Car.blog.br

Pesquisar este blog

Honda WR-V 2017: detalhes, consumo e ficha técnica

Categorias: , , , , 48 Comentários

A Honda do Brasil lança o seu novo crossover WR-V, sigla que significa "Winsome Runabout Vehicle" (veículo charmoso e recreacional), em duas versões, EX e EX-L, com preços estimados entre R$ 77 mil (EX) e R$ 82 mil (EX-L).

Honda WR-V 2017

O Honda WR-V é um veículo derivado do FIT, mas com altura maior em relação ao solo e estética aventureira. As duas versões serão equipadas com o motor motor 1.5 16V e transmissão automática CVT, com posicionamento de preço abaixo do Honda HR-V, mas, caso os valores entre R$ 77 mil e R$ 82 mil se confirmem, ele ficará acima do Renault Duster, e alinhado com os modelos de entrada de Creta, Captur, Renegade, Tracker e Honda HR-V.

Honda WR-V 2017

Em termos estéticos, o Honda WR-V adota um capô mais horizontal que o FIT, resultando em um visual que se diferencia do aspecto mono-volume. A identidade da marca fica caracterizada pela grade dianteira em preto brilhante com o elemento cromado similar ao do Civic. Os faróis contam com assinatura visual por sistema de posicionamento diurno em LED.

Honda WR-V 2017

O visual crossover do Honda WR-V se completa por molduras nas caixas de rodas e soleira, altura de rodagem elevada de 20,7 centímetros, e, na traseira, lanternas que invadem a tampa do porta-malas com formato horizontalizado - o qual alarga o modelo visualmente. Há ainda extensores de lanternas nas colunas C pintados de preto.

Honda WR-V 2017 - painel

Já no interior o Honda WR-V diferencia-se menos do FIT. O painel é o mesmo, mas há revestimentos exclusivos, com trama sobreposta a um tecido mais esportivo - cinza para todas as cores da carroceria, exceto o vermelho, que, então, adota revestimento com detalhes em laranja. Não há opção de revestimento em couro.

Honda WR-V 2017 - espaço interno

O WR-V conta com o mesmo sistema de rebatimento bidirecional do banco traseiro, que permite deitar o encosto e levantar o assento. Há ainda o sistema modular Ultra, o mesmo do FIT, que amplia a versatilidade do espaço interno e permite transportar objetos altos ou compridos.

Honda WR-V 2017 - porta-malas

O Honda WR-V tem alterações mecânicas para justificar seu posicionamento crossover. Os ângulos de ataque e de saída, importantes medidas de capacidade off-road, foram melhorados em relação ao FIT em função dos balanços menores (distância entre as rodas e as extremidades da carroceria). Na dianteira o ângulo de ataque é de 21 graus, enquanto na traseira é de 33. Além disso, a posição de dirigir subiu em relação ao FIT - algo que deve agradar aos fãs desse tipo de carro.

Honda WR-V 2017

Com o capô plano, maior altura de condução e rebaixamento da parte central do painel, a visibilidade foi aprimorada. Diferentemente do FIT, o motorista agora enxerga a frente do carro, melhorando a capacidade de posicionamento do carro. As bitolas são quatro centímetros mais largas, os braços de controle inferiores foram ampliados, assim com as buchas e os amortecedores.

Honda WR-V 2017

A suspensão traseira teve seu eixo de torção traseiro enrijecido - o que proporciona maior estabilidade e menor rolagem de carroceria. A barra estabilizadora dianteira é de 2,7 cm - maior espessura que a do FIT. A nova suspensão off-road do WR-V permitiu a adoção de rodas de 16 polegadas montadas em 195/60 Pirelli Cinturato de uso misto. O entre-eixos aumentou 2,5 centímetros, deslocado 1 centímetro na dianteira e 1,5 cm na traseira. O sistema de direção é o mesmo do Honda HR-V, com assistência elétrica, porém com relação ligeiramente mais lenta, para proporcionar respostas mais suaves.

Honda WR-V 2017

O motor é o quatro cilindros 1.5 16V, o mesmo do FIT, com 116 cavalos com etanol (115 cv com gasolina), e torque máximo de 15,3 Kgfm com etanol (15,2 kgfm com gasolina) @ 4.800 rpm, associado com transmissão automática CVT (continuamente variável). O peso total ficou em 1.130 kg (29 kg a mais que o Fit EXL), o que deve proporcionar desempenho similar - aceleração de 0 a 100 km/h em cerca de 11 segundos (com etanol).

Honda WR-V 2017 Automático

O consumo do Honda WR-V, aferido pelo INMETRO, é o seguinte: Etanol - 8,2 km/l na cidade e 8,7 km/l na estrada; Gasolina - 11,7 km/l na cidade e 12,4 km/l na estrada.

Honda WR-V 2017 - interior

Em termos de sistemas de segurança, o Honda WR-V fica devendo controle de estabilidade e de tração - uma ausência notável em um veículo com centro de gravidade elevado. A versão topo de gama, EX-L, conta com quatro airbags (dois frontais e dois tipo cortina).

Honda WR-V 2017 - interior

O ajuste crossover do Honda WR-V o credencia para enfrentar com desenvoltura os desafios das péssimas condições das vias urbanas brasileiras, como buracos, lombadas, valetas e crateras. O projeto foi feito para garantir que os amortecedores com batentes hidráulicos não cheguem ao final de curso diante dessas situações, permitindo andar mais rápido e frear menos que o FIT para superá-los. É um carro feito para trafegar sem dó em pisos de baixa qualidade e enfrentar lombadas em velocidade maior sem risco de ralar a parte inferior.

Honda WR-V 2017 - interior

O Honda WR-V tem também um melhor isolamento acústico em relação ao FIT, oferecendo maior silêncio interno. O motorista, por sua vez, encontra a boa posição de dirigir graças ao ajuste de altura e distância da coluna de direção. No console central do WR-V EX-L temos uma tela de 7 polegadas sensível ao toque com câmera de ré, sistema de navegação por GPS, conexão auxiliar a USB e compatibilidade com Apple CarPlay e Android Auto.

Conclusão


Honda WR-V 2017

O Honda WR-V é um crossover compacto que se posiciona de forma intermediária entre o FIT e o HR-V, uma opção a mais com preço mais acessível aos fãs de utilitários esportivos.

Ficha Técnica - Honda WR-V



Motor: Dianteiro, transversal, 4 cil. em linha, 16V, comando simples, injeção eletrônica, flex, Cilindrada 1.497 cm³, Potência 116/115 cv a 6.000 rpm, Torque 15,30/15,2 kgfm a 4.800 rpm; Câmbio Automático do tipo CVT, tração dianteira; Direção Elétrica; Suspensão Independente McPherson (dianteira) e eixo de torção (traseira), Freios Discos ventilados (dianteiros) e tambores (traseiros); Pneus 195/60 R16; Dimensões Comprimento: 4,00 m, Largura: 1,73 m, Altura: 1,60 m, Entre-eixos: 2,55 m, Tanque 45,7 litros, Porta-malas: 363 litros; Peso 1.130 kg.

Postagens relacionadas:

48 comentários:

  1. Eu não gostei. visual muito carregado e rebuscado, vai enjor logo. O HR-V nem aguento mais olhar.
    Acabamento interno inteiramente de plástico duro. Bom para virar uma escola de samba em 6 meses.
    E esses adereços...o carro parece uma alegoria de escola de samba. putz mau gosto.
    e o motorzinho de dentista, com câmbio geriátrico CVT.
    melhor esperar o VW Breeze, esse sim, será O SUV compacto. Fará uma hecatombe nesse segmento.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade prefiro visual sobrio poucos vincos, esses carros atuas em 2 anos ja enjoa, cansa os olhos, um exemplo vc olha um audi a3 ano 2000,golf mk4,civic 2007 ate hoje acho bonito e atual,sinceramente esse honda é uma aberraçao da engenharia automotiva

      Excluir
    2. VW Breeze? Esse não chega antes de 2018. A VW foi a mais burra e a mais lenta se pensarmos em SUVs compactos. Demorou demais para lançar, aliás, até agora não lançou nada. Epic Fail VW!

      Excluir
    3. Quem fala de design são pessoas que gostam de novela e não sabe olhar para o que importa.

      Excluir
    4. Engraçado! O Carlos fala que só tem plástico no WR-V, mas esquece que gol, voyage, saveiro, up, fox e spacefox são tudo com interiores de plástico que também não dura muito e vira uma carroça de burro, com tantos barulhos. Kkkkkkkkk!

      Excluir
    5. Engraçado! O Carlos fala que só tem plástico no WR-V, mas esquece que gol, voyage, saveiro, up, fox e spacefox são tudo com interiores de plástico que também não dura muito e vira uma carroça de burro, com tantos barulhos. Kkkkkkkkk!

      Excluir
    6. E o carlos4carros gosta de algo que não seja vw? Até da bota ortopédica do up ele fala que tem o design incrível.
      Credibilidade abaixo de zero.

      Excluir
    7. Caros amigos,
      Os senhores detonaram com o HRV.
      Nem tenho Honda,tenho Land Rover,
      Mas alguém precisa ser justo com a Honda,
      Se vcs acham ultrapassamos ,feios e com visuais que envelhecem logo,imaginem então os produtos da Toyota,os quais não são feios :são medonhos!
      Mas precisamos enfatizar algo vital!
      Tanto a Honda como anToyota nos ofertam :
      Manutenções baratas
      Seguros baratos
      Valor de revenda alto
      Desvalorizações baixas,
      E são honestos nas revisões:
      Não nos brindam com surpresas nos valores das revisões,que é um ranço antigo de todas as outras fabricantes nacionais!
      Tratam nos com seriedade ,respeito ambas Honda e Toyota!
      Bem diferente da WW que precisou levar uma multa de R$!6.000.000,00 seis milhões de reais do MP para pararem de decepar dedos de clientes no Fox,
      E englobo nessas irresponsabilidades todas as outras,exceto Honda/Toyota!

      Excluir
    8. Sabe porque o HRV enjoa??? Porque em cada esquina tem um. Sabe porque o Golf não enjoa, porque não vende nada, kkkkkk

      Excluir
    9. Sabe porque o Golf não enjoa, porque não vende nada,

      Vendas do Golf em 2016: 991 mil unidades, 2º carro mais vendido do mundo.

      Honda HR-V não aparece nem na lista dos 40 mais vendidos de 2016.

      O Golf vende no mínimo 4 vezes mais que o HR-V.

      kkkkkk

      Favor pesquisar antes de relinchar.

      Excluir
    10. Carlota, acho que se referiram as vendas do Golf no Brasil. Afinal, uma ínfima parcela dá população viaja para a Europa, único lugar do mundo em que o Golf lidera.

      Excluir
    11. E, ainda, no Brasil vendeu-se pelo menos 10 vezes mais HR-V's do que GOLF. O HR-V foi o 10º em vendas, enquanto o GOLF amargou a 63ª posição.

      Excluir
    12. Carlos4Carros
      Estamos falando no BR.
      HRV vende um volume imensamente maior que o Golf.

      Excluir
  2. E essas traseira com essas lanternas fálicas? Se estivessem invertidas sugeririam virilidade e seriam pornográficas. Mas do jeito que estão o povo vai pensar em um falo murcho e brocha, necessitando de um Viagra.
    Então do pinto de vista de apelo sexual não agradará nem mulheres, nem homens, nem gays e nem lésbicas.
    Acho que a Honda deu MOLE, literalmente, com essa traseira.

    ResponderExcluir
  3. VW Breeze? Esse não chega antes de 2018. A VW foi a mais burra e a mais lenta se pensarmos em SUVs compactos. Demorou demais para lançar, aliás, até agora não lançou nada. Epic Fail VW!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lembre-se que os últimos serão os primeiros. E quem ri por último ri melhor.

      Excluir
    2. O Mobi foi o último subcompacto a ser lançado e hoje é líder. Quem ri por último é porque demora a entender a piada.

      Excluir
    3. Quem ri por último é porque não entendeu a piada , isso quer dizer: o timing da Volks tá ruim mesmo.

      Excluir
  4. Passo. Prefiro ir de GM Tracker 1.4t. o melhor custo benefício do segmento.

    ResponderExcluir
  5. A VW está errando nos suvs compactos do mesmo jeito que errou com a Amarok...acredita que as pessoas vão comprar só por ser VW...subestimam a força das concorrentes e lançam os carros quando o segmento já está saturado de modelos

    ResponderExcluir
  6. Esse carro é uma piada. Feio, ultrapassado e caro.

    ResponderExcluir
  7. Literalmente o carro do povo "Quero um HR-V mas não tenho dinheiro".
    Esse carro é uma piada pronta, é o Fit praticamente todo, porém com uma dianteira e traseira horríveis.
    Tenho pena de quem comprar isso ai, é atestado de ignorância mesmo.

    ResponderExcluir
  8. Nem é bonito, nem é barato... Até um Etios Cross virou bom negócio frente esse WR-V, e se for vê é mais bonito (ou seria menos feio?) ... O Tiggo2 da Chery é muito mais bonito, pena que deverá vender menos que esse monstrengo ai.

    ResponderExcluir
  9. Por 82 mil, na movida seminovos tem Audi A3 de primeira e com garantia.

    Passa lá.

    ResponderExcluir
  10. a frente de não é feia, o motor e o cambio tem a qualidade honda
    o que mata é o preço e essa traseira feia com essas lanternas feias e esse bigode prateado ridiculo.

    ResponderExcluir
  11. Carlos e demais, gostaria de sua opinião sobre a estratégia dá Honda com este lançamento. Penso que será uma opção mais em conta para incomodar a concorrência e possibilitar o aumento de preço dá hrv, que permanece na liderança mesmo com a chegada de vários concorrentes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A estratégia da Honda com esse carro é bem simples. Vender FIT mais caro.
      A fábrica da Honda em Sumaré tá no talo. para ela fornecer WR-V, tem que reduzir a produção de algum outro, claramente o mais canibalizado será o Fit, e as versões de entrada dos demais.
      A Honda tá pouco se lixando para os concorrentes. Ela vai manter na marca donos de Fit.
      Vai dar certo.

      Excluir
    2. Eu não recomendo isso jamais. Um monte de plástico duro dentro e fora, ridículo. parece um carro alegórico.
      Por 82k do top de linha eu iria sem pensar duas vezes em um golf 1.6 msi automático completasso. e pelos 78 do ex, eu iria em um golf 1.6 msi at sem teto.
      http://www.car.blog.br/2017/02/vw-golf-16-msi-automatico-flex-tem.html

      Excluir
    3. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    4. Você só recomenda carros da Volkswagen. Não é recomendação, é tentativa de imposição.

      Excluir
  12. A pessoa deixar de comprar um Golf pra comprar o lixo de um CrossFit 1.5 (wrv) por 82.000...só pode ser retardado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Golf 1.6 MSI AT + Elegance + Teto pelos menos R$ 82k, é no brainer.

      http://www.car.blog.br/2017/02/vw-golf-16-msi-automatico-flex-tem.html

      Excluir
  13. MAISSSSSSSSSSS DO MESMOOOOOOOOOOOOOOO.
    O brasileiro precisa aprender a comprar carro,pagar uma fortuna em um carro que se bater a frente o funileiro se perde de tanto vinco.
    Nada contra a Honda pois sabe fazer bons carros porém este é mais do mesmo.

    ResponderExcluir
  14. Com 82 mil compra se triton at 2013.
    Carro zero no Brasil virou piada.

    ResponderExcluir
  15. Que traseira horrenda, Up acaba de se tornar um carro lindíssimo, do lado desse Honda o pequeno da VW é belíssimo hahah

    ResponderExcluir
  16. Sem controle de estabilidade e tração! Por 82 mil! Só vai vender porque é HONDA. É uma vergonha.

    ResponderExcluir
  17. E não se esqueça de fazer a regulagem de válvulas com 40.000 km já que os tuchos são mecânicos e venda antes dos 60.000 km porque a suspensão vai te dar gasto. Já tive 2 Fit.

    ResponderExcluir
  18. Consegue ser mais feio que o fETIOS !!!!

    ResponderExcluir
  19. Entro quase que diariamente para ler os comentários do Carlos4Carros. Pense num cara apaixonado. Constantemente tem derramado elogios ao Golf pelas alterações para o mercado tupiniquim. Fala que "nosso" Golf é o melhor do mundo. Especialmente no quesito eixo de torção. Lembro-me de comentários que sentava a lenha no Corolla por este usar justamente o eixo, enquanto o Golf/Jetta utilizavam multilink. Este seria infinitamente melhor. Até procurei o citado comentário, mas não achei. Contudo, um outro feito ao Jetta esclarece o que eu digo:
    "O Jetta é mais bem acabado, tem mais espaço interno, maior porta-malas, cambio melhor, motor infinitamente melhor, suspensão multilink na traseira (eixo de torção no corolla)". Como podem ver, eleva justamente a suspensão que hoje diz ser pior do que o eixo. Vai entender...

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.