Car.blog.br

Pesquisar este blog

VW Golf GTE Sport: conceito híbrido antecipa futuros GTI

Categorias: , 4 Comentários

A Volkswagen of America irá mostrar o conceito Golf GTE Sport no Salão do Automóvel de Los Angeles. O carro conceitual atenua os limites entre veículos de rua e de corrida, pois tem sistemas de transmissão, suspensão, carroceria e interior de carros esporte em combinação com um sistema híbrido plug-in com emissões zero.

VW Golf GTE Sport

Powertrain

O motor TSI de 1,6 litros é uma adaptação do adotado no Polo R WRC e entrega 295 cavalos de potência e 40,8 Kgfm de torque.


VW Golf GTE Sport

O motor de quatro cilindros é auxiliado por dois motores elétricos, um na frente o carro e um na parte traseira do motor. O dianteiro desenvolve 113 cavalos de potência e um torque máximo de 33,6 Kgfm, quanto o traseiro tem a mesma potência e 27,5 Kgfm de torque. O torque total é de 68,3 Kgfm.

VW Golf GTE Sport

O Golf GTE Sport operando em modo esportivo os três motores trabalham conjuntamente, com tração integral, permitindo uma aceleração de 0 a 100 Km/h em 4,3 segundos e uma velocidade máxima de 278 Km/h. O consumo é de 50 Km/l.

Exterior

A estética do Golf GTE Sport ilustra e antecipa o design dos futuros modelos Golf GTI. A carroceria adota grandes elementos de fibra de carbono, seguindo o exemplo de alta tecnologia definida por outros veículos do Grupo Volkswagen, como o Volkswagen XL1 e o Bugatti Veyron 16.4.

VW Golf GTE Sport

O modelo é equipado com rodas de 20 polegadas em liga de alumínio com pneus 235/35 montados na frente e pneus 275/30 na traseira.

Interior

O interior, revestido em fibra de carbono e microfibra, é composto por duas áreas completamente separadas para o motorista e passageiro. Assentos de corrida com cintos de cinco pontos são posicionados na parte de trás do carro. O volante tem paddle shifters para a transmissão.

VW Golf GTE Sport

No cluster, três instrumentos exibem informações. O visor mais próximo do condutor é o menor e mostra a marcha selecionada e o status da bateria, enquanto o display central mostra a potência fornecida pelo sistema de transmissão e do impulso elétrico do sistema plug-in. A terceira exposição é a maior e tem a velocidade e a autonomia.

Modos de operação

Em operação normal, o Golf GTE Sport dirige tão silenciosamente como o modelo de produção Golf GTE. Em "E-Mode" o carro conceito unicamente utiliza a bateria para andar até de conduzir sem emissões para até 50 Km em uma única carga.

VW Golf GTE Sport

Quando a carga mínima da bateria é atingido, o motor 1.6 TSI é automaticamente ligado e o Golf GTE Esporte dirige no modo "híbrido". Assim que a bateria atinja um certo nível de carga novamente, "E-Mode" pode ser reativado a qualquer momento através de um interruptor no console superior. Em "E-Mode", o motor elétrico traseiro é o principal responsável para alimentar quando alto desempenho é exigido, o motor dianteiro é ativado para fornecer mais potência.

VW Golf GTE Sport

Quando o motorista ativa o interruptor "GTE", a caracterítica do drivetrain do Golf GTE Esporte muda drasticamente. Os três motores oferecem 395 cavalos combinados dos três motores permitem chegar aos 100 Km/h em 4,3 segundos.

Postagens relacionadas:

4 comentários:

  1. faz tempo q carro futurista não me chamava a atenção, esse baseado no golf ficou d+

    ResponderExcluir
  2. Show em! Só esse interior que ta futurista demais, claustrofóbico!

    ResponderExcluir
  3. Pessoal do blog, mesmo assim ainda acho q o golf nacional com eixo de torção é melhor que esse aí....... kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  4. Esse protótipo aí certamente usa eixo de torção e tiptronic, afinal, são mais robustos e confiáveis.

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.