Car.blog.br

Pesquisar este blog

Novo Chevrolet Tracker pode vir a ser produzida no Brasil

Categorias: , , , 14 Comentários

A Chevrolet promove alterações em sua operação brasileira, com modernizações de plantas e racionalização de estrutura administrativa.

Novo Chevrolet Tracker 2018

A Chevrolet do Brasil eliminou seu centro de desenvolvimento local, no Brasil. Dessa forma, os novos projetos da marca para o Brasil serão feitos nos EUA e na China.


Novo Chevrolet Tracker 2018

Por outro lado, a montadora iniciou um processo de modernização total de sua unidade em São Caetano de Sul, que é a primeira fábrica da marca implantada no Brasil, em 1930.

Novo Chevrolet Tracker 2018

Essa unidade do ABC perdeu, no ano passado, a linha de montagem do Cruze vendido no Mercosul para a Chevrolet Argentina.

Novo Chevrolet Tracker 2018

Assim, há espaço na unidade para a produção de dois novos produtos, que seria o SUV compacto Tracker, e a nova geração da picape leve Montana.

Fonte: Fernando Calmon

Postagens relacionadas:

14 comentários:

  1. Gostaria que a Chevrolet do Brasil voltasse a ser símbolo de status, qualidade e requinte, como foi na época da minha infância e adolescência.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sei qual a sua idade, mas será que na sua infância não era na época em que as fabricantes de veículos eram a Ford, GM, VW e Fiat? E tinham pouquíssimos modelos? Poucos eram de qualidade...vectra, etc...

      Excluir
    2. Pode ser que a falta de opção fazia com que aqueles carros fossem objeto de desejo, Opala, Monza e Ômega. Mas, para o nosso mundo restrito daquela época, eram carros incríveis. A impressão que dá é que a falta de tecnologia era suprida por maior capricho no acabmento e detalhes. Trago até hoje na memória a lembrança feliz dos dias especiais em que meu pai ia buscar um Chevrolet 0Km. Presenciei a compra de 2 opalas (81 básico e 89 Diplomata), 1 Monza SLE 86 e um Ômega GLS 94.

      Excluir
    3. Esse negócio status, qualidade e requinte dos carros dos anos 80/90 é coisa de bitolado. Os carros hoje tem mais qualidade pois obviamente as coisas evoluem e a qualidade é progressiva.
      Por incrível que pareça até o Vectra B tinha muitos problemas na parte elétrica. Veja os teste de 60000 km da 4Rodas daquela época (1990-1996) e veja que Santana, Omega, Gol, Corsa, Escort etc, eram cheios de problemas. A diferença é que naquela época a informação não espalhava da forma como é hoje.

      Excluir
    4. Ômega, melhor carro já fabricado até hoje no Brasil

      Excluir
  2. O que adianta mudar a planta e fabricar o Tracker aqui se os preços ao invés de baixarem ainda aumentarem.

    Chevrolet onde está o controle de tração e estabilidade deste SUV?

    Por que não usar todo o conjunto mecânico do Cruze ?

    Quer ter boas vendas ou ser um mero coadjuvante ?

    Responda Chevrolet.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Além subir os preços é bem possível que a qualidade dos materiais e da montagem piore...

      Excluir
    2. A nova Tracker usa o motor turbo do cruze e o mesmo câmbio. Ou seja é o mesmo powertrain.

      Excluir
  3. A única boa nova derivada de tal notícia que eu enxergo é o fim de modelo "jabuticabas", tipo os feiosos e defasados Cobalt e Spin, mas a contrapartida derivada É PÉSSIMA: estamos perdendo MUITA importância dentro do grupo, vide o fim do centro de desenvolvimento que, se fez os carros anteriormente citados, também liderou o desenvolvimento da atual S10, produto de classe mundial. Com a saída da GM da Europa, de onde ficamos acostumados a ver nossos modelos, em especial os Chevrolet/Opel, vide o não-sucesso da marca em muitos segmentos depois disso, o que será que a marca prepara para o futuro, em especial aqui? Nos EUA, convenhamos, compactos não tem lá muito espaço de mercado, portanto, é bastante provável que fiquemos à mercê de modelos chinos e ainda por cima, na base do "para mercados emergentes", o que só tem garantido experiências ruins até o momento. Motores? A marca é uma das mais defasadas. Modelos? Quase tudo "jabuticaba", como disse, e com buracos em sua linha. Não enxergo um bom futuro para a Chevrolet aqui.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Chora mais Pq ela eh líder e vc não vê futuro mãe Diná?

      Excluir
    2. Líder c Onix? Um carro mau acabado, c motor ruim, beberrão. Que só vende pq o consumidor e leigo neste quesito e tudo Maria vai c as outras.
      Ou seja: se está vendendo, eu compro.
      Para quem tem um mínimo de conhecimento, vai enxergar melhores opções de entrada.

      Excluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenho um cruze sport 2014 e nunca fiz serviços fora da autorizada, nessa semana descobrir que teria que trocar pastilhas de freio e os discos de freio dianteiro (carro está com 35 mil rodados) ao reparar os mesmo...Ligo para a autorizada e pergunto qual o valor de 4 pastilhas de freio e os discos dianteiros...Recebo a notícia que cada disco de freio custa R$889,00 ou melhor R$ 1778,00, mais 800 e alguma coisa das quatro pastilhas de freio...Nas autorizadas de BH (preço o mesmo)...Por curiosidade liguei para a Honda e perguntei quanto custa um disco dianteiro (R$ 440), do Corolla, na autorizada, R$ 250.........Resultado, me senti lesado e pela primeira vez farei um serviço fora da autorizada e, possivelmente não comprarei mais carro da GM.....Observação, ainda falta a mão de obra....

      Excluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.