Car.blog.br

Pesquisar este blog

VW Golf e Up!: menor desvalorização em suas categorias

Categorias: , , , 37 Comentários

Os Volkswagen Golf e up! foram eleitos os modelos com melhor valor de revenda do mercado nacional, em suas respectivas categorias, em 2015, na segunda edição do prêmio Maior Valor de Revenda, organizado pela Agência Autoinforme.

Volkswagen Golf: baixa desvalorização

O prêmio foi concedido aos veículos que mantêm maior valor após o período de um ano. Para o levantamento feito pela Agência Autoinforme, com base na cotação de preços da Molicar – empresa que pesquisa preços de veículos novos e usados no mercado brasileiro.

Volkswagen Golf: baixa desvalorização

O índice representa a diferença de preço entre o veículo zero quilômetro cotado em 2014 (preço praticado) e o mesmo veículo com um ano de uso, cotado em 2015. A base de estudo é o mês de agosto.

O estudo abrangeu os 140 veículos mais vendidos no mercado nacional, divididos em 14 categorias. Quanto menor a depreciação (perda de valor) do veículo, melhor.

O up! teve desvalorização de apenas 8,3% em seu preço no período de um ano, tornando-se um dos melhores de todo o levantamento. O modelo foi o campeão na categoria de entrada.

O Golf sagrou-se bicampeão entre os hatches médios, com desvalorização de 10% (ainda inferior à observada no ano passado, de 10,3%).

A valorização do veículo usado reflete na imagem da marca. Carros com baixa desvalorização têm bom valor e liquidez na revenda.

Volkswagen#vale

A lançou a campanha “volkswagen#vale”, que reforça aspectos como tecnologia, qualidade, segurança e custo-benefício dos carros que a empresa fabrica. A campanha destaca que é importante o cliente fazer o seu dinheiro valer mais investindo em carros que tenham motores eficientes, com três anos de garantia total, baixo custo de manutenção, ótimo valor de revenda e com boa rede de concessionárias do País.



Up!

O up! é o apresentado pela VW como o carro mais inovador de seu segmento no mercado brasileiro, conciliando desempenho, economia de combustível, segurança, conforto, recursos de entretenimento para os ocupantes e, agora, alto valor de revenda.

Volkswagen up! - baixa desvalorização

O modelo é oferecido no Brasil em sete versões: take up!, move up!, high up!, black up!, red up! e white up! e cross up!, com duas opções de carroceria (duas e quatro portas) e dois motores – o 1.0l de 3 cilindros de até 82 cv e o novo TSI de até 105 cv, a partir da versão move up! (o 1.0 TSI é o primeiro no País a combinar injeção direta de combustível, turbocompressor e tecnologia flexível). O up! também oferece recursos de tecnologia como a transmissão I-Motion (SQ100), sendo o modelo com câmbio automatizado mais em conta do País.


Com o motor 1.0 TSI, o up! obteve classificação “A” no Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular do INMETRO. Dessa forma, além de ser um dos modelos mais seguros do Brasil – o único automóvel do segmento a obter cinco estrelas no Latin NCAP, organização que avalia a segurança dos veículos –, o up! TSI se consagra como o mais econômico entre todos os modelos equipados com motor flexível no País. A eficiência energética do up! TSI está acima inclusive da obtida por modelos sem ar-condicionado e direção com assistência.


Além disso, a versão cross up! atingiu o melhor desempenho na história da pesquisa CAR Group, em avaliação realizada em fevereiro desde ano pelo CESVI Brasil (Centro de Experimentação e Segurança Viária), entidade de pesquisas independente mantida por seguradoras de veículos e pela indústria automotiva nacional. O modelo registrou a classificação 10, a melhor possível em uma escala de 10 a 60, no custo e no tempo de reparo do veículo. O cross up! teve um resultado ainda melhor que o do up!, até então o modelo com menor custo de reparabilidade do mercado, com classificação 11.

Golf


O Novo Golf é oferecido nas versões Comfortline, Highline e GTI. Os motores utilizados no Novo Golf são exclusivamente TSI, turbocomprimidos e com injeção direta (quatro cilindros, com quatro válvulas por cilindro e duplo comando de válvulas no cabeçote).



As versões Comfortline e Highline trazem o motor 1.4L TSI BlueMotion Technology de 140 cv na faixa de 4.500 rpm a 6.000 rpm. O torque máximo é de 25,5 mkgf na extensa faixa de 1.500 rpm a 3.500 rpm. Esse motor pode ser combinado à transmissão manual de seis velocidades ou à transmissão automática DSG de 7 velocidades, com função Tiptronic (que permite ao motorista efetuar as mudanças manualmente, por meio da alavanca de câmbio ou por aletas no volante – “shift paddles”). O Golf GTI é equipado com um avançado motor 2.0L TSI gera 220 cv entre 4.500 e 6.200 rpm e torque máximo 35,7 kgfm, acoplado à transmissão automática DSG de 6 velocidades com função Tiptronic e aletas no volante (“shift paddles”).


O Novo Golf foi o primeiro carro a receber cinco estrelas na proteção para adultos e crianças pelo Latin NCAP, organização independente latino-americana de proteção ao consumidor. O prêmio foi concedido à sétima geração do hatchback fabricado no México, que traz conteúdo de itens de segurança de alto nível, compreendendo a robusta estrutura da carroceria, uma combinação de cintos de segurança altamente efetiva, bancos inovadores e sete airbags de série.


Todos os modelos Golf da sétima geração vendidos são equipados de série com sete airbags (2 frontais com desativação do lado do passageiro, 2 laterais, 2 do tipo cortina e 1 de joelho para o motorista) e Controle Eletrônico de Estabilidade “ESC”. São equipamentos de série em todos as configurações do Novo Golf os freios ABS com distribuição eletrônica de frenagem “EBD”, controle de tração “ASR”, bloqueio eletrônico do diferencial “EDS e XDS”, sistema Start-Stop e freios com exclusivo sistema “Multicollision Brake”.

Chevrolet Onix - o campeão geral

Na classificação geral, o Onix, da GM, a depreciação de apenas 7,6% depois de um ano, ficando com o título de carro que menos devaloriza no Brasil. O hatch ganhou também na categoria hatch pequeno. A GM ganhou também entre as mini-vans, com a Spin (depreciação de 11,9%).


Fiat

A Fiat ficou com os prêmios entre os Hatch Premium, com o Fiat 500 (desvalorização de 12,6%); Perua - Palio Weekend (12,7%) e Picape Pequena - Strada (-9,6%).


Hyundai

A Hyundai ficou com o prêmio entre os sedãs pequenos - Hyundai HB20S, com desvalorização de 9,1%.


Toyota

A Toyota ganhou com as picapes médias, com a Hilux, com 11,2%, e o Corolla venceu entre os sedão médios, com o Corolla desvalorizando 11,4%.


Ford

A Ford venceu na categoria sedã grande, como o Fusion, que perde 12,8% no ano, e com o EcoSport, com queda de 13,2%.


Honda


A Honda ganhou em suas categorias: Utilitário Esportivo Grande, onde o CR-V venceu ao perder -12%, e o Fit, entre os monovolumes, com -11,1%.

Ranking - 12 carros que menos desvalorizam

RankingModeloDesvalorização
1Chevrolet Onix-7,6
2Hyundai HB20-8
3Ford Fiesta-8,1
4Renault Sandero-8,2
5Volkswagen Up-8,3
6Fiat Palio Evo-8,4
7Fiat Punto Evo-8,4
8Toyota Etios-8,5
9Volkswagen Fox-8,8
10 Fiat Palio Fire-8,9
11Ford Ka-8,9
12Volkswagen Gol-9

Postagens relacionadas:

37 comentários:

  1. The Very Best. O carro mais desejado e invejado, além de ser o que menos desvaloriza na categoria.

    Golf Mk7. The Car. The Legend.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A fórmula é bem simples: os aumentos sucessivos suplantam a desvalorização. De qualquer forma, a desvalorização é menor se comparada a outros dos mesmos segmentos.

      Excluir
    2. Na boa, eu invejo um Bentley Mulsanne. Pra mim, o Golf é apenas um bom carro como outro qualquer.

      Excluir
    3. Na boa, eu invejo um Bentley Mulsanne.

      É isso que se espera dos desprovidos de conhecimento e de cultura automotiva.

      Esse Bentley Mulsanne é apenas um bibelô de marketing. Não há que se invejar aí. Basta ter dinheiro para comprá-lo. Mais nada.

      Se você tivesse cultura e capacidade intelectual, invejaria sim o Golf ou mesmo o Up!. São produtos infinitamente mais fantásticos que esses bibelôs de novos ricos, pois são produtos de massa e com qualidade superior a de produtos premium.

      O Golf venceu TODOS os comparativos contra BMW e Mercedes. TODOS. Não ficou nem um em pé perante o Golf 7,

      O Golf, mesmo sendo um produto de massa, tem identidade, e personalidade. É reconhecido de longe e seu comportamento dinâmico é também único, e objeto de inveja das demais empresas.

      E mais que isso. Um Golf diz muito sobre a personalidade e inteligência de seu proprietário.

      Ao volante de um Golf vai alguém com cultura e bagagem suficientes para entender a qualidade de um carro desse nível, que aprecia o bom design, a boa engenharia, a tecnologia de ponta, a discrição. E que não joga dinheiro fora, muito provavelmente porque é ele que o ganha.

      Excluir
    4. O Bentley Mulsanne, PRODUTO DA VW AG, é apenas um "bibelô de bovo rico"? Céus...

      Discordo, é um dos carros mais sensacionais do planeta. Mas se você prefere o Golf, faça bom proveito.

      Excluir
    5. Realmente é difícil discutir com o Sr. das autos..kkk ..Deixa ele pra lá.... Porque falar que Bentley Mulsanne é um produto " Ruim" é porque nunca assistiu pelo menos a montagem desse Fantástico Automóvel! Inveja é uma desgraça né..rs..Abçs.

      Excluir
  2. Olha só o Fiesta, terceira menor desvalorização geral, com 8,1%.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O manual. O Fiesta com câmbio powerShit é mico de mercado, nenhuma revenda aceita graças aos muitos problemas desse câmbio bomba.

      Excluir
    2. Você é dono de Fiesta Powershift ou de revenda? Então como sabe que elas não aceitam? Esse câmbio tem garantia de 5 anos, se der algum problema tem dezenas de concessionárias para resolver.

      Outra coisa: vender para loja é perder dinheiro. Independente do modelo, avaliam de 10% a 20% abaixo da FIPE. O negócio é vender para particular. Demora mais, mas você consegue um valor justo. E está cheio de gente querendo Fiesta automático.

      E não, não tenho um, mas já pude dirigir. Esse motor 1.6 casa bem com o câmbio. Tinha 35 mil km e nem sinal de problemas. Entre 50 mil reais e 60 mil reais seria minha opção.

      Excluir
    3. Abaixo assinado com 2.200 assinaturas de proprietários infernizados com problemas no powerShit:

      http://www.peticaopublica.com.br/viewsignatures.aspx?pi=P2013N44036

      PowerShit sendo investigado pelo PROCON e pelo MP, graças às suas milhares de problemas aqui no Brasil:

      http://estadodeminas.vrum.com.br/app/noticia/noticias/2015/09/19/interna_noticias,51422/cambio-powershift-da-ford-esta-na-mira-do-ministerio-publico-em-mg.shtml

      Esse é o motivo das revendas não estarem aceitando mais Fiesta powerShit.

      Excluir
    4. A tabela FIPE não representa essa suposta desvalorização do Fiesta PS.

      Excluir
  3. O Golf desvalorizou pouco por conta de o preço de um usado acompanhar o preço dos novos.
    O Golf Highline de entrada manual era vendido por R$ 67.900,00 em setembro de 2013, hoje a mesma configuração, que por sinal é horrível de se achar, custa R$ 84.690,00, diferença de R$ 16.790,00.
    Obvio que há a se considerar o mercado, inflação, aumento do preço dos insumos em relação ao dólar e etc, mas mesmo assim é um baita aumento.
    Ou seja, o preço dos usados acompanha o preço dos novos, não na mesma proporção, mas acompanha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo em tese, com inflação do real x dollar x fipe usados, mas na realidde, o Golf 7 e o UP são frutos de uma nova geração de carros longevos, carros com minima torção estrutural, quase zero, carros que rodam muito e continuam como se fossem 0km, peças e equipamentos que não estragam, eletronica que funciona, tudo funciona bem por muitos quilomentros. Acredito que o Novo Corolla é parte deste grupo, e claro, carros muito seguros, quem conhece automovel e tudo que um carro desses pode oferecer paga 80k num Golf Highline DSG modelo 14 com 30-40 mil km rodados., o carro é bom e vai rodar muito ainda sem qualquer intervenção.

      Excluir
    2. Quem fez a tese não entendeu como é feita a pesquisa. Eles pegaram o valor de agosto de 2014 do 0KM e depois o do usado 2014 em agosto de 2015. E calcularam a menor desvalorização.
      O Golf perde pouco valor, porque é disparado o melhor carro até 120 mil reais a venda no Brasil.
      Segundo que carro extremamente resistente, entao 0KM é quase igual ao usado.
      Terceiro que tem pouco no mercado, porque tem cota de importacao.
      Quado o Golf nacional começar a ser vendido, sem restrições de cotas, e com suspensão e câmbio mais robustos, com motor Flex, e ainda o 1.6 a 70k, os demais carros em sua faixa de preço vão mofar.

      Excluir
    3. Caro Edie.
      Eu concordo que o Golf vai entrar no grupo de carros duráveis, mas creio que o câmbio DSG fora da garantia será um grande problema, assim como todo e qualquer automatizado. Basta ver qualquer carro automatizado, mono ou dupla embreagem, como são ruins de mercado quando for a da garantia, e o DSG tem o problema do reparo ser muito caro, comparado a um automático convencional, e fora das concessionárias, só algumas oficinas mexem com ele. Não tenho dúvida quanto ao carro em si se tornar durável, mas o câmbio DSG vai ser um baita problema, já o TipTronic que está por vir vai ser fácil e mais barato de se manter fora da garantia, o problema é que o Golf alemão é superior ao brasileiro, fica difícil qual querer.

      Excluir
    4. Esse Carlos é uma piada.

      "Quado o Golf nacional começar a ser vendido, sem restrições de cotas, e com suspensão e câmbio mais robustos,"

      Conta outra meu camarada. Quem compra Golf nessa faixa de preço sabe muito bem que o carro sofreu um puta downgrade. O de entrada pode até vender um pouco mais por causa do fator preço. Agora os outros, confortline e Highline vão vender muito pouco depois desse câmbio e suspensão. Quem for permanecer na VW, ou vai de Jetta TSI ou de GTI. Eu, por exemplo, nunca trocaria meu alemão por um nacional. Têm muitas opções no mercado e a tendência é que a coisa melhore ainda mais por causa do Inovar-Auto. O novo CIVIC já é um carro que virá com novos conceitos.

      Excluir
    5. Não, cara, você é que tem um downgrade em termos de conhecimento automotivo.
      Aliás, todos os que dizem que o Golf nacional sofreu "downgrade", todos, sem exceção, são completamente ignorantes em aspectos mais básicos de engenharia,.

      O Golf nacional na realidade sofreu um processo competende de atualização. A VW investiu pesado para criar uma suspensão traseira e um câmbio capazes de aguentar a buraqueira das ruas nacionais.

      O que os testes mostram? Que o Golf nacional ANDA MAIS e BEBE MENOS que o importado. Sim, O Golf nacional tem mais DESEMPENHO e MENOR CONSUMO que o importado.

      A VW fez o que a Ford deveria ter feito com o Focus. Mas a Ford resolveu acochambrar uma solução não adequada ao Brasil, e, por questões de custo, manteve o Focus com cambio e transmissao inadequados ao mercado brasileiro,

      A VW, ao contrário, não olhou para custos, mas para a melhor soluçao. Não mediu investimentos, gastou mais, teve mais custos, mas desenvolveu uma suspensao traseira e um cambio automatico mais adequados ao Brasil, mais robustos e confiáveis.

      Isso se chama ENGENHARIA, algo que vc não tem a menor noçao do que seja,

      Parabéns à VW, que não mediu investimentos para fazer do Golf nacional melhor e mais eficiente que o importado.

      Excluir
    6. Rafael e MKS mataram a charada, o resto é trololó de fanboy.

      Excluir
    7. Ola Rafael,

      Concordo que uma eventual intervenção no DSG será mais cara que no Aisin (Tiptronic), mas se vc olhar os desenhos do DSG que estão na Web, não há o que quebrar, este cambio não sofre trancos e patinação, roda sempre suave trocando as marchas rapidamente, um show de tecnologia. Quando completar 3 anos de uso vou trocar o lubrificante como recomenda a VWB; eu estou absolutamente tranquilo com meu DSG mesmo ficando fora da garantia em exatos 12 meses. Não dou pau no carro, ando rápido sem exagerar respeitando a sinalização, adoro dirigir o Golfão. Não troco o DSG por nada nesse mundo, CVT, Tiptronic, nada se compara ao dupla-embreagem da VW AG. Tenho cambio (sem abrir) por vários anos ou quilômetros (200 mil km). Se a vida permitir, meu próximo 0km será um GTI ou Variant mexicanos só para poder usufruir do DSG. Já o mono embreagem i-motion do Up não teria tanta certeza, temos um White i-motion na garagem com 7 mil km, o cambio alemão do Up está perfeito e funciona muito bem dentro das limitações do mono-embreagem, mas não vou ficar incomodado, se precisar mexer lá pelo 60-70 mil km rodados, talvez uma embreagem nova ou atuadores (mais difícil por que são elétricos e não hidráulicos), contudo o conforto do i-motion compensa o gasto maior que estou prevendo. Já o Golf, tenho certeza se bem utilizado e mantido, que eu e os próximos dois proprietários seguintes não vamos precisar abrir o DSG. Abraço

      Excluir
    8. Vou responder ao Carlos com um comentário dele mesmo:

      "carlos4carros18 de dezembro de 2013 21:32
      Vamos colocar os pingos nos respectivos is nesse assunto.
      Primeiro, o ruído não vem do câmbio DSG. Esse câmbio é um dos, se não o melhor câmbio automático em produção no planeta, só comparável ao ZF usado na BMW. Ponto.
      É uma das peças de engenharia mecatrônica mais avançadas e sofisticadas criadas pela homem.
      Quem não sabe como isso funciona, por favor, vá pesquisar, antes de sair falando (...)"
      Fonte: http://www.car.blog.br/2013/12/novo-golf-2014-dsg-o-ruido-no-cambio-em.html?m=1

      Excluir
    9. carlos4carros18 de dezembro de 2013 21:32
      Vamos colocar os pingos nos respectivos is nesse assunto.
      Primeiro, o ruído não vem do câmbio DSG. Esse câmbio é um dos, se não o melhor câmbio automático em produção no planeta, só comparável ao ZF usado na BMW. Ponto.
      É uma das peças de engenharia mecatrônica mais avançadas e sofisticadas criadas pela homem.
      Quem não sabe como isso funciona, por favor, vá pesquisar, antes de sair falando...

      Excluir
    10. De acordo, Eddie.

      Também conta bastante o fato usuário, se o cara não sabe utilizar e cuidar do carro, qualquer peça pode vir a dar problema, seja um simples parafuso do banco ou um câmbio tão bem construído como o DSG. Mas bem, creio que só o tempo dirá se o DSG é uma maravilha tecnológica também fora da garantia. Agora, quando trocar o lubrificante, você fala do que? Já que o DSG 7 do Golf é a seco.

      Excluir
    11. Downgrade sim e grande, quem tá dizendo é a 4R, mas se você Carlos se acha superior, deve no mínimo ser um super engenheiro mecânico da VWB para ter a mesma credibilidade.

      Excluir
    12. Rafael,

      È o oleo lubrificante que banha as engrenagens do cambio, já os garfos acionadores e respectivos discos de embreagem estão fora do banho de óleo, dito a seco, provocando acredito eu, o barulho tipo garrafa batendo contra garrafa em piso irregular e a baixa velocidade. No GTI tudo está mergulhado em óleo, que parece ser uma evolução do DSG, mais sofisticado, para refrigerar os discos pelo maior torque do motor, acredito que não se ouve o barulho metálico.

      O lubrificante da caixa de marchas DSG deve ser substituído aos 3 anos ou 60 mil km segundo o manual VW. Sds

      Excluir
  4. Quem lê a notícia pensa que o up! é o que menos desvaloriza. Mas na verdade está atrás de onix, hb 20, fiesta e sandero. Independente da categoria, esses 4 carros estão na mesma faixa de preço e desvalorizam bem menos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na realidade, o Up! deve ser o que menos desvaloriza de todos. O Up! com 8,3% está com o número prejudicado porque a VW fez uma reduçao do preço do Up! no meio de 2015, colocando mais itens de série e mantendo o preço.
      Com isso, forçou uma desvalorização do usado, e mesmo assim ele com 8,3% é bem baixo,
      Em 2015 profetizo o Up! como campeao da pesquisa, Quem viver, verá.
      E verá o Golf liderando disparado a categoria de hatchs medios idem,

      Excluir
    2. Você já profetizou o up! vendendo mais que o Ka, to esperando até hoje.

      Excluir
    3. Carlos e suas "profecias"... hahaha! De resto, imaginem o choque dele ao ver que o "espevitado" HB20 desvaloriza menos o up!. Nada como um choque de realidade, né não?

      Excluir
  5. Show de bola, mas nada mais do que o esperado. Os que falam mal são os que não conhecem, os que já dirigiram sabem o que significa a expressão 'rodar sólido'. A qualidade construtiva, dirigibilidade, segurança, eficiência energética, etc etc etc de ambos Golf e up! só poderia resultar nisso mesmo: baixíssima desvalorização. São carros sem concorrência em seus segmentos.
    É a Volkswagen revolucionando como tem feito há muitas décadas.
    Parabéns VW!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pera lá... uma coisa é falar mal, outra coisa é ser fanboy alucinado. Imensa maioria reconhece os méritos inegáveis do up! e do Golf, mas o comportamento insano de uns e outros acaba criando uma birra em relação à marca.

      Excluir
    2. Birrinha é coisa de loser incompetente que não tem dinheiro para comprar. Então a birrinha desses espécimes é folclórica e divertida de ser observada, pois nada mais é que uma expressão mal disfarçada de inveja, ranço e dor de cotovelo.
      A VW é a maior marca automotiva do planeta, meu camarada. E a que faz carros mais emblemáticos e de maior sucesso do planeta. Isso são fatos.
      E vc me vem com discussão de birrinha? Vai procurar uma revista de fofoca para discutir birrinha e futilidades. Isso aqui é site de carro,

      Excluir
    3. Caro Joe: insano é quem cria birra com relação à VW, que sempre fez e continua fazendo o que há de melhor, e acaba comprando novo Ka, Onix e HB20 em lugar de up!, e Focus ou coisa parecida em lugar de Golf.

      Saudações!

      Excluir
    4. Caro Luiz: vivemos num país livre, portanto a pessoa tem o direito de comprar o carro que desejar. Jamais criticarei alguém por comprar um Focus ao invés de um Golf.

      Isso não é insanidade, é LIBERDADE!

      Saudações!

      Excluir
    5. O up! só gera dois sentimentos que ficam bem claros aqui nos comentários: admiração ou inveja. E não adianta explicar e mostrar fatos... os invejosos continuarão invejosos... até adquirirem um e passarem para o lado bom da força!!!

      eheheheheh insano é falar baboseira sem parar!

      Fim da sua lição!

      Saudações!

      Excluir
  6. O carlos4carros, só porque "entende" de carros, tem essa IMENSA paixão pela volkswagen não quer dizer que tem que um sem educação.
    Primeiro respeite as opiniões e gostos dos outros, antes de falar algo.
    Ou você iria gostar que te chamasse de ignorante, igual você faz?

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.