Car.blog.br

Pesquisar este blog

Jeep Renegade 2017 Flex: preço, consumo, detalhes - vídeo

Categorias: , , , 19 Comentários

A Fiat Chrysler do Brasil apresenta a linha 2017 do Jeep Renegade com aperfeiçoamentos mecânicos, trazendo um motor evoluído, e também uma nova versão topo de gama com motorização flex, denominada Limited, que é o modelo mostrado nestas imagens e no vídeo.

Jeep Renegade 2017 Flex

Na parte mecânica, o Jeep Renegade 2017 teve o motor Etorq 1.8 Flex recalibrado e que recebeu um coletor de admissão variával, resultando em um ganho de potência de 7 cavalos, passando dos 132 cavalos do modelos 2016, para 139 cavalos, quando abastecido com etanol. O torque é de 19,3 Kgfm. Com gasolina a potência é de 135 cv a 5.750 RPM e o torque de 18,7 kgfm a 3.750 RPM – mesmas rotações dos números de etanol.

Jeep Renegade 2017 Flex

O objetivo da Fia Chrysler com as alterações foi proporcionar uma oferta de torque mais progressiva, e também um pouco mais de força, para responder às críticas de desempenho insuficiente do Renegade Flex. O vídeo a seguir mostra os detalhes do modelo.



Desempenho e consumo

Segundo o fabricante, o Renegade Flex Automático 2017 acelera de 0 a 100 km/h em 11,1 segundos – mais de 1 segundo mais rápido que o modelo 2016. A velocidade máxima indicada é de 182 Km/h. É claro que esses números são ideais, obtidos com etanol ao nível do mar. O modelo 2016 com transmissão automática testado em São Paulo, com gasolina, pelas revistas especializadas, obteve tempos na casa de 15,5 segundos. Assim, este modelo 2017 deve apresentar com gasolina uma aceleração de 0 a 100 Km/h na casa de 14 segundos, com gasolina e a 800 metros de altitude.

Os dados de consumo do Renegade 1.8 Flex 2017, Automático, segundo o INMETRO são os seguintes. Com etanol, 6,5 Km/l em cidade, e 7,6 km/l em estrada. Com gasolina, ele consome 9,5 km/l em cidade, e 10,9 km/l em estrada. O INMETRO deu nota geral C, e, na categoria, nota B. O fato é que esses dados de consumo não são favoráveis.

A novidade em termos de versões é esta configuração Limited, com preço sugerido de R$ 97.900 reais, e que se posiciona acima do modelo Longitude Flex. Os modelos diesel permanecem com o line-up inalterado, a versão topo de gama continua sendo o Trailhawk.

Jeep Renegade 2017 Flex

Ocorre que a versão Flex do Renagade é a que mais vende, respondendo por 3 de quatro modelos comercializados, e, portanto, é nele que a Jeep concentrou os aperfeiçoamentos, até mesmo para torna-lo mais competitivo com a chegada do Compass.

Jeep Renegade 2017 Flex

Externamente, esta versão Limited se diferencia por sua grande em prata acetinado com molduras cromadas nas aberturas. Os retrovisores e as barras de teto são pintadas de prata, e o teto é preto. Os faróis são de xenônio.

Itens de série e opcionais

Internamente, O Renegade Flex Limited 2017 vem de série com bancos revestidos em couro, chave presencial, quadro de instrumentos com tela de TFT de 7 polegadas, farpóis com acendimento automático, rebatimento elétrico dos retrovisores externos, e espelho interno eletrocrômico.


Há ainda sistema de entretenimento e informação com tela de 7 polegadas com sistema de navegação por GPS integrado.


Opcionalmente esta versão oferece o teto solar panorâmico, o qual acrescenta ao preço um montante de R$ 6.800 reais. Há também opção de sistema de áudio com tela de 6,5 polegadas sensível do toque com sistema de reconhecimento de voz, airbags laterais, de cortina e de joelho para o motorista. Com todos os opcionais, o Renegade Limited sai por R$ 11.4.340 reais. Melhor pegar um Jeep Compass 2.0 Flex Opening Edition ou mesmo um Longitude com opcionais.

Ainda em relação ao motor, a Jeep disse que o motor 1.8 Flex do Renegade 2017, além de mais potente, está também mais econômico. Mas, para ajudar a deixar seu modelo mais eficiente, aplicou o sistema start-stop, de desligamento automático do motor em paradas temporárias. Esse recurso reduz o consumo em até 10% em uso urbano intenso, segundo a Fiat. O lado negativo é que exige uma bateria mais poderosa, e que custa bem mais cara que os modelos convencionais, em torno de R$ 2.000 reais, contra R$ 400 reais a das baterias normais.

O motor do modelo 2017 ganha também sistema de partida a frio com etanol sem a necessidade de sub-tanque auxilar de gasolina.

É importante considerar que esses 7 cavalos adicionais não fazem milagre, e, se há uma melhora em termos de performance, ela é pequena, até mesmo porque o Renegade continua um veículo pesado, e com relação peso/potência de 10,8 Kg por cavalos. O modelo diesel, com motor 2.0 de 170 cv e câmbio automático de nove marchas é melhor nesse aspecto, mas custa R$ 30 mil reais a mais, o que limita muito sua atratividade.

Jeep Renegade 2017 Flex

O Renagade Flex adota a transmissão automática AISIN de seis marchas, que é uma das melhores transmissões automáticas do mercado, sendo usada em múltiplos modelos, desde o Golf nacional até o Citroen C4 Lounge THP passando pelo Compass 2.0 Flex. É um câmbio suave, rápido, e que não hesita e reduzir as marchas para manter o vigor em subidas, não deixando o Renegade perder o impulso.

Jeep Renegade 2017 Flex

Essa versão Limited também se mostra com boa relação custo x benefício, pois traz alguns recursos de série importantes como sensores de estacionamento traseiro, câmera de ré, ar-condicionado com duas zonas de climatização, sistema hill assist – assistente de partida em rampa , controle de tração e de estabilidade.

Jeep Renegade 2017 Flex

O interior é bem acabado, com destaque para o painel de totalmente revestido de material soft touch. O lado negativo é o porta-malas, de apenas 273 litros, mas que pode chegar a 1.300 litros com os bancos traseiros rebatidos.

Em termos dimensionais, o Renagade mede 4,23 metros de comprimento, 7 cm a menos que o Honda HR-V e o Nissan Kicks e tem 2,57 metros de entre-eixos. A altura é de 1,66 metros.

Conclusão

Jeep Renegade 2017 Flex

O Jeep Renegade chega à linha 2017 com um motor um pouco mais potente e eficiente, com consumo ligeiramente menor, mas ainda elevado para o porte do modelo. A nova versão topo de gama, Limited, é relativamente completa, mas fica devendo um conjunto mais completo de airbags.

Postagens relacionadas:

19 comentários:

  1. 1s mais rápido que o modelo 2016.
    Ou seja, fará o 0-100 km/h em 13s.

    Medíocre!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aceitaria esse 13s se ele fizesse pelo menos 14km/l na estrada

      Excluir
    2. 14 km/l só se for em queda livre ...

      Excluir
    3. Na prática ele faz 14 km/l na estrada, quando abastecido com gasolina.

      Excluir
  2. Quem compra um Renegade não tá nem um pouco preocupado com consumo, pois se tivesse levaria um Up! Ou Mobi

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Consumo alto num carro de alto desempenho é até aceitável, mas consumo alto num carro que come poeira até de um Up 1.0 é sofrível. É o pior de dois mundos.
      Eu tenho um amigo que comprou um Renegade Flex, que faz sensacionais 5,5 km/l de gasolina na cidade. Conclusão ele negociou na concessionária a troca por um Compass.

      Excluir
    2. Nem nos EUA o pessoal tem essa ideia deturpada de não se importar com consumo de um carro.

      Troca a vitrola, camarada.
      Estamos em outra era ...

      Excluir
    3. Quando leio esses comentários chego a conclusão que temos um longo caminho a amadurecer. Quem compra Renegade não é rico, muito pelo contrário, geralmente assalariados das classes C e B, afirmar que com combustível a 4 Reais e fazendo tão poucos km/l alguém não se importe chega a ser inocência.

      É um carro sem proposta, pois consome demais, não tem aspiração off road e é desagradável de se locomover na cidade, mesmo com as melhorias o motor não empolga, tem um porta malas pequeno, escolheria sem sombra de dúvidas entre um Sedam como Jetta, Cruze ou Focus.

      Excluir
    4. ...e é o segundo lugar em vendas da categoria. Colado no HRV.

      Excluir
  3. quando vou trocar de carro pesquiso muito. De tantas pesquisas meu conceito Sobre motor é, TSI. TFSI. BMW 320i. MERCEDES C 180 OU C200 KOMPRESSOR São os melhores Motores!

    ResponderExcluir
  4. Nao aguento mais ver comparacao dw Up! Com carros que nao tem nada a ver com ele. Ele é mais economico e mais rapido de 0-100. Ok. E daih?

    Quem quer hrv, renegade, etc...vai lenaar em comprar um Up!?????

    ResponderExcluir
  5. Há diferença no modelo 16/17 para 17/17?!

    ResponderExcluir
  6. Tenho um Longitude.
    O carro seria perfeito não fosse o irritante motor que passa as marchas com 3 mil rotações de 1ª para 2ª e 4 mil de 2ª para 3ª, por exemplo.
    Comprei um carro "automático" e recebi um semi, pois se não trocar as marchas na borboleta com 2000 rpm, que ele aceita MUITO bem, fico sujeito a reais 5,5 km/l com gasolina.
    Testei o novo, pois o meu é 2016. Nada mudou. Vendedor constrangido comigo no test drive.
    Penso em passar para o Compass, bem melhor no teste, marchas mudando a 2200 rpm e sem o. Arulho desconfortável do ótimo Renegade.

    ResponderExcluir
  7. Sem comentários, jamais compraria um veículo desse.

    ResponderExcluir
  8. Carro é bom. Mas o consumo deixa a desejar. Infelizmente.

    ResponderExcluir
  9. Comprei um longitude 2017 e está fazendo 6km/l na gasolina e a concessionária diz que o senhor parâmetros do scanner estão normais......
    ?????????????????????????

    ResponderExcluir
  10. Comprei um limited e está tudo perfeito, motor e cambio ótimos, excelente dirigibilidade e consumo normal como qualquer carro da categoria, quer um veículo que faça 15/20 km/l compre uma moto

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.