Car.blog.br

Pesquisar este blog

Chevrolet Cruze Sport6 2017: consumo; preços estimados

Categorias: , , , , 22 Comentários

A novo Chevrolet Cruze Sport6 2017 começa a ser vendido no Brasil em dezembro deste ano, em versões LT (preço ~ R$ 87.500 reais); LTZ1 (preço ~ R$ 97.000 reais); LTZ2 (preço ~ R$ 109.000 reais). Neste artigo relacionamos os dados de consumo (INMETRO), desempenho (dados do fabricante), estimativa de preços e itens das versões que serão vendidas no Brasil.

novo Chevrolet Cruze Sport6 2017

O Cruze Sport6 2017 adota, até a porta traseira, a mesma carroceria do sedã, mas o hatch adota para-choques dianteiro e traseiro de desenho esportivo, o mesmo do Cruze Hatch RS vendido nos EUA (modelo das fotos). Há, porém, um suporte de placa na dianteira no modelo brasileiro.

novo Chevrolet Cruze Sport6 2017

A dianteira do Cruze Sport6 2017 é diferente do sedã, sendo divida em seis níveis, enquanto na parte inferior há os faróis de neblina redondos com lente tipo olho de peixe.

novo Chevrolet Cruze Sport6 2017

Na lateral observa-se pneus 215/50 R 17, mesma medida do sedã, mas rodas de desenho exclusivo. Há cores específicas para esta versão, como Azul Petróleo e Vermelho Glory.

novo Chevrolet Cruze Sport6 2017

Além da carroceria diferente na traseira, com a placa de registro alocada no para-choques, o Cruze Hatch 2017 brasileiro tem um ajuste de suspensão e direção diferenciado em relação ao sedã. Nesta versão a GM optou por um ajuste mais firme e esportivo da suspensão e a direção elétrica ficou um pouco mais pesada, para agradar ao público mais jovem, e também poder encarar o VW Golf em termos de comportamento dinâmico, já que o modelo da VW é o referencial do segmento.

Interior

novo Chevrolet Cruze Sport6 2017 - interior

O interior do Cruze Sport6 2017 segue praticamente inalterado em relação ao modelo sedã. Assim, a versão LT tem revestimento interno em preto, mas revestido em couro.

Novo Cruze Hatch 2017 - interior

Já as versões LTZ, topo de gama, contam com revestimento em tonalidade mais clara.

Itens de série
  • Cruze Sport6 2017 LT  : airbgas frontais e laterais, interior preto, ESP, câmera de ré, monitor de pressão dos pneus, ar-condicionado digital automático, hill-assist, volante multifuncional, start-stop, piloto automático, sistema myLink 2.0 com tela de 7 polegadas;
  • Cruze Sport6 2017 LTZ1: todos os itens do LT e acrescenta teto-solar, airbags de cortina, interior bi-color, faróis de LED, sensor de estacionamento dianteiro, frisos cromados externos, chave presencial, faróis de acendimento automático, sensor de chuva, retrovisor interno eletrocrômico, GPS e MyLink com tela de 8 polegadas;
  • Cruze Sport6 2017 LTZ2: todos os itens do LTZ1 (incluindo o teto-solar) e soma alerta de colisão frontal, detector de ponto cego, auxiliar de permanência em faixa, carregador de celular sem fio, banco do motorista com ajustes elétricos.
Dimensões

O Cruze Sport6 2017 é cerca de 15 cm mais longo que o Golf. O Cruze Hatch mede 4,44 metros de comprimento, 1,80 metros de largura, 1,48 metros de altura.  O peso é de 1.306 Kg, e o tanque de combustível comporta 52 litros. O porta-malas tem capacidade estimada de 350 litros.

Desempenho e consumo

O Cruze Sport6 2017 adota o mesmo motor 1.4 Turbo Flex associado com a transmissão automática de seis marchas do sedã. Segundo a GM, o Cruze Sport6 2017 acelera de 0 a 100 km/h em 9 segundos, e segundo o INMETRO, o consumo de etanol em cidade é de 7,6 km/l, enquanto em estrada melhora para 9,3 km/l.


Dado
Golf 1.0 TSI MT-65GM Cruze Sport6Golf 1.4 TSI AT6
EtanolGasolinaEtanolGasolinaEtanolGasolina
MotorEA211 3-cilindros1.4 Turbo Flex1.4 Turbo Flex
Cilindrada (cm³)99913951395
0-100 km/h (s)9,79,998,38,7
Velocidade máxima (km/h)194190214209204
Consumo cidade (km/l)8,411,97,611,27,711,3
Consumo estrada (km/l)10,114,39,3149,513,7
Potência (cv/rpm)116 cv @ 5.500rpm125cv@5.500rpm150 cv @ 5.200rpm153cv@5.200rpm150 cv @ 5.500rpm150cv@5.500rpm
Torque (m·kgf/rpm)20,4 @2.000-3.50024,5,4 @2.00025,5 @2.000-3.500
Peso (kg)122313061223
Preço (R$)R$ 74.990R$ 87.500 a R$ 109.000R$ 98.090 a R$ 103.490

Vídeo - Novo Cruze Sport6 2017



Conclusão

novo Chevrolet Cruze Sport6 2017

O Chevrolet Cruze Hatch 2017 chega para competir com o Ford Focus e VW Golf, com uma carroceria 15 cm maior que o VW e 8 cm mais longa que o Ford, adotando uma mecânica moderna e um apelo mais esportivo.

Com informações: [Revista Quatro Rodas] [Revista Auto Esporte]

Postagens relacionadas:

22 comentários:

  1. Só não é melhor que o golf TSI em acabamento. No mais o golf leva sacode em tudo e em colocaram o 1.6 na comparação

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Errado. O Golf tem mais desempenho, e consumo menor em cidade e estrada com etanol. E o Golf consome menos em cidade com gasolina.
      O câmbio do Golf é infinitamente superior, o Golf tem interior com painel todo emborrachado (o do Cruze é plástico duro). O Golf tem 15 cm a menos e porta-malas maior (380 litros, contra 350 do Cruze). O Golf tem 7 airbags em todas as versões (contra 4 do Cruze).
      O Golf tem porta-luvas regrigerado e revestido, todos os porta-objetos revestidos. O Golf tem iluminação ambiente em LED (ausente no Cruze), o Golf tem diferencial XDS/EDS (ausente no Cruze), sistema pós-colision brake. E o Golf tem ocional o ACC (indisponível no Cruze).

      Em resumo: o Cruze perde em TUDO.

      Excluir
    2. AH, e Golf é mais barato também.
      Quem comprar esse Cruze Hatch assina atestado de QI baixo.

      Excluir
    3. Na Quatro Rodas o porta-malas do Cruze Hatch 2017 é 524 litros e do Golf 338 litros.

      Excluir
    4. Porta-malas do Cruze Hatch 2017 com 524 litros? Maior que o do Jetta (510l)! Explique essa mágica para nós, por favor!

      Excluir
    5. Depende de qual referência se adota para medição do volume de porta-malas.
      Nos EUA eles levam em consideração todo o volume morto superior ao porta-malas. Só aí garante ao Cruze HB algo perto de 150 litros.
      Mas algumas medições tem chegado ao número de 390 litros de volume útil no porta-malas. Não deve ser muito diferente disso ...

      Excluir
  2. A tabela do gokf 1.4 tá toda errada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente, só p ter o teto solar no Golf, vai ter de acrescentar mais 4.560,00. O mal da VW é esse, dos pacotes opcionais serem caríssimos.

      Excluir
    2. O Golf Highline já vem muito mais completo que o Cruze LTZ 1.
      E o Golf é um carro amplamente superior. Ele é mais caro que o Cruze e o Focus em qualquer lugar do mundo. E aqui não tem porque ser diferente.
      O que é melhor é mais caro.
      Se vc quer um carro top, então vc compra um Golf.

      Se vc quer uma imitação barata, genérica, sem personalidade, então vc pega o Focus ou o Cruze.

      Excluir
  3. Como o cambio e muito supeiror se alem de ser um cambio convencional, tem desempenho inferior ao golf? O golf pra mandar no segmento novamente tem que colocar a caixa DSG 6 e trazer de volta a suspensao multilink trazeira, freio de mao eletrico ai voltaria a ser very best. Por enquanto e good e luta de igual por igual com os demais

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. DSG 6 e trazer de volta a suspensao multilink trazeira,

      Já tem tudo isso. No Golf GTI.

      No nacional tem suspensão e câmbio superiores aos importados, tanto que o Golf/A3 nacional foi superior na pista que o importado:

      http://www.car.blog.br/2016/10/audi-a3-sedan-nacional-supera-golf-14.html

      Como visto acima, o Golf/A3 nacional AISIN/Eixo de torção foi mais rápido que o importado, que usa DSG/Multilink.

      E todos sabem que o câmbio AISIN é mais suave e silencioso que o DSG, e o Golf nacional é mais econômico e veloz que o importado, e ainda tem manutenção mais barata. E a suspensão é muito mais robusta.


      Em resumo: Golf nacional superior ao importado em tudo (comportamento dinâmico, desempenho e consumo. E mais robusto e de manutenção mais barata. |Fatos. Apenas fatos.

      Excluir
    2. O multilink só é superior para fazer curvas acima de 200 km/h, mas é uma suspensão muito mais cara, e pesada e de manutenção mais onerosa.

      Então, colocar multilink em carros que não passam de 200 km/h , ou passam pouco, é sacanear o consumidor, obrigando-o a pagar mais por um sistema que ele não se beneficia. E mais, que torna o carro mais duro e exige manutenções frequentes. em resumo, um absurdo.

      No GTI, sim, faz sentido, pois o carro chega a 240 km/h, e é mais caro. Então o consumidor dele sabe que terá que pagar mais.

      Assim, o sujeito que fala que o Golf precisa de multilink é um desinformado, repetidor de bobagens que outros tão ou mais desinformados que ele emitiram. As vantagens do eixo de torção são tantas, que pedir multilink no Golf Highline é coisa de quem não entende nada de carro, e de concepções mecânicas, de gente que pagar mais, ter manutenção mais cara, mais frequente, para não se beneficiar de nada. Pior: para PERDER do Golf com eixo de torção em pista:

      http://www.car.blog.br/2016/10/audi-a3-sedan-nacional-supera-golf-14.html

      E não apenas o Golf com eixo de torção que humilha o Golf com multikink na pista. O Civic 2.0 com multilink tomou uma sabugada de mais de 1,5 segundos do Corolla 2.0 com eixo de torção, veja:

      http://www.car.blog.br/2015/11/corolla-altis-20-cvt-atropela-civic-exr.html

      Então, vamos nos testes acima: Golf e Corolla com eixo de torção HUMILHAM Golf Multilink e Civic multilink.

      Fatos, apenas fatos.

      Excluir
    3. Thyago moraes
      Discuti com carlos4 carro não este kra e blogueiro da VW
      E fala tanta coisa.. como aisin melhor q Dsg e eixo de torção melhor q independente... cada coisa!!!!

      Excluir
    4. Esse aí é um lixo. Falar que eixo de torção é melhor que multilink. Esse cara tinha que ser banido por induzir os outros ao erro. Que coisa ridícula.

      Excluir
    5. To vendo que esse carlos4carros entende tudo de carro. kkkkkkkkk.

      Excluir
  4. Concordo que o Golf é a atual referência a ser batida.
    A GMB sabe muito bem disso e se o Cruze Sport6 vier por preços similarmente ao sedã vai cair na preferência ...

    ResponderExcluir
  5. uma pena se vier com interior claro!!! acho que pro sedan caiu bem, mas pro hatch deveria ser todo preto e so o revestimento dos bancos em outra tonalidade, que poderia ser a cinza do sedam. Mas carpete painel etc acho que a cor preta combina melhor!!!

    bom, minha opiniao e meu gosto ja que meu pai ira pegar um LTZ1 e eu que terei que cuidar do carro.

    Enfim, se a GM tivesse um acerto de cambio mais interessante poderia se sair melhor na pista. Vamos aguardar e ver os testes, talvez o hatch melhore alguma coisa com esse "acerto"

    ResponderExcluir
  6. Carblog por favor, poderia fazer um comparativo correto com o golf? Estão comparando um carro 1.4 automático com um 1.0 manual, so para ficar mais barato? Compara ai com o Golf 1.4 automático! Se o golf é melhor ele vai se sobressair sozinho.

    ResponderExcluir
  7. O GM Cruze se mostra como uma opção adequada no mercado, tem um motor econômico e desempenho comparável ao golf 1.4T.

    O Golf pode ser um carro mais refinado, mas em termos de custo-benefício o Cruze se mostra como a melhor opção, por ser equilíbrio de equipamentos e mecânica adequada.

    O Golf como opção automática, poderá ser uma boa opção com o motor 1.0 turbo e cambio AT, sendo assim poderei concordar com o Carlos, em relação a ser uma opção melhor melhor que o Cruze.

    ResponderExcluir
  8. Para quem ainda acha que sedã é careta, essa versão hatch será uma ótima opção, pois alia uma certa esportividade mecânica e visual ao que falta nos seus concorrentes diretos: espaço. A Chevrolet ainda possui uma boa imagem perante os consumidores e é agressiva nas vendas, o que faz toda diferença. Com o marketing certo, o Sport6 (nunca ouvi alguém por esse nome) terá um desempenho mais significante que a geração que substitui. Resta saber dos valores acertados. Se chegar com preços mais elevados que os do Golf, será um natimorto. Ali mesmo no show room terá a companhia do Cruze Sedan e do Novo Tracker, que pertencem a categorias muito mais prestigiadas pelo mercado hoje. Será uma prova de fogo para o futuro "esportivo".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Excelente análise. O risco de "fogo amigo" dentro de casa é grande. Mas acredito que há espaços para todos. Gostei do Sport6. Se ele subir nas vendas, pode dar uma boa mexida na concorrência (Golf 1.4 e Focus).

      Excluir
  9. hahahahaha...o Fã boy da VW tá nervosinho.... será que leva quanto de percentual em cada venda do Golf (com péssimo acabamento, diga-se de passagem e bem mais caro)? hahahahah

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.