Car.blog.br

Pesquisar este blog

Volkswagen inicia exportação do Up! brasileiro para o Peru

Categorias: , 33 Comentários

A Volkswagen do Brasil acaba de abrir o quarto mercado para exportação do up!, desta vez será o Peru. O modelo já é exportado para Argentina, Uruguai e México, totalizando 21.564 unidades embarcadas para os mercados externos desde 2014. A marca, que já figura como maior exportadora do setor automotivo brasileiro, nos onze meses de 2015 apresentou um crescimento de 27%, totalizando 107.092 veículos exportados para mais de 10 países.

Volkswagen Up! - Peru

O modelo mais exportado no período é o Gol, com 47.222 unidades e o maior cliente dos carros brasileiros da marca continua sendo a Argentina, para onde foram embarcadas 57.870 unidades.

Volkswagen Up! - Peru

Agora, porém, a marca reforça seu portfólio de exportação com novos produtos, como up!, o CrossFox, e versões do Gol e Saveiro, por exemplo, que, segundo a empresa, têm tido uma boa aceitação nesses mercados, o que tem contribuído para impulsionar as exportações da marca.

up! exportação

O up! produzido na fábrica de Taubaté chegará ao mercado peruano nos próximos dias nas versões take up!, move up! e high up! 4 portas e câmbio manual, com motor a gasolina e apenas pequenas alterações para atender à legislação local. Em pouco mais de um ano, o up! já conquistou quatro mercados para exportação.

Volkswagen Up! - Peru

O up! já superou as 100 mil unidades fabricadas no Brasil, onde é oferecido em oito versões: take up!, move up!, high up!, black up!, red up!, white up!, cross up! e speed up!, com duas opções de carroceria (duas e quatro portas) e dois motores – o 1.0l de 3 cilindros de até 82 cv e o novo TSI de até 105 cv, a partir da versão move up! (o 1.0 TSI tem injeção direta de combustível, turbocompressor e tecnologia flexível).

Volkswagen Up! - Peru

O up! também oferece recursos de tecnologia como a transmissão I-Motion (SQ100), sendo o modelo com câmbio automatizado mais acessível do País.

Postagens relacionadas:

33 comentários:

  1. VW Up, um excelente projeto que vai conquistando a AL.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso aí, Eddie
      O up venho para revolucionar o segmento de entrada, com um produto com construção esmerada, seguro e econômico e com altíssima tecnologia embarcada.
      Esse carrinho é show!

      Excluir
    2. Qual é o preço dele p/ exportação? Igual ou mais barato? A alguns anos atrás a VW exportava o Passat p/ o exterior (Iraque) c/ motor diesel "completo" todo equipado ar condicionado de alta capacidade, direção hidráulica, vidros elétricos, encosto de cabeça nos bancos dianteiros e traseiros e etc. Vendidos por valores semelhantes ao do passat "básico"(pelado) vendido aqui no Brasil...

      Excluir
  2. Pergunta: Se o motor do nosso Up! é flex, porque exportar com outro motor, somente movido à gasolina, se poderia ser exportado com o mesmo motor que é vendido aqui, mesmo em países onde não há a disponibilidade de Etanol para ser vendido?
    Imagino, mas não tenho certeza, que a resposta seria: com o motor monocombustível, o rendimento/economia/eficiência é melhor. Então, se a resposta certa for essa, alguém sabe informar a diferença de consumo/desempenho desse mesmo motor flex x monocombustível?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Porque não tem finalidade motor flex em outros mercados.
      Mesma coisa de vender carro a hidrogênio aqui no Brasil, não tem mercado

      Excluir
    2. Eu sei Newton. Mas se o motor roda "normalmente" com gasolina, não precisariam nem falar para os Peruanos que é flex. E isso importaria em uma redução de custo para a montadora, que não precisaria modificar sua linha de produção para atender àquele mercado específico.

      Excluir
    3. A gasolina brasileira possui 27% de etanol..OK?

      Excluir
    4. O que isso tem a ver com a conversa, Andre?

      Excluir
    5. O carro flex é mais caro, lembram quando tinha opção entre flex e monocombustivel quer este último era mais barato. No flex termos peças específicas e com matérias mais nobres e mais caras, portanto para esses mercados é mais lucrativo um carro não flex.

      Excluir
    6. Questão de custos, sr. Vader

      Excluir
    7. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    8. Permitam-me discordar, não tenho informação alguma da VWB, apenas minha impressão e experiência - as peças devem ser as mesmas (neve), até a resistência do pré-aquecimento deve estar no Up export, bateria, tanque e bomba de combustível, tubulação, coletores, injeção, tudo igual. O Up não precisa de tanquinho como o "dinossauro" do HB20 (não sei se já foi retirado).

      Numa produção em escala não compensa fazer alteração de peças e arranjos, gera mais e mais controles, gastos (duas linhas de montagem) e maiores chances de erro. Talvez, apenas acertos finais através de meio digital (centralina) para as diferentes gasolinas e misturas nos diferentes países. O motor a etanol tem grau de proteção maior que qualquer gasolina, então pra que mudar, por custo maior, acho que não, é desprezível.

      Excluir
    9. O motor flex é mais caro devido a tecnologia eletrônica embarcada.

      Excluir
    10. Se fosse o mesmo valor a fábrica mandaria o flex. Eles fazem todos esses cálculos! Não sei nem pq perder tempo discutindo isso kkkk. Manda um email pró financeiro da Volks avisando que eles estão gastando que é mais barato mandar um flex mesmo.

      Excluir
  3. Estratégia de mestre da VW.
    Enquanto as concorrentes precisam vender seus tortinhos (Onix e Ford Ka) de baciada a preço vil para locadoras (prejudicando o consumidor final), a Volkswagen ajuda o Brasil a sair da crise exportando seus carros para a América Latina.

    Veja que a estratégia de exportações da VW faz bem para o Brasil, já que os carros exportados se revertem em bilhões de dólares que entram nas reservas de divisas brasileiras.

    Então, a VW consegue manter as fábricas operando e mantendo o nível de emprego, vendendo em dólar, mesmo com a economia estagnada.

    Mas isso só pode ser feito por empresas que têm produtos competitivos no exterior. E a única que tem isso no Brasil é a VW.

    Veja que todos se beneficiam da exportação do up! para o exterior: toda a sociedade brasileira recebe mais dólares, os empregos são mantidos, fabricas operando. E como entra mais dólares no Brasil, a cotação cai, o que é um fator que também contribui para reduzir a inflação e também a taxa de juros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso ai !!! A vw vai salvar o mundo !! Como é que pode vc ser tão apaixonado assim cara. Vai ser feliz...

      Excluir
    2. Sem contar que a Volks vende o Up! Tsi com uma margem de lucro altíssima, pois é um carro 1.0 que paga menos impostos e vendido a preço de 1.6.

      Excluir
    3. Mas em nenhum momento ele falou que vai "salvar" o país, somente que exportar ajuda ao país com entrada de divisas!
      Ele está certo.
      Pessoal mal sabe interpretar um texto, e cai encima falando abobrinhas.

      Excluir
  4. Gostaria de saber quanto o Up faz de média com a gasolina argentina.

    ResponderExcluir
  5. Achamos a salvação do Brasil, exportação do up! Segundo nosso excelentíssimo senhor ministro da economia Carlos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como ninguém pensou nisso antes.

      Excluir
    2. Mas em nenhum momento ele falou que vai "salvar" o país, somente que exportar ajuda ao país com entrada de divisas!
      Ele está certo.
      Pessoal mal sabe interpretar um texto, e cai encima falando abobrinhas.

      Excluir
  6. Prezado Sr. Vader. O principal motivo para que a exportação aconteça com motores "monocombustível" é que as peças dessa tecnologia são mais baratas a tal ponto que conpensa introduzí-las na linha de montagem desses veículos. A diferença em relação ao consumo é mínima e pode ser calculada com base na taxa de compressão de cada motor. Gasolina (Flex) com a Gasolina ("Monocombustível"). Ambos com a mistura atual de Anidro a 27%.

    ResponderExcluir
  7. Tem que exportar mesmo já que aqui, nem por decreto o carro entra no top 10. Nada contra o up mas é a realidade.

    ResponderExcluir
  8. E as grosserias não param. Quando foi mencionado que a exportação do Up! ajuda a economia do país, seu autor não mencionou que seria a "salvação da lavoura" mas que esta atitude ajuda! Logo em seguida alguns colegas "desprovidos de elegância" despejam suas arrogâncias e ironias desnecessárias. Aí Brasil, com esse nível de educação quando seremos um país de ponta?

    ResponderExcluir
  9. A mais pura verdade é que muitos do blog acham este carro a oitava maravilha do mundo. E na verdade, não é porcaria nenhuma!
    Comprei um Up! TSi faz 3 meses. Paguei 47k na BrasilWagen. De primeira impressão, o carro é um tesão, anda demais! Porém, é um puta de um carro mal acabado, com partes no interior mostrando o ferro da lataria. Muito básico! Com 46 mil reais compro um golf 2013, com teto solar, interior muito bem acabado!! Sem comparação! Arrependimento mil! Péssimo investimento. Não consigo enxergar uma qualidade neste carro, apenas na hora de estacionar! rs

    ResponderExcluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Artur,

      Realmente o acabamento do Up é básico, mas não mal acabado, mal acabado é o KA por exemplo, bonito aos olhos mas... Quando o seu TSI chegar ao 25 mil km rodados em estado de 0km, vc vai mudar de opinião. Tudo é muito bem feito no carro, os encaixes são perfeitos, sem ruídos parasitas, o carro anda muito bem, consome muito pouco, o motor e caixa são melhores que relógio suíço. Daí vc querer que um Up 0km te dê espaço interno e conforto dum Golf 4.5 2013 aí não dá, mas no final vc vai se render ao seu "pequeno notável". Estou vendendo o meu Up, meu carro do dia-a-dia, inconformado, olha que tenho um Golf 7, lamento vende-lo, o carro é muito bom, White Up aspirado, cambio manual, completo, topa qualquer parada, bateu, consertou, ele volta como 0km do Css. Hoje na estrada fez 17 km/l gasolina a 100 km/h. Não tenho o que reclamar, se vc quer hoje carro padrão Golf tens que desembolsar quase dois Up TSI. Sds

      Excluir
  11. Tenho um fox highline 1.6 15/16. Tem tanque de partida a frio nele? O carro ta novo e ainda estou conhecendo as particularidades. obrigado. E o up é f o d a mesmo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se for o motor novo, não.
      Se for o antigo, sim.

      Excluir
  12. sinto muito lhes dizer a verdade e o que o motor do up como todos quando sao usadas gasolinas puras funcionam melhor do que a etanol ou flex, assim o motivo principal e que se exportassem simplesmente o flex para 27 por cento de etanol ou 25, bateria pino toda hora e logo furaria o bloco do motor e fundiria ok embora nao seja engenheiro sei disso pelos meus vinte anos de leitura assidua da quatro patas da ed abril a unica e playboy que se salvam naquela editora americana da cia

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.