Car.blog.br

Pesquisar este blog

Alfa Romeo Giulia: o concorrente da Fiat para o Audi A4

Categorias: , 23 Comentários

A Fiat Chrysler lança oficialmente o novo Alfa Romeo Giulia, modelo com o qual a empresa pretende seduzir compradores de BMW e Audi.

Alfa Romeo Giulia

O modelo é um sedã novo e elegante que chega em um mercado altamente competitivo. Suas estatísticas vitais igualam seus principais rivais alemães em todas áreas importantes, com plataforma de tração traseira, distribuição de peso 50:50 para torná-lo agradável de conduzir. É finalmente uma opção premium à moda italiana.

Alfa Romeo Giulia

O Alfa Romeo Giulia é o primeiro carro da marca projetado sob a égide da Fiat Chrysler, e com o qual a empresa espera mudar seu patamar de prestígio.

Alfa Romeo Giulia

Em termos de design, o interior é elegante, mas muito simples. O ajuste e o acabamento parecem bons, com os plásticos se mostrando muito sólidos, chegando a parecer do mesmo nível de qualidade dos Audi (os referenciais em termos de acabamento no segmento de luxo).

Alfa Romeo Giulia

É possível também perceber inspiração dos alemães no estilo de alguns dos controles do interior, o que não é uma coisa ruim. Há versões com uma tela multimídia de 8,8 polegadas, mas os modelos de acesso contam com um sistema mais simples, de 6,5 polegadas. O sistema suporta conectividade com dispositivos Apple e Android.

Alfa Romeo Giulia

As coisas são resolutamente Alfa em frente ao motorista, com dois mostradores proeminentes sob círculos individuais e um belo volante de três raios com o botão start / stop alojado dentro do setor inferior esquerdo. A maioria das coisas que chamam a atenção, no entanto, são os grandes seletores de alumínio fixados à coluna de direção.


Os assentos são confortáveis ​​sem ser excessivamente macios, mas é necessário comprar um pacote de opcionais de luxo se você quiser ter o couro completo e ajustes elétricos. Na parte de trás, o Alfa Romeo Giulia se beneficia de ter o maior entre-eixos da categoria, para oferecer espaço suficiente para três passageiros. O porta-malas oferta 480 litros - idêntico ao Audi A4, Mercedes Classe C e BMW Série 3.



O Alfa Romeo Giulia começa a ser vendido na Europa com múltiplas opções de motores diesel e gasolina, e transmissões manuais ou automáticas ZF de oito velocidades, que podem sofrer trocas sequenciais por meio dos seletores de alumínio similares aos usados na Ferrari. Os modelos com motor 2.2 Diesel automáticos aceleram de 0 a 100 Km/h em 7,1 segundos.

A caixa de direção é rápida, mas mesmo assim o carro se mantém calmo e previsível em pista, especialmente em curvas, com um comportamento típico de carros de tração traseira.

Há três modos de condução para escolher com o selector DNA da Alfa. Modo de Eficiência Avançada é o mais econômico, mas a Giulia se sente prejudicado por adotar um acelerador e caixa de velocidades com calibrações tímidas. O carro fica mais agradável em modo "Natural" ou "Dynamic".

Alfa Romeo Giulia

Todos os modelos têm aviso de saída da faixa de série, enquanto o controle de cruzeiro adaptativo, alerta de ponto cego, câmera traseira de estacionamento, frenagem de emergência autônoma com a proteção de pedestres são todos opcionais.

Alfa Romeo Giulia

No geral, o Giulia é uma agradável surpresa. Vários engenheiros foram levados da Ferrari para orientar o seu desenvolvimento, e isso foi uma estratégia muito eficaz. É agradável de conduzir e competitivo em todas as áreas com os modelos da Alemanha, mantendo que pitada de emoção que eleva o Alfa Romeo Giulia a um patamar acima de mera utilidade.

Postagens relacionadas:

23 comentários:

  1. Frente monstra , impõe respeito !

    ResponderExcluir
  2. Referência em acabamento, definitivamente, é a Volvo com sua nova linha 90.

    ResponderExcluir
  3. Resumindo, Matador de A4. Sem mais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kkkk 1º este alfa precisa fazer o que nunca conseguiu (praticamente nenhum italiano diga-se de passagem) que é mostrar confiabilidade, na Europa carro italiano não é conhecido por sua confiabilidade, aí se conseguir passar isso sim terá condições de ser ao menos um concorrente de um Audi A4 ou afim.

      Excluir
  4. Dá pra perceber a má vontade do amante de Audi que redigiu o texto. O carro tem as mesmas qualidades do A4 mas com um design arrebatador, coisa que falta nos carros das volks, vide o excelente automóvel que é o Golf e o seu design sem sal.

    ResponderExcluir
  5. Fiat ta fazendo carro com a Mitsubishi

    ResponderExcluir
  6. O Giulia Alfa, não Fiat. Seria mais coerente a chamada dizer então "Alfa Romeo Giulia: o concorrente da Fiat para o VW A4".

    ResponderExcluir
  7. A4 ?? Da de brincadeira né compara só a potência dos dois carros que já dá pra ver a diferença. O Giulia está mais muito mais pra esportivo e o a4 pra conservador

    ResponderExcluir
  8. A4 ?? Da de brincadeira né compara só a potência dos dois carros que já dá pra ver a diferença. O Giulia está mais muito mais pra esportivo e o a4 pra conservador

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espere pelos S4 e RS4 pra mudar de ideia..

      Excluir
    2. concordo plenamente ai sim comparar o giulia com o rs4 ou s4, mas com o a4 não

      Excluir
  9. Que esperança tenho que a Alfa Romeo volte para o brasil.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. *Brasil

      O país está uma droga, mas nem por isso irei avacalhar.

      Excluir
  10. Ele está lindo, mas essa lateral foi inspirada na bmw.

    ResponderExcluir
  11. O carro está belo, ainda mais com esse azul. Gosto muito da Alfa Romeo e espero que se dê bem em vendas. A FCA tem planos para trazer a Alfa de volta para o Brasil e assim espero rsrs e acho que será um belo concorrente pros alemães pois é bonito, espaçoso, aparentemente tem um òtmo acabamento e tem motores potentes como os seus concorrentes.

    ResponderExcluir
  12. O design externo decepciona. De perfil é quase uma cópia do BMW Série 3 e as lanternas traseiras parece que vieram de um Kia Optima!
    Mas por dentro se redime com acabamento e design tipicamente italianos, cheio de referências Alfa. Vamos ver se a mecãnica Maserati/Ferrari foi bem acertada.

    ResponderExcluir
  13. Se esse carro não vingar a Alfa fecha de uma vez. AFiat deveria ter vendido a Alfa para a VW quando essa a quis comprar.

    ResponderExcluir
  14. Finalmente a volta da Alfa, depois do 156 (o 159 não ficou lá muito legal nem inovador).

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.