Car.blog.br

Pesquisar este blog

Lançamentos VW 2016: Golf, Jetta, Gol, Voyage e Tiguan

Categorias: , , , , , , 50 Comentários

A Volkswagen do Brasil prepara uma série de renovações para o mercado doméstico em 2016, nacionalizações de produtos e atualizações de powertrain (motor e câmbio) de diversos modelos.

VW Golf nacional em 2016: melhor que o importado
VW Golf nacional em 2016: melhor que o importado
Jetta 1.4 Flex para desafiar o Corolla

Logo no começo de 2016, ainda no primeiro trimestre, chega às concessionárias o Jetta nacional equipado com o motor 1.4 TSI Flex de 150 cavalos e transmissão automática de 6 marchas. Trata-se do moderníssimo propulsor que já equipa o Audi A3 Sedan 1.4 Flex nacional, porém agora em uma opção mais acessível.

Novo VW Jetta 1.4 TSI Flex 2016

O novo motor deve dar ao Jetta uma liderança incontestável em termos de desempenho e consumo quando comparado com seus concorrentes, como Toyota Corolla e Honda Civic (veja comparativo aqui). Além disso, com a fabricação nacional o modelo não incorrerá em restrições de cotas de importação, podendo melhorar sua participação de mercado, já que é um dos carros mais desejados pelo consumidor (veja detalhes aqui).

VW Golf nacional chega melhor que o importado: mais robusto e potente

Também no primeiro trimestre de 2016 chegará ao mercado a versão nacional, fabricada no Paraná, do hatch médio Golf - carro que um dos mais desejados pelo consumidor, segundo a Webmotors. O Golf nacional recebeu importantes aperfeiçoamentos que o deixaram melhor que o importado do México (veja detalhes aqui), além de mais opções de motores.

VW Golf nacional em 2016: melhor que o importado
VW Golf nacional em 2016: melhor que o importado
O modelo será vendido em nova versão de acesso, mais acessível, com motor 1.6 MSI Flex de 120 cavalos, com transmissão manual ou automática de seis marchas, e preços partindo de R$ 70 mil reais. Ademais, a versão Highline passa a adotar o motor 1.4 TSI Flex de 150 cavalos com transmissão automática TipTronic de 6 marchas, mais silenciosa e robusta que o DSG7 adotado no importado.

VW Golf flex nacional em 2016: melhor que o importado
VW Golf flex nacional em 2016: melhor que o importado
Além disso, o Golf nacional nas versões Comfortline e Highline terá um novo conjunto de suspensão traseira, com a mesma tecnologia adotada no Corolla - semi-independente com eixo direcional conjugado, tornando-o mais macio e mais robusto. A nova suspensão é mais silenciosa, tem menos peças móveis e não exige nunca o alinhamento traseiro, reduzindo também os custos de manutenção.



Assim, com produção nacional, mecânica mais moderna (flex), confiável e robusta, o Golf tem a missão não somente de liderar o segmento em 2016, mas estabelecer um novo patamar de vendas.

Novos Gol e Voyage

No segundo semestre chegam ao mercado as versões reformuladas de Gol, Voyage e Saveiro. Os modelos terão nova dianteira, traseira e novo interior inspirado no Golf 7, com a adoção de uma central multimídia de 6,5 polegadas e capacidade de espelhamento de tela de celular, e além do sistema VW App Connect, compatível com Apple Car Play e Android Auto.

Novo VW Gol G7 2017

Na parte mecânica espera-se a adoção dos motores EA-211 em toda a gama: tri-cilíndricos 1.0 MPI e TSI, e 1.6 MSI (veja detalhes aqui).

Nova Tiguan

Finalmente, em 2016 a Volkswagen do Brasil passará a importar para o Brasil a nova geração do SUV compacto Tiguan.

Nova VW Tiguan 2016

O modelo será fabricado no México, e, portanto, chega ao Brasil, com restrições de cotas de importação, mas sem imposto de importação dentro do volume autorizado.

Postagens relacionadas:

50 comentários:

  1. E o novos Fox/CrossFox na plataforma MQB? Também não viriam no segundo semestre de 2016?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fox com MQB só em 2017 modelo 2018 junto com a nova geração de Gol/Voyage/Saveiro. CrossFox deve deixar de oferecer a roda pendurada, ter somente uma suspensão melhor e ser apenas mais uma versão do Fox (Tipo fox Track) pois pra 2018 vem um SUV compacto abaixo da Tiguan.

      Excluir
    2. Um facelift que durará 1 ano? Creio que o modelo chegue somente em 2018

      Excluir
  2. O Jetta com esse motor 1.4T ficou muito interessante.
    Belo carro.

    ResponderExcluir
  3. Bem, a VW precisará suar (muita publicidade, alarde) pra tentar fazer o Jetta competir com a dupla nipônica, porque só o motor não bastará. Podemos observar que o C4 Lounge possui um THP/Prince mais potente que o 1.4 TSi e tem vendas baixas. E o pós-venda das duas marcas niponicas continua polarizando o protagonismo de vendas do segmento somente entre Civic e Corolla.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Jetta é o 6º carro mais desejado do Brasil, okm, atrás apenas do Corolla.

      http://www.car.blog.br/2015/12/jeep-renegade-e-vw-golf-os-preferidos.html

      Com o novo motor, ele vai superar o Corolla facilmente em desempenho e performance.

      E ainda terá produção nacional, ficando livre de cotas de importação.

      Não dá para comparar venda de nacional com importado. É a mesma coisa que ver a Tracker da GM, vende pouco pois é importada do México, com cotas.

      Golf e Jetta é a mesma coisa. Importados, com restrições, burocracia e etc. Fora que o dólar muito alto inviabilza a operação, então chegam carros a conta gotas.

      Agora, com produção nacional a história é outra. Jetta tem tudo para superar o Civic e brigar com o Corolla.

      Basta ver na Europa, onde o Jetta vende 10 vezes mais que o Corolla.

      E na China também.

      Excluir
    2. Concordo com a parte do pós venda. Tenho um Golf highline TSI e um VW white UP Tsi, acho os 2 os melhores carros disparados em suas respectivas categorias, porém um taxista bateu em minha traseira no início de novembro e desde o dia 10/11/2015 ou seja, mais ou menos 1 mes e meio, mesmo ligando ao menos 2 vezes por semana para o SAC, não possuem o para choque traseiro para enviar e não dão previsão de entrega. Ou seja, a primeira peça que em qualquer batida estraga, eles tem a coragem e falta de decência de deixar faltar no mercado. Quando ficará pronto o meu carro? Não sei... nem eles!

      Excluir
    3. Ah! Só para deixar claro, foi do Golf!

      Excluir
    4. Tenho um Golf tsi também e um amigo meu um up tsi. Claro Q são os melhores carros dos seus respectivos seguimentos, mas o pós venda é uma droga! Já me acidentei com o meu Golf e demorou bastante para a concessionária conseguir um amortecedor! O caso do up são duas peças Q vieram com problema, Q geravam barulhos indesejados, para a garantia aceitar, foi um parto! Os próprios consultores reclamam da burocracia da sistema. São excelentes carros, mas o pós venda deixa muito a desejar! A concessionária da Mercedes de Brasília, por exemplo, está concertando carros batidos mais rápido do que qualquer concessionária Vw com Golf mk7, tiguan ou fusca.

      Excluir
    5. Um absurdo, como peças simples e corriqueiras podem demorar tanto, deixando os proprietários desinteressados pela marca! Um carro de 90k com este tipo de problema com peças simples é imperdoável!

      Excluir
    6. Discordo parcialmente, quase todas a vezes que precisei de peças pro Golf 7 e Up não demorou mais que 10 dias para chegar do centro de distribuição em São Paulo, exceto duas bombas de combustível para os Up, por ser um processo burocrático (envio de audio...sic) que levou 30 dias. Não procedem as reclamações acima.

      Excluir
    7. GVII,

      alguém falhou no processo de aquisição do para-choques do Golf, seguradora, css... as peças existem no Brasil para pronta entrega.

      Um para-choques normalmente só se desmonta quando chega o novo, no Up i-motion aqui foi assim que procedeu, chegou a peça o carro foi parado.

      Excluir
    8. Carlos, falar de vendas de Corolla e Jetta na Europa é ridiculo, simplesmente porque europeu não consome o que chamamos aqui de sedã médio. Mesmo o Jetta vende um centésimo do que o Golf vende. No que toca a Brasil, duvido que o Jetta chegue aos calcanhares dos japoneses e olha que tenho um.

      Excluir
    9. Considerando carro por carro:Tecnologia dá Jetta, dirigibilidade dá Jetta, com esse novo motor dá Jetta em desempenho, creio que até no consumo o Jetta vá ganhar, estabilidade dá Jetta..
      Carro por carro o Jetta é superior.
      Mas há quem compre carro por um pós vendas miraculoso da Toyota.
      Porque você não entra no reclame aqui e veja se o pós vendas dos japas é isso mesmo?

      Excluir
    10. Predador, devo discordar. Não foi à toa que a Toyota ficou com a bela fama que tem. Digo por experiência, pois já tive um Corolla da geração anterior à atual e foi uma ótima experiência.

      O reclameaqui é um parâmetro razoável, que deve ser analisado em conjunto com a quantidade de carros vendidos nos últimos 15 anos.

      Basta notar que o Carlos4carros tem um Corolla (só não muito novo), fato que ele admitiu uns 2 anos e meio atrás aqui nesse blog. Acho que só os frequentadores mais antigos devem se lembrar disso. Usei de exemplo pq o cara é exigente e tem bom gosto.

      Excluir
    11. Tive três Civic's, sendo o primeiro importado do Japão, e o pós venda da Honda sempre foi perfeito. Reclamações no Reclame Aqui tem para todo mundo. O ponto referencial é o percentual de clientes satisfeitos.
      EM TEMPO: prefiro Jetta ao Corolla, principalmente pelas características técnicas, mas a questão é o público alvo desse segmento, o qual é extremamente conservador na sua esmagadora maioria.

      Excluir
  4. A Tiguan hoje parte de 133 mil reais. Importada do México, é possível imaginar que ela parta de uns 100 mil / 110 mil, como o Jetta TSI?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não foi isso que aconteceu com os Golfs. Eu tenho certeza que virá mais cara.

      Excluir
  5. Tiguan SUV compacto? Discordo aqui. Ele é do mesmo tamanho da RAV4, nem em sonhos ele é compacto. Fora o fato de que vai subir de categoria, tendo versões até 7 lugares, e para quem já viu os vídeos dele que tem no Youtube, ele será o Passat SUV, interior identifico.
    Ao menos espero que venham vender ele igual fazem com o Passat atual, pacotes fechados e poucos opcionais.

    ResponderExcluir
  6. Ainda vou descobrir a vantagem de regredir a tecnologia da suspensão do Golf! Insistem em dizer que o eixo de torção é melhor do que a multilink! Num comparativo entre Audi A3 e Focus o alemão perdeu em dinâmica para o americano!! Vergonha!!! A Boa notícia é que ao contrário do Golf e A3 o Jetta evoluiu e terá suspensão independente e o motor 1.4 TSI! Perdeu apenas o DSG!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A suspensão traseira semi-independente que está sendo usada no Golf nacional é a mesma usada no Golf GTD europeu, diesel, e em todos os TDI vendidos na Europa.
      A vantagem da suspensão semi-independente para o Brasil é muito clara: menos peças móveis, e peças maiores. No lugar de pequenas hastes finas, temos um eixo robusto na traseira, que funciona como mola. E o esquema que está sendo usado no Brasil, que é o eixo direcional conjugado, torna o funcionamento das suspensões de cada roda independentes.
      Então, com o esquema que está sendo adotado no Brasil, a suspensão fica mais suave e macia, e muito mais robusta e capaz de aguentar buracos e pancadas, sem alteração alguma de geometria.
      Outra vantagem, é que as rodas traseiras nunca mudam de alinhamento.
      ENtão o carro fica mais confortável e macio, e mais robusto. E a manutenção é muito mais barata.
      A suspensão do Golf será similar a do Corolla, que, inclusive, atropelou todos os carros com suspensão multilink na pista, veja:
      http://www.car.blog.br/2015/11/corolla-altis-20-cvt-atropela-civic-exr.html
      Com o Golf não será diferente. O Golf nacional será mais rápido e econômico que o importado em todas as situações. Mais robusto, mais confortável e ainda mais adequado ao Brasil.
      Ou seja, um show de engenharia. Parabéns a VW Brasil que fez uma tropicalização como se deve no Golf.

      Excluir
    2. Cara, discordo disso. A Vw deveria substituir a suspensão do Golf pela classica de feixe de molas. Muito robusta, é pior para fazer curvas, mas fazer curvas pra Q né? O consumidor comum n liga para fazer curvas. O motor do fox 1.6 como motor de entrada ficou estranho. O consumidor vai achar Q o tsi por ser 1.4 é mais lerdo. Tinham Q botar como opção de entrada o motor 1.4 flex da Kombi, afinal é muito mais robusto e qualquer dona de casa sabe consertá-lo. Palhaçada né, carro mais robusto n necessariamente é melhor. Vai dizer Q a Kombi é melhor Q uma renault master. Kkkkkkkkkkkkkkkk

      Excluir
    3. A questão eh que a multilink eh superior , mas no asfalto lunar brasileiro eh mais adequado usar suspensões menos modernas . Sobre o câmbio eh uma piada a troca .

      Excluir
    4. Cara, discordo disso. A Vw deveria substituir a suspensão do Golf pela classica de feixe de molas. Muito robusta, é pior para fazer curvas, mas fazer curvas pra Q né?

      Errado. O bom projeto de engenharia leva em consideração o ambiente e o uso do carro. Eixo de molas é adequado à utilitários, para levar muita carga com frequencia, como picapes.

      A suspensão adotada no Golf nacional é a melhor possível para a realidade brasileira. Ela oferece elevada performance em curvas, como pode ser observado pelo Corolla, com suspensão igual à do Golf, tendo performance muito superior a Civic com multilink na traseira, veja:

      http://www.car.blog.br/2015/11/corolla-altis-20-cvt-atropela-civic-exr.html

      E ainda a suspensão do Golf/COrolla é mais macia, robusta e da muito menos manutenção.

      O consumidor comum n liga para fazer curvas. O motor do fox 1.6 como motor de entrada ficou estranho.

      Muito pelo contrário. Suspensão como a do Corolla/Golf nacionais são exceelntes para fazer curvas. O Corolla com a mesma suspensão do Golf é muito mais rápido em pista que o Civic, que tem suspensão igual á do Golf importado. Veja:

      http://www.car.blog.br/2015/11/corolla-altis-20-cvt-atropela-civic-exr.html

      O consumidor vai achar Q o tsi por ser 1.4 é mais lerdo.

      Consumidor do Golf, em geral, é bastante inteligente e não cai nesse tipo de besteira. Mas sempre há exceções, e você está aí para provar.

      Excluir
    5. A questão eh que a multilink eh superior , mas no asfalto lunar brasileiro eh mais adequado usar suspensões menos modernas .

      Superior em quê? Vamos aos fatos:

      - A multilink exige mais manutenção que a semi-independente do Corolla/Golf nacional.
      - A multilink não se mostra mais rápida em pista, já que o Corolla nacional, com semi-independente, é muito mais rápido em pista que o Civic nacional, com multilink, como provado abaixo.

      http://www.car.blog.br/2015/11/corolla-altis-20-cvt-atropela-civic-exr.html

      - A suspensão multilink do Golf importado, do Civic, Focus e C4 Lounge, quando toma pancadas na traseira, desalinha as rodas traseiras, e os pneus passam a ser consumidos de forma irregular. Em um piso cheio de buracos como o Brasileiro esse problema se agrava muito.

      - a suspensão multilink do golf importado é mais ruidosa que a do Golf nacional, e mais dura.

      - a multilink do golf importado tem manutenção mais cara, tem muito mais compenentes, e componentes finos, enquanto a do Golf nacional é tem menos peças móveis.

      Sobre o câmbio eh uma piada a troca .

      Sobre o câmbio, o do Golf nacional AT6 TipTronic é superior ao DSG7 do importado. Todos os testes que foram feitos com o Audi A3 nacional, que usa o mesmo conjunto do Golf nacional, mostraram que o Motor 1.4 TSI Flex+ At6 tem mais desempenho e menor consumo que o 1.4 TSI mono + DSG7 do importado. Todos os comparativos.

      Todos os jornalistas que testaram o A3 nacional (igual ao Golf nacional) disseram que o carro ficou mais rápido, suave e macio que o importado. E com comportamento em curva no mesmo nível ou até melhor.

      O cãmbio do Golf nacional tem conversor de torque, que anula o lag em baixa do turno, dando muito mais vivacidade ao carro em baixas rotações.

      Em resumo: Golf nacional é melhor que o importado em tudo: anda mais, bebe menos, mais macio, mais robusto, mais confortável, suspensão mais robusta e manuitenção mais barata.

      Fatos. Apenas fatos.

      Excluir
    6. "A suspensão multilink do Golf importado, do Civic, Focus e C4 Lounge, quando toma pancadas na traseira, desalinha as rodas traseiras, e os pneus passam a ser consumidos de forma irregular."
      Errado! tive 3 gerações de focus e nunca tive esse problema. Aliás, ele sim, tem respeitada suspensão multilink ADAPTADA AO PISO BRASILEIRO, sendo boa de curva e confortável ao mesmo tempo.

      Excluir
    7. C4 Lounge não tem suspensão multilink!!!!

      Excluir
    8. Fato, também já tive Vectra B, 3 Focus e agora Jetta TSI, nunca tive qualquer problema com suspensão traseira.

      Excluir
    9. Fato, também já tive Vectra B, 3 Focus e agora Jetta TSI, nunca tive qualquer problema com suspensão traseira.

      Isso se chama "evidência anedótica". Não tem relevância alguma.
      Quer outra evidência anedótica. Eu moro em São Paulo e nunca fui assaltado, e nem no Rio de Janeiro. Então, eu digo: São Paulo e Rio de Janeiro tem violência zero e são as cidades menos violentas do mundo.
      Certo? Errado.

      A engenharia trabalha com todo o universo de todos os carros vendidos, seus problemas e bancos de dados das concessionárias, de carros vendidos no Brasil inteiro e submetidos a todos os tipos de uso e terrenos.

      O sistema multilink é bom, mas, para o Brasil, um esquema mais robusto como o eixo é melhor. Inclusive, o Corolla 2.0 CVT com eixo de torção é mais macio e mais rápido em circuito que o Civic EXR 2.0 com multilink.

      Ou seja: eixo de torção é mais macio, confortável e oferece mais performance, como prova um teste com um ex-piloto de F-1, vejam:

      http://www.car.blog.br/2015/11/corolla-altis-20-cvt-atropela-civic-exr.html

      Nossa, como tem mané e orelha aqui. OMG!

      Excluir
    10. Na sua opinião o Jetta deveria, então, mudar de multilink para torção?

      Excluir
    11. Domdick, se for um bom projeto não existe problema na suspensão ser multilink, o problema talvez seja na suspensão multilink da volks.
      O focus tem suspensão traseira multilink e é muito resistente, vendi um focus mk1 tempos atrás com mais de 100.000km, troque duas buchas e os amortecedore, e era muito silenciosa no funcionamento.
      O civic tem suspensão multinlink e também é muito resistente, ninguém reclama de durabilidade ou ruidos.
      Tudo tem a ver com projeto, se for bom funciona bem, a volks preferiu utilizar uma suspensão inferior a adaptar a multilink do golf para rodar aqui, ou não teve capacidade....
      E sobre dureza, nada a ver, muitos carros confortáveis utilizam multilink, e são confortáveis.

      Excluir
  7. Apesar do cenário econômico desfavorável é perceptível que em 2018 os carros BR estarão em um patamar muito acima do atual. Estamos entrando em um período de grandes evoluções. Inovar auto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um brasileiro que defende o Inovar Auto? Tão raro quanto elefante branco.
      Acho que você realmente não entende o que o Inovar Auto, não é?

      Excluir
    2. Expliquem vocês melhor. rsrsr. Proibido ter opiniões divergentes. Porque do ponto de vista do intelectuais o Inovar é tudo de ruim?

      Excluir
    3. Vou tentar explicar.
      O Inovar Auto, na teoria, é algo como que já aconteceu na Europa, para melhorar as regras de emissões, e como consequência obrigar as montadoras a melhorar os seus motores.
      Mas o Inovar Auto veio com um "brinde", sendo esse o seu principal problema: Praticamente obrigar qualquer montadora que queira vender carros no Brasil a ter fábricas aqui. E como ele faz isso? Restringindo a importação de veículos que não são fabricados ou montados em território nacional.
      Só que o problema a é bem maior, pois o Inovar Auto na prática é uma forma protecionista do governo para beneficiar o cartel das montadoras que fabricam ou montam carros no Brasil.
      Não sei se você sabe, mas o Inovar Auto veio exatamente quando os chineses começaram a operar no Brasil, os carros deles eram completos (comercial do Faustao) para a época, e tinham preços bem abaixo das outras montadoras com carros da mesma categoria.
      E o que isso fez com as montadoras que operavam por importação? Tiveram que ou construírem fábricas aqui (Chery, Audi, BMW e Mervedes) para operar melhor, ou mostrar ao governo planos de fábricas no Brasil, pois assim a cota de importação poderia ser aumentada (caso da JAC). Mas no final das contas o Inovar Auto só fez com que as montadoras, antes com boas vendas mensais, aumentassem os seus preços para se adequar a cota e consequente verem suas vendas indo buraco a baixo.
      Não se engane, o Inovar Auto só tem 15% coisa boa, o resto é só protecionismo barato que leva o consumidor, inclusive já sendo alvo de processos oriundo do exterior.

      Excluir
    4. Só mais uma coisa, para completar.
      Como você vai obrigar alguém a investir em um país, cujo governo é incerto, onde se fala de mais estado e menos mercado e a cada dia que passa mostra que investimentos aqui podem ser uma péssima idéia?

      Excluir
  8. Ficaria melhor para a Volks assumir que fez a troca da suspensão e câmbio por motivo de custos. O consumidor não é bobo. A "inteligência" da VW está pisando na bola e esse Carlos tem problemas. É olha que eu sou fã da Volks. Tenho um GTI mk7.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo . Custos principalmente. A troca do câmbio eh piada de mau gosto . Já a suspensão ... Nesses asfaltos essa suspensão antiga eh mais apropriada , mas tb corta mais custo

      Excluir
    2. Ficaria melhor para a Volks assumir que fez a troca da suspensão e câmbio por motivo de custos.

      Ficaria melhor se as afirmações viessem minimamente fundamentadas, e não esse festival de orelhadas. Vamos aos fatos. O câmbio do Golf nacional é o Automático 6 marchas epicíclico, mesma tecnologia usada nos câmbios de todos os Golf TSI vendidos nos EUA, mesma tecnologia dos BMW Série 1 e 3 e Mercedes Classe A e C.

      Mais que isso. Enquanto o cambio DSG7 da VW é fabricado por ela mesma, no AT6 que será usado no Golf nacional é importado do México e comprado da AISIN, uma subsidiária da Toyota, e é um dos melhores câmbios automáticos do planeta.

      Então, na questão de custo, o DSG7 é mais barato que o AT6 que é usado no Brasileiro. Então, por questão de custo, apenas, deveria ficar o DSG7.

      Mas a VW quer dar ao Golf nacional o máximo de robustez, então adotou o melhor câmbio automático de 6 marchas do mundo, e o mais confiável idem, pois tem fama de inquebrável.

      Esse câmbio também é muito rápido, e, por ter conversor de torque, ele neutraliza o lag de baixa rotação do motor 1.4 TSI, fazendo com o que o Golf fique muito mais ágil em cidade que o DSG7.

      Enfim, o cãmbio do Golf nacional é muito melhor que o importado. E mais caro.

      Então, os orelhinhas deveriam aprender a fundamentar suas afirmações. Apenas repetir como um papagaio : "mimimi dsg7 é melhor q at6" apenas demonstra sua insuficiência QI para elaborar algo que seja fundamentado. Repetir, até papagaio repete. Então, por favor, vamos ser se diminuem as papagaiadas.

      Excluir
    3. Carlos , favor responder . Vc já dirigiu algum carro com o dsg de 6 ou 7 marchas ? Se sim , vc terá de mudar toda essa sua papagaiada , se não , faça o test drive . Necessita de carteira de habilitação e não estar alcoolizado .

      Excluir
  9. o gol, voyage e saveiro virao no 1° trimestre de 2016 nao no 2° semestre

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por falar em Saveiro:tá certo que a Strada vende muito mais e fechará o ano bem a frente da Saveiro,devido a confiança do público com a pick-up da Fiat,mas convenhamos com a segurança que essa nova Saveiro oferece.O controle de estabilidade é muito divertido e o freio off road abs é muito eficiente,principalmente em terra e cascalho(isso tudo na versão cross top),quem anda de caminhonete e pega essas pequenas fica com medo,mas pode arriscar é ate legal ver o abs especial e o controle de estabilidade trabalhando,se em algum momento as rodas da frente girarem de forma desigual(patinar),o freio aciona,muito bacana essa segurança da VW nas pick-up pequenas,quem anda nas grandes sabe como é primordial a segurança na terra.Tai a dica carblog,faça um comparativo da Strada adventure x Saveiro Cross,muita gente vai se surpreender com o resultado...

      Excluir
  10. A todos os amigos do blog, em especial aos fanáticos por vw. O meu abraço e desejo de um Natal super gostoso em família e um 2016 com saúde e sucesso nos negócios, com ou sem câmbio dsg, suspensão multilink. Que seja somente start e não stop. E que principalmente que as coisas andem a tsi, eficientes e rápidas, e que se a gente exagerar que o esp e o abs façam sua parte.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Osvaldo, obrigado! Boas festas pra vc e família! E aos demais colegas do Blog! Abr

      Excluir
    2. Obrigado Osvaldo....!!! Faço minhas as palavras do Eddie

      Excluir
  11. Não sei se procede, mas me foi repassado ontem que a VWB vai lançar apenas a versão 1.6 16v do Golf, vindo do Paraná. Quem me soprou essa, o disse com convicção. Eu duvidei, mas está ai a informação

    Se acontecer, seria interessante que continuássemos com a opção dos Golf DSG multilink importados do Mexico.

    ResponderExcluir
  12. Se a VW der um atendimento de pós vendo nível Toyota e Honda, a Jetta vai liderar o mercado com os pés nas costas.

    ResponderExcluir
  13. Em pensar que peguei meu TSI highline + elegance MT 0km no ano passado por 72.5k, e agora praticamente nesse valor só vai conseguir um golf manco 1.6 com eixo de kombi e volante de fox.
    Esse Brasil está indo de mau a pior.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Robson,

      foi a variação cambial. Contudo, prefiro afirmar que vc fez uma excelente compra. Na família, compramos na mesma época o ultimo Golf alemão no Css, um Comfort DSG por 72,5k , só alegria. Sds

      Excluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.