Car.blog.br

Pesquisar este blog

Controle de Estabilidade pode se tornar obrigatório no Brasil

Categorias: , , 29 Comentários

O Dentran - Departamento Nacional de Trânsito - decidirá ainda este ano sobre a obrigatoriedade de os carros brasileiros adotarem o ESP - Programa de Controle Eletrônico de Estabilidade -, que é o item de segurança ativa considerado mais importante depois do ABS e dos AirBags.


A proposta de legislação foi feita em agosto de 2014, mas há divergências entre o Denatran e a Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores) no que respeita aos prazos para a adequação.

 O Dentran propõe um prazo de 3 anos para novos carros e 5 anos para a adequação dos atuais. Já os fabricantes querem 5 anos para os novos carros, e 7 anos para a adequação dos modelos atualmente em produção.

As montadoras argumentam que a adequação dos veículos com ABS e direção com assistência elétrica é mais fácil, já os modelos com direção hidráulica exigem alterações maiores para adoção do ESP.

ESP - Custo menor que US$ 100 dólares

O Denatran informa que a homologação do ESP nos carros brasileiros será feita junto com a dos freios, mas com norma específica. Em relação aos custos, o órgão estima um valor menor que US$ 100, ou R$ 378 reais ao câmbio de novembro de 2015, para a instalação do equipamento.

Fonte: Auto Esporte

Postagens relacionadas:

29 comentários:

  1. Mesmo que venha só daqui a cinco/sete anos, já é um grande avanço. Pelo o que eu entendi a discussão não é a obrigatoriedade, mas os prazos, ou seja, será item obrigatório! Mais segurança em nossas vias.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Argentina está na frente do Brasil com relação a isto, já que o controle de estabilidade será item obrigatório em 2018. A Europa nem sem fala...

      Acho uma medida válida, levando em conta situações que ainda infelizmente são comuns, principalmente nas nossas estradas: desviar para o acostamento por conta de algum veículo no sentido contrário "forçar" ultrapassagens, desviar de animais na pista ou pedestre que aparecem "do nada", etc.

      Excluir
  2. NA, faz uma lista com carros nacionais (talvez até incluindo os previstos para 2016) que tem o controle de estabilidade em pelo menos uma das versões até certa faixa de preço.

    ResponderExcluir
  3. Vai ser um decisão tão convicta quanto a do extintor e das cadeirinhas.

    ResponderExcluir
  4. Controle de Estabilidade e controle de tração, em carros já com ABS e direção elétrica, custa em torno de 300 dólares ao carro. Ou seja, pouco mais de 1.000 reais.

    http://estadodeminas.vrum.com.br/app/noticia/noticias/2015/04/08/interna_noticias,50781/controle-de-estabilidade-ainda-esta-longe-da-maioria-dos-carros.shtml

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ou seja os carros da ford sairam na frente, todos os modelos vendidos no brasil tem esse sistema sem precisar de lei para obrigar, tem quem fale mal da montadora do oval azul, mais sei que é pura inveja.

      Excluir
    2. Tito, já foi divulgado pelo ncap que o custo é de algo entre U$100 e U$150.

      Excluir
  5. New Ka tem .
    Onde está o adorado Up po este blog ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Shhh! Não fala isso, vai bugar a cabecinha dos fanboys.

      Excluir
    2. Como foi o Ka no teste de impacto?

      Excluir
  6. Tenho um Ford ka modelo 2015 já veio com esse intem muito bom só que o preço do carro subiu também

    ResponderExcluir
  7. Tenho um Ford ka modelo 2015 já veio com esse intem muito bom só que o preço do carro subiu também

    ResponderExcluir
  8. Me corrijam por favor caso esteja equivocado. Mas, creio que, a implementação deste item poderá ocasionar uma redução no custo de produção. O importante é segurança...
    Diante do exposto:

    " As montadoras argumentam que a adequação dos veículos com ABS e direção com assistência elétrica é mais fácil, já os modelos com direção hidráulica exigem alterações maiores para adoção do ESP.

    Presumo que a DH, sairá de cena, pois, subtrai torque do motor. Quanto a elétrica que era restrito a carros de segmentos superiores já esta sendo implementado em carros de segmento "popular" Up por exemplo... Com o tempo os novos projetos terão direção elétrica de serie.

    ResponderExcluir
  9. Foi um item indispensável pra mim na troca, e na faixa dos 40 a 50 mil não tem muita opção, parabéns pra Ford que lançou o ka no Brasil igual ao vendido na Europa. Estou bem feliz com o meu Ka, muito seguro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não, o Ka não é vendido na Europa. É produzido e vendido aqui.

      Parabéns por se informar antes da compra.

      Excluir
  10. Xiii vão cobrar horrores pelos carros!

    ResponderExcluir
  11. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  12. Cintos de três pontos e encosto de cabeça no banco do meio deveria ser incluído tb. Um carro como o New Fiesta por exemplo que tem controles de tração e estabilidade alem de 7 Air bags não ter isso é triste.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Depende, tenho um new fiesta sedan, gosto muito do carro mas não há como colocar três pessoas no banco de trás, deveria ter mas por este motivo não faz falta.

      Excluir
    2. O espaço interno do fiesta é sofrido mesmo.

      Excluir
    3. Já tem uma lei definindo como itens obrigatórios o terceiro encosto de cabeça e o respectivo cinto de segurança de três pontos para todos os veículos a partir de 2020.

      http://classificados.folha.uol.com.br/veiculos/2015/02/1584228-cinto-de-tres-pontos-e-encosto-de-cabeca-serao-obrigatorios-a-partir-de-2020.shtml

      Excluir
    4. Tb tenho um. O espaço com certeza não é seu forte. Mas as vezes queremos levar um quinto passageiro e no Fiesta nacional não tem o cinto e o encosto de cabeça, coisa que o seu sedan mexicano tem né Marcio Santos.

      Excluir
    5. Eu acho que deveria incluir o apoio de cabeça central e o cinto de tres pontos,pra quem vai no meio do banco traseiro,como foi citado acima,o carro pode até ñ ter espaço pra transporta-lo,mas se tiver homologado de fabrica pra cinco passageiros deveriam sim vim com esses dois acessorios obrigatorios de fabrica em todos os veiculos.E a segurança dos passageiros em primeiro lugar.

      Excluir
  13. Só assim pro Corolla adotar essa "inútil" tecnologia.

    ResponderExcluir
  14. Com isso, os veículos vão encarecendo. Itens de segurança que irão evitar acidentes, deveriam ser isentos de impostos. Vejam que, alíquota zero para freios ABS, Air-bags, cintos de segurança, encosto de cabeça e controle de estabilidade, entre outros, reduziriam muito o preço final. Mas infelizmente, se o governo tem coragem de cobrar 30% de imposto sobre remédios, imaginem se estão preocupados em aliviar a população de mais gastos... e ainda com carros.

    ResponderExcluir
  15. Será obrigatória daqui uns dez anos e olha lá.
    Quando chegar no prazo aí eles prorrogam e prorrogam!

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.