Car.blog.br

Pesquisar este blog

Carregando...

Fiat Toro Diesel: motor 2.0 terá alteração para render 200 cv

Categorias: 42 Comentários

A Fiat Chrysler do Brasil prepara uma atualização do motor 2.0 Multijet diesel da picape Toro, o qual passará a potência disponível dos atuais 170 cavalos para 200 cavalos, enquanto o torque máximo subirá dos atuais 35,7 Kgfm para 48 Kgfm. A mudança tem o objetivo de resolver problemas do utilitário nas arrancadas, quando o motor morre com frequência nas verões com transmissão manual.

Fiat Toro Diesel Freedom MT

As versões da Toro Diesel com transmissão manual pesam cerca de 1700 Kg e exigem uma aceleração intensa para tirá-las da imobilidade, com o motorista sendo obrigado a subir as rotações do motor para evitar que ele apague, o que causa constrangimento. Esse problema não se manifesta nas unidades automáticas pois o gerenciamento do powertrain faz o trabalho pelo motorista, subindo bastante a rotação.

Fiat Toro Diesel Freedom MT

Esse problema de motor "morrendo" aparece mesmo com a picape vazia, apenas com o motorista e o ar-condicionado desligado. Ocorre que que os modelos diesel são homologados para carregar até uma tonelada de carga, agravando o problema com carga máxima. Assim, a FCA está testando o novo ajuste do motor em unidades da Toro diesel carregadas com mais uma tonelada, e o resultado tem sido bom, conforme relato do jornal "O Estado de Minas".

Fiat Toro Diesel Freedom MT

A empresa não informa quando o motor 2.0 Diesel da Toro será alterado, mas espera-se a alteração para breve, visto que estão sendo feitos os ajustes finais para a adequação às normas de emissões.

Fonte: O Estado de Minas

42 comentários:

  1. Acho muita potência e torque para um 2.0 de 4 cilindros, é ver como vai ser no futuro...

    ResponderExcluir
  2. Caramba. Pressa em lançar um produto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "ingenharia", isso sim! Preocupam-se com a casca mais que tudo... Ou será que ninguém percebeu esse pequeno detalhe de baixo torque? Só testaram em ponto morto?

      Excluir
    2. 35,7 kg de torque é baixo?

      Excluir
  3. Em tempo de downsizing, 200 cv em um motor 2.0 pode ser considerado até potência específica baixa. Basta promover as adequadas alterações no projeto que a confiabilidade fica inalterada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 200 cv a diesel é pouco pra 2.0? Acho que você está confundido motor a gasolina com diesel...
      48 kg de toque....

      Excluir
    2. Eu já estou é achando difícil eles conseguirem essa potência toda nesse motor. Tem outros motores maiores diesel que não tem isso.
      Mas se conseguirem, vai ser um grande feito.
      Also, 200 CV em um 2.0 Diesel é muita potência, não confunda com um motor a gasolina.

      Excluir
  4. Com esses 200 cv essa Toro deve andar muito, mas o preço vai lá pras nuvens também.

    ResponderExcluir
  5. Não seria melhor reduzir o peso desta baleia?? Háaaa , mas em virtude da resistência e conforto, etc.. etc.. Então, porque a concorrente OROCH tem 300kg a menos (25%), multilink, conforto, etc .etc ..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É menor, não carrega 1 tonelada, não tem motor diesel e eu duvido que vá melhor que a Toro no crash test.

      Excluir
    2. se é baseado em renegade que ganhou 5 estrelas no latinNcape o toro vai sair na mesma nota... então bico calado.

      Excluir
    3. se é baseado em renegade que ganhou 5 estrelas no latinNcape o toro vai sair na mesma nota... então bico calado.

      Excluir
  6. duro eh quem comprou a versao de 170cv, vai perder mais dinheiro do que normal. Enfim, a Fiat para amenizar isso poderia fazer como a Ford fez com lançamento do Focus 2016 para quem tinha Focus 2014 e 2015, dar um desconto.
    Mas nesse caso, a Fiat poderia repassar esse desconto somente pra proprietarios da versão Diesel 170cv na troca pelo modelo Diesel com 200cv, mostrando ai uma preocupação com seus clientes e dando a oportunidade de troca por produto melhor.
    Enfim, eh o que eu acho. E o que poderia na realidade acontecer. Mas acho dificil.

    ResponderExcluir
  7. É... mais uma lambança, da "super moderna" Toro!!
    Que ainda tem o tanquinho de combustível para partida qdo abastecida com álcool na versão 1.8... fazer o que!!

    ResponderExcluir
  8. tive Amarok manual que sofria do mesmo problema.
    penava pra sair, tinha que maltratar mesmo, chegava a ser ridiculo, parar em semaforo e ter de esgoelar pra ter de sair, e se tivesse o azar de pegar um asfalto muito liso ou molhado da-lhe rabetada e controle de tração/estabilidade funcionando a todo vapor.

    ResponderExcluir
  9. Bonito, caro, manco e beberrão.
    versao de entrada NAO tem rodas de liga, descança braço(o carro é autom), nao tem capota(a fiat so vende casado como kit), nao tem alarme antifurto(isso msm nao tem alarme), só pra citar alguns.

    ResponderExcluir
  10. Agora começam a aparecer os problemas e virão outros certamente. Problemas com carros da FCA são muito comuns nos EUA.

    ResponderExcluir
  11. É... mais uma lambança, da "super moderna" Toro!!
    Que ainda tem o tanquinho de combustível para partida qdo abastecida com álcool na versão 1.8... fazer o que!!

    ResponderExcluir
  12. Mais potência e torque que o moderno 2.8 TD da Hilux! Será que vai durar mais que 100 mil km?

    ResponderExcluir
  13. 200cv e 48 de torque, essa camionete vai ficar esperta ....

    ResponderExcluir
  14. Tem mais alguma coisa aí, pois as Vans da marca/grupo - DUCATO - possuem motor semelhante, mesmo que com cilindrada maior. cujos potencia e torque são quase iguais(na verdade quase que inferiores), sendo que os utilitários maiores quando carregados podem chegar até 3.500kg, e todo mundo tem visto o desempenho destes veículos na cidade e na estrada, sem ser tão beberrões assim.
    Não pode ser só a relação de marchas do cambio manual da Toro, e nem os 300cc a mais(o da Toro inclusive é mais eficinente no CV/litro) que gerariam este problema...ou seriam os 2.0 Multijet tão diferentes(ruins???) em relação aos 2.3 Multijet?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma dúvida. Esse motor 2.0 diesel multijet é o mesmo da ducato/peugeot boxer??

      Excluir
  15. E quando vão trocar o freio a tambor por disco??? E quando vão por uma tampa traseira convencional??? Pra vc poder carregar uma moto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Compre o extensor e seja feliz. Pick ups maiores e mais pesadas usam tambores, até caminhões.

      Excluir
  16. E quem comprou o lançamento "atrasado". Os proprietários que se sentirem lesados deveriam procurar a Justiça, afinal compraram um carro lançamento defasado. rsrsrs. Fiat é Fiat. Mas tem gente que defende a corrida a concessionárias para comprar lançamento a preço de outro por causa da inflação.

    ResponderExcluir
  17. Cadê o tigershark 2.4 gasolina 189cv que vão lançar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ja ta confirmado e serão 184/190 cv. Vai ficar bacana!

      Excluir
    2. Confirmado onde???? A FCA anunciou inviavel a vinda do Tigershark.

      Excluir
  18. Será que a renegade o ra com os 200 cv tn?

    ResponderExcluir
  19. A Chevrolet quando lançou a S10 em 2012/2013 saiu com motor de 180cv um ano depois colocou o mylink e o aumento para 200cv. O pessoal do blog só sabe criticar a Fiat, já olharam o peso de uma S10, o consumo dela Flex, deixem de criticar vocês devem andar em F-150, Silverado 2500, para reclamar das nossas picapes.

    ResponderExcluir
  20. Provavelmente a Fiat vai faze o que a Chevrolet fez com a S10 reprojeto os pistão, troco o turbo por de Geometria Variável , coletor de admissão de plástico e aumento a pressão dos bicos.

    ResponderExcluir
  21. Acho q um carro a diesel não deveria ter este problema já q o motor e tao forte por ser a diesel

    ResponderExcluir
  22. Etou comprando ama toro 2.0 manual mais confeso q estou umpolco triste com este comentário pois gostaria de campra um produto q só recebesse elogios agora não sei se vali apena espera pra ver se vai vim mesmo este motor de 200 cavalo de potencia e q realmente resouva este problema q estão comentando se augen soube q realmente vai ter esta mudança por favor mi informe melhor

    ResponderExcluir
  23. E quem já comprou o veiculo com esse problema? vão mudar o motor deles ou eles dançaram?

    ResponderExcluir
  24. Acredito que a informação do Blog foi um tanto otimista! Não creio que em um espaço menor que 01 ano eles promovam tais modificações desta monta. Talvez um remap da injeção ou do câmbio - mas nunca extraindo estes n*s, vide os valores de outros a mais tempo no mercado - e suficientemente testados nesta faixa de potência e torque; Caso mexa apenas na mecânica da manual, seria apenas na engrenagem da 1* marcha e talvez um pequeno acréscimo de no máximo 10 ou 12 cv e no máximo 2KGMf de torque em todas as diesel- o que não prejudicaria tanto assim o consumo atual, um dos seus grandes trunfos em rel. às concorrentes; Valores acima disto pediriam revisão no sistema de freios, suspensão e sairia muto caro, logo de cara! Minha opnião e de como tenho observado a indústria nacional perante a concorrência. Tanto que freios a disco e tela maior na multimídia com certeza seriam os próximos passos nas prioridades...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sei lá. Tem uma matéria de off-road dizendo que um sujeito aumentou a potência do Renegade pra 220cv só fazendo remap.
      http://www.bahianoticias.com.br/esportes/coluna/1126-boletim-4x4-muita-lama-do-caju-ao-dende-e-renegade-de-220-cavalos.html

      Excluir
  25. Acredito que a informação do Blog foi um tanto otimista! Não creio que em um espaço menor que 01 ano eles promovam tais modificações desta monta. Talvez um remap da injeção ou do câmbio - mas nunca extraindo estes n*s, vide os valores de outros a mais tempo no mercado - e suficientemente testados nesta faixa de potência e torque; Caso mexa apenas na mecânica da manual, seria apenas na engrenagem da 1* marcha e talvez um pequeno acréscimo de no máximo 10 ou 12 cv e no máximo 2KGMf de torque em todas as diesel- o que não prejudicaria tanto assim o consumo atual, um dos seus grandes trunfos em rel. às concorrentes; Valores acima disto pediriam revisão no sistema de freios, suspensão e sairia muto caro, logo de cara! Minha opnião e de como tenho observado a indústria nacional perante a concorrência. Tanto que freios a disco e tela maior na multimídia com certeza seriam os próximos passos nas prioridades...

    ResponderExcluir
  26. Bem que poderiam disponibilizar essas mudanças para todas as toro, sendo necessário apenas uma visita à concessionária, troca de algumas peças e remapeamento da injeção direta de diesel...

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.