançado já ano passado, tempo houve até demais.

      Excluir
    3. Cara, o Tiggo 2 já foi lançado em outros países. Ele já foi testado sim, na verdade, demorou até muito pra sair por aqui.

      Excluir
    4. Na verdade falta divulgação.

      Excluir
    5. O cara não tem carro da Chery, fala mal do mesmo acredito que sem nunca ter dirigido um e pior, não conhece os modelos e a quanto tempo estão no mercado. Aí dá, no que dá!!! Só abobrinha!!!

      Excluir
    6. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  4. Não sei se dá pra confiar nessa marca

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenho o meu Celer sedã ACT 16/16, adquirido em agosto/16 É que agora está com 16.000Km e nada a reclamar. O carro é muito bom e acredito que o Tiggo 2 é tão bom quanto o Celer. Já que usam a mesma plataforma.

      Excluir
    2. Tenho um Celer Hatch ACT 15/15, comprado em novembro e meu carro, com quase 30mil km apresentou pouquíssimos defeitos, que foram prontamente resolvidos pela concessionária sem demora ou espera por peças. A única crítica que tenho ao carro diz respeito à suspensão, que apesar de macia e confortável, tem um curso muito curto, o que leva a dar uma pancada em algumas situações. Fora isso é um excelente veículo em matéria de custo/benefício.

      Excluir
    3. Concordo com o nobre colega. Tenho um igual e concordo com todas as palavras.

      Excluir
  5. A minha opinião em relação ao veículos da JAC, podem até chamar a atenção "T5", mas não te passa confiança. O carro citado é atraente, mas não há tradição de uma marca conhecida mesmo que não seja uma das melhores. Mesmo com cinco anos de garantia. A questão maior é perder a tranquilidade e as idas e vindas a CSS.

    ResponderExcluir
  6. Câmbio CVT. Se tiver a preço de duster mecânica vai vender bem. O carro é bonito.

    ResponderExcluir
  7. Já tive QQ e achei um carinho muito bom pelo valor dele. Quando vendi, a família que o comprou já tinham um Tiggo e me disseram que era o segundo. Que iriam comprar o novo assim que lançassem. Acho a Cherry, apesar de poucas assistências técnicas, uma boa marca.

    ResponderExcluir
  8. Tem coisas nesta lista que não batem, fora que não é oficial... Outra que a Central tem 8" e não 7".

    ResponderExcluir
  9. Tomara que decole. Seria massa conseguir 2/3 estrelas no teste de colisão.

    ResponderExcluir
  10. Para que algo se estabeleça como tradição, é necessário bastante tempo, para que o hábito seja criado. Acho engraçado o termo "tradição", como vão querer "tradição" de uma marca nova, nova que eu digo, no quesito existência (esse ano a Chery completa 20 anos de fundação), mesmo assim acho que a Chery já deu um salto em muitos aspectos.

    ResponderExcluir
  11. New QQ taí mais que comprovado que é sim um carro confiável e bom no segmento de entrada, compara com os outros de entrada que custam 40, 50 mil. Pra mim o que falta a Chery é realmente o numero de concessionarias.

    ResponderExcluir
  12. Melhor que o Onix (carro mais vendido do país)e que zerou o teste de colisão com certeza é... O Brasileiro precisa amadurecer e deixar de valorizar tanto "marca e grife", se abrirmos espaço para outras fábricas, aumentamos a concorrência e consequentemente a qualidade dos carros, e com isso nós é que saímos ganhando...

    ResponderExcluir
  13. Compraria esse carro se tivesse um motor moderno!! O jac t40 me parece mais interessante na questão do motor!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Motores da JAC só tem ficha técnica, e esse VVT novo que equipará o Tiggo2 deve na prática oferecer melhor desempenho que o 1.5 VVT de 125cv do JAC, o torque máximo já aparecerá em 2750RPM.

      Excluir
  14. O visual deve ficou mais para um Celer "aventureiro" do que para um SUV. Isso pode complicar as vendas.

    ResponderExcluir
  15. Ao menos na aparência e equipamentos é uma promessa de bom carro! Vamos ver os preços e os testes de desempenho, consumo, impressões ao volante etc.!

    ResponderExcluir
  16. tudo vai depender do preço , se ficar abaixo dos r$ 60 .000.00 quem sabe se consiga novos fãs da marca .

    ResponderExcluir
  17. Tô com os chinas e não abro!!! Os zoinhos puxados estão botando prá lá! Oferecendo SEMPRE muito mais por um preço mais honesto. Como sempre tenho comentado, estou muito satisfeito com o meu SUV Jac T5 CVT. O Tiggo 2 deve vir tão bom quanto o T5. Temos de parar com o preconceito; se muitos começarem a comprar, é lógico que o números de css se alastrarão prô Brasil todo. Os chinas erram no passado mas estão se reestruturando e trazendo coisa boa prá gente. Minha preferência de compra, de agora em diante, será com os chineses porque os carros estão muito bons e com preços convidativos; se eles não tiverem o que eu estou procurando, ai parto para os outros.

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.