Car.blog.br

Pesquisar este blog

Nissan Kicks 2017: fotos, preços e especificações oficiais

Categorias: , 54 Comentários

A Nissan do Brasil lança oficialmente no mercado doméstico o crossover Kicks - veículo que adota dispositivos de tecnologia com foco na segurança, e proposta urbana. O preço da versão de lançamento é de R$ 89.990 reais, enquanto o topo de gama sai a R$ 93.500 reais

Novo Nissan Kicks 2017

O novo modelo compacto segue a tradição de crossovers da marca japonesa, como Qashqai, Murano, X-trail e Juke. O Nissan Kicks chegará às concessionárias da Nissan de todo Brasil a partir de 5 de agosto – data da abertura dos Jogos Olímpicos.

Novo Nissan Kicks 2017

O modelo utiliza soluções de construção como aço de alta resistência e maior rigidez da carroceria, para equilibrar com performance, consumo de combustível e conforto.

Novo Nissan Kicks 2017 Branco

Em termos estéticos, o Kicks adota os principais elementos da assinatura de design dos modelos globais da Nissan, como a grade "V-Motion" e o teto flutuante, o Nissan Kicks teve o desenvolvimento fundamentado na performance aerodinâmica, pensando em soluções que minimizam impactos do uso, como ruídos provocados pelo vento, e colaboram para redução do consumo. O vídeo a seguir mostra o modelo em detalhes.



Entre as novidades da lista de equipamentos do Nissan Kicks estão a câmera 360º (vídeo a seguir mostra o funcionamento) e o Detector de Objetos em Movimento (Moving Object Detection), sistemas que utilizam quatro câmeras integradas para exibir uma visão total do carro e ajudar a alertar sobre perigos que não tenham sido notados.



Na parte dinâmica o Nissan Kicks  conta com sistemas que elevam o nível de segurança e o conforto. Entre eles, o Controle Dinâmico de Chassi (Chassi Control), que é composto pelos Controle Dinâmico em Curvas (Active Trace Control), Estabilizador Ativo de Carroceria (Active Ride Control) e Controle Dinâmico de Freio Motor (Active Engine Brake), que atuam na suspensão, freios e também na estabilidade.

Novo Nissan Kicks 2017 - motor

O conjunto mecânico é composto por motor 1.6 16V, câmbio XTRONIC CVT®, que segundo a Nissan é adequado para o modelo pelo fato de o Kicks ter o menor peso da categoria.

Design interno e externo

O Nissan Kicks tem um estilo feito para agradar moradores de grandes cidades, enquanto o interior tem aspectos funcionais combinados com um acabamento de qualidade e itens de tecnologia. O interior promete oferecer o melhor espaço para os passageiros na categoria – mesmo com uma linha de teto que remete a um cupê – assim como uma das maiores capacidades de carga do segmento.

Novo Nissan Kicks 2017 - interior - painel

Os ocupantes dos bancos dianteiros se deparam com o design do painel chamado de Gliding Wing ("asa planadora"), ele coloca em destaque a tela colorida de 7 polegadas, cuja posição centralizada oferece uma série de sistemas de informação, entretenimento e conexão para smartphones.

Novo Nissan Kicks 2017 - câmbio CVT

A direção tem base achatada e é revestida em couro, enquanto que a carroceria crossover oferece um campo de visão mais alto ao motorista, proporcionando uma sensação de segurança. A distância do solo (200 mm) e capacidade de transposição de trechos alagados (450 mm) permitem ao modelo enfrente facilmente lombadas, asfaltos em condições precárias e situações de água acima do normal na pista.

Dianteira

A frente do Nissan Kicks é destacada pela grade "V-motion", flanqueada pelos faróis em formato arqueado, que se estendem para trás sobre os para-lamas dianteiros. Outro detalhe característico é o teto em estilo cupê, que se alonga até os vidros, dando a impressão de estar 'flutuando'. Por isso, na visão de perfil, os vidros parecem ser um grande para-brisa, que vai da frente até a traseira, remetendo ao visor dos capacetes de corrida. As lanternas em formato de bumerangue acompanham o formato do vidro traseiro até a tampa do porta-malas.

Novo Nissan Kicks 2017

O conjunto é realçado por outros itens de estilo como os aros de roda com acabamento preto fosco, que se harmonizam com as soleiras que se estendem de uma roda a outra até o para-choque traseiro e que, por sua vez, também têm acabamento preto fosco.

Novo Nissan Kicks 2017

Os para-lamas de grandes dimensões conferem uma aparência musculosa ao Nissan Kicks. Já a lateral é marcada por linhas bem pronunciadas e linha de cintura elevada, que, se em um primeiro momento chamam muito a atenção, com o tempo tendem a envelhecer com mais rapidez.


A coluna C é do tipo 'escondida' por meio de um adesivo preto. É um recurso encontrado em outros crossovers da Nissan, mas, no desenvolvimento do Nissan Kicks. Formada pelo recuo localizado na porta traseira e destacado pelo uso de uma cor contrastante no teto flutuante, o centro da coluna C tem acabamento escuro e fosco, imitando a aparência do vidro traseiro, para dar a sensação de continuidade.

Novo Nissan Kicks 2017

Outro aspecto característico é a distância em relação ao solo, de 20 cm, que dá ao motorista um maior comando da situação, graças também ao campo de visão mais alto, que permite melhor percepção de todo o entorno. Além disso, permite encarar os desafios das vias brasileiras com mais desenvoltura.

Novo Nissan Kicks 2017

As rodas de liga leve aro 17 e o balanço dianteiro e traseiro menores fazem com que o carro se saia bem ao transpor redutores de velocidade, superfícies de rodagem em mau estado de conservação e outros obstáculos que possam ser encontrados nos diferentes tipos de piso.

Interior

A cabine tem um desenho marcado por um painel de instrumentos limpo e despojado, que traz a proposta do seu design que remete a uma asa delta. Posicionados de frente para o motorista estão os mostradores digitais do painel multifuncional colorido de 7 polegadas com tecnologia TFT (Thin Film Transistor).

Nissan Kicks 2017 - bancos dianteiros
Nissan Kicks 2017 - bancos dianteiros
Além de poder visualizar as informações do tacômetro, por meio dos comandos localizados no volante, o motorista pode navegar entre 12 telas disponíveis, que mostram as informações de funções como computador de bordo, configurações do sistema de áudio e detalhes sobre economia de combustível, além de comandos para configuração do controle do chassi e dos sistemas avançados de assistência ao motorista. O sistema de navegação por satélite também é exibido no display as instruções do percurso. O Nissan Kicks é o único do segmento a contar com instrumentação digital.


O equipamento de áudio conta com tela colorida que oferece um sistema de informações e entretenimento, navegação por satélite e áudio, que pode ser integrado a smartphones, assim como acesso a outros recursos como Facebook e o buscador Google Online Search. A tela também é utilizada pela câmera de ré e pelo Detector de Objetos em Movimento (Moving Object Detection).

Novo Nissan Kicks 2017 - interior

Abaixo deste display estão posicionados os controles do sistema de aquecimento e ventilação, que conta com ar-condicionado automático de controle da temperatura, com novo design minimalista e de interface intuitiva.

Nissan Kicks 2017 - porta-malas

A direção adota uma ergonomia projetada para proporcionar mais firmeza em todas as manobras, de forma natural. O volante tem uma pegada esportiva graças ao desenho de base reta (flat bottom) arrematado pelo ornamento cromado.


Nos raios centrais estão embutidos os controles do sistema de áudio e telefonia e dos displays de informação para o motorista.

Novo Nissan Kicks 2017 - espaço traseiro

A cabine tem um acabamento com molduras contrastantes nas portas e no painel que se casam com o revestimento dos bancos. Já os bancos apresentam uma armação com a tecnologia 'gravidade zero', que tem como base tecnologias e pesquisas desenvolvidas pela agência espacial norteamericana, a NASA. Com isso, proporcionam melhor sustentação às áreas do tórax e da pelve, aumentando o conforto, reduzindo a fadiga e melhorando a segurança. O interior do Nissan Kicks pode ser escolhido em três opções de cores: Preto, Macchiato e Sand.

Novo Nissan Kicks 2017 - espaço traseiro

Graçasdistância entre eixos de 2.610 mm, o espaço para os joelhos e para a cabeça é adequado. A cabine oferece um bagageiro de 432 litros, e múltiplos porta-objetos.


O tampão do porta-malas é dobrável, com uma abertura de 160 mm para que os ocupantes possam colocar ou retirar objetos do porta-malas a partir do banco traseiro e sem ter que sair do veículo, como um cooler ou uma cesta de piquenique. O tampão do porta-malas pode ser guardado atrás do banco traseiro, caso seja necessária uma altura maior para carga.

Powertrain - desempenho e consumo

O Nissan Kicks é equipado com a segunda geração do motor HR16DE 1.6 de 16 válvulas, que oferece 114 cv de potência máxima a 5.600 rpm e torque máximo de 15,5 kgfm a 4.000 rpm e conta com controle de abertura das válvulas continuamente variável (CVVTCS). Para o mercado brasileiro, esse motor é flex fuel e utiliza o sistema Flex Start System (FSS), que conta com um sistema embutido que aquece o combustível mais rápido no caso de partida a frio e elimina a necessidade de um tanque adicional para armazenar gasolina para ser usada na partida em dias mais frios. Segundo a Nissan, o Kicks acelera de 0 a 100 km/h em 12 segundos.

Novo Nissan Kicks 2017

Um novo projeto para o coletor permitiu a redução na altura total do motor e, com isso, a aerodinâmica foi beneficiada graças à linha de capô mais baixa.

Novo Nissan Kicks 2017

O resultado em termos de consumo não decepciona, tendo obtido nota "A" em eficiência energética e emissão de gases dentro do Programa de Etiquetagem Veicular (PBEV) do Inmetro.

Novo Nissan Kicks 2017

As medições do Nissan Kicks de consumo de combustível são as seguintes: 8,1 km/l na cidade e 9,6 km/l na estrada com etanol e 11,4 km/l e 13,7 km/l com gasolina, respectivamente nos dois tipos de ciclo.

Novo Nissan Kicks 2017

Com tração dianteira, o trem de força adota a transmissão XTRONIC CVT® com "D-Step" e modo Sport, que é basicamente a mesma caixa usada em outros modelos da marca, como o Sentra e o March.

Novo Nissan Kicks 2017

O Nissan Kicks utiliza a plataforma V, que traz reforços estruturais para deixar o veículo mais firme e nova arquitetura da suspensão.

Novo Nissan Kicks 2017

O Nissan Kicks adota suspensão traseira por eixo de torção, enquanto a dianteira é independente (McPherson com barra estabilizadora). Há também amortecedores específicos para o tipo de veículo.

Novo Nissan Kicks 2017

As rodas (de liga aro 17) e pneus (205/55 R17). Também foram adotados rolamentos de menor atrito para o cubo, reduzindo a resistência .

Novo Nissan Kicks 2017

O Nissan Kicks conta com um raio de giro de 10,2 metros que, juntamente com a câmera 360º, permite estacionar e manobrar o veículo  com mais facilidade.
Novo Nissan Kicks 2017

Em relação aos sistemas de controle do chassi, o "Estabilizador Ativo de Carroceria" utiliza sensores de aceleração que detectam o movimento da carroceria e, assim, atuam no freio motor e sistemas de freios para estabilizar o movimento da carroceria. O Controle Dinâmico em Curvas controla o movimento da carroceria entregando maior segurança e conforto em curvas ou trocas de faixa por meio do sinal do sensor de aceleração que identifica o movimento da carroceria e atua no freio motor e no sistema de freios em cada roda para reduzir o subesterço, ajudando a manter o carro na trajetória definida.

Novo Nissan Kicks 2017Já o Controle Dinâmico de Freio Motor recebe o sinal do sensor de aceleração e da posição do volante, atuando no freio motor para aumentar a segurança e o conforto em curvas e descidas de serras.

Tecnologia

O Nissan Kicks adota recursos de redução dos níveis de ruído, vibração e aspereza na cabine, com técnicas de montagem da suspensão que repercutem menos ruídos durante o rolamento.


O modelo conta também com Sistema de Auxílio de Partida em Rampa (Hill Start Assist), que "segura" o carro no freio automaticamente (por cerca de 5 segundos) em subidas sem a necessidade de intervenção do motorista.


Disponível inicialmente na versão SL, a topo de linha, o Kicks vem de série com sensor de estacionamento; controles eletrônicos de tração e estabilidade; travamento central automático das portas e do porta-malas com o veículo em movimento (a partir de 24 km/h); abertura e fechamento das portas e vidros dianteiros e traseiros através de controle remoto da chave; fixadores traseiros para cadeiras de crianças (ISOFIX); airbags frontais, laterais e de cortina; retrovisores externos com regulagem elétrica e LED indicador de direção; sistema eletrônico de ignição (botão Push Start); banco traseiro bipartido 60/40 dobrável; acendimento automático dos faróis (sensor crepuscular); apoios de cabeça dianteiros e traseiros separados e ajustáveis para os 5 ocupantes; ar-condicionado automático digital; entre outros.

Custo de manutenção e Acessórios

O Nissan Kicks é vendido com três anos de garantia sem limite de quilometragem, assistência 24h gratuita por dois anos e preços de manutenção periódicas fixados até 60 mil quilômetros, conforme a tabela abaixo.

Revisões Kicks
10.000 Km20.000 Km30.000 Km40.000 Km50.000 Km60.000 Km
R$ 419,00R$ 579,00R$ 419,00R$ 579,00R$ 419,00R$ 579,00
Mão de Obra inclusa nos preços
O modelo terá também uma linha de acessórios da marca, para quem deseja torná-lo mais com visual mais carregado e rebuscado do que já é.


Então, nas concessionárias haverá kit de moldura de para-choques, friso de porta, alarme, trava de estepe, calha de chuva, tapete de carpete e box organizador. Até novembro, chegarão aos concessionários novos itens, em geral de gosto bem duvidoso, para deixar o visual ainda mais emperiquitado, como espoilers frontais, laterais e traseiros, aerofólio para o teto, bem como barras de teto, racks para bicicleta e protetor do cárter.


Esses acessórios foram desenvolvidos e testados pela Engenharia da Nissan e tem um ano de garantia. Eles podem ser financiados junto com o veículo no momento da compra.

Postagens relacionadas:

54 comentários:

  1. Motor de máquina de costura a preço de ouro. Outro lixo carissimo, assim como o HRV.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Eu iria fazer o mesmo comentário
      BAITA Porcaria
      Audi tem um fino 1.4 suv será q é econômico?

      Excluir
    3. Eu iria fazer o mesmo comentário
      BAITA Porcaria
      Audi tem um fino 1.4 suv será q é econômico?

      Excluir
    4. ISSO QUE É UMA AVALIAÇÃO, NÃO ESSA MATÉRIA REDIGIDA PELA NISSAN AQUI NO CARBLOG!!!
      A ideia da marca é ter um propulsor pequeno e econômico, mas com boa performance para um carro de 1.142 kg. Com 114 cv a 5.600 rpm e 15,5 kgfm a 4.000 rpm, o motor em realidade se mostrou apenas suficiente para as pretensões do Kicks.
      As saídas com pé embaixo foram bem mansas e longe de um modo Sport, assim como as retomadas. Para uma condução sem nenhuma pretensão esportiva, o Kicks vai muito bem. O motor 1.8 do Sentra “americano” faria bem ao brasileiro, ainda mais para um carro com baixo peso como ele.

      Excluir
  2. Motor dequado pelo peso mais baixo da categoria... é brincadeira de mal gosto. Consumo deve ser elevado para compensar o motor fraco. Nesse caso, é melhor o Renegade.

    Visibilidade deve estar também comprometida com a traseira muito rebuscada.

    ResponderExcluir
  3. 90 mil por um carro nada inovador com um pacato 1.6 16v, realmente esse mercado está fadado ao fracasso em pouco tempo.

    ResponderExcluir
  4. UM MONTE DE BALELA ENGANADORA QUANDO CHEGA NA PARTE DO Powertrain! MONTE DE BLAH,BLAH,BLAH... ESSE SERÁ O VELOSTER DOS CROSSOVER, NATIMORTO!!!!

    ResponderExcluir
  5. Pela primeira vez a Nissan lança um modelo por aqui realmente competitivo.
    Acredito que garantirá no mínimo o terceiro lugar enquanto sua rede de concessionários não se ampliar.
    Superou as minhas expectativas no quesito segurança. Tomara que as versões mais simples não percam tanto nesse aspecto.
    É um carro agradável visualmente, espaçoso e de conjunto urbano justo. Uma verdadeira proeza sobre a plataforma V. Um desafio bem sucedido para o pessoal da engenharia e design. A cereja do bolo seria um motor turbo à altura do seu desenho esportivo. Mas isso deve ficar restrito no início aos mercados ditos "maduros"...
    A Renault e a Ford terão um grande problema pela frente. Fato.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo. Se a Nissan possuir um pós venda padrão Toyota/honda o kicks será medalha de prata ou quem sabe ouro.

      Excluir
    2. Sobre o Kicks pela proposta de Crossover urbano econômico com design moderno passou no teste, mas nessa faixa de 90k ele briga com o HR-V intermediário (aí o Nissan tem mais recheio), talvez tire mercado do Renegade de cara, o qual divide opiniões pela motorização arcaica e design retrô. Agora, se a Nissan posicionar as versões de entrada do Kicks com bom conteúdo na faixa de 75k, tem tudo para roubar o mercado da versão de entrada do HR-V, a qual custa a bagatela de 85k, mas acho difícil, uma vez que o Sentra de entrada custa 80k.

      Excluir
  6. Nissan Mach altinho com motor 1.6 de 111 cavalos por 94 mil reais. Preço próximo ao de um Audi A3 1.4 básico.
    Não sei nem o que comentar a respeito, Sinceramente.
    Mas é assim mesmo, o brasileiro tem o que merece. Eles acham que esse compacto altinho de baixo custo é "status" e vai comprando.
    Nessa faixa de preço tem milhares de opções INFINITAMENTE melhores: Audi A3 1.4 Atraction, Golf Highline Tiptronic, Focus Titanium, Jetta Comfortline 1.4, novo Cruze 1.4...ah, mas nenhum é um Suv. Brincadeira.

    ResponderExcluir
  7. Lembrando que a velha Captiva de guerra vem sendo vendida por 95.000 na versão 2016.
    Extremamente confortável, Motor 2.4 com injeção direta e 186 cavalos, acabamento inteiro emborrachado (painel e portas), couro de verdade, teto solar, central multimídia com DVD e GPS, banco elétrico, ar-condicionado automático, piloto automático, partida á distancia, 6 airbags, esp, asr, anti-capotamento, sensor de pressão dos pneus, muito mais espaço interno...

    Se for pra comprar um Suv por 95 mil prefiro MIL VEZES a Captiva do que esses lixos de Kicks de 111cv, Hrv 1.8 de plástico com suspensão de pedra, etc.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa é sua preferência, agora se vai comprar são outros quinhentos.

      Captiva é mico do mercado.
      Do que adianta vir forrado de equipamentos se dá problemas na primeira esquina???

      Excluir
  8. Tem tanta coisa que fico sem jeito de perguntar, mas como a matéria não fala aí vai: tem piloto automático?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem não, o vídeo do notícias automotivas deixa claro isso. Mancada grande da Nissan.

      Excluir
    2. Também não tem um mero descansa-braço central. Go figure.

      Excluir
  9. Mais um carro com tecnologia antimulta kkkkkkkk

    ResponderExcluir
  10. Devia ter um motor melhor, vai ser bronze e olha lá.

    ResponderExcluir
  11. Carrinho feio hein!!! Essa Nissan é um show de horrores mesmo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O carro não tem nada de feio!!!Eu não sei o que é o belo pra você.

      Excluir
  12. Carrinho feio hein!!! Essa Nissan é um show de horrores mesmo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Conclusão

      O Nissan Kicks é um belo crossover, sem dúvida. Tem boa presença e cativa pelos detalhes estéticos. O interior é igualmente atraente e chega a ser mais esportivo que alguns rivais. O comportamento ao volante é realmente bom, pena que o motor não corresponda ao conjunto bem equilibrado. O câmbio proporciona conforto, mas a proposta de torna-lo mais esportivo não agrada. Afinal, essa não é a pegada do carro, embora ele possa ir além com algo mais potente no cofre.

      Excluir
  13. Cadê os caras que disseram que iria ter versões de 70 mil. rsrsrsr

    ResponderExcluir
  14. Será que contrataram o designer da Hyundai ? Tem certeza que não é um HB 20 crossover ?

    ResponderExcluir
  15. O carro é de muito bom gosto, bem construído ,belo interior sem ser espalhafatoso, bastante tecnologia embarcada, mas faltou um motorzinho mais torcudo e um câmbio mais divertido mesmo sendo CVT... como o do Corolla como ex...Acorda aí Nissan!!!

    ResponderExcluir
  16. Deveria ter um motor mais forte. Tem que andar para conferir. Achei bonito e moderno.Essa história de Captiva já era o mundo evoluiu carro beberão está por fora.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Beberrão e problemático.
      Captiva é carta fora do baralho faz é tempo ...

      Excluir
  17. Se mudar a cor do capim ninguém pasta. GM, FIAT, VW, FORD coisa de cidade do interior.

    ResponderExcluir
  18. Vai micar esse modelo. Em breve coloca ou o motor 2.0 140 cavalos ou um turbo que ainda não está pronto.

    ResponderExcluir
  19. Vai micar esse modelo. Em breve coloca ou o motor 2.0 140 cavalos ou um turbo que ainda não está pronto.

    ResponderExcluir
  20. Talvez o motor até passe, pelo fator antimulta... O problema maior está na relação preço/contexto. Pelo histórico da marca no brasil(Nissan não é Honda), pelo patamar de vendas (Nissan inteira não chega a 2500 carros mês), pelo portfólio atual(march, versa e sentra nunca decolaram), pelos concorrentes fortes, enfim, pelo contexto inteiro, deveria oferecer mais que Renegade e HRV e cobrar de 5 a 10 mil a menos, para vender ainda 2500 carros por mês e ficar em terceiro. Mas a Nissan quer vender só 500...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Está perdendo a chance de se destacar, dobrar as vendas e até chamar a atenção para seus demais carros... Versão top por 85 mil no máximo... E deixa a câmera 360 como opcional... Pra que laçar assim e depois ter que dar 9 mil de desconto que nem a Ford?

      Excluir
    2. Já falei pro gerente da concessionária que a Nissan deveria seguir a estratégia da Honda: lançou o HRV, esperou emplacar e foi subindo o preço. Neste valor não vamos ver muitos nas ruas , se empaca já no lançamento fica muito mais difícil de vender depois.

      Excluir
    3. É isso mesmo Zé... Em junho, Duster vendeu 2600, ECO 2100, Tucson 1500... Acho difícil o Kicks chegar em 1 mil... Tem gente falando em bronze por Kicks, mas acho que nem em 5 chega... E olha que a Tracker está subindo e raspando 900 unidades / mês junto com 2008. Se não bater Tracker e 2008 (todos com versões abaixo de 75 mil), a grande novidade Kicks poderá estacionar na incrível OITAVA posição...

      Primeiro mês sempre é lindo, com os licenciamentos espalhados para as concessionárias... Depois, realidade para o Kicks ou a Nissan dando 9 mil de desconto, já queimando o carro que tinha tudo para, pela primeira vez no brasil, tornar a marca interessante... Uma pena...

      Excluir
  21. Prefiro mil vezes o 2008... Pronto falei...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vc tem razão. Pena o fracasso do 208 no crash test. Adotam a mesma plataforma.

      Excluir
  22. Quem reparou nos botões do volante? São os mesmos das Mercedes (volante antigo classe A, B e etc)

    ResponderExcluir
  23. O modelo está nos planos do Blog para o teste de Longa Duração?

    ResponderExcluir
  24. Mais um monstrengo e sem motor. O painel e o interior etc é tudo muito bomito parece bem feito. Pra quem gosta mais uma opção de SUV e das caras. Por este preço eu comtinuo com Golf.

    ResponderExcluir
  25. Cadê o Controle automático de velocidade (piloto automático)?

    ResponderExcluir
  26. por esse valor prefiro compra um Honda o HR-V pq é muito mas bonito e mas carro também. ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. mas só tem básico, muito basico ou seja, HR-V é carro popular igual celta.

      Excluir
    2. O HRV aposta no essencial, pelo menos na lógica do que é essencial para a Honda, que é um bom conjunto Motor e Câmbio. Ainda tem ESP, controle de tração, bluetooth e um freio de estacionamento eletrônico pra dar um barato... É um conjunto funcional, mas o equilíbrio de motor e câmbio fazem diferença...

      Irrita o preço, as calotas, a falta de 6 airbags, a falta da central desde a versão inicial, mas enfim, respira fundo... Com esses concorrentes, o carro é bom sim... O Ari até tem razão...

      Excluir
  27. Nissan é muito burra mesmo, tem um bom produto em mãos mas não tem a capacidade de fazer ele se consolidar no mercado. A estratégia mais correta seria lançá-lo nessa versão topo de linha com o 2.0 do Sentra, ou ao menos um motor 1.8, pelo menos valor que se encontra hoje, além de também lançar uma versão mais barata com esse motor 1.6 e opção de câmbio manual, com preço na casa de 70 e 75 mil. Só assim ele seria capaz de fazer concorrência a Ecosport, Hrv, Tracker, Renegade e 2008.

    ResponderExcluir
  28. 1.6 114 CV, em que pese acabamento parecer muito bom, o desempenho será pífio...

    ResponderExcluir
  29. Bacana o carro, mas caro. Não vale o preço que estão pedindo.

    ResponderExcluir
  30. poderiam tem colocado um motor melhor, apesar que o ecosport vendeu muito bem com seu 1.6 de 115cv. eu ja andei em um e achava meio lerdo peso potencia acho que lascava o motor.. mas.....

    ResponderExcluir
  31. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  32. Nissan não tem piloto automático nem câmbio borboleta.

    ResponderExcluir
  33. Nissan não tem piloto automático nem câmbio borboleta.

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.